5 cidades para visitar perto de Amsterdam em um bate e volta!

Se você está em Amsterdam e, por um motivo ou outro, ainda não saiu a bater perna (ou trilho) Holanda afora, vou te dar 5 dicas  muito legais de cidades para visitar perto de Amsterdam, perfeitas para fazer bate e volta.

Vou contar um segredo: a Holanda é tipo a bolsa do Gato Félix dos países. É pequena por fora mas tem um mundo por dentro. Tudo compactadinho, muita coisa legal perto umas das outras. Isso aí pra explorar de trem é uma delícia.

Vamo aí?

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Haarlem

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Haarlem
Haarlem e seu famoso moinho, o De Adriaan (Foto: © Alexandre e Érica Goedert, usada com permissão especial)

Haarlem é um charme. É, sim, mais antiga do que Amsterdam (nenhuma grande vantagem, Amsterdam é uma lépida e fagueira moça entre as capitais européias, nascida ainda ontem, em 1275).

Pera, você está se perguntando se Haarlem tem a ver com o Harlem de Nova York? Será tudo uma coincidência? Bem, não foi apenas Nova York que foi fundada pelos holandeses: "Nova Haarlem" também foi fundada ali do lado por um holandês. Com o tempo, ficou Harlem, com um a só, e cresceu em um distrito da cidade de NY.

Enfim, sobre a cidade: o centro histórico é muito bonito, com uma imensa igreja (que um dia foi catedral) no Grote Markt e... ah, chega de enrolar e vamos pro que interessa:

Haarlem é um grande centro cervejeiro da Holanda!

E, como vocês sabem, cerveja na Holanda é assunto muito sério.

Haarlem já chegou a ter mais de 100 microcervejarias locais. Uma delas quase destruiu a cidade em 1576. Na verdade, quem começou tudo foram mercenários alemães que estavam aquartelados na cervejaria. Aliás, onde mais se aquartelariam mercenários alemães, né?

Bueno, cês calculam que a clássica mistura de cerveja com fogo resulta na clássica burrada: incêndio. E o pior que veio uma galera ajudar a apagar o incêndio na cervejaria (queimar cerveja, que pecado!), mas os alemães disseram "não, imagina, quiéisso, xá comigo que eu resolvo, tá tudo certo. Hic".

O incêndio destruiu um terço da cidade, e, pela gracinha, um dos mercenários foi enforcado no Grote Markt como entretenimento vespertino pros harlemmers que assistiram tudo, presumo eu, bebendo cerveja.

Visite a cervejaria local da Holanda: a Jopenkerk

Cervejaria perto de Amsterdam
No Haarlem cerveja é religião... (Foto: © Jopenkerk, divulgação)

Hoje em dia existem inúmeras cervejarias, mas a que bomba no momento é a Jopenkerk. Sim, um dia foi uma igreja, mas hoje está transformada em cervejaria da Jopen (pronuncia-se "iôpen" - jota tem som de i em holandês), uma das marcas de cerveja local do Haarlem mais famosas (e gostosas).

(Não fique assim tão espantado, esse reaproveitamento de prédios é comum. Por exemplo, em Maastricht tem uma linda livraria dentro de uma ex-igreja.)

A Jopenkerk tem um café/bar/restaurante e, do meio dia até as três da tarde você pode almoçar lá se quiser. De noite rola mais esquema baladinha. O endereço é Vestestraat 1.

A Jopen tem um pub em Amsterdam também, que eu recomendei no meu Guia Ducs Amsterdam: Cervejas.

Dicas de Haarlem

Distância de Amsterdam: Cerca de 15 minutos de trem saindo da Central de Amsterdam

Dicas:

  • Na Catarijnebrug, ponte sobre o rio Spaarne, tem uma bonita vista da cidade, que inclui um moinho de vento (o De Adriaan).
  • A estação central do Haarlem é histórica e muito bonita. Inclusive, a cena do filme Doze homens e outro segredo na qual eles estão embarcando na central de Amsterdam foi gravada na verdade na estação central do Haarlem.

Principais atrações:

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Haia (Den Haag)

cidades para visitar perto de Amsterdam: Haia
(Foto: CC BY-NC The Hague Skyline by Tom Roeleveld)

A primeira coisa que você deve saber sobre Haia é que ela se considera a capital de fato da Holanda (apesar de não ser a capital oficial, é lá a sede do governo), relegando Amsterdam a uma gigantesca armadilha de turista a céu aberto (ou encoberto, na maior parte do ano).

Amsterdam agradece a gentileza com diversos apelidos carinhosos para os habitantes de Haia, como "bastardos esnobes" e outras referências à uma aparente tendência do nariz da população local de apontar para o céu.

Mas isso é tudo maldade e troca de farpas bairristas, a cidade é muito legal, tem um centro simpático e altamente propício para se fazer compras (cheio de lojas perto umas das outras), tem um montão de lojinhas menores e extremamente charmosas para serem exploradas (algumas te exploram de volta, com preços nada plebeus — mas olhar é sempre de graça).

Uma das ruas que mais gosto para olhar vitrines é a Noordeinde, onde se localiza o palácio onde trabalha o Rei da Holanda - e uma profusão de galerias de arte, cafés, sebos, pubs e restaurantes.

Outra dica fantástica para fazer em Haia: centro tem um lance bacana: árvores que são tombadas como patrimônio.

Se você curte ler, dá um pulo na Biblioteca Pública de Haia, é bem interessante — e é lá que fica o Tourist Office da cidade, também.

Visite os incríveis museus de Haia

Além disso tem alguns dos museus mais legais da Holanda, como a Mauritshuis, Escher in het Paleis e o impressionante Panorama Mesdag, sem mencionar outros, como o Gemeente Museum.

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Museus de Haia
Ali no centro está o Museu Mauritshuis ("Casa de Maurício de Nassau") (Foto: CC BY-NC Mauritshuis & Skyline Den Haag by Tom Roeleveld)

A Mauritshuis é uma das minhas dicas imperdíveis de o que fazer em Haia. A antiga casa de Maurício de Nassau (é, aquele mesmo dos livros de história do Brasil enterrados na sua infância) foi transformada em um museu de arte lindíssimo. Tem obras de grandes mestres, como Rembrandt, mas a mais famosa é a Menina do Brinco de Pérola de Vermeer.

Na verdade, eu vou te recomendar passar no artigo inteiro sobre o que fazer em Haia, onde dou essas dicas mais detalhadamente e outras também. Há muito o que fazer em Haia!

(Eu sou parcial: morei um ano e meio lá).

Dicas de Haia

Distância de Amsterdam: cerca de 50 minutos de trem da Estação Central de Amsterdam

Dicas:

  • O nome da cidade em holandês é Den Haag, procure por esse nome quando estiver embarcando. Porém, se for pedir informação, use o nome em inglês: The Hague. Tentar falar o nome da cidade em holandês, em especial o nome oficial da cidade ('s-Gravenhage) é pedir encrenca.

Principais atrações:

A cidade-irmã (e rival) de Amsterdam: Rotterdam

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Rotterdam
Rotterdam é considerada a "segunda" cidade da Holanda, mas sua skyline não fica devendo pra ninguém! (Foto: CC BY-NC-ND Viisoreanu Florin Gabriel)

O bairrismo que começou leve e amistoso nessa lista agora fica mais sério. Rotterdam é a grande birra de Amsterdam e vice versa. Naturalmente a birra vira hostilidade aberta em jogos de futebol: o maior clássico do futebol batavo é Ajax de Amsterdam contra Feyenoord de Rotterdam. O bicho pega e o pau come quando as torcidas se enfrentam.

Apesar de eu ser um amsterdammer de coração, não herdei o bairrismo local, e tenho grande carinho por Rotterdam. É uma cidade diferente do tradicional mix de canal-casa de tijolinho, com uma arquitetura variada, experimental e marcante. Tudo isso iniciado com um evento extremamente trágico.

História de Rotterdam: O bombardeio de 1940

Quando os alemães invadiram o país durante a segunda guerra, esperavam uma vitória rápida e avassaladora. O verdadeiro alvo era mesmo o Reino Unido, e a Holanda acontecia de estar no caminho dos nazistas. Simples, pensou Hitler, anexemos a Holanda.

E quase foi assim; porém quando as tropas chegaram em Rotterdam encontraram uma resistência ridiculamente inferiorizada em termos de armas e pessoal, mas ferozmente encastelada atrás do rio.

"Não passarão", gritou Rotterdam pros nazistas, e sentou o dedo no fuzil. Por dias.

Cês calculam que o Führer não ficou contente com o atraso e mandou um "acaba logo com isso" pros seus generais. Os generais sairiam quicando e ameaçaram Rotterdam com um ultimato: rendição incondicional ou bombardeamento completo a partir do ar. Tipo, aniquilação brutal. O que vai ser?

Quando Rotterdam estava negociando a rendição, subiram no horizonte os bombardeiros alemães que despejara uma quantidade abismal de explosivos e transformaram o centro de Rotterdam num dos maiores terreno baldio da história.

Foi uma tragédia lastimável e teve consequências trágicas. O bombardeio assustou o resto do país, que se rendeu. Assim teve início a ocupação nazista na Holanda (que causaria a morte de muita gente, incluindo Anne Frank).

Das cinzas renasce uma cidade com arquitetura arrojada

O bombardeio teve um um efeito que mostra bem a capacidade de superação do ser humano. Rotterdam renasceu com uma arquitetura arrojada e experimental que ocupou o espaço vazio deixado pela guerra.

Rotterdam virou a cidade da arquitetura, como você pode ver na sua skyline futurista e as Casas Cubo.

O que fazer em Rotterdam: casas cubo
(Foto: Daniel Duclos)

O arrojo arquitetônico continua até hoje, nos marcos mais recentes, como a renovada e impressionante estação central de Rotterdam. Ou seja, Rotterdam já chega impressionando:

: Cidades para visitar perto de Amsterdam: Arquitetura em Rotterdam
(Foto: CC BY-NC-ND Peter B.)

O Markthal de Rotterdam é recente também, de 2014, e carrega a tradição roterdamesa de usar a arquitetura para se instalar na sua memória e de lá nunca mais sair.

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Rotterdam
Era pra ser mais motivos, mas tivemos que resumir... (Foto: CC BY-NC Markthal, Rotterdam by Tom Roeleveld)

Rotterdam é uma cidade tão rica que dá para ficar falando dias dela. Vou parar por aqui, mas acredite em mim: há muito o que ver.

Espera, mais uma dica rapidinho: você pode subir o Euromast e ver Rotterdam do alto! Pronto, agora parei.

(Por enquanto - Rotterdam merece mais, muito mais artigos... hmmmm...)

Dicas para Rotterdam

Distância de Amsterdam: cerca de 1 hora de trem da Estação Central de Amsterdam (se você pegar o Fyra, trem de alta velocidade, que é um pouco mais caro, a viagem é de apenas 40 minutos)

Dicas:

  • Hã, eu evitaria usar camiseta do Ajax quando for conhecer Rotterdam
  • Dizem que as baladas da cidade são ótimas

Principais atrações:

  • Erasmusbrug (ponte Erasmus)
  • Euromast (ponto mais alto da Holanda, é uma torre)
  • Het park (um parque chamado "o parque", original)
  • Casas-cubo (é rapidinho, mas pode ser curioso)
  • Andar pela beira do rio
  • Museu de arte: Kunsthal

A cidade berço do Stroopwafel e outras gostosuras: Gouda

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Gouda
Além de ter inventado gostosuras, Gouda é muito charmosa (Foto: CC BY-SA Sander van der Wel)

Se fosse só pelo famoso queijo que leva seu nome, Gouda estaria com sua existência plenamente justificada. Mas em Gouda nasceu ainda outra contribuição pra um mundo melhor: o stroopwafel.

Você manja, né? O waffle com caramelo no meio, uma delícia pra se comer com café...

Stroopwafel holandês
O Stroopwafel saiu de Gouda para incorporar o espírito holandês por onde for (Foto: © Paula Somehara, usada com permissão especial)

Gouda é uma cidade pequena e muito charmosa, com bastante história e... ah quem eu estou querendo enganar? Os stroopwafels de Gouda são sensacionais! Feitos na hora, grandes, comidos quentinhos e caramelentos, nada a ver com a versão do supermercado. Coma um.

Ou dois.

E aí saia pra conhecer a cidade, munch, muncheando pelas ruículas.

O centro histórico é convenientemente perto da estação e passei um agradável dia de inverno em Gouda (que, aliás, pronuncia-se rráuda, e não "gôuda", no simpático linguajar batavo).

E se você calhar de estar em Gouda numa quinta feira de manhã entre os junho e agosto, o seu mercado de queijos é uma das maiores atrações da cidade (e do país). Tipo, queijo Gouda, não preciso te convencer, né?

Contei aqui nossa aventura e as dicas de Gouda, dá uma lida.

Dicas de Gouda

Distância de Amsterdam: cerca de uma hora de trem da Estação Central de Amsterdam

Dicas:

  • A estação central de Gouda foi destruída pelos britânicos durante a segunda guerra e dizem que dá pra vestígios do bombardeio nas plataformas 3 e 5
  • Do meio de junho até agosto rola toda quinta-feira de manhã a feira de queijos de Gouda.
  • Na lateral do prédio da antiga prefeitura tem um relógio que a cada hora cheia e meia hora toca com uma apresentação de bonequinhos

Principais atrações:

  • Grote Markt e prédios antigos, como a prefeitura
  • Vitrais da Sint Janskerk (Igreja de São João)
  • Stroopwafel! Ache uma barraquinha e coma!
  • Centro histórico

Charme e histórias pertinho de Amsterdam: Utrecht

Eu amo Utrecht! O centro histórico é uma graça, com os canais abaixo do nível da rua... bem, mais abaixo, quero dizer. Quando você ver, vai entender.

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Utrecht
Se você não se encantar por Utrecht, sei lá... você realmente é duro na queda. (Foto: CC Hans Splinter BY-ND)

De toda a forma, você não corre risco de se perder no centro de Utrecht porque ele é dominado pela imponente vista da gigantesca Domtoren. É, em mais de um sentido, a maior atração de Utrecht.

Suba os degraus da Domtoren

Toren quer dizer torre, e a Domtoren é uma imensa de uma torre (112 metros!). O curioso é que houve uma época em que ela foi parte da catedral de Utrecht.

Cidades para visitar perto de Amsterdam: Utrecht
(Foto: © Ramon Mosterd, divulgação PR Toerism Utrecht)

Aliás, você sabe o que é uma catedral? Não é, necessariamente, uma igreja grande. É uma igreja que é sede de um bispado. O bispo tem na catedral seu assento, ou trono (em latim, catedra, e daí o nome).

Catedrais são impressionantes, mas também são projetos longos, e antes que essa pudesse ser terminada, rolou um monte de coisas — por exemplo, ela foi transformada em igreja protestante. Protestantes, você sabe, não ligam tanto pra catedrais, e a construção ficou meio que paralisada, eternamente esperando verbas, até que uma tempestade pôs a nave abaixo, separando a imponente torre do resto.

Os protestantes se entre olharam e disseram: "Putz, que estrago. E aí, vamos arrumar?"

"Nhééé, deixa assim".

E assim ficou: uma torre separada do resto da igreja por uma praça que um dia foi uma nave. Hoje você pode subir a torre e ter uma vista incrível que, em dias claros, inclui Amsterdam ao longe.

Eu recomendo altamente que você leia o artigo que fala da Domtoren em Utrecht, com tudo explicadinho e ilustrado. Imperdível como a atração!

Outras atrações de Utrecht: Museu da Nijntje

Utrecht é outra cidade que não canso de voltar e achar o que fazer. Para as crianças, tem a casa da coelhinha Nijntje (ou Miffy em inglês), criação que saiu de Utrecht pro mundo nas talentosas mãos de Dick Bruna (reserve antes).

Dicas de Utrecht

Distância de Amsterdam: cerca 30 minutos de trem da Estação Central de Amsterdam

Dicas:

  • Do V&D La Place da estação central tem-se uma linda vista de Utrecht, incluindo a Domtoren. E ainda dá pra almoçar super em conta lá!
  • O centro de Utrecht é bem gostoso, mas partes dele estão em reforma eterna

Principais atrações:

  • Subir a torre de Utrecht: Domtoren
  • Canais do centro, especialmente Ouder gracht, são incrivelmente charmosos
  • Dick Bruna huis, a casa do criador da simpática coelhinha Nijntje
  • Museum Catharijneconvent

E que mais? Outras cidades perto de Amsterdam

Calma, calma, tem mais cidades para visitar perto de Amsterdam — a Holanda é tulhada de coisas pra ver e cidades pra explorar. Não arranhei sequer a superfície. Vá acompanhando o Ducs que vem muito mais dica para você descobrir a Holanda além de Amsterdam!

Enquanto isso, o Ducs tem ainda outros artigos com dicas para o que fazer perto de Amsterdam. Se liga:

Referências

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

51 comentários em “5 cidades para visitar perto de Amsterdam em um bate e volta!”

  1. Gosto .muitodo Ducs e é.a.minha referência pra viagens a Holanda.
    Como.este verão, além.da Holanda, irei para para Copenhague e Moscou. Gostaria de recomendações de blogueiros equivalentes a vcs nessas cidades .
    Abraços, Ricardo.

    Responder
  2. Como ir à Holanda, Amsterdã e Roterdã e outras cidades interessantes, falando só português, sem passar sufoco?
    Quero ainda comprar equipamento de moto em Roterdã.

    Responder
    • Oi Romilson!

      Ler o Ducs Amsterdam, de cabo a rabo, é uma boa ideia! hahahahahhaha
      Mas fora isso, os holandeses são, em geral, bastante receptivos... mímica também costuma funcionar!

      abraços,

      Responder
  3. Olá! Primeiro, parabéns pelo site! Mta informação de qualidade com bom humor! Adoro! A pergunta é a seguinte: em setembro vou ficar 6 dias em Amsterdam de lá vou para Rotterdam 2 dias, Antuérpia 2 dias e Bruxelas 4 dias. Esses trechos tem trem rápido? Se compra antes ou é trem regional q compra na hora? Valeu desde já! Abraço

    Responder
    • Oi Graziela,

      Agradecemos as boas palavras sobre o blog 😉
      Olha, tem trem rápido e tem trem regional. Eu sempre acho melhor comprar com antecedência, tem mais chances de pegar bons preços... dá uma olhada em http://www.ns.nl e compra os trechos por lá!

      abraços,

      Responder
  4. Oi Daniel, tudo bem.
    Eu e minha família (esposa e duas meninas de 5 e 1) estaremos em amsterdã em maio desse ano.
    Pretendemos fazer um passeio guiado que vc indicou para Zasnse Schams e Keukenhof.
    Entretanto teremos mais uma manhã livre. Você indicaria um bate e volta para Haarlen ou para Utrecht?
    Um abraço.
    Guilherme.

    Responder
    • Oi Guilherme,

      Isso depende muito do que vocês gostariam de ver e de fazer em cada cidade. Mas como vocês estão com crianças pequenas, vou sugerir Haarlem por ser menorzinha e mais perto de Amsterdam; com certeza dá pra explorar em uma manhã no ritmo das crianças.

      abraços,

      Responder
  5. Parabéns pelo site e pelo post sobre os bate e voltas a partir de Amsterdan.
    Minha dúvida é: Tenho 5 dias disponíveis em Amsterdam para fazer bate e voltas em algumas cidades. A dúvida é entre Lieden, Utrecht, Giethoorn, Haia, Haarlen, Voledan, Zaanse schans, Gouda e Delft. Quais você recomendaria? E em que ordem? Da para fazer mais de uma no mesmo dia? abraços e obrigado!

    Responder
    • Oi Ricardo...

      Se eu te disser que recomendo todas, e aí? hahhahaha
      Dá pra fazer Haia e Delft no mesmo dia; Volendam e Zaanse Schans também no mesmo dia; Haarlem e Leiden talvez. Giethoorn é um pouco mais afastada. Utrecht é maiorzinha.A ordem? Pode ficar ao seu critério...mas o que costumo recomendar é... pesquise as atrações de cada cidade, veja o que mais te atrai... e, com base nisso, monte seu roteiro.

      abraços,

      Responder
  6. Como não tenho todo tempo do mundo
    Tenho que escolher Haia ou Rotterdam
    Gouda ou Delft
    Vc poderia me ajudar?

    Responder
    • Oi Leandro,

      O ideal era você dar uma lida nas informações de cada uma destas cidades e ver o que mais te atrai em cada uma delas. E, com base nesse seu ranking, tomar a decisão 😉

      Ou... voltar mais vezes à Holanda, todas elas são lindas e ótimas para serem visitadas!

      abraços,

      Responder
  7. Olá.
    Descobri o blog de vcs esse dias.
    Estou preparando minha viagem para Amsterdan no final de abril - Já descobri que dia 27 tem o dia da Rainha, é isso mesmo? rs
    Minha ideia é ficar em Amsterdan e fazer dois bate e volta para Haia e Rotterdan.
    1 dia inteiro em cada cidade dessas vale a pena?
    Depois quero ir para Bruxelas, vale uma parada de uma noite na Antuérpia?
    Meu roteiro seria:
    chegada dia 25.04
    dia 26 - livre
    dia 27 - livre
    dia 28 - bate e volta Haia
    dia 29 - bate e volta Rotterdan
    dia 30 - livre
    dia 01.05 - ida para Bruxelas - dia livre
    dia 02.05 - livre
    dia 03.05 - livre
    dia 04.05 - volta para o Brasil

    O que acham?

    Abs,

    Responder
    • Olá Gilson, como vai?

      Então, dia 27 passou a ser dia do Rei, se não me engano, em 2014, quando a Rainha abdicou do trono e o filho dela assumiu. Mas, a festa continua igual. Com relação à Haia e Rotterdam, certeza que valem um dia inteiro (ou até mais). Bruxelas, na minha opinião, é melhor ir num dia e voltar no outro. A cidade é boêmia e a vida noturna também muito gostosa...

      abraços,

      Responder
  8. Muito legal as dicas foram bem úteis. Encontrei os vestígios da guerra em Gouda. Plataforma 5 e 3 em volta do kiosk tem uma placa indicando para olhar as vigas, algumas estão amassadas.

    Responder
  9. Oi. Seu site foi muito útil quando estive em Amsterdam há uns 2 anos. Pretendo voltar em Novembro, mas desta vez quero ir a Zundert também, cidade onde nasceu Van Gogh. Você teria dicas de como chegar lá, por onde é mais fácil, se pela Holanda ou pela Bélgica?
    Qualquer ajuda é bem-vinda.
    Obrigada!

    Responder
    • Olá Ana Beatriz,

      Que legal que já lê o blog há um tempinhho! E que ótimo que pretende voltar à Holanda. Sobre visitar a cidade onde nasceu Van Gogh... depende de que lugar da Holanda ou de que lugar da Bélgica você pensa em partir... Dependendo de que lugar estará, até Alemanha pode ser mais fácil hehehe

      abraços,

      Responder
  10. Olá equipe Ducs!

    Não encontrei nenhum(a) artigo/seção sobre Alkmaar. Acabei de "descobrir" essa cidade no Holland.com e amei saber que é a cidade do queijo e tem um mercado maravilhoso (além de museus temáticos que parecem incríveis). Vocês recomendam um bate-volta de Amsterdã a essa cidade? E aproximadamente quanto tempo leva uma viagem em trem entre as duas cidades?

    Obrigada!

    Cecília Alves.

    Responder
  11. Olá, gostaria mesmo de saber se podem me ajudar, pois vou viajar para Holanda mais precisamente para Den hag. Vou visitar os tribunais internacionais e gostaria de dicas, aguardo no e-mail.

    Responder
  12. Bom dia! Estou indo com meu pequeno de 1a e 6m passar 1 semana na Holanda. Depois seguiremos viagem a 3 pela Alemanha. Minha ideia seria ficar em Utrecht ou alguma cidadezinha perto de Amsterdam para aproveitar os trens para destinos de 1 dia. Algum a recomendação específica? Utrecht seria uma boa cidade para nos hospedamos? Obrigada!

    Responder
  13. E ae, Dani? Procurei pelo seu blog mas nao encontrei essa informação...me ajuda ae!
    Pra ir de Amsterdan para Eindhoven preciso comprar os bilhetes com muita antecedência?
    Tentei comprar pelo site da NL e não aceitam cartão de credito. É isso mesmo?
    Vlw!

    Responder
  14. Olá,
    Precisava de saber uma coisa relativamente a estes bate-volta. Vou estar uns dias em Amesterdão mas gostava de conhecer Roterdão, a minha ideia é apanhar o comboio de manhã e voltar ao fim do dia.
    Apesar de ser possível comprar online, preferia não o fazer para não condicionar em termos de horas/ escolha do dia. É tranquilo comprar na hora no local? Ou pelo menos na véspera?
    Vou em Dezembro deste ano (ou seja época baixa).
    Obrigada,
    Mariana

    Responder
  15. Cara sempre acompanho o site porque adoro Amsterdam e vou para minha segunda viagem em três anos para lá.
    Queria uma ajuda e opinião, como ficarei cinco dias em Amsterdam, e já conheço a cidade, queria passar uma noite fora, mas vi que essas cidades indicadas, todas se fazem em um bate volta, você poderia me sugerir umas duas cidades dessas para fazer juntas, para que eu possa dormir em uma e continuar na outra?
    Obrigado.

    Responder
  16. Antes de fazer o bike tour de Amsterdam até Bruges (8 dias), tenho 2 dias livres: 19 e 20 de outubro. Gostaria de conhecer 2 cidades próximas de Amsterdam (máximo 1 hora de trem). Você pode me dar uma sugestão?

    Responder
  17. Bom dia jovem, adorei seus comentários e dicas. Irei viajar em breve e a Holanda é um dos países que muito me interessa. Pretendo ficar mais de seis meses no país, mas pra isso será necessário conseguir um emprego (sem exigências). Você não comentou sobre oportunidades de emprego lá, tem alguma dica que possa me passar??
    Desde já obrigada!

    Responder
  18. Dani!
    Encantada como sempre com seus artigos! Sua mneira de descrever as coisas, é única!
    Sua família deve sentir o maior orgulho de vc! Chegou, viu e venceu! Imagino quantas
    batalhas, mas, quantas vitórias!
    É só para dizer que te acho incrível mmo. Escreva um livro. Ainda não escreveu ou já está
    no forno? Quando for editado, quero ser a primeira a te-lo.
    Um grande abraço, à vc e sua família! Beijos especiais aos filhotinhos. Deus os abençoe!
    Vovó Dorinha

    Responder
  19. Estou querendo fazer o bate e volta em agosto para Utrecht. Subir na torre Domtoren é pago? E você tem o link para eu pagar antecipadamente online? Ou não há necessidade?

    Responder
  20. Você tem alguma excursão para GIETHOORN ???
    Somos 3 adultos e estaremos no período de 17 a 20 em Amsterdã.

    Responder
  21. Boa tarde,
    Aprecio este vosso site com seus conselhos e detalhes e vou pedir a vossa ajuda.
    Vou estar com meu metido em Amsterdãp de 24 a 30 de Abril e tencionamos guardar 1 dia completo para sair da cidade e ir visitar uma ou duas das cidades dos arredores que estejam relativamente perto e viditãveis usando o comboio.
    Assim sendo agradeço o vosso conselho sobre que duas escolher que sejam fazíveis num só dia, uma durante a manhã e outra tarde/início da noite de forma a regressar à Amsterdão para dormir.
    Para facilitar a vossa escolha posso dizer que numa cidade damos destaque à riqueza e diversidade arquitectural, à luz e ao facto de ser aberta e boa para se conhecer caminhando.
    Agradeço o vosso conselho e indicação de transporte a utilizar e tempo para chegar a cada um deles e depois voltar a Anesterdão
    Muito grata
    Maria de Lourdes Alves

    Responder
  22. Daniduc, amei vc! E pode contar para sua esposa , porque tenho 76 anos! he, he, he! Costumo viajar pelo mundo todo e poucas vezes econtrei uma página com informações tão precisas e preciosase e alguém que escrevesse de maneira tão agradável e simpática! Eu e minha família estaremos agora, em uma viagem para a Belgica, Almanha e Holanda. Agora, será em abril...kkkk. Vamos aprovetar suas dicas e aprovetamos tb para te agradecer, desejar sempre sucesso e pedir à Deus que proteja sua família. Bjos para sua lind menina e seu gurizinho holandes! irei recomedar sua página à quantos puder! ????????????

    Responder
  23. Olá, tenho lido as dicas sobre Amesterdão e adorado, vou estar brevemente em Amesterdão, gostava muito de ir de Amesterdão para Lisse ver o jardim de Tulipas e de lá apanhar transporte para Roterdão, aceito dicas de como apanhar os transportes.

    Obrigada

    Natália

    Responder
  24. Estive na Holanda ano passado (2016) e amei tudo o que vi, senti, degustei.... pretendo voltar.
    Parabéns ao bravo povo holandês!

    Responder
  25. Oie. Sou fã demais do bolo g. Conheci vocês na primeira vez que visitei Amsterdam, em 2014. Peguei quase todas as dicas aqui. Esse ano vou retornar com meu namorado. Ele quer muito conhecer Bruges também . Pensamos em passar um dia lá e voltar pra Amsterdam no dia seguinte. Você acha muito longe pra fazer um daytrip? Ou seria melhor escolher uma cidade mais próxima pra bate e volta ? Obrigada e parabens pelo blog.

    Responder
    • Oi Anna Carolina,

      Agradecemos por compartilhar sua opinião sobre o blog e o quanto esse lhe foi útil! 🙂

      Vou te dar uma opinião bem sincera e pessoal... para um bate e volta eu escolheria uma cidade mais próxima, embora seja sim possível visitar Bruges em um dia.. eu, particularmente, prefiro curtir mais e viajar por menos tempo, se é que me entende 🙂

      abraços,

      Responder
  26. Bom dia! Estou adorando as dicas que vocês dão! Irei para Amsterdam pela primeira vez este ano. Chegarei no dia 30/07 (à tarde) e sairei dia 04/08 (provavelmente à noite). Pagarei 5 diárias em um albergue. Pensei em 2 dias (ou 1) conhecer Amsterdam e os outros 4 dias fazer bate e volta para as 5 cidades que vocês sugerem (Haarlem, Haia, Rotterdam, Gouda e Utrecht). Pois pelo que vi, algumas dessas cidades tem poucas atrações, que assim conseguiria conhecer 2 cidades em 1 dia só. O que vocês acham? Como seria essa logística? Agradeço por qualquer orientação.

    Responder
    • Olá Mariano,

      Particularmente eu acho um pouco puxado conhecer duas dessas cidades em um dia só, até por causa das distâncias - a viagem até Rotterdam dura cerca de uma hora de trem e, na minha opinião, a cidade merece ao menos um dia de visita. Mas se quiser apenas dar uma olhada por cima, é sim, possível visitar duas delas por dia. Dá uma olhada no site da empresa de trens (www.ns.nl) para checar os horários e ver as combinações possíveis - que lhe agradam.

      abraços,

      Responder
  27. Adoro ler suas descrições! Tanto é que você me animou a conhecer Keukenhof em 2015!
    Talvez eu me anime a ir neste ano. Para mim falta saúde… tenho uma dieta super restrita e fica difícil viajar sem poder cozinhar a própria comida. Em 2015 passei mal em Amsterdam enquanto visitava o museu de VanGogh. Mas tomei todos os remédios que tinha comigo e fui para Keukenhof, o melhor ar condicionado natural que já conheci!
    Obrigada, Duc!

    Responder
    • Oi Carolyn,
      Nós que agradecemos a possibilidade de conhecer a sua história, em saber que o Ducs a animou a conhecer Keukenhof e que você curtiu! Estimamos melhoras e esperamos que em 2017 você volte à Holanda!

      abraços,

      Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.