Dicas de o que fazer em Haia na Holanda: as principais atrações para você curtir um bate e volta de Amsterdam

Você quer fazer um bate e volta a partir de Amsterdam, curtiu saber que Haia é perto (uns 56 quilômetros), e aí parou pra se perguntar: tá, mas, assim, o que fazer em Haia, tipo, em um dia, como turista? Além de implicar com Amsterdam porque Haia é a sede do governo e da monarquia, mas não a capital oficial?

Haia, atrações turísticas
(Foto: © vichie81 / Adobe Stock)

 

(Os holandeses são mestres nessas pegadinhas que trollam o mundo, mas tudo tem motivo histórico).

Bom, como eu tava dizendo: tem muita coisa bacana para se fazer em Haia, e eu vou te dar uma lista das principais atrações da cidade. Anotaê e bora montar seu roteiro pra curtir um dia bem aproveitado em Haia.

1. O que fazer em Haia: ver a Menina do Brinco de Pérola e outras obras primas no museu Mauritshuis

Museus, eu adoro, e a Mauritshuis é um dos meus museus favoritos da Holanda e a minha primeira dica perpétua do que fazer em Haia. O nome quer dizer "Casa do Maurício", no caso o Maurício de Nassau. É, aquele cara das suas aulas de história! O Governador dos territórios sob domínio da Companhia das Índias Ocidentais no Brasil tinha uma singela morada no centro de Haia, e por singela morada quero dizer "palacete".

O que fazer em Haia: visitar a Mauritshuis
Tinha gostos refinados, o Conde, não? (Foto: Mikhail Markovskiy / Adobe Stock)

Apesar de ser grande pra uma casa, é pequena pra um museu, mas isso é mais uma vantagem do que uma desvantagem. A coleção é fenomenal, cheia de obras primas de grandes mestres, super fácil de ver de uma vez.

Também, como não é mega pop como o Museu do Van Gogh (que é uma das principais atrações de Amsterdam), rola você ficar um bom tempo admirando Vermeer, Rembrandt, Rubens, Jan Steen, Albert Cuyp e outros mestres. Ah, sim, a grande estrela desse museu é A Menina com brinco de pérola, de Vermeer, claro, mas não fique nela.

Dicas de o que fazer em Haia: ver o famoso quadro de Vermeer
A Mauritshuis está cheia de obras primas, na verdade. (Imagem: Quadro A menina com brinco de pérola, de Johannes Vermeer, domínio público)

Existem muitas outras obras primas, mas já que estamos falando de algo com ligação com o Brasil, segura essa. Procure pelo quadro Vista de Itamaracá do Frans Post, considerada a mais antiga pintura feita por um profissional nas Américas, justamente de um holandês no Brasil.

Enfim, não é porque o museu é pequeno que você vai ver rápido. O extenso acervo garante que você vai ter uma das minhas experiências favoritas em museus: perder a noção do tempo e ser expulso porque eles vão fechar. Um clássico Ducs.

Serviço para visitar a Mauritshuis em Haia

Principais obras: Menina com brinco de pérola de Vermeer, Lição de anatomia do Dr. Tulp, de Rembrandt e a pintura mais antiga feita por um profissional nas Américas, a Vista de Itamaracá de Frans Post. Mas tem muitas, muitas outras obras primas. Veja com calma e depois pare no simpático café do museu.

Sitehttp://www.mauritshuis.nl/
Horários, preços e outras infosLeia em português no site deles aqui
Dica extra: Baixa o app da Mauritshuis com um tour em português brasileiro: Apple Store ou GooglePlay

 2. O que fazer em Haia: Passar um tempo agradável com as crianças vendo a Holanda em miniatura de Madurodam

Madurodam é um parque de miniaturas, ou melhor, maquetes. Maquetes do quê? Da Holanda!

Os holandeses resolveram partir pra recursão e fazer uma miniatura do país miniatura deles, e mandaram muito bem nisso!

As maquetes são muito bem feitas e mostram lugares famosos da Holanda. Os que eu já conhecia adorei reconhecer a perfeição de detalhes, e as maquetes dos lugares que ainda não visitei me encheram de vontade de explorar ainda mais a Holanda.

O que fazer em Haia: Madurodam
Gulliver, meu filho, o mundo é um lugar enorme, mas a gente é maior. (Foto: Divulgação para imprensa / Madurodam)

Muita coisa se mexe, faz barulho, os trens andam pelos trilhos, aviões manobram no mini-Schiphol, barquinhos navegam pelos rios e canais, eu confesso que me diverti horrores.

Madurodam é feito principalmente pra atrair crianças, e essa é a fama de Madurodam aqui na Holanda: um lugar turistoso pra crianças. Mas eu gostei e recomendo pra uma tarde agradável — se o tempo estiver bom.

(O clima na Holanda é traiçoeiro, e se estiver chuvoso, talvez seja melhor pular Madurodam, já que o parque é a céu aberto.)

Só achei que, pra ficar perfeito, uma das maquetes em Madurodam tinha de ser de Madurodam! Aí ia criar um loop infinito que poderia resultar num ruptura no espaço-tempo gerando um mini Godzilla que passearia pela maquetes soltando fogo e... e...

Bem, talvez essa frase anterior explique porque gostei de Madurodam apesar do público alvo serem as crianças...

Serviço para visitar o Madurodam em Haia

Sitehttp://www.madurodam.nl/
Horário
: consulte a informação mais atualizada no site.
Compre o ingresso via Ducs Amsterdam aqui.

EndereçoGeorge Maduroplein 1. Da Centraal Station, pegue o tram 9 ou Bus 22 e desça na parada Madurodam. Daí não tem muito como errar, é mega sinalizado.

3. O que fazer em Haia: conhecer uma realidade virtual criada em 1881 no Panorama Mesdag

O Panorama Mesdag é um pequeno museu com quadros do pintor Hendrik Willem Mesdag  — do qual você nunca nem jamais ouviu falar, eu sei. Calmaê. VAi melhorar, prometo.

Seguinte, apesar de ter alguns quadros menores, a atração de verdade é um quadro específico. Esse é um museu dedicado a um quadro. Mas é O quadro.

O Mesdag em 1881 resolveu pintar a praia mais famosa da Holanda, Scheveningen.

Em 360°. Com 14 metros de altura e 120 metros de circunferência e você sobe uma escada e sai em uma plataforma cercada pelo quadro. Isso só já seria algo digno de se ver, mas ele escondeu as extremidades do quadro e montou um cenário e… e você não sabe onde começa o quadro! A cena parece absolutamente real. Você se sente dentro da praia!

O que fazer em Haia: Panorama Mesdag
A pintura é tão realista que você vai pra praia na Holanda de casaco. Sério, veja a última dica nesse artigo... (Foto: Divulgação para a imprensa do Panorama Mesdag)

Tipo, o cara fez uma realidade virtual em 1881, usando a avançada tecnologia de pincel e tinta e talento. Em mil oitocentos e oitenta e um!

Se isso não te impressionar, companheiro, você é duro na queda mesmo.

Serviço para visitar o Panorama Mesdag em Haia

Sitehttp://www.panorama-mesdag.com/
Horário: Segunda a sábado, das 10 às 17h00, de domingo das 12 à 17h00.
Preços: Adultos, €6,50, crianças até 12 anos €3,00. Veja sempre os preços atualizados. Aceita a Museumkaart também. A Museumkaart é uma das formas de economizar dinheiro na Holanda.
EndereçoZeestraat 65. Na Centraal, pega o Bus 22 e desce na parada Mauritskade, daí é 5 minutos andando (veja o trajeto).

4. O que fazer em Haia: passear e fazer compras na charmosíssima rua onde está o palácio real holandês de Noordeinde

Todo mundo tem uma rua favorita nas cidades, e em Haia a minha é a Noordeinde. Se eu digo isso prum holandês ele provavelmente irá me achar metido. É considerada uma rua "chique".

Nela fica o palácio Noordeinde, que é onde a Rei da Holanda, nosso amigo Willem-Alxander, trabalha. O palácio só dá pra ver por fora, mas dá pra tirar fotos.

O que fazer em Haia: Noordeinde
O escritório do Rei da Holanda. Igualzinho ao seu, né? (Foto: Daniel Duclos)

Só que a rua não é legal por causa do Palácio (embora os seus jardins, abertos e transformados em um parque, acessíveis pela rua paralela, sejam bem agradáveis, especialmente para fazer piquenique). É porque é lotada de um comércio muito interessante. São cafés charmosos, livrarias (e muitos sebos), papelarias e incontáveis galerias de arte.

A parte da arte me fascina muito. As galerias estão sempre mudando suas vitrines, e toda vez que passo na Noordeinde é como se eu estivesse vendo uma exposição de arte nova. Volta e meia elas estão também fazendo recepções e eventos, e você pode entrar (se tiver a cara de pau), tomar um vinho, ver arte, falar com as pessoas...

O que fazer em Haia: Noordeinde
A Noordeinde não é só realeza: tem arte, cafés e livros (Foto: Daniel Duclos)

Se a seleção de cafés, pubs, restaurantes, sebos, lojas de design, moda, e galerias de arte não te apetecer, ainda tem algumas tratorias com comida excelente e... barata!

Sim, existem coisas baratas na Noordeinde, apesar do que todo holandês vai te dizer (pra ser honesto: a maioria das coisas lá é absurdamente cara. Absurdamente.)

Mas olhar não paga, e passear pela Noordeinde é uma das coisas que mais gosto de fazer em Haia — e você ainda corre o risco de encontrar o Rei, se esse é o seu lance...

5. O que fazer em Haia: pirar o cabeção tentando entender as distorções de perspectiva do artista gráfico holandês M. C. Escher

O artista gráfico holandês M. C. Escher é herói de infância meu (e de muitos outros nerds) por suas imagens que desafiam a perspectiva, fazem mundos impossíveis parecerem viáveis e dão uma noção do que é o infinito. Sua mente se contorce como uma fita de möbius ao tentar abarcar aquelas noções que Escher tão brilhantemente punha em sua obra. Os matemáticos se divertem até hoje com as gravuras de Escher, e eu com eles.

Em Haia existe um museu dedicado somente às obras do doidera, chamado de Escher in het Paleis. O nome quer dizer “Escher no Palácio”, escolhido porque o museu foi inaugurado em 2002 num antigo palácio, onde morou a Rainha Consorte Emma. É uma bela casa também, e visitá-la pra ver as obras produzidas ao longo da carreira de Escher foi uma das grandes motivações pra eu ir a Haia pela primeira vez em 2007.

Uma das coisas mais legais é acompanhar a evolução do artista: suas primeiras obras tentavam reproduzir perspectivas complicadas, cada vez mais complexas, enquanto ele dominava a técnica para depois, mais pra frente na carreira, passar a quebrar as regras que aprendera tão profundamente.

Serviço para visitar o Escher in het Paleis em Haia

Sitehttp://www.escherinhetpaleis.nl/
Preços e horáriosVeja sempre as informações atualizadas.

Endereço: Lange Voorhout 74. É praticamente do lado da Mauritshuis.

A ressalva óbvia: se você não curte Escher, esse não é o museu pra você. Daí eu sugiro um pulo na Praia de Scheveningen...

6. O que fazer em Haia: andar agasalhado na praia holandesa mais badalada, Scheveningen

Sim, a Holanda tem praia, e a mais famosa delas e Scheveningen. Se preocupe não, se não conseguir dizer o nome. A não ser que você seja um agente alemão infiltrado na resistência holandesa durante a Segunda Guerra Mundial...

Existe uma lenda sobre o método de detecção de agentes infiltrados que me foi contada por muita gente — tantas que resolvi, mesmo não sendo alemão e vivendo dezenas de décadas depois depois, praticar: Srrê - fêi — nín — guêmm.

Mas vamos à praia! Claro que o Brasil lidera de longe no assunto, mas pode ser curioso dar uma encarada no mar do norte. A água varia entre enregelante e era glacial, o que não afastas as crianças nem os surfistas. Não, mas Scheveningen é mais pra olhar, nos raros dias de calor da Holanda...

O que fazer em Haia: ir à praia
Hey, a água pod ser gelada, mas tem roda gigante! (E é bonita, admite, vai... )(Foto: © fotolupa / Adobe Stock)

Ou melhor, nos raros dias de sol! Eu cheguei a ir lá tomar cerveja em um dos inúmeros barzinhos da orla com a temperatura de 14°c, o que no Brasil é conhecido como inverno profundo, mas a Holanda saúda como "chegada da primavera". Estava sol, e ele não dava as caras há alguns meses!

Durante o verão rola altas esculturas de areia, e a praia lota monstruosamente nos dias de calor de verdade (acima de 25°C). Durante o inverno, só há uma meia dúzia de surfistas destemidos.

E eu, em um dia desses. Sério, um dia no inverno passado, quando nevou e bateu uns -8°C, eu fui lá ver como era a praia.

O que fazer em Haia
Os biquinis e sungas eram um pouco diferentes do que a gente tá acostumado no Brasil... (Foto: Daniel Duclos)

Atenção para a(s) pegadinha(s) do nome de Haia: Den Haag, The Hague, A Haia, 's-Gravenhage

Já ouvi de muita gente procurando o trem para Haia, ou The Hague, e ficando com cara de "cadê", porque o nome em holandês é outro. Na real, pior, tem dois em holandês mas de boa, vamos tentar manter simples.

Em holandês, Haia é conhecida como Den Haag. Pelamor, não pronuncie isso como dênágui. Lembre-se que o h é aspirado em holandês, e o G se pronuncia como RRê. Quer saber, desista de pronunciar. Apenas ouça, pra você reconhecer quando os holandeses falarem (esse link é um arquivo de som).

Se você achar Den Haag complexo, nem entre pelo nome oficial da cidade: 's-Gravenhage. Com um s mudo e tudo, nem vou mexer nesse vespeiro, fica só pra registro.

Em inglês, a cidade é conhecida como The Hague, mantendo a tradição de chamá-la com um artigo na frente, como no original em holandês. Aliás, o nome da cidade em português também é A Haia, com artigo.

Digo também, porque aparentemente no português brasileiro não se usa mais o artigo, pelo que pude perceber. Eu uso Haia, sem o artigo, mas se você fica infeliz com isso, pode dizer "A Haia", que eu não ligo. O importante é você chegar na cidade certa, porque você vai gostar dela, seja com que nome for!

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

11 comentários em “Dicas de o que fazer em Haia na Holanda: as principais atrações para você curtir um bate e volta de Amsterdam”

  1. Amei o blog, não sabia que HAIA existia, meu irmão que viu, vamos em MAIO 2020, e anotei várias dicas daqui e vou usar sim! muito divertido seu jeito de escrever e explorar o local, parabéns. Agradeço e lembrarei disso em MAIO. Vamos pra Amsterdam, daí Brugges, Bruxelas, Haia, Roterdam, Berlim e Paris, rsrs só isso e mais haha

    Responder
  2. Dani,
    Mauritshuis em Den Haag, foi a casa do outro Maurício de Nassau, que nunca esteve no Brasil. Eram da mesma família, mas duas pessoas diferentes. Abraço.

    Responder
  3. Olá, Equipe Ducs!

    Estou vendo no site da NS e só dá para comprar as passagens de trem para/de Haia somente dentro do período de um mês. Vou viajar no início de agosto e queria saber se valeria a pena esperar até julho para comprar as passagens ou se é tranquilo comprá-las lá em Amsterdam Centraal diretamente.

    Obrigada!

    Abs.
    Cecília

    Responder
  4. Prezado Ducs e esposa....estou apreciando muito seus vídeos e dicas. Minha filha Denise eu Jane iremos com minhas duas netas...Sofia com 10 anos quase com 11 que fará em agosto ea Isabela com 9 anos para Amsterdan .Visitaremos uma família de amigos que moraram aqui em Porto Alegre...Brasil.....Chegaremos dia 12 de Julho deste ano. 2017.Não poderemos ver as Tulipas nem as. Cerejeiras em flor....pois já não é mais época.....Gostaria que me falasses um pouco do verão aí em Amsterdam e em Haia...... Se faz um calor moderado....ou bem forte... aguardo um contato......Obrigado desde já.....Jane....

    Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.