Onde ficar em Amsterdam: melhores bairros para se hospedar

Tá, eu sei, achar uma boa localização para se hospedar em Amsterdam pode ser confuso, inda mais se for a sua primeira vez aqui. Eu lembro ainda de ficar perdidão quando me mudei dez anos atrás. Mas tem nada não, eu vou te ajudar e listar os melhores bairros para ficar em Amsterdam.

Ah, uma coisa antes: esse artigo é sobre bairros para se hospedar em Amsterdam! Para morar tem outros lances, e sim, eu vou fazer um artigo sobre isso, claro.

Ok, beleza, vamos lá andar com essas dicas de onde ficar em Amsterdam, quais as vantagens, as desvantagens e as atrações perto de cada área. Junto, algumas dicas de hotéis na região e um mapa do Google Maps para você se orientar. Imperdível!

Onde ficar em Amsterdam: Centro medieval (Binnenstad)

O centro medieval é onde Amsterdam nasceu, lá pelo ano 1270. Essa área chegou a ser cercada por um muro (a invenção da pólvora tornou ele obsoleto), e ficando lá você pode se hospedar, ou visitar, prédios mais antigos do que o Brasil. É uma área bem cheia e agitada, fácil de pegar transporte e ir aos lugares a pé, mas na muvuca pode ser cansativa e nem sempre é fácil distinguir entre as muitas opções coisa boa de armadilha.

Vantagens de se hospedar no Centro de Amsterdam

O centro de Amsterdam é a área mais antiga da cidade. Se você resolver se hospedar no centro, você vai ter uma boa infra de transportes para toda parte da cidade, e até de outras cidades da Holanda: a Estação Central (Amsterdam Centraal Station) fica no centro. É fácil de se locomover mesmo a pé, e tem várias atrações perto.

A infra do centro não se limita a transporte, claro. Tem supermercado, tem banco e restaurante e tudo o que você precisar. O centro é prático! Agora, ele tem desvantagens. Vamos ver.

Desvantagens de se hospedar no centro de Amsterdam

Bem, nem sempre os prédios são os mais novos - e quando são, são caros. O centro de Amsterdam é bem cheio e agitado, já que é onde se concentram a maioria dos turistas. Isso pode ser uma vantagem, ou uma desvantagem, mas espera grandes concentrações de gente, inclusive em supermercados, por exemplo. E os preços de tudo no centro de Amsterdam podem ter aquela taxa-turista embutido.

Principais Atrações no Centro de Amsterdam

Se você ficar no centro, pode visitar o Red Light District, a Praça Dam com seu "Palácio Real",  a Madame Tussauds.

Sugestões de hotéis no Centro medieval de Amsterdam

Procure hotéis no centro de Amsterdam usando o Booking!



Booking.com

Onde ficar em Amsterdam: Jordaan & Cinturão de canais (Grachtengordel)

O Jordaan (pronuncia-se "iôrdaan" e não jordã"), é um bairro super hype de Amsterdam, onde Amsterdam tem mais cara de Amsterdam.

Logo ao lado do Jordaan tem o cinturão de canais de Amsterdam. Uma área histórica, com muitos prédios típicos espalhados entre os três principais canais e outros menores. E foi tombada pela UNESCO como patrimônio da Humanidade.

Vantagens de se hospedar no Jordaan e Cinturão de Canais em Amsterdam

Onde se hospedar em Amsterdam
Onde Amsterdam tem mais cara de Amsterdam (Foto: Daniel Duclos)

Bem, como negar? O Jordaan é lindo. Passear a pé pelo Jordaan é um dos programas que recomendo em Amsterdam, e você já está lá! Fotos lindas são garantidas, e você vai poder descobrir cafés charmosos, lojas alternativas interessantes, feiras orgânicas e, claro, a melhor torta de maçã de Amsterdam.

Amsterdam tem um coração, eu desconfio que fica no Jordaan.

Desvantagens de se hospedar no Jordaan em Amsterdam

Bom, primeiro tem o preço. Não é um bairro barato no geral. Depois, a infra de transportes não é muito boa. Por não muito boa quero dizer inexistente. Você vai ter que andar até o centro (que, para ser justo, fica ao lado, dá pra ir a pé tranquilo) ou pedir um Uber. E as ruas podem ficar um pouco apertadas com tanta gente passando por ali, bikes zuzucando e tals.

Outro problema do Jordaan é que muitos hotéis não têm elevador e te restam as escadas holandesas. Leve equipamento de escalada, ou pergunte antes no hotel se tem escada, e em qual andar você vai ficar.

Principais atrações do Jordaan, Amsterdam

Bem, o próprio Jordaan é uma atração. Tem a Winkel 43 com a sua torta de maçã e, claro, a Casa da Anne Frank. E os canais! Se você quer ver canais em Amsterdam 9e quem não quer?), aqui ficam os mais bonitos da cidade toda!

Sugestões de hotéis no Jordaan

Procure hotéis no Jordaan, Amsterdam, usando o Booking!



Booking.com

Onde ficar em Amsterdam: De Pijp

O De Pijp é outro bairro cool de Amsterdam, muito boêmio, com cervejarias locais, (como por exemplo a Troost, que indiquei aqui). Outra pegadinha de pronúncia: se diz "dê páip" (quer dizer "o cachimbo" em holandês, porque de alguma maneira os holandeses enxergaram um cachimbo na forma do bairro. Não me pergunte e sim, eu sei o que você está pensando...) e não "pijipi".

Vantagens de se hospedar no De Pijp Amsterdam

Primeiro, é um bairro charmoso com vida noturna rolando, onde muitos locais vão para curtir. Muitos cafés, barzinhos e restaurantes. Tem boa infra de transportes, supermercados e restaurantes.

Depois, tem várias atrações ali mesmo (veja mais abaixo), e dá para incluir um dia no seu roteiro só ali nos arredores (o que meio que fiz no meu roteiro de três dias em Amsterdam, dá uma olhada).

Sou grande fã do De Pijp.

Curtindo o De Pijp em Amsterdam
Esse é o Sarphati Park, no De Pijp, uma alternativa local ao famoso Vondelpark... (,em>Foto: Daniel Duclos)

Desvantagens de se hospedar no De Pijp Amsterdam

Se você não curte vida boêmia, agito nas ruas, o De Pijp não é pra você. As opções de transporte são boas, mas não as mais completas da cidade.

Principais atrações do De Pijp, Amsterdam

Tem o Albert Cuyp Markt, o Sarphati Park, e, claro, a multi-famosa Heineken Experience (ingressos aqui).

Sugestões de hotéis no De Pijp em Amsterdam

Sugestões de hotéis high end: Okura Hotel

Sugestão de hotel no Pijp médio: Ibis Styles Amsterdam Amstel

Procure hotéis no De Pijp em Amsterdam



Booking.com

Onde ficar em Amsterdam: Àrea dos museus (Museumkwartier)

Outra área nobre de Amsterdam, onde se concentram os três grandes museus de Amsterdam (Rijksmuseum, Van Gogh Museum e Stedelijk museum). Fica logo ao lado do De Pijp inclui a vizinhança do famoso Vondelpark.

Vantagens de se hospedar na Àrea dos Museus de Amsterdam

Área dos Museus em Amsterdam
Esse é o Rijksmuseum, um dos três grandes museus de Amsterdam que ficam nessa área... (Foto: Daniel Duclos)

É uma área muito agradável de Amsterdam, com ruas arborizadas, restaurantes bacanas, boa infra de transportes. Ali pertinho você tem o Vondelpark, tem a PC. Hoofdstraat, que é uma rua de compras só com marcas top (veja a dica completa no meu artigo sobre compras em Amsterdam aqui).

Tem muitos cafés charmosos e também o het Concertgebouw, que é uma sala de concertos e música clássica muito lindo, e que eu dei dica já no Ducs. Dá uma olhada no meu roteiro de três dias em Amsterdam, que tem um período dedicado só a explorar essa área.

E você já pode garantir o seu ingresso para os museus e o Concertgebouw aqui no Ducs também, já aproveita clicando aqui.

Desvantagens de se hospedar na Àrea dos Museus de Amsterdam

Eu diria que a principal desvantagem é o preço. Como eu disse, é uma área top, e portanto, não é a mais barata da cidade. Se você puder pagar, é uma boa área.

Principais atrações da Àrea dos Museus de Amsterdam

Bom, primeiro, os museus né? 🙂 O Van Gogh e o Rijksmuseum são os mais famosos, mas não negligencie o Stedelijk museum, especialmente se você curte o desafio da arte moderna e design. Além deles, tem o Concertgebouw para você ouvir música clássica (e outras). Na Àrea dos Museus de Amsterdam, a cultura está em alta!

Sugestões de hotéis na Àrea dos Museus em Amsterdam

Onde se hospedar barato em Amsterdam: Bijlmer

A Bijlmemeer, onde fica a estação Bijlmer ArenA, fica mais afastada do centro de Amsterdam, e é uma área mais moderna, construída nos anos 1960. Uma área que atrai empresas e muitos imigrantes, é menos conhecida dos turistas, mas pode ser uma alternativa interessante, dependendo da sua disposição e orçamento,

Os hotéis da região atendem bastante pessoas que estão ali a trabalho em alguma das corps que ficam na Bijlmer, então são aquela cara de hotel executivo.

Vamos ver as vantagens e desvantagens.

Vantagens de se hospedar na Bijlmer ArenA

Bem, a primeira vantagem é o preço. É uma área um pouco mais em conta do que as áreas mais badaladas. A estação de trem, metrô e ônibus Bijlmer ArenA oferece fácil acesso pro centro de Amsterdam e outras cidades. Se hospedar na Bijlmer e só voltar para dormir é uma alternativa perfeitamente aceitável.

E se você quer fazer compras, a Bijlmer ArenA oferece várias opções, incluindo a Decathlon e a Perry, para roupas e artigos esportivos, o MediaMarkt para eletrônicos em geral, a Pre Natal para artigos de gravidez e bebê e uma ponta de estoque da marca Esprit.

E por ser uma área com imigrantes, tem muitas lojas étnicas, com artigos de várias culturas, para você explorar. E tem supermercados perto, como o Albert Heijn e o Lidl.

Por fim, a Bijlmer Arena abriga o estádio do Ajax e o Heineken Music Hal, onde tem grandes shows (eu vi Paul McCartney lá) e um Pathé IMAX, para ver blockbusters em 3D som super snevers digital remix power plus BOOOM! Vi muitos filmes lá!

Desvantagens de se hospedar na Bijlmer ArenA

Bom, é mais afastado do centro, tem esse aspecto. E é uma área comercial, com muitas empresas, prédios corporativos, o que muita gente acha menos charmoso, e de noite fica meio, enfim, vazia, tudo fechado, pode dar uma aparência não muito, como direi... convidativa.

Em dias de jogo do Ajax, ela pode ficar tumultuada, cê manja torcida de futebol, né?

Não tem tantas opções de restaurantes também.

Principais atrações da Bijlmer, Amsterdam

Bom, é difícil ignorar o estádio do Ajax. Mas as principais atrações da Bijlmer são as lojas e área de compra ao redor da estação. A feira também é legal para produtos étnicos.

Sugestão de hotel na Bijlmer

Hampton by Hilton

Procurar hotéis na Bijlmer em Amsterdam



Booking.com

Onde se hospedar em Amsterdam: Amsterdam Noord

Se você cruzar a baía de Amsterdam, chega numa área que até uns 10 anos atrás não era muito valorizada. Amsterdam-Noord era uma área totalmente industrial, de estaleiros, e estava até meio abandonada. Mas com o tempo isso mudou. O espaço barato e amplo atraiu uma galera alternativa, a fim de criar e usar o espaço, e Noord virou meio que um hub cultural cool de Amsterdam. Tanto que indiquei Noord como um dos roteiros alternativos e fora do esquemão de Amsterdam.

Eu fiz até um vídeo sobre isso, olha:

(Se você curtiu o vídeo, clica aqui e se inscreve no meu canal e ativa as notificações, pra receber os novos e participar as conversas ao vivo!)

Vantagens de se hospedar em Amsterdam-Noord

É uma área alternativa e interessante, com uma linda vista de Amsterdam. Em Noord você vai achar restaurantes bons, cervejarias locais e artesanais, baladas fora do esquemão, festivais...  E mesmo subindo em popularidade, ainda não é tão cheia quanto o centro... e é muito fácil chegar no centro! Só pegar a balsa, que é gratuita e rola a noite toda e você chega na Estação Central em poucos minutos.

Desvantagens de se hospedar em Amsterdam-Noord

Não tem tantas opções de hospedagem assim. Em algumas áreas de Noord a balsa só sai a cada meia hora (em outras é a cada 5 minutos - depende). Se você curte um esquema mais tradicional, talvez Noord não seja pra você.

Principais atrações de Amsterdam-Noord

O Amsterdam Lookout (olha a página de ingressos do Ducs), o Filmmuseum, arte de rua com o painel da Anne Frank feito pelo brasileiro Eduardo Kobra.

Sugestões de hotéis em Amsterdam Noord

Sugestão de hospedagem barata em Amsterdam Noord: ClinkNoord Hostel

Sugestão de hotel média: NH Novotel Noord / Bastion Hotel Noord

Sugestão de hotel High End: Farada Hotel - Esse é um hotel que fica em uma grua e eu mostrei no vídeo acima! Sim, manja uma grua? Eles transformaram em hotel com quartos designers, e com uma vista sensacional de Amsterdam. Não é barato, mas você fica numa grua em Amsterdam-Noord! Quão cool é isso?

E essas foram as dicas de onde se hospedar em Amsterdam...

Ops, ainda assim não achou nada? Então tenta essas sugestões para se inspirar:



Booking.com

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Booking.com

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

42 comentários em “Onde ficar em Amsterdam: melhores bairros para se hospedar”

  1. Daniel, olá! Primeiramente adorei a informações do seu blog.. Bom, estou programando uma viagem junto com meu esposo entre abril / maio deste ano. Temos como objetivo fazer uns dias de passeio só de bike. Não somos atletas, mas somos amantes do esporte. Gostaríamos por exemplo de ficar em Amsterdam e ir de bike até o Parque das Tulipas.. é tranquilo?? Tem dica para esse tipo de programação? Como é possível fazer esse tour por aí? (De Bike) Ah, detalhe, não falamos inglês e muito menos holandês. rsrsrs Vamos com a cara e com a coragem, nesse aspecto.. Agradeço muito sua ajuda.. Forte abraço. Scheila Barddal. - São Paulo (Brasil)

    Responder
    • Olá Scheila, como vai?

      Que legal que curtiu o blog. E que legal que são esportistas também! A princípio, é possível ir de bicicleta de Amsterdam a Keukenhof; há ciclovias por todas as partes. Há que se considerar, entretanto, que são cerca de 35 km de viagem e que se o vento estiver contrário vai ser bem mais pesado pedalar. Assim, se tiverem a condição física adequada, vale muito pena ir de bike sim! No centro de informações para turistas (VVV) é possível que você encontre o mapa para ir de bicicleta até lá. Sucesso!

      Responder
  2. Oi!
    Vamos eu meu filho e minha filha para Amsterdan dia 18/11/2019, chegaremos noite e dicaremos, a princípio no hotel Dikker&Thijis(Prinsengrach 444). Estaremos em fim de viagem (uma espécie de upgrade?) Gostaria de ir a Bruges bate volta no dia 19/11. Algo particular sem hora fixa para ir nem para voltar. É possível alugar carro com motorista? Um UBER? Excursão particular? O que vc sugere tipo custo-beneficio? Aguardo

    Responder
  3. Boa noite, Daniel.
    Gostaria de obter algumas sugestões, se possível.
    Minha esposa e eu estamos morando no Algarve, em Portugal.
    Em janeiro, chegarão em Lisboa, vindo do Brasil, meu filho e um amigo.
    Nossa ideia é ir de carro até Amsterdã, para assistir o André Rieu no Ziggo Dome, dia 11 (vendes os ingressos?) e ficar uns 5 dias por aí (vamos precisar também de ingressos para os museus).
    Depois, Bélgica, França e voltar.
    Tendo em vista que a grana é meio curta, pretendemos gastar em torno de € 100.00 por dia com hospedagem (hotel ou Airbnb).
    A ideia é ficar em um local, bairro de Amsterdã ou cidade próxima, onde possamos deixar o carro e nos deslocarmos de metrô ou outro transporte público.
    O que sugeres?
    Desde já, agradeço a atenção.

    Responder
  4. Olá Dani. Qual sua opinião com relação à viabilidade prática e financeira em hospedar-me em Haarlem para curtir Amsterdam?
    Grata!! Daniela.

    Responder
    • Talvez tenha alguma diferença financeira. Hospedar-se em Haarlem pode ser uma boa por ser uma cidadezinha charmosa e bem próxima de Amsterdam de trem. Mas é sempre bom ter em mente quantas vezes vai viajar pra Amsterdam e ver quanto isso vai custar de trem... às vezes fica elas por elas...

      Responder
  5. Olá, Ducs!

    Meu nome é Ilmacir. Sou cearense, moro em Fortaleza e em setembro farei minha primeira viagem ao exterior. Irei em um grupo de 6 a 7 pessoas, irmãos e primos, e minha linda sobrinha de 13 aninhos. Sou cadeirante. Aliás no grupo somos dois cadeirantes, eu e um irmão. Para passearmos com mais autonomia pretendemos viajar com a cadeira motorizada. Como é acessibilidade nos transportes, nos ônibus e para passeios em barcos?
    Gostaria de poder trocar ideias e experiências. Tenho um perfil bem aventureiro, gosto de experimentar coisas novas e conhecer pessoas. trabalho na área de desenvolvimento de pessoas, como facilitadora de ferramentas de autodesenvolvimento. Gosto de arte, cultura, gastronomia, fotografia, música e pessoas.
    Abraços,
    Ilmacir

    Responder
    • Olá Ilmacir,

      Em geral, a Holanda é bastante acessível, principalmente nos transportes públicos (com elevadores, espaços reservados etc). Os museus costuma indicar a acessibilidade nos sites, bom checar antes de ir. Mas em geral, creio que irá se divertir e se aventurar bastante!

      E boa viagem!

      abraços,

      Responder
  6. Oi Dan! Estou indo pra Amsterdam dia 31 com uma amiga, a viagem vai ser o mais low-cost possível (somos estudantes) hahaha. Queria saber se você tem algum hostel no precinho pra indicar ou conhece alguém que faça couchsurfing, porque os que tentamos até agora não deram certo.
    Obrigada 🙂

    Responder
  7. Olá, Daniel
    Nas proximidades da estação Slortedeijk tem vários hotéis que me parecem mais modernos e com preço razoável.
    É isso mesmo, ou estou enganado?

    Responder
  8. Olá Meu nome é Carolina. Vou para amsterdan de 02 a 06 de janaiero 2019. Eu, meu marido, filha 11anos e filho 8 anos. Tenho algumas duvidas:
    1) Vcs vendem por esse site ingresso para visitar a casa da Anne Frank?
    2) Vcs têm indicação de algum lugar que tenha uma Mini cozinha tipo flat no centro?
    3) Vcs tem motorista para indicar?
    4) Indicação de guia?

    Responder
  9. Ola, Daniel!
    Qual a previsão de nova edição do guia ducs amsterdam?
    Outra coisa: não leve a mal, mas qual o sentido de uma edição digital estar esgotada?

    Responder
  10. Olá Daniel! Adorei todas as suas dicas! Vou para Amsterdam no final de novembro e me hospedarei no íbis styles central. Meu voo de retorno é bem cedo e vou sair de madrugada sozinha até a central Station. Gostaria de saber se é perigoso ir a pé até lá.um abraço.

    Responder
  11. Gente, que post maravilhoso! Arrasou! Já conheço Amsterdam e achei muito legal sua visão sobre os bairros para se hospedar! Claro que já anotei mais dicas para quando eu voltar da próxima vez! Obrigada por compartilhar esse post! Beijos

    Responder
  12. Gente, que post maravilhoso! Arrasou! Já conheço Amsterdan e achei muito legal sua visão sobre os bairros para se hospedar! Claro que já anotei mais dicas para quando eu voltar da próxima vez! Obrigada por compartilhar esse post! Beijos

    Responder
  13. Ola.
    Tenho um amigo que pretende passar três meses em Amsterdam, vc tem alguma sugestão de hospedagem pra um período tão longo?
    Obrigado.

    Responder
  14. Oi Dani, o que você acha da região do Oosterpark ? Estava pensando no Tropen Hotel, que vi que fica a 10 min de tram do centro. Obrigada!
    bjs

    Responder
  15. Oi Daniel tudo bem? Vou ficar 7 dias em Amsterdam e a agencia me ofereceu o Q-Factory Hotel. Conhece o hotel? a regiao? lendo blogs e materias nao consegui identificar muito bem. Poderia me ajudar? Obrigada.

    Responder
  16. Oi Daniel, espero que tenha uma ótima tarde,

    Parabéns pelo excelente trabalho! Já li todo o site de vocês!

    estou chegando em Amsterdam dia 02 de maio e gostaria de alguns conselhos de como nos locomover, onde comer, tomar um bom vinho. Lhe pergunto, pois ficaremos hospedados no Element Amsterdam ( è um bom hotel?). Seria adequado eu e minha esposa irmos de bicicleta ao centro? os trens são uma boa alternativa? Quermos curtir o máximo essa linda cidade.

    E para curtir um dia, vou comprar o Ticket Party de vocês!

    Já agrdeço e um abraço,
    Renato Mancini

    Responder
    • Oi Renato,

      Esse hotel fica um pouco longe do centro. Assim, é possível fazer tudo de bicicleta, mas vocês precisam ser um pouco esportivos hehehe. Metrô e tram também são boas opções - e vcs chegam ao centro rapidinho.

      abraços,

      Responder
  17. So para ter ideia, gostaria de saber quanto é uma passagem basica no transoirte oublico de Amsterdam. Como vou ficar 8 dias no bairro Joordan gostaria de saber se vale a pena ou devo usar o Uber.

    Responder
  18. Parabéns por seu trabalho!!! Só recentemente o descobri, depois de visitar Amsterdam duas vezes. Estou planejando a terceira para breve. Amei a riqueza cultural e histórica de Amsterdam. Não podia ser diferente, já que sou historiador. Seguinte: Amsterdam é uma cidade perfeita para quem ama museus como eu. Todavia, os ingressos dos museus na cidade são caros como o diabo. Seria preciso gastar uma pequena fortuna para visitar todos, como pretendo ainda. Minha pergunta: os museus de Amsterdam não oferecem um dia do mês (ou no ano) de entrada gratuita? Há algum museu que ofereça entrada gratuita em certo dia da semana (domingo, por exemplo)? Alguma classe de pessoa ou profissional (como embaixador) tem entrada liberada nos museus de Amsterdam?

    Responder
    • Oi Ed,

      Concordo com você, museus na Holanda são caros. Mas existem facilidades como o MuseumKaart que, por uma anuidade, você pode visitar vários museus gratuitamente ou com desconto, a Museumnacht, quando você compra o ingresso para um museu e pode visitar vários a noite toda ou o stadspas, que é para moradores com baixa renda - e também dá direito a entrar em diversos museus gratuitamente. Para turistas tem também os cartões, tipo IAmsterdamCard ou o Holland Pass, que oferecem descontos ou entradas gratuitas em museus... não sei se citei todas as possibilidades... tem também o Open Monumenten dag, que é um dia inteiro em que é possível entrar em construções monumentais - e muitas delas são museus... enfim...

      abraços,

      Responder
      • Oi, Dani!

        Por favor, quando, em que dia do ano é este Open Monumenten dag??? Nem em feriados como o Dia do Rei os museus não são abertos gratuitamente ao público em geral???
        Eu só fico inculcado com esse preço exorbitante da Holanda e de outros países da Europa, para entrar e conhecer museus, quando o acesso à arte e à história deveria ser um ônus do Estado e um direito do cidadão (do mundo), porque no Reino Unido, museus como o Britânico tem entrada gratuita o ano todo. Não consigo entender como a Inglaterra consegue manter o museu e a Holanda e a Itália (onde também o ingresso dos museus é extorsivo aos turistas) não conseguem e "precisam" cobrar caro para manter os museus abertos. Mas isso tudo é inquietação de pobre que tem a ousadia de gostar de arte sem qualquer tipo de reverberação sobre esses países.
        Obrigado!

        Responder
  19. Quando estivemos ai optamos por ficar perto do centro, entre o Jordaan e a Dam Square, não nos arrependemos em nada, ficamos pertinho de quase tudo e conseguimos visitar todos os lugares programados, além de boas opções de transporte (não usamos) e restaurantes. Como fomos no inverno (fim de janeiro) as atrações turisticas não estavam lotaaadas, e o friozinho foi propicio para as caminhadas! =)

    Responder
  20. Estou viciada. Acordo e vou direto no Insta.... Hoje fiquei tensa, vou ficar hospedada em Zaandan e vc nem cita esta possibilidade no texto. É muito complicado?

    Responder
    • Oi Eudete,

      Zaandam é uma cidade, não é em Amsterdam hehehehe
      Não é muito complicado, mas você sempre terá de se deslocar primeiro de trem (uns 15 minutos) para chegar em Amsterdam.

      abraços,

      Responder
  21. Prezado Ducs,

    A região/bairro Leidesenplein engloba alguma das regiões que você arrolou na matéria sobre onde se hospedar?

    Grata

    Adrieli

    Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.