Stroopwafel é o sucesso

O típico biscoito caramelado holandês, o stroopwafel, foi o hit da curtíssima temporada dos Ducs em Brasil. Uma das coisas típicas pra comer em Amsterdam (ou na Holanda, o doce faz o sucesso sempre que viajamos pro Brasil. Já nos acostumamos a levar a mala cheia. O pessoal já chega cumprimentando "olá, fez boa viagem, cadê os stroopwafels?" 😀

Conhece o bichinho não. Tem problema, o tio Duc apresenta pra você:

O Stroopwafel

Stroopwafel Stroopwafel é um biscoito (bem, mais um waffle, mas enfim) dividido em duas metades grudadas por um caramelo. É mais uma das grandes contribuições da cidade de Gouda pro mundo (você já comeu o queijo de lá? Não? Aconselho.) A idéia parece simples, e é, mas o o efeito é devastador e duradouro. Levamos vários pro Brasil agora, e cara, fez sucesso. Muito. Tenho encomendas pelas próximas décadas e tem gente vindo pra Holanda com uma mala vazia reservada exclusivamente para fins de contrabando dos biscoitinhos.

O stroopwafel (fala-se strôôpváfel, o "oo" do holandês não é "u", que nem no inglês, e o "w" soa como vê. E o "éle" do final é bastante articulado, como o dos gaúchos, não como o dos paulistas, que soa como "u") é gostoso de comer mesmo puro - ouvi dizer, numa história de cortar o coração, que dá até pra comer que nem bolacha maria, um atrás do outro. Mas esse não é o Jeito Certo (além de um pusta desperdício de gostosura). O Jeito Certo de comer é um por vez, e com café. Vamos elaborar.

Pegue um stroopwafel do tamanho da boca do seu recipiente de café (existem stroopwafinhos pra xicarazinhas e stroopwafel de verdade pra usar no recipiente correto de café, ou seja, caneca) e tampe-a, bloqueando a saída dos vapores quentes. Assim ó:

Stroopwafel
Dentro da caneca há café (o outro stroopwafel da foto é apenas pra fins decorativos e não deve ser comido imediatamente após o primeiro.)

Pronto, é isso. Agora espere. Parece fácil, mas é a parte mais difícil do processo. Tem que amolecer um tanto o stroopwafel, derretendo o caramelo e absorvendo um pouco do aroma do café. Demora aí uns dois, três agoniantes, eternos, minutos. Quando ele estiver molinho, mande ver entre goles de café.

Stroopwafel
No ponto

Mas lembre-se: um stroopwafel por vez! É que nem vinho do porto, não é pra você encher a cara, é pra apreciar. E assim dura mais, porque, sabe, é muito chato ter que andar oitocentos metros até o Albert Heijn mais próximo e comprar outro pacote destas gostosuras que se encontra em qualquer esquina... aqui na Holanda 😀 Então se vier pra cá, inclua o Stroopwafel nos seus projetos. Ele se vende principalmente em supermercados. Entre no primeiro Albert Heijn que você achar, compre um pacotinho e dê um jeito de conseguir uma caneca de café e pratique o Jeito Certo de comer stroopwafels. Pode me agradecer depois.

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Booking.com

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

14 comentários em “Stroopwafel é o sucesso”

  1. Comi errado 🙁
    Comprei aqui num mercadinho (vai, não deve ser igualzinho ao feito na Holanda né, mas parecia honesto), sabia que essa era a forma de comer pq já vi fotos. botei na caneca mas não esperei o suficiente, ou meu café não estava tão quente; também fiquei imaginando ele ficar mole com o vapor 🙁
    Tirei, parti no meio, tava molenga, jeito de murcho, mas achei que tinha derretido. Quando mordi fez "crec" 🙁
    pooooxa 🙁
    no próximo café eu espero mais (:

    Responder
    • hahahahah

      Olha Tarcyla... de fato, já comi stroopwafel fabricado no Brasil... não sei se foi o mesmo que você comeu... mas a farinha é diferente... e faz toda a diferença...

      Responder
  2. Olá, Ducs bom dia!!Adorei as dicas. Hoje vim para zaanse schans e pegamos o ônibus na plataforma E 391.Abracos Liziane

    Responder
  3. Achei Stroopwaffle pela primeira vez em Paris, no Carrefour Express e trouxe uma mísera caixinha na mala. Até que um dia achei em Curitiba. Ah, holandeses!! Ainda bem que vieram pro Paraná e fabricam essas delícias quase iguais a que eu experimentei. Ano que vem vou poder comer os originais, direto da fonte. Nham!!!

    Responder
  4. Oi Ducs! Vim fazer uma reclamação: Você me viciou no Stroopwafel PRA VIDA e agora eu não consigo encontrar em Aracaju (onde eu moro) e fico procurando desculpas pra passar na Holanda só pra comprar um (ou alguns) pacotinhos!
    Vi seu site pela primeira vez quando estava organizando minha viagem pela Holanda e foi um dos melhores sites de viagem que já li.. Ri alto diversas vezes, e agora, mesmo anos depois e sem previsão de voltar por agora (apesar de planejar umas conexões meio esdruxulas que passam por Amsterdam depois de descobrir que a KLM só vende Stroopwafel em vôos de e para a Holanda), sempre que tenho um tempinho extra passo pra dar uma olhada.
    Gostaria de dar os parabéns! O site continua ótimo (e melhorando sempre).

    Responder
  5. Encontrei stroopwafel em Santa Cruz do Sul-RS. Não é igual ao do Albert Heijn....mas dá para matar a saudade!!!

    Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.