O que fazer em uma conexão de poucas horas em Amsterdam (roteiro)

Você aterrissou em Amsterdam finalmente. Hora de sair e bater perna pela cidade mais legal do mundo todo (na minha opinião altamente imparcial), mas tem o pequeno problema: você só tem algumas horas até o próximo voo. Amsterdam não é seu destino final.

Tudo bem que o Schiphol é um aeroporto mega legal, mas para, né, nem se compara com ver a cidade. Se você tem apenas algumas horas, vamos ver como dá pra aproveitar direito.

Roteiro em Amsterdam

Ainda não comprou sua passagem pra Europa? Vem de KLM. Aproveita e faz a conexão em Amsterdam!

Ah sim,t em essa: Amsterdam é o hub da KLM, então avalia se não vale a pena vir com eles e fazer um pit stop aqui em Amsterdam. Eu tenho parceria com a KLM, e você pode comprar as passagens usaando meu link, sem pagar nada extram e ainda ajuda o blog.

Supimpa? Clica aqui pra acessar o site da KLM com meu link.

Ok, continuando com o roteiro...

A partir de quanto tempo de conexão vale a pena sair?

Veja só: a viagem de trem do aeroporto até a Estação Central (Amsterdam Centraal Station) dura pouco menos de 20 minutos, sem contar espera. Isso ida. Mais volta.

OK, se você vai gastar 40 minutos só andando de trem, dá pra tirar uma média que uma hora vai ser perdida no trajeto aeroporto-cidade-aeroporto. Leve isso em conta.

Tempo total do roteiro

Porque cada um tem um tempo, então eu resolvi fazer um roteiro flexível, que você pode fazer no exato tempo que você tem. Você tem duas horas? vai seguindo o roteiro até dar duas horas.

Como eu fiz isso? Eu fui inserindo pontos de quebra - a cada trecho completado, você olha no relógio e vê se está na hora de voltar. Se estiver, eu te ensino como voltar pro aeroporto a partir dali. Se tem mais uma hora, beleza, continua andando até o próximo ponto de quebra.

Quando você ler, você vai entender.

Ah, claro: faça sempre as contas do tempo que você tem levando em conta o horário que você tem que estar de volta no aeroporto, não a hora de saída do seu voo (não fique bravo comigo; é obvio mas já vi gente esquecendo disso na empolgação de ir ver Amsterdam!)

Como eu disse acima, também inclua no seu cálculo o tempo de deslocamento - no mínimo uma hora vai nisso.

Dica: Largando as tralhas no guarda-volumes

Já que você só passar algumas horas em Amsterdam, não precisa ficar carregando todas suas tralhas. Melhor viajar leve.

Procure pelo Luggage Locker do Schiphol. Tem diversos; acho que o mais fácil é no Arrivals 3, mas tem nos Lounges 1, 2 e 3 também no nível -1, na Kelderplein (praça do subsolo). Qualquer coisa, procure pelas plaquinhas, é bem sinalizado.

O pagamento é feito por cartão de crédito (atenção: precisa da sua senha) ou débito, e no nível -1 aceita cash. Se livrou das tralhas e tá lindo leve e solto?

Bora conhecer Amsterdam!

Indo do aeroporto de Amsterdam para  o centro

O jeito mais usado é o trem. O Schiphol é também uma estação de trem, com plataformas no subsolo. É possível embarcar em um dos diversos trens que param na Estação Centraal (em holandês, Amsterdam Centraal Station, e, sim, centraal tem dois aas, dessa vez a culpa não é da minha péssima digitação).

Antes de você embarcar é legal você comprar o bilhete numa das máquinas amarelas do saguão. Tem menu em inglês e dá pra pagar com cartão também (se for crédito também precisa da senha e tem uma pequena sobretaxa).

Ticket machine Schiphol

Se tiver dificuldade, sempre dá pra ir no guichê do saguão e comprar falando com um humano. Se você me vir passeando por lá, pode me pedir ajuda 🙂 (já aconteceu...)

Bueno, agora é descobrir qual é o próximo trem pra Centraal. Em geral eles saem das plataformas 1-2, de vez em quando também da 3.

Existem painéis eletrônicos com os horários dos próximos trens, além de painéis com as tabelas completas. É bem sinalizado, mas qualquer coisa, pergunte. Tem agentes da NS (a companhia holandesa de trens) circulando pelos saguão. Mesmo se você não falar inglês, acho que um “centraal station?” acompanhado de um olhar de gato de botas do desenho do Shrek vai comunicar a ideia. Não é, digamos, um pedido incomum.

Bilhete no bolso? Plataforma correta? Maravilha.

A bela Centraal Station de Amsterdam

Genial, você chegou na Centraal, desembarcou junto com a muvuca, acabou de sair da estação, WELKOM IN AMSTERDAM!

Não esqueça de olhar agora pra trás e apreciar o próprio prédio da estação, renovado em toda sua glória de século XIX. Ele foi projetado pelo mesmo arquiteto holandês que projetou o Rijskmuseum (Museu Nacional). E eu acho linda.

Primeira parte do roteiro para sua conexão em Amsterdam: canais, bikes, Anne Frank, compras cool...

[Antes de começar: não fique tenso se não entender as instruções do texto. Eu preparei um mapa com o caminho todo, com tudo marcadinho.]

Se você seguir em frente, pegando a grande avenida perpendicular à Centraal, a famosa Damrak, você vai sair no Dam, onde tem a Madame Tussauds e tal. É o que a maioria dos turistas faz.

Não faça isso.

Primeiro: eu não gosto muito da Damrak: é muvucada e confusa, tem um monte de armadilha de turista ao longo dela, tem batedor de carteira e, francamente, não é a melhor primeira impressão de Amsterdam. Tenho uma ideia melhor.

Vamos fazer um passeio pelo Jordaan, um bairro charmoso da cidade. É pertinho. Com a estação às suas costas, vire a direita e vá andando.

1. Passeio a pé pelo Jordaan: Cinturão de Canais de Amsterdam

Jordaan Amsterdam

 

Você logo vai ver um imenso estacionamento flutuante de bicicletas. Tem espaço pra alguns milhares delas. Não vai ser a última vez que você vê bikes, eu prometo, mas é legal ver tantas empilhadas ao mesmo tempo.

Amsterdam é apaixonada por bicicletas. Aliás, a Holanda toda.

Dá pra notar?
Dá pra notar?

Passou o estacionamento, vire a esquerda na Singel. A Singel era o limite da antiga cidade medieval. Na Idade Média ela chegou a ser circulada por um muro (antes da chegada da pólvora tornar esse lance de muro super demodè).

Vamos entrar nela. Logo no começo dá pra fazer uma parada numa barraquinha (tá marcada no mapa) e experimentar um Haring, o famoso arenque defumado que é sucesso entre os holandeses. Tá recomendado no artigo sobre 5 comidas típicas da Holanda.

Não se preocupe se não estiver com fome ainda; vai ter outras glutoseimas pela frente.

Anyways, enquanto estiver apreciando um dos sabores da alma holandesa, dá uma espiada nas eclusas da Singel, um dos pontos que liga o complexo sistemas de canais da cidade com a baía na frente da cidade (chamada het IJ, fale “het éi”, e não “étchi iji”).

Terminou? Tá, a andar pela Singel, e logo você irá encontrar a tradicional abundância de pontes, canais e bicicletas que dizem inequivocamente “tô em Amsterdam”.

8129088146_10384c76e2_b

Vire a segunda direita (lembre de confirmar no mapa que preparei), e vá cortando o famoso cinturão de canais de Amsterdam (a UNESCO tombou como Patrimônio da Humanidade em 2010). Solte o dedo nas fotos, que vai ser difícil alguma sair feia.

Amsterdam_Jordaan2

Quando chegar na Prinsegracht (Canal dos Príncipes) vire a direita.

Logo você vai ver uma igreja. É a Noorderkerk. Na frente dela tem a Noordermarkt, um espaço aberto que de sábado é preenchido por uma feira orgânica mega legal.

Mas mesmo se não for sábado, você não vai perder a viagem, porque logo na frente dela tem a Winkel 43.

2. Guloseima no Jordaan: Torta de maçã na Winkel 43

Torta de maçã holandesa

A Winkel 43 tem a reputação de servir a melhor torta de maçã de Amsterdam, e ainda não achei muitos motivos pra duvidar disso. A tal “torta holandesa” que tem no Brasil não existe na Holanda, é invenção brazuca. Aqui a torta que manda é a de maçã, e a da Winkel 43 manda no resto da cidade.

Prova disso é que os locais continuam indo lá apesar dos turistas. Dispute um lugar e coma uma torta com café.

Se preferir tomar um sorvete, continue andando.

2a. Guloseima no Jordaan: Sorvete na Monte Pelmo IJs

Pode virar na Westerstraat e seguir pela calçada da esquerda até a terceira rua que cruza (a Tweede Anjeliersdwarsstraat – o nome é maior que a rua). Ache o número 17; é onde fica a Monte Pelmo IJs.

Muitas moedas de euro afundei nela, já que o espaço de trabalho do Ducs ficava ali na Westerstraat, pertinho.

Vamos continuar andando. Continue descendo a Tweede Anjeliersdwarsstraat até encontrar uma ponte, daí vire a esquerda, quando der vire a direita e daí atravesse a ponte e vire a direita de novo. Você está de volta a Prinsengracht.

Ou perdido, o que pode acontecer muito facilmente em Amsterdam, especialmente no Jordaan. Não, calma, lembre-se: veja o mapa.

Mapa do roteiro

3. Casa da Anne Frank

Pronto, você está na Prinsengracht de volta. Você está pertinho da Casa da Anne Frank ou, mais precisamente, o Anexo Secreto, onde a jovem escritora se escondeu do regime nazista que havia invadido a Holanda durante a Segunda Guerra Mundial.

Ele ficou famoso no mega best seller Diário de Anne Frank (publicado, infelizmente, após sua morte; ela faleceu em um campo de concentração após sua família ter sido traída e denunciada aos alemães).

Se tiver tempo, pode entrar, embora eu recomende altamente você comprar o ingresso online antes, pois as filas costumam ser bem chatas.

Anne Frank Amsterdam estatua (1)

Se não, pode apenas passar na frente e continuar até o Westermarkt (onde tem uma estátua em homenagem à Anne Frank, e o Homo Monument).

homomonument_amsterdam

No Westermarkt fica a Westerkerk, igreja que também é citada no livro da Anne Frank: o seu sino a confortava durante a provação.

Nós já andamos 2,6 km. Com as paradas e fotos, deve ter sido pelo menos uma hora de passeio. Você precisa voltar já? Caso sim, pegue o tram 13 ou 17 na parada Westermarkt sentido Centraal: em pouco mais de 10 minutos de viagem você tá na Centraal.

Você pode comprar o bilhete direto com o cobrador do tram.

Dá pra continuar o passeio? Que maravilha.

4. Compras nas 9 ruazinhas (9 straatjes)

9 straatjes

Em vez de pegar o tram de volta, então, atravesse a Raadhuistraat, ande uma quadra e entre na Herengracht a direita.

Essa área do Jordaan é chamada de 9 straatjes (9 ruazinhas, em holandês), uma área de compras alternativa de Amsterdam. Em vez de grandes magazines e marcas famosas, você vai ter brechós, lojas de discos, sebos, galerias de arte, design, cafés. Eu curto bem mais do que as “shoppings streets” tradicionalmente lotadas.

A graça é explorar e ver o que te chama a atenção, e certamente vai ter alguma lojinha que vai fazer você parar. As opções são variadas demais pra citar, mas existe um guia de todas as lojas organizadas por categoria nesse site aqui.

Segunda parte do roteiro: livros na praça

Feira livros spui

Quando você se cansar de explorar as 9 straatjes, ache a Wolvenstraat e siga direção centro. Siga por ela até cruzar novamente a Singel, ela virará uma ruícula chamada Raamsteeg.

1. Livros, cartão postal...

Continue por ela até cruzar a Spuistraat e ela muda de nome de novo pra Rosmarijnsteeg. No número 8 tem um sebo que gosto bastante de ir e comprar cartões postais bonitos.

Depois vire na Nieuwezijds Voorburgwal a direita e ande até a Spui.

Books Amsterdam

Eu já falei dela em diversos outros artigos, mas enfim, eu curto a Spui. É uma praça cheia de livrarias, e isso é uma isca infalível pra mim. Logo de cara tem a American Book Center e a Atheneum.

Além disso, dá pra entrar no Begijnhof (expliquei o que é em outro artigo), e de sexta tem uma feira de livros usados e de domingo uma de arte.

Begijnhof no inverno
Begijnhof no inverno

E aí? Hora de voltar já? Então volte na Nieuwezijds Voorburgwal e pegue qualquer tram sentido Centraal (linhas 1, 2 e 5). Em 10 minutos de trajeto cê tá lá.

Ah, mas dá pra continuar o passeio? Perfeito. Vamos fazer uma pausa que já andamos bastante.

Pausa para um Café com vista panorâmica 360° de Amsterdam (Blue)

Esse café fica pertinho da Spui, coisa de menos de 200 metros. Ache o Café Tokio na Spui. Achou? Entre na ruazinha dele (Voetboogstraat) e ande até o fim dela. Você vai dar de cara com a entrada do Shopping Kalvertoren.

Entre nele e ache o elevador de vidro. Suba até o terceiro andar. Diga WOW! Eu digo toda vez  que vejo a vista em 360° da cidade através das paredes envidraçadas do café Blue.

Aqui dá pra você sentar, comer algo, tomar um café, descansar com Amsterdam aos seus pés e à sua volta.

Terceira parte do roteiro para sua conexão em Amsterdam: Leidseplein,

Última parte do roteiro para conexão em Amsterdam: Leidsestraat, Leidseplein, Vondelpark...

Certo, hora de continuar pra última parte do passeio. É só voltar por onde você entrou no Shopping e virar a esquerda e ir reto. Você irá sair na Leidsestraat.

1. Leidsestraat

Essa é uma shopping street de Amsterdam, com bastante coisa pra ver (só toma cuidado com os trams que passam no meio da rua, meio misturados à multidão...)

Seguindo pela Leidsestraat você irá cruzar de novo o cinturão de canais de Amsterdam, só que mais pra baixo.

Ao fim dela você irá achar a Leidseplein, que apesar de bem turística tem seu charme, e pequenas surpresas pra quem souber olhar e buscar as sutilezas escondidas.

Leidseplein

Ou tem a gigantesca Apple Store ­— serve também.

Apple store Leidseplein

Colado à Leidseplein tem um estacionamento de bikes cercado de esculturas realistas de lagartos. Logo na frente dele tem uma série de arcos com uma inscrição em latim enorme:

HOMO SAPIENS NON VRINAT IN VENTUM

Me chame de infantil, mas eu nunca cesso de me divertir com isso.

Mas, espera: tá na hora de voltar já? Como tá seu tempo? Daqui da Leidseplein você pode pegar o ônibus 197 para o Schiphol. O trajeto da Leidseplein até Schiphol dura cerca de 45 minutos. É um pouco entediante, mas pelo menos é uma condução só e você pode subir e desencanar até chegar no aeroporto.

Se você pode continuar passeando, logo ao lado da Leidseplein tem...

2. Max Euweplein e Vondelpark

OK, atravesse os arcos, atravesse o átrio e você irá sair na Max Euweplein. Max Euwe era um enxadrista holandês que chegou a ser campeão do mundo. Você irá notar o tema de xadrez, isso se você não tropeçar no tabuleiro de xadrez gigante que sempre tem gente jogando.

Atravesse a Max Euweplein e você irá dar de cara com o famoso Vondelpark.

Vondelpark Amsterdam primavera

O Vondel é até covardia querer descrever aqui; eu dediquei um artigo enorme só pra ele.

Entre, e ande um pouco; o comecinho dele é um pouco decepcionante, mas melhora logo, prometo.

O legal do Vondelpark é que ele muda ao longo do ano, vestindo roupas novas em cada estação.

Vondelpark_amsterdam_primavera

Nele, locais e turistas se misturam e aproveitam pra... pra nada. Só aproveitam, cada um de um jeito.

Acho que é um bom jeito de você se despedir de Amsterdam; aproveitando a mistura de pessoas, línguas, origens e vidas, cada um na sua mas todos juntos, construindo a fantástica experiência que é Amsterdam.

Bem-vindo. E até a volta!

Epílogo: voltando pra estação

Pra voltar do Vondelpark pra estação, ande de volta pra Leidseplein e pegue os trams 1, 2 ou 5 sentido Centraal Station. Em 12 minutos você chega.

Ah, e se você ainda tem mais tempo... a Museumplein com três museus sensacionais é aqui do lado. Pode continuar o passeio!

Rijksmuseum - Museumplein
Só tô dizendo...

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

154 comentários em “O que fazer em uma conexão de poucas horas em Amsterdam (roteiro)”

  1. Olá! Vou ter uma conexão de 8h em Amsterdã, chegando às 12:30 e saindo às 20:30 e essas dicas vão me salvar! MUITO OBRIGADA e parabéns!! <3 Só fiquei com duas dúvidas.. A primeira é sobre a saída do aeroporto, tem algum post explicando como seria o desembarque e a imigração especificamente? Gostaria de fazer esse roteiro de bike, como consigo alugar uma?

    Responder
  2. Desculpe-me! Nem agradeci no comentário anterior. Muitíssimo agradecida... ajudam MUITO essas dicas! Valeu mesmo! Um ótimo 2020 para vc e sua linda família! 😉

    Responder
  3. olá, achei seu blog agora e estou viajando amanhã (15/01). Meu tempo total de conexão será de "8h". Chegarei às 12h15, 16/01 e o próximo voo será as 20h50. Então, pretendo dar uma saída e voltar às 19h (estar no aeroporto). Tá bom? Ou melhor mais cedo? Vi seu roteiro, muito bom! Como a postagem é de 2013, há alguma modificação? Alguma recomendação extra por ser inverno? Não falo inglês... acha arriscado? 🙂

    Responder
    • Oi Cris,

      Acredito que sim, você poderá fazer um bom passeio pela cidade. Algumas coisas mudaram, mas é possível fazer o que conseguir no tempo que possui. Com relação ao idioma, os holandeses, em geral, são bem prestativos... caso precise de algo, aponte em mapas que eles te ajudarão!

      abraços e bom passeio!

      Responder
  4. Bom dia,

    Eu e minha amiga vamos ter uma conexão em Amsterdã dia 11 de abril( sábado) chegaremos às 14:20 e a “volta” e as 20:50.
    Você acha q vale a pena sair do aeroporto?? Considerando que teremos umas 2 horas livres no máximo..

    Responder
  5. Oi, Daniel.
    Estou morando em Portugal e meu filho, de 19 anos, está vindo me visitar em janeiro.
    É a primeira vez que ele sai do Brasil.
    Ele vem para Lisboa pela KLM, com uma escala de 4h em Amsterdã (chegada 8h30 e saída 12h35), e gostaria de aproveitar esse tempo para conhecer um pouquinho dessa cidade linda.
    Li tuas recomendações, mas fiquei com dúvidas.
    Quanto tempo ele vai gastar para passar pela imigração em Schiphol?
    Quanto tempo antes do voo ele precisa estar no aeroporto?
    Tu achas que é possível?
    Obrigado,
    Edison Pohlmann
    [email protected]
    +351 91 783 0203 (WhatsApp)

    Responder
    • Oi Edson, como vai?
      Olha, não sei quanto tempo pode demorar, mas contando com meia hora ida e volta (já prevendo possíveis atrasos no trem ou uma rateada na plataforma errada) até o centro, se ele tiver uma hora sobrando já dá pra conhecer alguma coisa!

      abraços,

      Responder
  6. Olá, sou brasileira e tenho uma conexão em Amsterdã a noite inteira e parte da manhã do dia seguinte. O que posso fazer a noite? Detalhe, não sei falar inglês, apenas o básico

    Responder
  7. Oi, Vlw pelo post me ajudou bastante, meu voo pousa em AMS as 11:45 na terça, tenho que embarcar novamente as 20:50 levando-se em conta o tempo que vou levar até ter saído da imigração e conseguir deixar minha mochila no luggage e comprar o ticket de trem, consigo chegar na Central Station ate umas 14h, pq dai passearia por umas 2:30 e já voltaria pro trem com medo de sei lá do que, só por garantia mesmo, sou muito medrosa mais queria muito conhecer um pouco dessa cidade que parece ser incrível. Queria ir no letreiro e comer a torta que vc mencionou e Stroopwafels ;)... O museu do Van Gogh... Quanto vc me recomendaria ter em euros uns para transporte e lanchinhos.. Obrigadaaaaaaaaaaaa

    Responder
  8. Olá.

    Tenho uma conexão em Amsterdam para Bologna, vou chegar em Amsterdam as 14:30h de domingo (23/06) e partir somente na manhã seguinte. Vou pernoitar no Van Der Valk Hotel Schipool. Gostaria de uma dica de roteiro para aproveitar esse tempo na cidade, incluindo uma visita na Heineken Experience.

    Grato.

    Marcelo

    Responder
  9. Olá, faremos uma escala em Amisterdã dia 14/05 porem a previsão de chegada é às 11:45h e partida às 17:00 para Lisboa. É possível neste curto espaço de tempo conhecer um pouquinho de Amisterdã.
    Obs.: é a primeira vez neste país e falo pouco inglês.

    Responder
    • Oi Maria,

      Calcula meia hora para chegar ao centro de Amsterdam, mais pelo menos outra meia hora - ou mais - para passar na imigração. Depois mais meia hora para voltar pro aeroporto... e acho melhor contar com mais uma hora para passar na imigração... provavelmente será menos tempo, mas eu sou dessas que prefere precaver. Se sobrar ao menos uma hora, dá tempo de dar uma voltinha na cidade, sim!

      abraços,

      Responder
  10. Achei top esse roteiro com o mapa, vai me ajudar bastante!! Incrível. Só acho que você esqueceu de falar da Igreja de São Nicolau que fica perto da estação central.

    Responder
    • Oi Raquel,

      Bares e cafés estão abertos até às 02h... e um passeio noturno pelos canais é lindo... dependendo do tempo que possuem entre chegar e sair de Amsterdam, vale pena sim.

      Responder
  11. boa tarde

    estarei ai no dia 25/12
    meu voo chega 11:40 e a conexão é as 17:15.

    estamos com duvida se pegamos um taxi no aeroporto ou trem, pq nosso tempo é realmente mtooo limitado.
    gostariamos só de almoçar.

    muito obrigada desde já,

    Responder
    • Oi Eleonora,

      Considere o tempo de check out e check in no aeroporto (bem como se precisa ou não passar pela imigração). Se sobrar tempo, calcule o deslocamento - cerca de 15 a 20 minutos de trem. E daí deve dar tempo sim de almoçar em Amsterdam! Bom apetite!!!

      Responder
  12. Olá Daniel,
    Eu tive uma conexão de algumas horas em Amsterdam e claro, aproveitei suas dicas!
    Realmente um café com vista panorâmica é WOWWWW!!!

    Foram claras e me ajudaram muito a não me perder no tempo e lugares que gostaria de ter ido.... Parabéns pela construção deste texto, tenho certeza que ajuda muita gente!

    Abraços,
    Valéria Silva

    Responder
  13. Oi, Ducs! Já estive em Amsterdam com a familia e, inclusive, comprei seu guia, que nos ajudou muito!
    Estou muito inclinada em ir a Israel via KLM. Só que o voo da ida é que tem uma conexão chatinha de 8 horas em Amsterdam. Somos eu, marido e dois filhos (9 e 5 anos). Acha tranquilo? Não conseguimos ir a casa da Anne Frank, não segui seu conselho de comprar ingressos online e a fila estava gigantesca, com chuva, criança, enfim, desistimos. Não gostamos de correr, então pensei em Anne Frank e almoço, com calma. É tranquilo? Onde sugere almoçar? Obrigada desde já 😉

    Responder
  14. Olá!! Primeiramente parabéns pela iniciativa, é mt difícil encontrar um roteiro tão completo de escala como o seu. Excelente!!
    Eu pretendo ir à Madrid no início de março (é a data que disponho) e provavelmente farei escala em Amsterdã de metade do dia até a manhã seguinte. Você teria algum hotel ou airbnb pata recomendar? Desde já agradeço.

    Responder
  15. Boa tarde!
    tenho uma conexão em Amsterdã, na volta de Barcelona para o Brasil em novembro. são 11 horas no período noturno, ou seja, chego as 22h15 e parto às 9h55, dá para fazer alguma coisa? Vale a pena sair do aeroporto, pegar o trem até a Centraal, ir para algum hotel a noite e passear tipo seis da manhã até as oito??

    Responder
    • Oi Simone,

      Dependendo do que você curtir, vale a pena sim. Se não tiver muito cansada, à noite dá pra conhecer um pub (que ficam abertos até à 1h). Ou então acordar cedinho e dar uma volta pela cidade - embora a cidade vá estar dormindo, quase nada vai estar aberto, mas a cidade é um museu a céu aberto... ou então simplesmente dormir confortavelmente num hotel... verifica se a companhia aérea não te dá um voucher pra isso.

      Abraços,

      Responder
  16. Tenho 6 horas de conexão em Schiphol. Gostaria de conhecer a Heineken Experience. Consigo com esse tempo disponível?

    Responder
  17. Dani, Obrigado por esse artigo. minha primeira viagem internacional, vou ficar 9 horas em Amsterdam na ida, porem no período da manha, e na volta ficarei no período noturno, depois das 22:00, dicas do que fazer ou é melhor apenas esperar?

    Responder
  18. Oiee, estarei passando por aí dia 16 de novembro, mas terei que dormir pois meu voo é so no dia seguinte ! Onde posso dormir por um preço acessível e ainda conhecer um pouco da cidade sem me perder!!! Me ajuda aííí!!! ????

    Responder
  19. Olá meu meu caro, vi teu post de 2013 sobre fazer uma escala em Amsterdã, e está me sendo muito útil.

    No dia 25 de setembro parto pra um mestrado em Portugal, e terei uma escala de 18h em Amsterdã, pouso aí as 14:30 do dia 26 de setembro, contando que eu chegue no centro da cidade as 15:30, o que tu me indicaria a fazer até às 01:00 da manhã??? Meu voo são as 07:30 da manhã do dia 27 de setembro.

    Pretendo ir em alguns pubs a noite tbm.

    PS: se souberes de pacote de visita podemos conversar.

    Outra, minha passagens são KLM.

    Grato

    Responder
  20. Olá, Daniel! Adoro seu blog e leio sempre os newsletters!
    Adorei esse seu roteiro de parada de poucas horas em Amsterdã!
    Vou fazer uma parada de 15hs em agosto, mas chegarei em Amsterdã 21:30.
    Vale a pena sair do aeroporto durante a noite? Ou é melhor ficar em um hotel por lá mesmo?
    Obrigada!

    Responder
    • Olha Gabriela,

      Se você curte uma balada ou quer dar uma olhada nas ruas de Amsterdam (que ficam lindas com a iluminação noturna), com certeza vale a pena. Os bares e pubs ficam abertos até às 2h.

      abraços,

      Responder
  21. MARAVILHA!! Eu todo organizado montando um roteiro bacana para minha conexão em amsterdam e encontro um post desse! Ja estou apaixonado pela city e vou curtir muito mais com suas dicas.
    Minha duvida é: meu vôo chega as 17 hs no mês de junho e saio as 10 horas no dia seguinte.
    Consigo curtir a cidade a noite (sei que o sol vai se por as 21 nesse periodo) e voltar no meio da madrugada para o aeroporto sem maiores problemas?

    Grande abraço

    Responder
  22. Comprei os tickets de ida e volta Schiphol/Centraal Station, aqui no site mesmo. Preciso trocar em algum guichê ou é só apresentar o ticket impresso na estação?

    Responder
  23. Olá. Terei 6:55min de conexão em Amsterdã, como estarei com uma amiga que tem um bebê, gostaria de saber se existe algum passeio pronto saindo do Aeroporto nesse tempo.

    Obrigada.

    Responder
    • Oi Olinda,

      O ideal é tirar o tempo que gastarão na imigração, pensar também em troca de fraldas/alimentação, e transporte até Amsterdam (cerca de 40 minutos a uma hora, ida e volta). O tempo que sobrar poderão fazer nesse roteiro explicado pelo Daniel, calculando sempre o tempo que precisarão para estar de volta para o próximo voo.

      abraços,

      Responder
  24. Meu voo chega num sábado de julho às 720 e meu voo de volta ao brasil eh as 1250! Da tempo de fazer alguma coisa interessante?

    Responder
    • Olá,

      Desconte o tempo que precisa no serviço de imigração mais uma hora de ida e volta de transporte. Se sobrar qualquer tempo, vale a pena dar uma voltinha na cidade, sim!

      Responder
    • Se você já calculou o tempo de trem até Amsterdam e tem esse tempo livre, vale a pena sim dar uma rápida voltinha na cidade - de olho no relógio pra não perder a hora...

      abraços,

      Responder
  25. Bom dia, por favor, chego em Amsterdam as 12:15hs, pleno horario almoço. Chego pela KLM, e faço CONEXAO, para PRAGA, AS 20:50hs;
    Media de 8hs esperando em SCHIPOL. Com 8hs vale a pena eu sair aeroporto, sair da AREA DESEMBARQUE, pegar trem ate Centro, ou Almsteen? Pergunto pelo fato de depois do Desembarque, eu quando voltar umas 18hs terei de RE-FAZER TODO O EMBARQUE E SEGURANÇA NOVAMENTE; VALE A PENA, SAIR E VOLTAR, COM 8HS ESPERA?
    Ou melhor ficar dentro de SCHIPOL ESSAS 8HS? Pela demora segurança e migração;
    TKS, Gustavo

    Responder
    • Oi Gustavo,

      Isso depende mais de você mesmo... O melhor seria você calcular quanto tempo mais ou menos gastaria no embarque e desembarque + o tempo de viagem de trem até o centro da cidade. Aí você vê quanto tempo lhe sobra para passear e avalia se vale ou não.

      abraços,

      Responder
  26. Bom dia!

    Tenho uma conexão de 8 horas, agora em abril, em Schiphol e vou dar um pulo rápido em Amsterdam. Como estou indo para um outro país fora da Zona do Euro, não pretendo a moeda.

    Como são os estabelecimentos em Amsterdam quanto a cartões de crédito?

    Responder
  27. Olá Daniel!

    Costumo fazer o roteiro de todas as minhas viagens. Agora, rumo à Amsterdam!
    Adorei quando encontrei as suas dicas! Ficarei em Amsterdam com a minha família e,
    iremos conhecer também, Bruges e Antuérpia. Sempre ansiosa por conhecer novos lugares.
    Muito bacana o seu trabalho! Viajamos bastante e já pensei em relatar as minhas
    experiências, porém, sempre me falta tempo! Brasil, sabe como é o nosso rítmo...
    Um abraço,

    Responder
  28. Olá! Boa tarde! Terei uma conexão de 14hs em Amsterdã para Berlim no final do mês de julho, porém será à noite. Vc tem alguma dica do que fazer?!
    Desde já obrigada e parabéns pela iniciativa Daniel!!!

    Responder
  29. Oi. Boa tarde!!! Gostaria de fazer um mini tour em Amsterdã. Chego no aeroporto dia 4 de maio de 2017 as 8 horas e parto no mesmo dia para o Brasil no voo das 12 e 50 h. Nesse intervalo de conexão, seria possível o Carlos nos pegar no aeroporto e conhecermos um pouco de Amsterdã e depois voltarmos pro aeroporto novamente??? Seriam duas pessoas, eu e meu marido. Seria possível? ?? E, se sim , qual seria o valor cobrado. Adoraria aproveitar esse pequenotempo pra conhecer essa linda cidade!!!Aguardo resposta. Abraços

    Responder
    • Olá! Gostei muito do roteiro!
      Apenas gostaria de maiores informações sobre a parte burocrática, como passar pela imigração ou até mesmo pagar nova tarifa aeroportuária (pelo que vi em alguns sites).
      Vou fazer uma escala de 22h no aeroporto de Amsterdam e seria ótimo usar esse tempo para conhecer a cidade!

      Responder
      • Com certeza, Alyne, vale muito a pena conhecer a cidade.

        Sobre a imigração, não há muito mais o que informar. Você irá mostrar seu passaporte, sua passagem e responder as perguntas que eles lhe fizerem. Às vezes eles perguntam se você tem dinheiro para se manter e querem até ver se você realmente tem. Daí é só mostrar cartões de crédito ou débito ou o dinheiro - não se preocupe, não vão tomar o seu dinheiro (a minha mãe ficou com esse receio e aí não estava conseguindo sair do aeroporto)... Só manter a calma que tudo vai ficar bem.

        Responder
        • Então, já fiz escala em Amsterdam antes. Mas só passei pela imigração na hora de pegar o vôo para o destino final, que no caso era Frankfurt am Main.
          Minha dúvida é: como funciona a parte burocrática para sair do aeroporto e depois voltar?
          Obrigada pela atenção! 🙂

          Responder
  30. Boa noite!

    Primeiramente parabéns pelos dicas e pelo blog! Muito bons!

    Semana que vem farei uma viagem com conexão em Amsterdã com um intervalo de 7 horas entre os voos.
    Para eu conseguir realizar esse roteiro inteiro, deverei andar muito rápido?

    Gostei bastante das dicas e gostaria de conhecer todos esses lugares. Será que é possível?

    Obrigado desde já! Abs

    Responder
    • Oi Willian,

      Eu acho fundamental você seguir a dica do Dani: vai de boa, andando e turistando... a hora que você ver que se aproxima da hora de pegar o outro voo (calculando volta de trem e tempo na imigração) você volta pro aeroporto de onde parou. O que conseguir ver será lucro!

      abraços,

      Responder
  31. Olá vou realizar uma conexão de 9h 40m, sendo que vou estar indo agora em Dezembro, gostaria de saber se como clima de Dezembro consigo realizar o roteiro, se sim, como esta sendo inverno ai ?

    Responder
  32. Boa noite, estamos indo para China e Taiwan a trabalho ( somos em 3), na volta temos uma conexão de quase 15 horas em Amsterdam , porém a noite, vi em outro comentário que a cidade " fecha "as 2:00am , sugere algum hotel para descansarmos ?!

    Responder
    • Olá José,

      É verdade. Em geral, bares e cafés fecham às 2h00. Só casa noturnas que ficam até um pouco mais tarde. Sobre hotel, que tal verificar com a companhia aérea se eles não disponibilizam um voucher para vocês?Eles costumam fazer isso e daí vocês não desembolsam nada!

      abraços,

      Responder
  33. Ducs,

    Minha irmã terá, com 2 octogenárias (nossa mãe e nossa tia), uma conexão de 7 horas. Essa introdução é para dizer que não dá para andar muito e minha irmã também não tem domínio de outro idioma. Sei que o serviço do Carlos é um pouco caro, mas se eu o contactasse, ele está por dentro desse seu roteiro? Eu já estive em Amsterdã e gostei muito.

    Responder
  34. Olá Daniel,estou indo para França em Fevereiro, depois vou para Bangkok. Na volta tenho conexão em Amsterdam, motivo pelo qual achei seu blog. Curti demais suas dicas, porém, minha conexão é durante a noite, das 18:20 as 10:35 do outro dia. Dá para curtir essa conexão lá? O que tem para fazer nesse horário? Desde já agradeço e parabenizo pelo texto.

    Responder
    • Oi Rodrigo,

      Amsterdam é uma cidade que fecha relativamente cedo: os cafés costumam fechar entre 01:00 e 02:00.Mas, veja, tem bastante tempo para você curtir!

      Seguir o roteirinho que o Daniel fez nesse post também é uma boa à noite: imagina os canais iluminados!!!

      Bom passeio!

      Responder
  35. Daniel, primeiramente, parabéns pelo site e pelo artigo, isso ajuda e muito!

    Tenho uma conexão em Amsterdam ano que vem de 8:45, sendo assim, vou fazer esse roteiro que você sugere aqui, com certeza.

    Mas minha duvida é a seguinte, na volta, como faço pra me localizar dentro da estação?

    Pegar o trem correto para Schiphol e etc.

    Você tem algum artigo explicando como funciona o transporte público em Amsterdam?

    Responder
    • Boa, Nicolas!

      Então, a estação central de Amsterdam, para quem a frequenta com certa regularidade, é muito simples! Mas para quem vai de vez em quando pode ser que não, né? Mas olha só: na estação há vários monitores indicando os horários e as plataformas de onde os trens vão sair. Ao chegar na plataforma, você também verá um display dizendo o destino do trem (bem como as estações importantes que ele vai parar) e a hora em que vai partir. Mas sempre é bom ficar atento também aos anúncios dados nos alto-falantes. Caso haja alguma mudança, em especial aos trens que partem para o aeroporto ou internacionais, com certeza também falarão em inglês. E por último, caso você entre num trem e tenha dúvidas se ele realmente te leva ao Schiphol, só perguntar para um viajante!

      abraços,

      Ah! E aqui está o post que você procura, com dicas completas sobre o transporte público em Amsterdam: https://www.ducsamsterdam.net/transporte-publico-amsterdam/

      Responder
  36. gostaria de um guia que fala-se portugues pra dar um giro em amstrerdam de byke, no dia 13 de setembro próximo . eu e minha esposa faremos uma pelo interior da holanda e por ultimo passaremos 3 dias amsterdam.

    Responder
  37. Olá,

    Estou indo para Veneza sozinha e tenho uma conexão de 8h em Amsterdam, vale a pena sair no aeroporto? Minha preocupação é quanto ao tempo na imigração e o que eu justificaria para eles por estar entrando no país, não posso perder meu voo de jeito nenhum.

    Muito obrigada e parabéns pelo site, incrível!

    Responder
    • Milena,
      Se a Holanda for o primeiro país que você vai entrar na Europa, indiferente de ficar lá ou não, você terá de passar pela imigração. Eles irão te perguntar para onde você está indo ou então você mesma mostra o ticket do próximo voo, isso não é problema. Oito horas... acho que dá pra fazer muita coisa sim! Segue o roteiro desse post e bom passeio!

      Responder
  38. Bom dia!
    Primeiramente quero parabenizar o ótimo trabalho com o site! Diversas dicas e toques!
    Bem, estou indo à Milão dia 12/09, faço conexão em Amsterdam dia 13/09 (chego 12:15 e saio 17:00). Totalizando 4 horas e 45 minutos de espera... Quanto tempo vocês acham que tenho livre para conhecer a cidade, tirando os embroglios de alfândega e talz? Que horas mais ou menos sairia do aeroporto e a hora que deveria voltar para o mesmo? Desculpem minha ignorância, é minha primeira viagem pra Europa e não sei se por lá o esquema é o mesmo da América do Sul e do Norte.
    Grato.

    Responder
    • Oi Igor,

      Considere uma hora de transporte (ida e volta) entre o aeroporto e a cidade. Veja também na sua passagem quanto tempo antes você precisa estar lá para o embarque. Considere também a fila da alfândega (que, caso seja o primeiro país que você está pisando na Europa, deverá fazer de qualquer jeito). Subtraia todos esses tempos e veja quanto lhe resta. Se restar uma hora, vale a pena dar uma voltinha rápida na cidade, sim! 🙂

      Responder
    • Olá Igor, em janeiro vou ter uma conexão de 5 horas, sendo Amsterdam meu primeiro destino da Europa. Por acaso deu tempo de você ir a cidade ? Acha que valeu a pena ? Dani, por acaso você teve o relato de alguém que conseguiu em 5 horas de conexão ir até o centro ? Já conheço Amsterdam, mas como estou viajando com meus filhos gostaria de leva-los mesmo que seja somente por 1 hora ! Obrigado.

      Responder
      • Olá Paulo,

        Relato eu não tenho, mas acho que a melhor coisa que você faz é chegar no aeroporto e avaliar o fluxo, ver como estão as filas de imigração, calcular o tempo de viagem de trem ao centro e aí tomar uma decisão. Concordo contigo, uma hora em Amsterdam é sempre melhor que ficar só no aeroporto!

        abraços,

        Responder
  39. Olá! Estou de olho em um mochilão em Abril pelo Leste Europeu, Croácia e Itália entrando por Praga e, depois desse relato considero fortemente incluir Amsterdam em uma conexão de 8h50m. A pergunta é: Esse roteiro todo ficaria em torno de quantas horas? Teria uma recomendação para o almoço? Como é o clima em Abril?

    Responder
    • Oi Juliana,

      Acho que você deve seguir a dica do Dani nesse post: ir seguindo, na ordem que ele indica e, quando ver que seu tempo está acabando, voltar pro aeroporto! Até porque cada pessoa tem um ritmo, vai que você se demora mais numa dica, menos em outra...

      Com relação ao clima em abril, já está começando a esquentar. Dá uma lida nesse post que está tudo explicadinho - o que é possível explicar, né... clima pode ser bem imprevisível também ihihihi https://www.ducsamsterdam.net/o-clima-em-amsterdam/

      abraços e boa viagem!

      Responder
  40. Estive há um ano, em maio,para ver tulipas, e passear 10 dias, belgica,amsterdan. Comprei tudo com vc, daqui. Queria te perguntar, vou a Portugal em outubro,klm, está muito frio nessa epoca?Outra coisa, passarei de meio dia às 17 aí, 5 h, mas conto 3. Aa colegas nada conhecem. Pegarctaxi e dar volta é ruim? Me dê ideia
    Na volta ficamos de 1 da madrugada até as 10, da pra sair um pouquinho do aeroporto,pensei frio e ser escuro as 8, ainda.m e dá uma idéia, vc é mto bom e fiquei satisfeita, de tudo q me passou e comprei c vc. Abs

    Responder
    • Oi M Isabel,

      Taxi na Holanda é muito caro e o transporte público funciona relativamente bem. E com três horas livres, dá tempo de dar uma voltinha por Amsterdam e fazer um passeio de barco - que dura cerca de uma hora. Sobre a volta... aí não sei se compensa. Porque dependendo do dia os bares e cafés fecham por volta da 1 da manhã mesmo. E não só o fato de ser escuro... as lojas costumam abrir mais tarde... mas nada impede de dar uma voltinha na cidade... ela é linda nesses momentos de silêncio!

      abraços e boa viagem!

      Responder
  41. Tenho conexão em Amsterdam de 5 horas. Considerando imigração e tempo pra chegar antes, acho que da pra dar um passeio de umas 2 horas tranquila né?

    Responder
    • Oi Leandro. Porque cada um tem um tempo, então eu resolvi fazer um roteiro flexível, que você pode fazer no exato tempo que você tem. Você tem duas horas? vai seguindo o roteiro até dar duas horas.

      Como eu fiz isso? Eu fui inserindo pontos de quebra - a cada trecho completado, você olha no relógio e vê se está na hora de voltar. Se estiver, eu te ensino como voltar pro aeroporto a partir dali. Se tem mais uma hora, beleza, continua andando até o próximo ponto de quebra.

      Ah, claro: faça sempre as contas do tempo que você tem levando em conta o horário que você tem que estar de volta no aeroporto, não a hora de saída do seu voo (não fique bravo comigo; é obvio mas já vi gente esquecendo disso na empolgação de ir ver Amsterdam!)

      Também inclua no seu cálculo o tempo de deslocamento - no mínimo uma hora vai só nisso.

      Responder
  42. Fala, rapaz! Acabei de seguir teu roteiro num período de 5 horas e funcionou super bem! Tava tudo super detalhado e o mapa foi uma mão na roda.
    Muito obrigado pelas dicas e espero que posso ajudar outras pessoas também!
    Abracos,

    Responder
  43. Olá!
    Terei 5 horas de conexão em Amsterdam... Você acha que consigo fazer pelo menos um pouco desse roteiro? Vale a pena arriscar sair do aeroporto?
    Obrigada!

    Responder
    • Oi Juliana,

      Leve em consideração as dicas que o Daniel dá no post. Pense quanto tempo antes do próximo voo precisa estar de volta ao aeroporto e o tempo que você leva, de trem, para ir e voltar para o aeroporto. Aí você decide e foca no que quer ver/fazer.

      abraços,

      Responder
  44. Bom dia !!
    Vale a pena pegar o barco hop hop off ou o ônibus ? Tenho medo de me perder no tempo andando sozinha

    Responder
  45. Daniel, antes de tudo parabéns por esse espaço o qual facilita muito a vida de quem passa por Amsterdam. Dia 01/7 faremos uma conexão em Amsterdam de 08 horas e nossa ideia será ir até o centro passear nos canais, almoçar e aproveitar a região mais próxima da Centraal Station. Para facilitar vocês tem algum serviço para esse tipo de necessidade? Grato antecipadamente.

    Responder
  46. Sairei de Londres em 28 de maio as 12:35, com a KLM, chegando em Amsterdan as 14:55. Tenho reserva no Hilton localizado na APOLLOLAAN, 138 e embarco para o Rio as 11 da manha do dia seguinte.
    Gostaria de fazer o seu roteiro de poucas horas de conexão e no domingo bem cedo passear no Vondelpark. Estaremos somente de mochila. Do Hotel ate a estação central qual o melhor transporte publico que possa usar. E mais tarde para voltar ao Hotel??
    Outra duvida é quanto tempo antes da saida do meu voo devo estar no aeroporto.
    Desde ja agradeço e muito legal e pratico o seu guia.

    Responder
  47. Olá adorei o seu site viajo amanhã para Portugal e ficarei algumas horas (mais ou menos cinco horas) em Amsterdã comprei ingresso para visitar o museu de Van Gohg espero que dê tempo. Suas dicas serão muito úteis. Gratidão.

    Já que tem parceria com a KLM como posso pedir que me seja servido uma comida vegetariana não consegui solicitar ao fazer o chek in

    Responder
  48. Bom dia !!!! Eu comprei a passagem de trem para Paris saindo o aeroporto. Gostaria de saber se é fácil de achar a plataforma de onde sai o trem para Paris no aeroporto. Fica na mesma direção que sai os trens para o centro de amsterdam? Obrigada

    Responder
    • Olá Izabella,

      A informação sobre os trens que saem da estação central de Amsterdam, como os que vão para Paris, costumam estar bem visíveis. Há uma tela, como nos aeroportos, que indicam de onde os trens estão partindo. E as plataformas estão também bem sinalizadas.

      abraços,

      Responder
  49. Olá a todos! O site é ótimo e esse post vai ser de grande valia para minha viagem.
    Tenho uma conexão em Amsterdam para Lisboa em Maio. Chego 11:50 e Amsterdam e meu voo decola as 21h para Lisboa. Pelo meus cálculos eu teria algo em torno de 3:30/4:00h para conhecer a cidade. Queria conhecer o Vondelpark, Museu Van Gogh, Heineken Experience, além de tirar uma foto panorâmica naquele shopping que tem uma visão 360 da cidade e tirar boas fotos dos canais. É mto ousado?

    Casos seja possível, vocês teriam uma dica por onde começar? E no caso se fossem cortar algo, o que seria?

    Grande abraço e excelente trabalho!

    Responder
    • Oi Rafael,

      Talvez seja muito ousado da sua parte! hahahah
      É que tanto o Van Gogh como o Heineken Experience demoram, pelo menos uma hora, uma hora e meia. Talvez você pudesse fazer uma pesquisa para saber o que mais lhe interessa (e aqui no Ducs Amsterdam vc pode adquirir ingressos para ambos - e aí evitar as filas) e decidir, dessa forma, o que seria melhor visitar de uma outra vez - sim, você vai pisar em Amsterdam e vai querer voltar!

      abraços,

      Responder
  50. Olá, em maio vou fazer uma conexão de 8horas em Amsterdã junto com meu namorado, e vamos dá um saidinha pra aproveitar a cidade rapidamente. Minha dúvida é quanto a imigração, informamos que só vamos aproveitar a conexão, precisamos apresentar algo? seguro viagem, tickets, ou algo? Parabéns pelo site, muito bom!

    Responder
    • Olá Jéssica,

      Geralmente, nos países com tratado de Schengen, o país que você desembarca é o país que você vai passar pelo setor de imigração. E uma vez que você passou pela imigração (que é logo ao descer do avião), você não tem mais essa preocupação!

      abraços,

      Responder
  51. Olá,estarei indo em uma rápida escala,chegando as 12 hs e saindo ás 20:30 hs para paris.Pelo que li,vcs disseram que daria um passeio rápido,mas ok,sem problema,a minha dúvida é que chegarei no dia 01/05 ,feriado.O que poderá me atrapalhar neste dia,tipo transporte ou imigração mais cheia,etc....obrigado

    Responder
  52. Olá,

    Td bem?
    Meu nome é Fabiana.
    Meu esposo e eu, sairemos de SP com destino a Noruega dia 01/05.
    Escolhemos um voo com escala longa em Paris e outra de 10h em Amsterdã.

    Gostei muito do seu site e dessas dicas, incluindo seu mapa. Muito bom mesmo, pois assim não nos perdemos.
    Só gostaria de saber se não há uma maneira de incluir um passeio pelos canais, modificando um pouco esse roteiro.
    Tem como encaixar? Dá pra nos ajudar a incluir nesse mapa?
    Agradeço desde já.

    Att.
    Fabiana

    Responder
  53. Oi Daniel
    Me chamo Erica e estou indo pela segu da vez para a Holanda, mina sogra mora na cidade de JulianaDorp, sempre acompanho seu blog, ainda mais agora que iremos todo ano. Estamos indo pelo segu da vez para A,sterda e peguei muitas dicas aqui. Obrigada por dividir conosco tudo isso.
    Tenho um blog de viagens que está no inicio ainda, e tenho o sei como inspiracao.
    Grande Abraço

    Responder
  54. Definitivamente um dos melhores blogs, as informações são muito claras e detalhadas. Parabéns! Mas queria muito um auxilio emergencial! Tenho uma conexão sábado agora de 5 horas em Amsterdam e queria muito poder dar uma olhada na cidade. Li todos os comentários (não gosto de fazer pergunta a toa) e vi que muitas pessoas passeiam na cidade tendo até menos tempo, mas meu receio é que tenho 5 horas de conexão no total e, apesar de não estar com bagagem para despachar ou colocar no locker, ainda terei que passar na Imigração (que ouvi falar que tem filas bem grandes). Quanto tempo antes do vôo vocês me recomendam chegar ao aeroporto? A fila da imigração costuma ser grande mesmo? Muito obrigada

    Responder
    • Oi Rhyane,
      Agradecemos pelo "um dos melhores blogs" 🙂
      Sobre a fila da imigração, depende muito do horário do seu vôo e de quando você viaja. Mas talvez fosse mais seguro você avaliar se vale ou não fazer um passeio pela cidade levando em conta a fila da imigração para entrar no país.

      Responder
  55. Curti demais seu post. Parabéns pelas dicas. No meu vôo de Milão terei uma conexão de 14 horas em Amsterdã consigo fazer esse percurso tranquilamente? Detalhe meu inglês não é dos melhores só falo Italiano e Português teria alguma dificuldade? hehehe

    Obrigado

    Responder
    • Com certeza, Giovani!
      Como respondi para a Ana, tenha um bloco de anotações e caneta em mãos para caso não ser entendido escrever ou desenhar o que precisa. Qualquer dúvida, os holandeses são, na maioria das vezes, muito prestativos em ajudar turistas.

      boa viagem!

      Responder
  56. olá Daniel, tudo bom??
    estaremos em Amsterdam 13.04 com conexão pela klm de aproximadamente 10h.
    Não falamos bem inglês...será que nos atrapalharemos muito com os bilhetes para ir e voltar do aeroporto até a Central???
    até qual trecho vc sugere fazer com segurança para 5 a 6 horas livre???

    Responder
    • Oi Ana,

      Algo que muito pode ajudar a vocês é a hospitalidade dos amsterdameses. Eles vão tentar ajudar vocês, mesmo se vocês não falem inglês - e falando um pouquinho, já está bom. Sempre que tiverem na dúvida, perguntem para as pessoas. Levem bloco de anotações e caneta e escrevam, se for o caso, o nome do lugar que querem ir. Tenham também um mapa da cidade - se não me engano, vocês podem comprar em qualquer papelaria dentro do aeroporto ou chequem primeiro o balcão de informações - pode ser que seja distribuído gratuitamente. 5 a 6 horas livres dá pra andar bastante no centro de Amsterdam. E depois, é só pegar um bonde para a estação de trem e voltar pro aeroporto.

      Bom passeio pra vocês!

      Responder
  57. Olá! Excelente texto, vou fazer conexão em Amsterdam em breve e terei 5h para desfrutar um pouco da cidade, seu texto me deu mais segurança já que é minha primeira viagem internacional. Só uma dúvida, na parada Westermarkt consigo voltar p o aeroporto Schiphol?

    Responder
    • Oi Juliana!
      Que bom que o texto te deu segurança para curtir a cidade ao invés de ficar sentada no aeroporto! Da parada Westermarkt, o melhor é você pegar qualquer bonde para a estação central de trens e, de lá, pegar o trem para Schiphol.
      Boa viagem!

      Responder
  58. Olá, estou planejando uma viagem e terei 2 conexoes, a primeira dia 21/04 entre 12h e 20h (aproximadamente 5 horas livres descontando ida e volta ao aeroporto) e a segunda em 15/05, das 21:30 ás 10h do dia 16/05.
    Alguma possibilidade de ver algo em Amsterdam e ainda ir ao Keukenhof? Algum roteiro para o domingo a noite?

    Responder
  59. Finalmente vou conhecer esta maravilhosa cidade, chego dia 9/02 ficarei um dia depois vou para o destino final outra linda cidade Lisboa,estas dicas vão me ajudar de mais,salvarei este link para usar quando lá estiver..Obrigado

    Responder
  60. Ola, Ducs!
    so passei pra dizer que to planejando ir a amsterdan e bruxelas em Jan/17 e pesquisando roteiros e blogs, encontrei o seu... que trabalho legal vc faz....ja li varias das suas materias e o roteiro de poucas horas/conexao, na cidade achei demais... ainda não sei se realmente vou poder fazer a viagem em janeiro/17, pois com o dólar/euro nas alturas do jeito que está, atrapalha demais, mas não custa sonhar, né?
    Tenho tido dificuldade em encontrar um hotel decente e bem localizado para ficar...pelo booking, as hospedagens 3 estrelas dentro dos canais, já estão quase todas lotadas no período que eu posso tirar ferias (3 a 16/jan)... alem disso, leio algumas avaliações dos usuários do booking e decolar.com e desanima... algumas são carésimas e fora das minhas possibilidades, outras sujas e sem elevador, com quartos super pequenos e ate em janela...se tiver uma sugestão de algum hotel no Jordaan, categoria turística, por favor, me diga...
    continue publicando suas materias da maneira bem humorada que vc faz...gostei muito daquela onde vc explica a viagem de trem entre amsterdan e bruxelas, que eu pretendo fazer.
    PS: ja me cadastrei pra receber suas newsletters!
    abraço e boa sorte aí na Holanda!

    Responder
    • Oi Ary,
      Bom saber que o blog te agrada! Até a data da sua viagem você já vai poder ter se preparado muito bem, se continuar lendo o DucsAmsterdam 🙂
      Sobre hotel... talvez fosse o caso de ir consultando o booking com frequência até encontrar um bom hotel com bom preço... uma hora, quem sabe, ele está disponível?

      abraços,

      Responder
  61. Olá!!! Achei incrível o site e a quantidade de informações é muito útil!!!! Estarei em Amsterdam dia 07 de fev e gostei bastante desse roteiro, mas queria sua opinião quanto a fazê-lo nos períodos da tarde e noite. Alguma recomendação diferenciada????

    Muitíssimo obrigada!!!

    Responder
  62. Muito legal o roteiro! Mas queria saber se para uma parada no inverno, a dica seria a mesma! =) vou fazer uma conexão em Amsterdam em fev/16, num domingo, chegando perto das 12h e com saída apenas no dia seguinte cedo. Então, minha pergunta também seria se o trem que liga o aeroporto/estação de trem ao centro fica aberto 24h.
    Obrigada!

    Responder
  63. Olá, Daniel! Gostei mto das informações!!! Eu e meu marido estaremos em amsterdam em uma escala de 16h. Porém chegaremos no aeroporto às 18:30h...gostaríamos de saber se é possível algum desses passeios no período da noite.
    O que sugere?

    Responder
    • Oi Isabela,
      É possível sim, fazer vários desses roteiros à noite. Em especial as visitas às ruas que o Daniel sugere, com algumas alterações, é claro. As lojas das 9 straatjes vão estar fechadas, mas a vista noturna da cidade, em geral, é maravilhosa. Os canais iluminados ficam lindos e o passeio é super agradável!

      Responder
  64. Olá Daniel. Estarei chegando em Amsterdã às 12h e o próximo vôo será às 20h. O que me indica fazer? Qual roteiro? Agradeço se puder me dar uma dica. Abraço, Ulisses!

    Responder
  65. Ola boa noite, meu nome é ,arta sou Gaucha, eu meumarido e um casal de amigos iremos a Paris e gostariamos de fazer um bate e volta no mesmo dia a Amsterdam, mas como nao falamos fluente ingles não quero me arriscar muito, gostaria de descer na estação central de amsterda e ir direto para a museuplain, gostaria de saber qual train pegar, qual linha é na frente da estação depois na volta onde eu pego d elá para voltar a aestação central, sobre o valor pode ser pago em euro? onde compro a passagem no proprio tram? Desculpe muiktas perguntas, estou nernosa hehehe. Obrigada. Adoro o site d evoces!!!

    Responder
  66. Vou fazer uma conexão de apenas 1he10min No Schiphol e a primeira vez que estou viajando sozinha, consigo pegar o meu outro voô sem me perder? O que fazer quando eu desço do primeiro avião em AMS para pegar outro? qual o primeiro passo?

    Responder
    • Oi Mariana,
      A primeira coisa a fazer é ficar tranquila. E atenta às informações que serão dadas, quer no avião a respeito de conexões, quer em solo. Talvez quando descer do avião você possa mostrar o bilhete do seu próximo voo a um funcionário de solo da companhia aérea. Ele pode te indicar para onde você precisa ir. E aí você tem um pouco mais de certeza sobre pra onde deve se encaminhar.
      Espero ter ajudado 😉

      Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.