Aprendendo holandês

(Este é um post onde desabafo sobre minha experiência de aprender o holandês. Se você está apenas atrás de lugares pra estudar holandês, veja estas duas respostas da FAQ: Onde posso fazer curso de holandês pela internet? e Onde acho cursos de holandês? Qual o melhor? Se quiser ler meu post, bem, brigado. Espero que goste!)

Os holandeses fazem questão que você fale a língua deles caso você decida deixar a turma dos turistas e resolva se misturar com os nativos na muvuca de bicicletas e Albert Heijns de uma maneira um pouco mais permanente. Pra alguns candidatos a holandeses honorários é exigida uma prova e/ou um curso pra demonstrar/adquirir o domínio do idioma ao ponto de poder dizer "holandês não é só alemão com algumas palavras roubadas do francês e do inglês, é uma língua totalmente diferente" com a cara limpa, sem rir e acreditando.

Mas o engraçado (ou trágico) é que essa questão toda de que os novos companheiros de ciclovia aprendam o linguajar local é acompanhada de uma estranha recusa de falar o linguajar local com os novos companheiros de ciclovia. É assim, eles acham uma gracinha se você é turista e está fazendo um esforço, aprendeu a dizer "dank u wel" e "goedemorgen". Agora, se eles notam que você não é holandês (por qualquer motivo, não precisa ser seu sotaque estranho. Eles podem decidir que você é de fora antes de você ter a chance de abrir a boca) eles imediatamente começam a falar no teu idioma nativo, caso este seja uma das 12 línguas que por acaso eles falem, e sim, já encontrei um ou outro holandês falando português, em geral acompanhado de uma explicação singela como "estive no Brasil 5 dias, aprendi um pouco nessa ocasião. Aliás, é 'nessa' ou 'nesta' ocasião que se diz? Nunca consegui decorar quando se usa um ou outro..." Ou, caso a sua língua nativa não seja uma das 12 que eles dominam, revertem pro inglês, que é o default. E não adianta mais você falar no mais perfeito e irretocável sotaque amsterdanês, eles continuam obstinadamente te respondendo em qualquer língua que não seja a deles.

Algumas pessoas recomendam aos aspirantes a Nederlands spreker responderem que não falam inglês, apenas um dialeto nepalês extinto há 1500 anos, forçando ao holandês se conformar a usar seu próprio idioma ou desistir da comunicação. Eu, entretanto, descobri um esquema muito mais eficiente pra forçar os holandeses a falar holandês comigo: comprei uma camiseta do Ajax.

Ok, primeira lição de holandês: o jota se fala quase sempre como um i. Quase sempre, pelamor, não vai sair aplicando essa regra indiscriminadamente que vai dar merda e aí que os holandeses vão ter certeza de que você não é falante nativo e não te restará alternativas a não ser ler sozinho os livros da Miffy pra ter algum contato com a língua.

Então, dizia eu, fala-se Aiáks, e se você tem uma camiseta deles é bem difícil do cara se convencer que você não é neerlandês. Em uma ocasião, buscando um determinado livro que não encontrei nas prateleiras da livraria, fui até o caixa e pedi, por favor, se tinha algum exemplar no estabelecimento. Em inglês, que meu holandês ainda não está tão bom pra fazer perguntas mais complexas do que "um arenque faz favor". Estava eu com o referido manto do time de Amsterdam. O homem procurou o livro, perguntou, não achou e me deu uma longa e elaborada resposta em holandês. Pegou-me de surpresa, já que eles revertem pro inglês quando te perguntam "você quer uma sacola" e você gasta mais que 1 segundo pra decidir se quer ou põe o treco na sua mochila, então imagina eu perguntando direto coisas em inglês pro cara.

Respondi com um educado "hein?". Ele me olhou e repetiu, palavra por palavra, na mesma velocidade a elaborada resposta... em holandês. Dessa vez eu tava com a guarda alta e entendi palavras soltas como "vai chegar" e "sexta-feira". Agradeci, em português, já que aparentemente não fazia qualquer diferença a língua que eu usava, e concluí com terror supersticioso que a camiseta do Aiáks realmente tem poderes mágicos. Ah, camiseta da seleção holandesa também funciona, a não ser que você vá ao Hard Rock Café Amsterdam, caso em que nem o passaporte holandês, tamancos de madeira nos pés e uma tatuagem de um moinho de vento na testa combinados funcionariam, porque desconfio que nenhuma garçonete lá fala outra língua que não o inglês. Enfim.

Mas ao tomar contato com o linguajar nativo logo se nota uma preferência por palavras gigantescas atiradas a esmo em transeuntes desavisados. Nomes de rua tem quase o tamanho da rua (sendo o nome muito grande e as ruas muito pequenas aqui), mas tudo fica mais fácil quando você se liga que em holandês eles adoram juntar palavras. Acho que o equivalente holandês do teclado ABNT deve vir sem barra de espaço (pra fazer espaço deve ser algo como shift esc 2).

Depois que você aprende esse truque todo um mundo novo se abre. Por exemplo, Kinderdagverblijf é um pesadelo, mas aí você aplica a técnica ninja e começa a dissecar o treco: Kinder é criança, dag é dia, verblijf é estadia. Estadia... da criança... durante o dia... CRECHE! É uma p%&@# de uma creche! Ah bom! É que eles não querem complicar, sabe, e em vez de ficar inventando palavras novas, que é mais coisa pra decorar, como o horroroso creche, eles preferem um singelo Kinderdagverblijf, muito mais fácil! Não esquece que g pronuncia RR, v se pronuncia como f e ij pronuncia éi. Boa sorte!

Ao apresentar essas minhas teorias a um amigo holandês (hei, ele nos convidou pra ir na casa dele, isso é praticamente como ser da família prum holandês, que acha que aperto de mão é intimidade demais – sério!) fiquei tirando um sarro um tempo dessa mania holandesa de grudar palavras. Ele riu junto, holandês adora tirar sarro de tudo, inclusive deles mesmos – de verdade!

Tem um livro aqui, escrito por dois americanos (o que já é um ponto contra, na visão de um holandês) que se dedica a sacanear os holandeses por 300 páginas. Sacaneam tudo da Holanda, da língua até as bicicletas. E o que aconteceu? Foi banido das lojas? O primeiro-ministro se manifestou condenando o preconceito do livro? Houve exemplares queimados em praça pública? Não, virou um best seller nacional, eles adoram, traduziram pro holandês, tem edição todo ano, os autores viraram celebridades locais por zoar os holandeses. Impressionante. Mas enfim, contava eu que sacaneei o holandês durante um tempo por conta da mania de juntar palavra e disse que no Brasil a gente sabia usar a barra de espaço normalmente, e tal.

Bueno, um tempo depois eu dei pra ele uma cachaça, legítima brasileira, o cara adorou. Pediu pra eu ir lendo e traduzindo o rótulo pra ele, afinal ele só fala sete línguas, coitado, nada mais justo que aprender mais uma. Então, fui lá lendo e traduzindo, até chegar na palavra Aguardente. Aguardente de Cana.

Pausa.

- O que isso quer dizer?

- Hã? Quer dizer cachaça.

- Agua... parece com o italiano "acqua" (o puto fala italiano). Tem a ver?

- Hã... mais ou menos...

- Water-ardente?

- Pro inferno, holandês!

- É uma palavra composta de outras, não é?

- Mumblesgrumbles... talvez...

- Assim, juntando duas palavras pra formar uma terceira?

- MUMBLES!

Holandeses... eles podem levar fama por serem morrinhas (no sentido 14 listado no Houaiss) e "excessivamente francos" (i.e. rudes), mas tem que gostar de um povo que sabe tirar sarro de si mesmo - e dos outros.

Serviço

Se você leu até aqui e tudo o que você queria era começar a aprender holandês, aqui está a recompensa

1. Gramática holandesa - http://www.dutchgrammar.com/pt/index.php?n=Grammar.DutchGrammar

2. Como se pronuncia uma palavra em holandês:

http://www.acapela-group.com/text-to-speech-interactive-demo.html

Digite a palavra na caixa de texto, escolha Dutch no menu em cima da caixa e clique em Play it!

3. Digital dialects: http://digitaldialects.com/Dutch.htm

4. Lições de holandês a partir do zero. Precisa registro, mas é grátis. http://www.taalklas.nl/

5. Dicionário holandês-holandês: http://www.vandale.nl/vandale/opzoeken/woordenboek/

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

16 comentários em “Aprendendo holandês”

  1. Dag Ducs Amsterdam, Daniel ! Eu amei seu blog, ri muito e achei super interessante tudo o que escreveu. Sou Brasileira casada com Holandesa, moramos no Brasil e nos comunicamos em inglês, eu gostaria ( estou tentando) aprender Holandês, esse idioma lindo!! Seu blog vai ajudar bastante. Grand abraço ... Tot ziens

    Responder
  2. Esse foi um dos melhores textos que li recentemente! Divertido, verdadeiro e bastante explicativo para quem está indo se aventurar na terra do moinho! Obrigada!

    Responder
  3. Ducs, estou aprendendo holandês já faz um tempo e pra quem não fala inglês é meio difícil achar material. Para quem fala inglês, tem o Duolingo, que é grátis e funciona. Os melhores livros (com áudio) na minha opinião são o Teach Yourself Dutch e o Colloquial Dutch. Tem também um canal ótimo no Youtube chamado Heb Je Zin. Tem também o LingQ, que é pago e para quem gosta de estudar só lendo, tem o lingro.com.

    Responder
  4. "Eu, entretanto, descobri um esquema muito mais eficiente pra forçar os holandeses a falar holandês comigo: comprei uma camiseta do Ajax."

    "Holandeses... eles podem levar fama por serem morrinhas (no sentido 14 listado no Houaiss)"

    HAHAHAHAHAHAHAHAHAHA

    Cara, você é hilário! Devia pensar em criar um site ou blog... Ops 😡

    Responder
  5. Como sempre que passo por aqui, me diverti muito lendo esse texto! Estou aprendendo holandês e é heel moeilijk, mas a dificuldade maior é certamente falar. Não gosto muito e ainda sou insegura. Mas tava pensando aqui, alguma dica de o que poderia ser o equivalente belga da camiseta do Ajax?! lol

    Responder
  6. Oi Daniel, tudo bem? Eu moro na Holanda já faz um tempo bom (tipo 5 anos) mas não apredendi holandês ainda (por falta de vergonha na cara). Morei em Wageningen (que é o ultimo lugar do mundo para se aprender Holandês devido a grande internacionalidade), conclusão acabei aprendendo mesmo o inglês (pois quando vim para Holanda pensei que falava um pouco inglês mas descobri que era pura ingenuidade minha.. hahahah). Bom, agora que estou morando em outra cidade na Holanda (Lelystad) preciso muito correr atrás do prejuizo. Gostaria de fazer aulas via skype, meu marido (que é alemão), faz aula de português via skype com uma brasileira que mora na ALemanha. Eu achei umas professoras que falam inglês e holandês, mas pensei que se eu achasse alguém que fala holandês e português seria mais fácil para me ajudar com a gramatica, etc e tal. Você saberia de alguém (Brasileiro ou Holandês) que dá aulas de holandês via skype? Desde já muito obrigada pela ajuda e by the way, me amarro nas suas histórias. Adoro seu blog! Dank je wel!

    Responder
  7. Boa noite, meu nome é Dikizeko Pires, há muito que sonho me formar na Holanda! Preciso, portanto, que me informes, se é muito difícil conseguir uma carta de chamada de uma universidade na Holanda?
    Cumprimentos
    Dikizeko Pires

    Responder
  8. Perfeito artigo! Chorei de rir. Moro em Lisboa a 7 anos e estou preparando-me para ir morar na Holanda com meu marido. Curiosidade e frio na barriga, mas penso que apesar dos desafios a gente supera.
    Continue com seus artigos espetaculares.

    Responder
  9. Isso de holandes poliglota e invencao nao sei de quem.... Moro aqui ha 20 anos, completamente integrado e nao sei nada disso, nao sei de onde tiraram tal fantasia. Geralmente, a maioria dos mais jovens e nascidos depois da Segunda Guera falam bastante ingles mas sem jamais domina-lo completamente. Mutios se especialiazam em um segunda lingua e ponto. O que acontece e que muitos descendem de pais que vem de outros paises e por isso acabam falando alem do holandes e do ingles, tambem a lingua nativa dos pais. Agora, que os holandeses em geral falam 5 ou 12 idiomas e alegoria carnavalesca....

    Responder
  10. Inburgering nao e e jamais foi gratuito e nao e para qualquer pessoa! Inburgering significa Cidadania: In = para dentro e Burger = cidade / vila, portatnto, e o curso de cidadania obrigatorio para quem esta no processo de legalizacao.

    Responder
    • Oi Egbert, tem certeza que nunca foi gratuito? Pelo que eu me lembro, não paguei nada pelo curso. Pode ser que as regras tenham mudado mas, até onde eu sei, cada prefeitura tem uma política para o pagamento ou não do curso. Há aquelas que cobram mas devolvem o dinheiro quando a pessoa já está "ingeburgerd", por exemplo...

      Responder
  11. Cara, meus parabéns pelo blog, acabei de encontrar e dei muitas risadas com esse post, provavelmente serei mais uma fã que manda mensagens pra tudo. hahaha. Tenho amigos belgas (long history) e quando fui visita-los percebi que a maioria dos amigos e parentes, incluindo as crianças, não manjam do inglês sabe, ai resolvi aprender o holandês e fazer uma surpresa, obrigada pela ajuda! Sucesso!!

    Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.