website statistics

Hey — essa é a versão antiga do nosso site, e está no ar por motivos históricos. Nós migramos para uma versão moderna e atualizada! Passa lá!

3 anos de Ducs Amsterdam

História antiga de um blog 🙂

Três anos atrás, no dia 13 de novembro de 2007, eu publicava o primeiro artigo do Ducs Amsterdam. Era ainda em um cantinho do meu servidor pessoal, sem endereço próprio. Isso não tinha importância: eu mesmo mandei o endereço pra família e poucos amigos mais próximos, o público inicial.

No começo era o blog a quatro mãos. Naquela época não existia o "Entre Panelas" da Carla, e escrevíamos os dois no Ducs Amsterdam. Inclusive daí vem o nome do blog. Meu apelido é Daniduc (vem do meu nome Daniel Duclos). Quando casei e a Carla adotou meu sobrenome, ela também adotou o estilo de apelido: Carladuc. Os dois viramos "Os Ducs" e estávamos em Amsterdam. Complexo, eu sei, mas fazia sentido pra nós e a meia dúzia de pessoas que lia o blog (e nos conhecia pessoalmente, afinal). Hoje eu tenho essa confusão de Daniel Duclos, apelidado Daniduc, escrevendo o Ducs Amsterdam, mas não tem importância: aos poucos vocês vão me conhecendo também, e a baderna acaba fazendo sentido — espero. 🙂

Um ano de blog Ducs em Amsterdam Dois anos de Ducs Amsterdam

Fotos do primeiro aniversário e do segundo aniversário do Ducs Amsterdam.

Logo a Carla foi parando de escrever no Ducs (ela tem 12 artigos publicados, dos 260 que existem hoje) e começou a escrever seu próprio blog, e eu assumi comando do Ducs (além das minhas fotos, também uso algumas dela para ilustrar os artigos). Aí ficou assim: a Carla comanda o Entre Panelas e eu toco o Ducs Amsterdam.

Comecei a estudar "blogar" mais a sério e a encarar como um projeto, um empreendimento. Aprendi muito, tanto na área de escrita e fotografia quanto na área de blogging mesmo. Os artigos foram ficando mais elaborados, ganhando cara de matéria mesmo.

Nós mudamos de Amsterdam para Haia esse ano, mas os artigos e dicas continuaram saindo. E pretendo manter assim. O blog expandiu território e virou mais Holanda (agora também com artigos sobre Haia) — mas Amsterdam, como capital, mantém-se no nome, nos artigos e, claro, no meu coração. 🙂 (Felizmente cidades não são ciumentas — e vou à Amsterdam regularmente: é super fácil de ir de trem).

3o aniversário Ducs

O muffin foi feito pela Carla e esse é um dos últimos sobreviventes da fornada. Nham! 🙂

Futuro?

Através do blog conheci muita gente, fizemos grandes amigos, ajudei incontáveis pessoas (não só do Brasil) a vir pra Holanda — seja por poucos dias, a turismo, seja de mudança, como nós mesmos viemos. Também alguns holandeses que falam português também gostam de ler o blog, e me escreveram. Só por todos esses contatos, já teria valido a pena fazer o blog. Mas eu quero mais.

Trabalho pra tornar um recurso de alta qualidade sobre a Holanda em português. Eu enxerguei um problema e me pus a resolvê-lo. E, como resolver problemas é algo que você pode ser pago para fazer, comecei a monetizar o blog. Mas monetizar é apenas o primeiro passo; a idéia é transformar o blog em "veículo de comunicação economicamente viável" — algo que as pessoas curtam consumir, e resolva problemas para elas.

Veremos. Hoje é dia de comemorar 🙂 (E temos motivos além do aniversário: se você perdeu, corra e leia o artigo sobre a cegonha como símbolo de Haia).

Cartões postais

Quem segue o Ducs Amsterdam no twitter já sabe: eu adoro cartões postais. Regularmente sorteio cartões postais preenchidos por mim e despachados aqui da Holanda (em geral, de Haia, onde moro, mas de vez em quando de outras cidades, só pela graça do carimbo variar).

Perdi a conta de quantos cartões mandei, mas foram muitos. Sempre que posso, ainda escolho um selo mais bonito, de séries especiais aqui da Holanda. E escrevo algo personalizado. (Quer ganhar um também? Segue o @DucsAmsterdam que vou continuar sorteando por lá!)

Mandar cartões é muito legal, e continuarei fazendo. Mas receber também é legal. O problema é ir mandando meu endereço pra cada um que me pede, por mensagem direta. Seria legal poder divulgar para todos, poder receber cartas de vocês, de modo mais fácil. Mas, como fazer com privacidade? Quem é doido de divulgar, abertamente, o endereço de casa?

Tem uma solução pra isso.

Apresentando a Caixa Postal do Ducs Amsterdam

Uma caixa postal não é tão caro assim, e está bem dentro da receita gerada pelo Blog. Então apliquei no site dos correios holandeses (ou melhor, da empresa privada que faz o serviço de correios na Holanda, a TNT. Os correios foram privatizados nos anos 2000). E agora, chegaram as chaves!

Então, quer me mandar algo? Mande para:

Daniel Duclos
ENDEREÇO MUDANDO
Países Baixos

Obviamente substitua "Países Baixos" pelo nome da Holanda na língua do país onde você está! O resto você não mexe, que quem precisa entender é o correio daqui. A única coisa que o correio do seu país precisa entender é que a sua correspondência tem de vir pra Holanda 🙂 Chegando aqui, os holandeses se viram com os "Den Haag" e tal. (Países Baixos é o nome oficial em português da Holanda).

O que eu quero de aniversário? Um postal!

Eu sempre colecionei cartões postais, desde antes de vir pra Holanda. Mas minha coleção sempre teve uma regra: o cartão tem de ser de um lugar que a pessoa esteve. Eu tenho cartões que eu comprei e tenho cartões que recebi (adoro receber), mas sempre de lugares onde a gente esteve.

Então o que eu quero de presente no aniversário do Ducs Amsterdam? Um cartão postal do lugar que você mora. Vai ser legal conhecer vocês, receber algo que seja físico (porque o meio é virtual, mas as relações são reais), e que me dê uma idéia de onde o Ducs está sendo lido.

Vocês fariam isso por mim? Sim? Então MUITO OBRIGADO — por tudo! —, um grande abraço e, hey, boa viagem pra todos nós no próximo ano!