Blogagem coletiva: meus 7 links (Retrospectiva Ducs 2011)

Blogagem coletiva é quando um monte de blog ataca o mesmo tema e posta a sua versão do assunto. Nesse fim de ano, rolou uma com os blogs de viagem chamada "meus 7 links" — cada blog aponta seus 7 artigos vencedores em critérios diferentes e depois indica mais 7 blogues pra participar.

Quem levantou a bola foi a Claudia do Aprendiz de Viajante, que definiu as regras e disse "valendo!" E eu tive a honra de ser indicado por três blogues diferentes! Foram o Brasil na Itália, o Se Pluga no Mundo e o Turista Profissional me chamando pro brinquedo.

E, como é fim de ano, e de um ano tão intenso como foi 2011 pra mim, resolvi indicar artigos do Ducs somente de 2011 e fazer uma retrospectiva. Isso não está na regra, eu que quis juntar as duas coisas. Tá, chega de papo, aos artigos!

Editando o Ducs... vida dura :D
Eu, na dura tarefa de escrever o Ducs Amsterdam. Je souffre! 😀

1. Artigo mais Bonito: Neve paralisa e transforma a Holanda no fim de 2010

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/holanda-neve-2010/

A neve não veio nessa temporada, mas na passada ela cobriu a Holanda, causando uma baderna danada. Mas, ah, como fica linda...

E essa parece ser a dualidade da neve, badernar a vida de todo mundo mas também encantar. E tanto encanta que todos acabam esquecendo todo ano a esculhambação e torcendo pra ela voltar esse também...

Bicicleta na neve em Haia em frente a um café

Trecho favorito: Eu estava na rua quando começou a nevar pela primeira vez nesse inverno, a neve que desencadeou todas essas mudanças. Comecei a ver o mundo ficar todo branco, quando cruzei por uma mãe levando pela mão sua filha de uns 7, 8 anos. A mãe andava apressada, encolhida, mas a guriazinha estava usando um gorro quente, e olhava pra cima, olhinhos brilhantes, maravilhada com a neve que caia.

E eu sabia exatamente como ela se sentia. Leia o artigo todo.

Neve em Haia — Noordeinde

2. Artigo mais Popular: Como ir de Amsterdam para Bruxelas na Bélgica

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/amsterdam-bruxelas-belgica-trem-onibus/

Defina "popular"... mais acessado? Mais comentado? Mais linkado? Acabei escolhendo "mais acessado", e as estatísticas me disseram que foi  o que ensina a ir de Amsterdam até Bruxelas (entre os escritos em 2011 - tiveram outros muito mais acessados mas que foram escritos em outros anos).

Está longe de ser um  dos meus artigos favoritos, mas se você calha de ter essa dúvida ao qual ele se propõe a responder, é útil. Mas prometo artigos bem mais legais nas próximas categorias.

Trecho favorito: Péssima ideia, eu diria se perguntado, isso de embarcar em trem internacional sem nenhum papel desses que costumam ser relevantes, tipo, passagem, euro e passaporte. Na próxima estação desembarcou todo mundo, molecada e cobradores, e um dos caras tentou dar o perdido, mas foi, hã, impedido pelo cobrador. Em segundos, caras grandes com escutas no ouvido apareceram e cercaram a todos. A última vez que vi os nossos intrépidos viajantes eles estavam sentados contra a parede da estação cercados de meganhas. Leia o artigo todo.

Bélgica: estação de trem Bruxelas Sul (Brussel-Zuid, Brussels-Midi)
Tintin só viaja de classe econômica

3. Artigo que gerou mais discussão/controvérsia: 5 idéias erradas sobre a vida na Europa

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/5-ideias-erradas-sobre-a-vida-na-europa/

Meu amigo, mas esse artigo causou...

A idéia era simples: esclarecer alguns pontos que o pessoal vive confundido sobre a tal "vida na Europa", e nisso muita gente que mora fora e tudo.

Mas o artigo polarizou a moçadinha. De um lado aqueles do "issaê, nosso Brasiu-iu-iu é que é, viu como a Europa não é nada disso?", de outro um monte de "Brasil tá falido, quero dar o pira daqui, você não sabe o que é problema de verdade, aí morando an Europa". E o pau comeu solto.

A primeira coisa que tive de esclarecer é que eu acho jóia morar na Holanda... precisava? Era só ler o Ducs Amsterdam pra ver. E depois, ninguém me obriga a morar aqui, moro porque quero e gosto, ué. Depois tive de falar que não estava desestimulando ninguém de morar fora. Ao contrário, acho que é uma experiência fantástica (embora, repito sempre, difícil e até dolorosa muitas vezes).

Mas isso é sempre comum quando abordo vantagens e desvantagens de morar fora. Sempre polariza: quando falo das vantagens, pensam "é tudo ótimo!". Quando abordo desvantagem, dizem logo "é tudo um lixo!".

Não é nem de um jeito nem de outro, é ambos, e nenhum, tudo ao mesmo tempo agora. A vida é assim, né, multifacetada. Eu particularmente prefiro desse jeito.

Trecho favorito: Olha, eu sei que existem os tais "índices de qualidade de vida", mas é que nem "renda per capita". Não é porque a renda per capita da Arábia Saudita é alta que todo mundo é rico lá. Não confunda estatística com mundo real. Se você não gosta de neve, sua vida vai ser miserável na Islândia, não importa o "índice de qualidade de vida" de lá. Leia o artigo todo.

Vida no exterior
Nem todas as famílias holandesas vivem em moinhos, dizem as estatísticas...

4. Artigo que ajudou/ajuda mais gente: O transporte público em Amsterdam

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/transporte-publico-amsterdam/

Eu estou tentando escrever esse artigo desde... 2008! O sistema de pagamento do transporte público na Holanda é tão bisonhamente complexo que eu fiquei travado, tentando explicar a coisa de maneira que as pessoas entendam e, principalmente, que fique interessante em um artigo. Senão ninguém lê, né?

Fiz diversas tentativas e confesso que acabei trapaceando um pouco: esperei o modelo de strippenkaart morrer e ser substituído pelo mais simples, embora muitas vezes mais caro, OV-Chipkaart (cartão eletrônico).

No fim das contas, fiquei feliz com o resultado: deslindei um assunto complexo de maneira bastante completa e isso acabou ajudando muita gente, inclusive outros brazucas que moram aqui! Quando seu artigo ajuda até os locais, é muito bom!

Deu um trabalhão, demorou, mas compensou.

Trecho favorito: Vocês, novatos de Amsterdam, não sabem como têm sorte pra entender o pagamento do transporte público. No meu tempo, eu tinha de fazer uma faculdade de holandeseologia avançada com pós graduação em lógica batava só pra saber quanto custaria ir de casa até o centro. Leia o artigo completo.

Tram em Amsterdam
Lá vem o tramzão... cheio de paixão...

5. Artigo que o sucesso te surpreendeu: 6 curiosidades históricas sobre a Holanda (que você não sabia)

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/6-curiosidades-holanda/

Eu sabia que o artigo estava bem feito: bem pesquisado, apresentando de maneira divertida um pouco da história holandesa (e algumas holandesices no caminho), eu gostei imensamente de escrever esse artigo e sabia que seria um dos melhores.

Mas o assunto, né, é história, pode ter aquela birra com matéria acadêmica, e eu não sabia se as pessoas se interessariam por história da Holanda.

Mal sabia eu!

O artigo fez um enorme sucesso e foi amplamente retuitado e facebookeado (matei um professor de português e outro de inglês agora, pra fazer companhia ao de história). Comentários como "Caaaara, queria que vc fosse meu professor de história na época do colégio!! *rs" ganharam o dia.

Esse é fácil um dos meus artigos favoritos do Ducs (de todos, não só 2011).

Trecho favorito: Esse pequeno erro de julgamento batavo é fonte de grande divertimento pra nós estrangeiros até hoje: quando um holandês vier te falar todo orgulhoso da tomada do HMS Royal Charles, enchendo seu ouvido com o papo de que "não, porque nós demos uma tunda nos ingleses dentro do próprio Tâmisa e blablabla..."

Basta responder: "Me diz uma coisa, Suriname por Nova York, negocião, hein?"

Corra. Leia o artigo completo.

Willem: Ich bin Holländer! HOLLÄNDER!
Fôu countarr um pouca de histôrria para focês. Hey, acorrdem!

6. Artigo que não recebeu a atenção que deveria: Dicas de acessibilidade para turistas cadeirantes em Amsterdam

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/acessibilidade-cadeirantes-amsterdam/

Depois que a segunda pessoa me pediu ajuda sobre acessibilidade em Amsterdam eu resolvi ir atrás e escrever um artigo sobre o assunto. Embora seja voltado para uma minoria, o que talvez justifique a pouca atenção que recebeu, para quem precisa dele foi importante, como atestou o retorno maravilhoso que recebi nos comentários.

Acho que deveria ser mais divulgado, pode ser muito útil pra quem precisa.

Trecho favorito: Historicamente Amsterdam se orgulha de ser uma cidade aberta, embora nem sempre seja fácil. É uma pena que a maioria das pessoas não aproveite essa oportunidade pra explorá-la além dos clichês mais óbvios. O principal obstáculo pra conhecer Amsterdam não é o acesso, mas a limitação de quem não está disposto a levantar a cabeça e observar, preferindo buscar o que já conhecia antes de vir. Pra esse tipo de turistas, não há rampa que resolva seu acesso à riqueza que Amsterdam tem para oferecer. E lembre-se: Amsterdam é, por excelência, uma cidade que se move sobre rodas! Leia o artigo completo.

Acessibilidade em Amsterdam - Foto por Daniel Duclos

7. Artigo que você tem mais orgulho: Gravidez na Holanda: preparando a chegada do bebê

Vá lá: http://www.ducsamsterdam.net/gravidez-na-holanda-bebe/

Barriga

O artigo que mudou minha vida. Ok, sobre o fato que mudou minha vida. Como definiu um amigo meu, o artigo mais pessoal que escrevi. Abri o coração para o pessoal, mas no processo dei uma visão geral de como é engravidar na Holanda e dei um monte de dicas pra quem estava curioso ou se preparando pra o mesmo desafio.

Esse artigo ilustra perfeitamente a minha meta com o Ducs Amsterdam: ser pessoal mas útil, ser prático mas envolver e interessar.

Esse ano foi muito complicado em diversos aspectos, e minha vida virou de cabeça pra baixo. Muitos desafios: fiquei doente também, mudei de cidade, voltei pra Amsterdam, tudo isso aprendendo a cuidar de uma bebê sem algumas facilidades que teríamos no Brasil, como pais/sogros e ajudantes.

Mas de muitas realizações também: eu lancei um livro e tive uma filha e fico aqui me perguntando: será que dá tempo ainda de plantar uma árvore? 🙂 Faz sentido que tenha sido um ano difícil: que grandes resultados vêm sem grandes esforços?

E o retorno disso também foi fantástico: no aspecto do Ducs, tanto blog como Guia eu fico com um nó na garganta com o tanto de pessoas que tiraram o seu tempo pra me dizer como meu trabalho afetou suas vidas e as tocou muito além do que esperavam.

No aspecto pessoal, eu descobri a coisa mais legal de se ter um filho (no meu caso, filha): não é a fofurice (embora isso seja bem legal), ou a alegria de um sorriso (embora isso te jogue nas nuvens), mas é o fato de eu conhecer a Alice, minha bebê. Ela é uma pessoa tão legal, e se eu não tivesse filhos eu não a teria conhecido.

Enfim, a todos os que me acompanharam durante o ano e a todos que chegaram agora, a todos que me deram uma palavra de carinho ou uma crítica bem intencionada, a todos que me doaram um brinquedinho ou me deram um conselho valioso, a todos que me escreveram e entenderam que não pude responder (apesar de eu ler 100% das mensagens), a todos que estão lendo isso agora e ainda lerão mais o que escrevo, a todos vocês...

Obrigado!

Trecho favorito: o artigo todo!

Blogs indicados pra brincar também

Como eu tô chegando atrasado, o difícil é achar blogueiros de viagem que ainda não tenham participado... 🙂 Se for ver, o Ducs é muito um blog de expatriado, então resolvi indicar blogues dessa categoria!

  1. Minha Vida em Praga
  2. Greetings from Holland
  3. Bailandesa
  4. Carol e Gustavo
  5. Laura em Paris
  6. E-dublin
  7. Lu Francesa

Ah, mais uma coisa: entrevistas

Esse ano saíram diversas entrevistas comigo, e  a página de imprensa ganhou valiosas adições:

  • 14/12/2011 - Nuffic / Neso Brazil: "A Holanda e os holandeses vistos pelo olhar de um brasileiro". Leia a entrevista.
  • 21/07/2011 - Radio Netherlands Worldwide: Programa Europa Mix. Ouça a entrevista a partir de 3:25.
  • 30/05/2011 - Entrevistando Expatriados: Ducs na Holanda. Leia a entrevista.
  • 26/04/2011 - Rodando pelo Mundo: Super entrevista com 5 casais que tiveram filhos no exterior. Leia a entrevista (PDF).
  • 04/04/2011 - Canal Londres: "Conhecendo Amsterdam com Daniel Duclos". Veja o programa.
  • 21/07/2011 - Radio Netherlands Worldwide: Matéria "Brasileiro lança guia de turismo para Amsterdã".
  • 08/03/2011 - Estadão (O Estado de São Paulo): Caderno Viagem e Aventura — Matéria "Desbravando a autêntica Amsterdã". Leia na íntegra a matéria.

 

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com