O que fazer em Amsterdam: Top 5 coisas pra fazer em Amsterdam

O que fazer em Amsterdam? Ok, essa é talvez a coisa que mais me perguntam quando as pessoas descobrem que elas irão visitar Amsterdam a turismo e que eu moro aqui. O que fazer em Amsterdam?! Oras, Amsterdam é uma capital de um país, uma cidade histórica e cosmopolita e tem coisas pra se fazer pra gente de todos os gostos.

O que fazer em Amsterdam
E além disso é linda

Mas, claro, sempre tem aquelas coisas mais típicas, os principais pontos turísticos, então eu pensei junto com a Carla, e elaboramos uma lista das 5 pontos turísticos principais de o que fazer em Amsterdam, independente da época em que se visita.

Eu fiz também um roteiro de 3 dias em Amsterdam, passo a passo, todo completo, mastigadinho pra você!

1. O que fazer em Amsterdam: Museu do Van Gogh

O que fazer em Amsterdam
O Museu do Van Gogh é uma das principais pontos turísticos de Amsterdam (Foto: Daniel Duclos)

Sim, Van Gogh era holandês e não, você não quer nem saber como se pronuncia o nome dele em holandês (bem, se você insiste). O museu é imenso e, além de abrigar a maior coleção do mundo de pinturas e desenhos do cara, tem também obras de amigos, obras que influenciaram e uma área de exposição temporária. Se você tem o mínimo interesse em arte, vá sem medo e com um tempo pra gastar. Vale cada euro.

De sexta feira o museu fica aberto até as 22h00 e sempre rola atrações culturais - inclusive shows. De repente, vale a pena dar uma olhada. É um bom jeito de ver o museu de uma maneira diferente. E você pode inclusive fazer um tour com o Carlos, guia brasileiro do Ducs aqui. Sério, imperdível!

Sobre comprar ingressos online pro Museu do Van Gogh

Com o passar dos anos, o Museu do van Gogh foi ficando mais e mais popular. Tanto que reformaram a entrada deles, deixando bem moderna e bacana.

Mas isso, claro, quer dizer mais gente querendo entrar. E pra não deixar todo mundo o resto da vida na fila, guardando lugar pros netos, o Van Gogh agora só vende ingressos com hora marcada.

O Ducs Amsterdam vende o ingresso o Van Gogh, basta clicar aqui! Não custa nada a mais!

Ou já compra aqui no banner (eu pus uma opção de comprar só pro van Gogh, ou em combo junto com o passeio de barco):

Serviço para o Museu do Van Gogh em Amsterdam

Site: http://www.vangoghmuseum.nl
Endereço: Paulus Potterstraat 7

Horários: Diariamente das 10h00 às 18h00, exceto sextas, quando fica até as 22h00. (Confirme aqui)
Preços: Veja no site os valores atualizados.

Dica extra para um museu legal em Amsterdam!

Durante alguns meses o Van Gogh ficou em reforma (já está aberto novamente), e as obras do mestre ficaram hospedadas no Hermitage Amsterdam. Isso foi legal porque serviu pra muita gente incluir mais um museu bacana na lista de coisas de o que fazer em Amsterdam.

O Hermitage Amsterdam é uma filial do famoso Hermitage de São Petersburgo, inaugurada com grande fanfarra em um lindo prédio de Amsterdam, datado de 1662! Tem um belo jardim, uma coleção permanente muito bacana e fica num ponto lindo da cidade, à beira do rio Amstel.

Hermitage Amsterdam
sitewww.hermitage.nl/en
Endereço: Amstel, 51
Horário: Diariamente das 10h00 às 17h00, exceto quarta-feira, quando fecha às 20h00. Fecha de 1° de janeiro e 25 de dezembro.
Preços: €17,50 para quem tem 17 anos ou mais, até 16 anos é gratuito (traga uma identidade). Isso é a entrada para uma exposição. Exposições temporárias podem alterar o preço.

2. O que fazer em Amsterdam: Casa da Anne Frank

O que fazer em Amsterdam
(Foto CC BY-NC Tales of a Wanderer)

Muita gente deve conhecer uma biblioteca chamada Anne Frank ou ter ouvido falar de um diário da Anne Frank. Resumidamente a história dela é a seguinte: Anne Frank era uma adolescente de 13 anos quando ganhou de aniversário de seu pai um diário. Ela, como toda a família, era judia e morava em Amsterdam. Isso era lá pelo começo dos anos 1940.

Logo depois dela ganhar o diário, os nazistas invadiram a Holanda e passaram a mandar os judeus para campos de concentração. Quando chegou uma intimação dos nazistas para a irmã de Anne, o pai delas resolveu que seria uma boa se esconder.

Eles fingiram que fugiram pra outro país, mas na verdade passaram a morar num anexo escondido atrás da empresa do pai. Viveram lá a família dela e mais algumas pessoas por uns dois anos, sem por o nariz pra fora, sem fazer barulho, compartilhando um único banheiro, em total confinamento. Uma hora eles foram descobertos (houve uma denúncia de alguém não identificado até hoje), presos e enviados pra campos de concentração. Toda a família morreu, menos o pai.

Quando a guerra acabou (dois meses depois da Anne Frank morrer), o pai voltou pra Amsterdam e descobriu que a filha manteve um diário durante toda a experiência. Ele editou e publicou o diário da filha, que acabou virando um best-seller e ela uma espécie de heroína nacional holandesa.

A casa onde a família passou pela provação é hoje um museu aberto à visitação pública e uma das maiores atrações de Amsterdam. Vá ver, mas esteja avisado de que é uma experiência que mexe com a gente (mexeu comigo, certamente).

O que fazer em Amsterdam
Moradores de Amsterdam homenageiam a memória de Anne Frank até hoje.

Sobre as filas na Casa da Anne Frank

Hoje em dia a Casa da Anne Frank é um dos principais pontos turísticos de Amsterdam. Sendo um lugar pequeno, ter fila é meio que uma consequência inevitável. Tanto que a própria fundação começou a organizar.

Depois de muitos anos lutando com enormes filas, finalmente a Fundação Casa de Anne Frank decidiu  vender ingressos exclusivamente on-line e com hora marcada. Eles liberam 80% dos ingressos para uma determinada data são liberados dois meses antes, e 20% no próprio dia. É de quem chegar primeiro, e são bem, mas tipo, muito concorridos. Então, planejamento é chave. Planejamento e alguma sorte. Eles esgotam mega rápido.

Se você conseguir, e espero que você consiga. aproveita e depois da visita passe para comer a melhor torta de maçã de Amsterdam ali perto no Jordaan.

Se quiser ir um pouco mais além na história da Anne, eu fiz um artigo com o roteiro de um passeio a pé pelo bairro onde a Anne Frank morava.

Curtiu o vídeo? Se inscreve no nosso canal no Youtube:! Além de receber os vídeos novos, você mostra seu apoio pro nosso trabalho e nos incentiva a continuar! Obrigado!

Serviço para a Casa de Anne Frank em Amsterdam

Site: http://www.annefrank.org/
Veja a página com o serviço.
Endereço: Prinsengracht 267
Horários: De julho a agosto, diariamente das 9h00 às 22h00. De 15 setembro até 14 de março, diariamente das 9h00 às 19h00. De 15 de março até 14 de setembro de domingo à sexta das 9h00 às 21h00 e de sábado das 9h00 às 22h00. (Fonte)
Ingressos: diretamente com a Casa da Anne Frank aqui. Atenção: Evite comprar ingressos de cambistas: além de super ultra faturados, a Casa da Anne Frank avisa que pode simplesmente negar a sua entrada. E aí, boa sorte indo se queixar com o cambista...

3. O que fazer em Amsterdam: Passeio de barco pelos canais

 

O que fazer em Amsterdam
Canais de Amsterdam vistos por dentro: uma outra perspectiva da cidade

A Holanda tem longa tradição de lidar com a água, e suas cidades, algumas mais, algumas menos, são tipicamente cortadas por canais, construídos desde tempos medievais até hoje em dia.

E Amsterdam é das mais. É completamente recortada por canais, e um dos jeitos mais legais de conhecer os canais de Amsterdam é navegando por eles.

Existem diversas empresas que oferecem passeios de barcos pelos canais. Os barcos vão passeando e contando e apontando vários locais históricos e pontos turísticos interessantes de Amsterdam. Os passeios duram cerca de uma hora, dependendo da empresa e do passeio (por exemplo, tem até a opção de fazer o passeio acompanhado por queijos e vinhos e outros).

O que fazer em Amsterdam
(Foto: Daniel Duclos)

Dicas para curtir o passei de barco pelos canais de Amsterdam

Eu recomendo a experiência, especialmente se calhar de ser um dos 5 dias de sol do ano quando você estiver por aqui. E, se o barco em que você estiver possuir uma área aberta, fique lá. Eu gosto mais de ir vendo a cidade do que ouvindo aquela gravação em 234 mil línguas.

Na frente da Centraal Station saem diversos tours. Tem também ao lado da Leidseplein. E em muitos outros lugares da cidade. Os preços variam do tipo de passeio que você vai fazer.

Mas se você quiser fazer a coisa prática, pode já adiantar e comprar um passeio aqui, ou escolher um dos banners abaixo:

4. O que fazer em Amsterdam: Vondelpark

O que fazer em Amsterdam
(Foto: Daniel Duclos)

Apesar da Holanda estar sempre brigando com o mar e com lagos nesse país tão apertado, eles sempre reservam um espaço para parques e áreas verdes. Amsterdam tem diversos parques muito bonitos, e o mais famoso deles é o Vondelpark. Mais famoso e um dos mais lindos.

É muito legal passear a pé ou de bike pelo Vondelpark, tomar um café lá dentro ou aproveitar o segundo dia de sol na sua visita (mas você já pensou em jogar na loto ou resolveu já gastar todo seu estoque de sorte em Amsterdam?) simplesmente deitando ao lado dos locais na grama.

vondelpark_amsterdam

E tem de tudo no Vondelpark, laguinhos com patinhos e fontes, gramados, flores, coreto cercado de flores, mais laguinhos, cafés, pontezinhas românticas, pessoas dos mais diferentes tipos e nacionalidades, jardins de rosas, árvores e mais árvores, pássaros e mais pássaros. Enfim, dá pra você ficar bundando lá por um bom tempo, pensando em o que fazer em Amsterdam.

O Vondel é certamente um dos meus lugares favoritos pra se fotografar Amsterdam.

Quer ver porque eu acho o Vondelpark uma das maiores atrações de Amsterdam? Leia meu artigo com fotos e dicas do Vondelpark. Eu mostro em detalhes, com fotos do parque ao redor do ano, porque ele é uma das maiores dicas de o que fazer em Amsterdam.

5. O que fazer em Amsterdam: Red Light District

O que fazer em Amsterdam
(Foto CC BY-ND Jess)

Nesse você tem que ir. Eu sei que parece estranho listar um distrito da luz vermelha como um dos principais pontos turísticos de Amsterdam. Mas, seguinte: na Holanda a prostituição é legalizada. Em um fato completamente não-relacionado, os holandeses adoram janelas. Por toda parte você vê casas com enormes janelas, inclusive nos apartamentos que ficam no térreo, direto pra rua.

Então as meninas, procurando uma solução pra resolver o conflito entre ficarem expostas ao maior número de interessados possível versus o clima miserável da Holanda, resolveram usar a paixão janelística a seu favor.

Elas alugam os quartinhos com enormes janelas e ficam lá dentro, no quentinho e no seco, de roupas provocantes, como se estivesse em uma vitrine de loja. E assim, em várias cidades da Holanda, se formaram "distritos" ou "bairros" onde se concentram. Amsterdam tem alguns distritos desses, mas o mais famoso e conhecido, o De Wallen, fica no centrão e é um bairro histórico muito bonito.

Uma palavra rápida sobre a prostituição na Holanda

Agora, eu sei o que vocês podem estar pensando... "bairro bonito, é, Daniduc? sei bem o que tu quer, menino". Ou então algo como "credo, eu que não vou num lugar de bandidagem desses."

Mas vejam só. Holandês não tem problema nenhum com as meninas fazerem sexo por dinheiro. Você pode ter, mas os holandeses, em sua maioria (segundo uma pesquisa citada no Lonely Planet) não tem, não ligam e não tão nem aí. E como o treco é legalizado, não tem tanto aquela carga de marginalidade associada.

Uma mistura de pessoas, cada um na sua, uma combinação tipicamente holandesa

O Red Light District é, sim, uma atração turística de Amsterdam, e vai lá todo o tipo de gente. Mesmo. A turistada vai em peso lá, inclusive senhoras, famílias (juro procê), todo mundo na maior boa, passeando, e as meninas lá, na janela, na delas. A polícia patrulha ostensivamente, pra garantir a segurança de todo mundo, e sim, o bairro é muito bonito. E não só isso, também é um bairro residencial e mora um monte de gente lá que não tem nada a ver com a indústria do sexo.

Agora, claro, vai todo o tipo de gente. Sim, vai ter casa de show de putaria, vai ter menina de biquininho na janela, vai ter turma de moleque babaca, saindo pra zoar, vai ter cara querendo descolar umas drogas, vai ter quem vai lá pagar as meninas, óbvio, vai ter sex shop, tudo isso misturado com a turistada, as senhoras, as famílias e os moradores que eu falei.

O que é tipicamente holandês, essa mistura de cada-um-na-sua, uma combinação que eu acho que torna o lugar digno de uma visita.

Dicas de segurança em Amsterdam: O Red Light District

O bairro em si é razoavelmente seguro. Claro, sempre onde tem muita gente, especialmente turistas, sempre tem batedor de carteira, mas é só não dar vacilo. Só que até aí, isso vale pra toda Amsterdam... e Europa... e Brasil e... enfim. Bom senso, gente.

Agora deixa eu te avisar, em letras garrafais: se você for no Red Light District NÃO FOTOGRAFE AS MENINAS! Isso é MUITO importante! Se uma das garotas achar que você tá fotografando ela, principalmente se você for homem, você pode se meter numa encrenca. Não force sua sorte, especialmente quando você pode se machucar.

De resto, expandir seus conceitos em contato com outra cultura não é uma das principais razões para se viajar?

Mais dicas de o que fazer em Amsterdam

Você curte ver pontos menos turísticos e quer algo mais alternativo? Beleza! Pega 5 dicas de uma Amsterdam local e alternativa aqui!

Tem também as minhas dicas de restaurantes locais e bons de Amsterdam (fuja dos armadilhões de turista).

Onde ficar em Amsterdam

E se você estiver procurando dicas de Hotel, Albergue ou apartamento em Amsterdam, escrevi um artigo sobre onde ficar em Amsterdam.

 

Se você fizer sua reserva através dos links do Booking.com aqui no Ducs, eu ganho uma comissão, mas olha só: sem você pagar nada a mais por isso! Muitas vezes na verdade, si mais barato! Então é uma forma de descolar um lugar legal, pagar menos e ainda ajudar o Ducs Amsterdam! 🙂

Anota a lista completa de serviços do Ducs pra ajudar sua viagem:

Espero que você se divirta por aqui 🙂

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Booking.com

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

123 comentários em “O que fazer em Amsterdam: Top 5 coisas pra fazer em Amsterdam”

  1. Vou viajar com uma amiga e chego a Amsterdã no dia 25/4 e ficaremos até o dia 28/4.
    Estamos com dificuldades em fazer a reserva de hotel.
    As diárias são altas e o booking ainda cobra uma taxa salgada.
    Pode nos ajudar?

    Responder
  2. Estaremos indo mais ou menos 15/9 duas pessoas ficaremos 4 dias . Gostaria de saber como vcs trabalham por dia , pou tour ? Grata Lucia

    Responder
  3. Olá. Tenho uma conexão em Amsterdam de 6h20 de duração. Por segurança reservei 3 horas para conhecer.a cidade. Nao vou visitar museus. O que é imperdível para fazrr nestas 3 horas. Inclusive um lanche.

    Responder
  4. Ola Ducs!

    Sou agente de viagens e estou indo pela primeira vez a AMS. O seu canal é incrível! Muito fácil a navegação e tudo mais! Estou seguindo todas as dicas e indiquei para alguns amigos que também irão esse ano. E claro, comprei ingressos através da sua página!
    Obrigada por dividir tudo conosco!

    Responder
  5. Oi! Obrigada por suas preciosas dicas. Estou planejando passar meu aniversário com minha família em Amsterdam. Como é Réveillon gostaria de saber se vale a pena fazer o passeio de barco ou vou virar pinguim? Quanto tempo dura o passeio? Tem dicas adicionais para esta época do ano? Abraços Ana e família.

    Responder
  6. Chego em Amsterdan dia 06/05/19 às 11:454 h. Tenho reserva no hotel até 08/05, quando embarco para Zagreb às 13:30. Portanto tenho até às 11:30 deste dia disponível para conhecer Amsterdan.
    Solicito seus serviços para um roteiro otimizado dentro destes 2 dias.

    Responder
  7. Meu caro, primeiro, parabéns pelo portal. De longe é o site com mais informações relevantes sobre Amsterdam e tem sido essencial para eu montar o roteiro de minha ida em dezembro de 2019 (congelar).

    Apenas uma dúvida: o barco que está incluído na Heineken Experience Rock the City deixa algo a desejar para os mais barcos que passeiam pelos canais? E aqui pergunto pelo passeio em si, e não pelo oferecimento de comidas.

    Obrigado por tudo.

    Responder
  8. Olá tudo bem? Sou Ana Cláudia eu e meu marido Fabiano vamos ter 4 dias em maio em Amsterdam. Achei o site de vocês muito bom. Estamos seguindo no Instagran.

    Responder
  9. Ducs pretendo visitar sozinha Amsterdam. Dá para visitar o red district a noite sozinha ? É seguro também ?
    adorei o site inteiro, to com duzentas abas laterais abertas.

    Responder
    • Oi Viviane,

      Em geral, é possível sim visitar o Red Light District sozinha e à noite; costuma ser bem policiado. Só precisa ficar um pouco atenta, principalmente aos turistas homens que andam em grupos...

      abraços

      Responder
  10. Olá!
    Estarei em Amsterdã no início do mês de abril e gostaria de saber o que visita? Onde se hospedar e onde comer? Qual o meio de transporte utilizar?
    Grato!

    Responder
  11. Quero dar parabéns pelo excelente site!
    Irei p Holanda nos próximos dias e estou mergulhada nas informações disponibilizadas, super úteis!
    Se o tempo me permitir irei contatar p fecharmos algum serviço.
    Obrigado!

    Responder
  12. Parabéns!!!!
    Sou mestre em montar meus roteiros de viagens pela Europa através de sites e blogs, por isso conheço váááários, mas o seu foi o mais divertido, completo e realista que conheci até agora. Adorei!!
    Quando meu roteiro estiver pronto e as datas confirmadas, comprarei meus ingressos através desse blog só para dar uma forcinha.
    Obrigada por tantas dicas legais. Você, com certeza, despertou mais minha vontade de conhecer Amsterdam e me ajudará a curtir essa viagem.
    Um abraço
    Denise

    Responder
  13. Olá! Primeiramente, parabéns pelas dicas, estou montando meu roteiro todo baseado aqui no site!! Estou com uma duvida, estarei aí no inverno, no meio de fevereiro.. sei que nessa época do ano é bem frio, queria saber se há muitas atrações que são impossíveis de fazer nessa época, como andar de barco no canal, etc..

    Obrigada pela ajuda e parabéns pelo trabalho!!!

    Responder
    • Oi Juliana,

      Quase tudo é possível fazer no inverno... o país costuma estar preparado e é planejado para o frio! Andar de barco só não é possível se o canal congelar... mas isso é raro de acontecer...

      abraços,

      Responder
  14. Oi. Não sabia que os ingressos pra casa da Anne Frank tinham que ser comprados online e agora estão esgotados pra data que eu vou (daqui 3 semanas). To muito muito chateada :/ será que tem outro jeito de conseguir, tipo quem compra e não vai...

    Responder
  15. somos 4 brasileiros em amsterdan de 3 a 6 maio, queriamos fazer um pacote turistico incluindo transfer de chegada e saida, passeios tulipas, van gogh e outros. Podem informar seu email para contato? obrigada. aguardo. letice

    Responder
  16. Oi Daniduc, adorei suas sugestões. Estou indo dia 7 de dezembro para Amsterdam e gostaria de saber as temperaturas daí nesta época do ano e como vou passar muitos dias, gostaria que vc me sugerisse cidades próximas para visitar e como é melhor viajar trem ou carro? Obrigada!

    Responder
  17. Boa tarde!

    Gente, entrei pra fazer a compra dos ingressos para o Van Gogh pelo site de vcs, mas eles disseram que não oferecerem os tíquetes Yellow Lane (pra marcamos só o dia, mas não a hora, como vcs comentaram).
    Esse tipo de ingresso não existe mais?

    Obrigado!!

    Responder
  18. Ola, boa tarde!
    Achei seu Blog ou Site ( não sei a denominação ideal) super bacana.
    Vivo em Lisboa e vou passar um dia e meio em Amsterdam sozinha, pois minha amiga chega depois de mim.
    Voces fazem algum tour? Passeio de bike ou caminhando?
    Digo vcs mesmos, vc ou sua mulher?
    Se sim, como funciona?
    Obrigada e bom dia

    Responder
  19. Ola , bom dia !
    Adoro seu site, me ajuda muito!
    Estou com uma duvida, nao consigo selecionar a faixa amarela para compra como ingresso no museu do Van gogh, vc pode me orientar?

    obrigada

    Responder
  20. Olá Eu me chamo Cristina Canavarro estou indo com meu marido em Julho para Amsterdam de passagem , devido ao pouco tempo de estadia ( 1 dia e meio) seria bem vindo assessoria de um guia Vcs podem me ajudar ??

    Responder
  21. Olá! Adorei o post. Eu gosto de fazer o passeio de barco Hop-On / Hop-off. Tem essa possibilidade em Amsterdam? Qual link do site para eu ver as informações?

    Responder
  22. Ola!!!
    Meu nome e Claudia
    Li tds essas dicas e adorei. Alem de ficar mais segura sabendo q foram dadas por um residente e brasileiro.Fiquei ainda mais tentada em conhecer Amsterdam. Quero muito!!!!!
    Estou hospedada na casa de uma amiga Paris. Quro ir ate ai mas vou sozinha daqui e confesso q estou receosa alem de enrolada. Como devo proceder?
    Vc pode me dar uma ideia de quanto devo gastar?
    Quero os 5 passeios sugeridos, o hostel mais barato e n sei se e melhor aviao ou trem?
    Obrigada

    Responder
    • Oi Claudia,

      Que legal que pensa em conhecer Amsterdam. Te digo que muita gente que lê o blog se sente empoderada para ir à Amsterdam sozinha, com você vai ser a mesma coisa! Saber quanto você deve gastar é difícil, depende muito de quais são seus hábitos, do que gosta de fazer, não tenho como estimar. Com relação à hospedagem, deixo aqui essas dicas: https://www.ducsamsterdam.net/hospedagem-europa-hotel-amsterdam/
      Trem ou avião? Na minha opinião pessoal, de quem odeia fazer check in e ficar esperando em aeroporto, trem. Também para ver as paisagens, dá para experienciar muito mais. Mas também vai depender do que você gosta. E com relação ao valor das passagens, também é relativo, há ocasiões em que avião é mais barato, outras em que trem é mais barato, é preciso pesquisar...
      bons passeios, boa estadia em Amsterdam!
      abraços,

      Responder
  23. Olá!
    No texto sobre os ingressos para o Museu Van Gogh, você diz que o ingresso Blue Lane só é vendido no próprio museu, e precisa marcar hora, e que no site é possível comprar o Yellow Lane, sem marcar hora. Depois diz que é possível comprar os dois no site, bastando selecionar Blue Lane ou Yellow Lane.
    No entanto, estou tentando comprar pelo link e só há a opção de faixa azul, com hora marcada. O próprio texto fala "Desfrute de entrada prioritária pela faixa azul no horário selecionado".
    Como faço para comprar ingresso pela faixa amarela?

    Responder
  24. Boa noite, estaremos chegando em Amsterdam, no dia 14 de abril, ainda não sei o horário do voo saindo de Lisboa, pois nosso filho lá estuda, então sairemos do brasil para Lisboa e de lá para Amsterdam. Dúvidas e um pedido de socorro...rsrsr...adoramos seu roteiro de 5 passos imperdíveis, e gostaríamos de saber quanto vc cobra para nos acompanhar e comprar todos os ingressos necessários? Um hotel mais próximo, em um prêço acessível, pois os que vi, entendo ser muito caros, se conhecer na faixa dos 130 euros, fica bem mais viável.Desejamos fazer um roteiro de trem, partindo de amsterdam para bruges e bruxelas....pois nosso próximo País é a Bélgica, mas não me entendo com os trens.... e seus horário...muitas opções.....

    Responder
  25. Boa noite, gostaria de saber se você faz o tour pelas cidades onde o Van Gogh morou: Otterlo, Zundert , Etten e Nuenen.
    Pretendo ir em setembro e mergulhar na vida de Van Gogh. Com certeza vou contar com os serviços descritos aqui.

    Responder
  26. Olá boa noite

    Gostei muito das dicas, estamos nos programando para ir esse ano de 2017 a conhecer a Holanda, de lá iremos para Barcelona, meus filhos moram na Espanha! Depois estaremos olhando os Hostel baratos aí em Amsterdam.
    Obrigado
    Jonatas Ribeiro

    Responder
  27. Olá! Parabéns pelo blog. Irei pela primeira vez para Amsterdam semana que vem e suas dicas têm se mostrado valiosas. Tenho uma pergunta... De antemão já me desculpo se ela não fizer sentido. Como compro o bilhete Yellow Lane para o museu van gogh? Quando vou comprar pelo site, so consigo comprar um bilhete com hora marcada...

    Desde já agradeço

    Marco

    Responder
  28. Ola amei seu site..preciso saber o que posso fazer com o meu filho que tem 18 anos amei suas dicas mas se puder me enviar mais,algumas amaria!! Obrigada
    Att,
    Silmara

    Responder
  29. Olá, estarei em Amsterdam em Abril proximo, junto com uma amiga. Gostaria de saber da possibilidade de um passeio para ver as tulipas, naquela cidade perto daí. E na Red Light Street tbm. Chegaremos dia 03/04 a tarde até dia 07 pela tarde. Tens como ver algo? Após esta data estaremos entrando numa excursão e seguiremos adiante.

    Responder
  30. Olá! Primeiro, parabéns pelo site! Segundo, eu estarei indo para Dublin dia 17/2/17 e minha escala é em Amsterdã. A previsão é que eu fique de 7 a 8 horas esperando meu voo. Vocês sabem se eu posso sai do aeroporto e tentar ir em 1 ou 2 lugares na cidade? Agradeço

    Responder
  31. Boa tarde, Daniel. Parabens pelo site !
    passarei somente três dias, em Amsterdam, depois de voltar de Londres, e estou tentando comprar city tour com o Carlos, mas as datas não abrem (28 a 31/01/17). Tem alguma ideia ?
    Forte abraço.

    Responder
  32. OLÁ!
    OS ingressos yellow para o museu ao entrar no site diz : valido ate 31/12/16
    como faço pra comprar pra 7 de janeiro/17 ? (estarei ai por 4 noites)
    terei que aguardar?

    Responder
  33. Legal! Que bom que conheces o gaúches kkkk. Obrigada pelas informações.
    Deixei outra dúvida em outra página. A dos transportes. Valeu

    Responder
  34. ola acho que são gaúchos!
    Pois eu tb. Estou indo agora dia 25 e gostaria de saber sobre taxis/uber tem algum para indicar. Preciso para pequenos trechos

    Responder
  35. Oi! Muito bacana seu blog, dicas super úteis!
    Estou com viagem marcada para Amsterdam em outubro e vamos para o AMF festival. Você sabe dizer se vale a pena e como funciona?

    Responder
  36. Oi!!
    Eu e meu marido faremos uma conexão em Amsterdam e teremos umas 5 h, o que é possível fazer. O que vc nos orienta?

    Responder
  37. Excelentes dicas Duc! Uma dúvida, estou tentando comprar ingresso para a casa de Anne Frank, mas a partir de 25/10, extamente na semana que procuro, nao consigo comprar, nao há disponibilidade. Você sabe me dizer se não está aberto ainda para vendas nesse período?

    Responder
  38. Olá Daniel gostei muito do seu blog .Estaremos aí dia 25 e26 de setembro ,o grupo tem 14 pessoas ,qual a possibilidade de vc conseguir uma vã para nos acompanhar com um guia ?

    Responder
  39. Oi, Daniel. Muito bacana seu blog. Estou indo para a Europa em setembro e ficarei uns 4 dias em Amsterdam. Devorando aqui suas dicas...rsrsrsrs
    Li seu post sobre compra antecipada de ingressos on line para o museu Van Gogh e lá vc fala sobre 2 tipos de ingressos. Tem até um link pra compra deles. Mas no site do museu não identifiquei essa opção para compra de ingressos (blue ou yellow line). Ao que me parece, lá só dá pra comprar ingresso com data previamente marcada para a visita. É isso mesmo?
    Abraço.
    Luciane.

    Responder
  40. Oi Daniel tudo bem?
    Parabens pelo blog, dicas, parcerias e etc etc etc.
    Infelizmente so descobri hoje seu blog.
    Veja se me ajuda em dois temas.
    1 Vou a Amsterdam e no dia 26 de Jun vou assistir a corrida de moto go em Assen. Como chego la? Alugo um carro? (Nao gostaria), trem? Taxi? Tenho q chegar lá por volta das 8:30 da manhã e retorno por volta de 16:30.

    2 vc sabe dizer qual o tamanho de mala permitido pra despachar pela KLM de Paris pra Amsterdam?

    Se puder me dar um help ou nao agradeco da mesma forma.
    Ainda nao fiz a programacao do q visitar mas as dicas q vc deu vao ajudar. Vou passar o site pra minha filha q está fazendo a programacao.

    Abr.

    Joao

    Responder
  41. Boa tarde! Minha filha tem 4 anos e está nos acompanhando na viagem. Queria fazer Anne Frank+canais e Van Gogh. Ela não paga nenhuma dessas atrações?

    Responder
  42. Olá, estou planejando minha viagem para Amsterdã no final do mês e gostaria de comprar antecipadamente ingresso para Rijksmuseum, mas não no site do museu não há opção de horário e data. Isso significa que comprando o ingresso, eu poderia ir qualquer dia e em qualquer horário? Obrigada pela ajuda e por todas as dicas que podemos encontrar no site!

    Responder
    • Oi Perla,

      Comprando aqui pelo DucsAmsterdam você tem três opções: o ingresso para a entrada no museu, um combo passeio de barco + Rijksmuseum e a visita ao Rijksmuseum acompanhada de um guia brasileiro. Somente para a última opção é que é necessário reservar data. Para as outras duas, o ticket terá validade de um ano a partir do dia em que você adquiri-lo.

      abraços,

      Responder
  43. Oi Daniel, tiramos 1 semana em Amsterdam e estamos seguindo muitas dicas suas! Adoramos os restaurantes, os top 5 as cervejas e o Dia do Rei! Uma delicia de ler é melhor ainda de testar!! Um único alerta que faço é quanto ao Museu Van Gogh. Várias pessoas chegaram como nos, na expectativa de uma "Yellow Lane". Ela nao existe. À espera é igual a quem vai comprar na hora. É a única prioridade que o Museu da e para quem compra no site oficial do museu. Foi uma decepção!! Voltamos no dia seguinte, pq estava muito demorado. O museu é imperdível! Abc Bia Vassimon

    Responder
    • Oi Bia, que bom que curtiu bastante Amsterdam. Com relação ao ticket do Museu Van Gogh, dá uma lida no que está escrito na descrição da Ticket Bar:

      "O Museu do Van Gogh criou um esquema com 2 tipos de ingressos online: o blue lane e o yellow lane. O Blue Lane é vendido apenas pelo Van Gogh mesmo. Esse ingresso é garantido que tem fila zero. Por outro lado, você tem que marcar hora para ir, e se perder essa hora, bem, perde a entrada. E como os ingressos são limitados (justamente para não ter fila), se muita gente quiser no mesmo horário que você, o ingresso se esgota. É comum esses ingressos se esgotarem com semanas de antecedência!

      Já o ingresso pelo Yellow Lane é vendido aqui pelo Ducs, custando um euro mais caro do que o comprado diretamente no Van Gogh. Esse ingresso precisa ser trocado na hora no Van Gogh, mas usa uma fila separada daquela fila monstro da bilheteria física. A espera é muito reduzida, praticamente zero, isso quando não é zero mesmo, e tem a vantagem de você não precisar marcar hora, basta ir quando quiser."

      abraços,

      Responder
  44. Olá Daniel
    Só um sugestão. Colocar quanto tempo leva uma pessoa normal para ver a Casa de Anne Frank, o museu , o passeio de barco... Assim podemos nos planejar. Por exemplo o Louvre em Paris é impossível ver num dia só, mas o D'Orsay dá para visitar em 4 horas.
    Vai ver até já tem aqui, mas eu não achei...
    Obrigada pelas dicaa
    Abraço
    Eliana

    Responder
  45. Bom dia!
    Acabei de comprar os ingressos com vocês para o passeio de barco, van gogh e heinekein experience.
    Só uma duvida.
    No ticket, consta que o passeio de barco o ultimo horário é 16h, sendo que vocês informam na página de compra que vai até as 18h. Qual informação está correta?
    Lembrando que irei em Julho com minha esposa.
    Obrigado novamente!

    Responder
  46. Bom dia Daniel!
    Tenho tentado contato , 2 e-mail sem retorno para a fotografa Luciana .
    Epreciso também de um serviço especial de guia em português . O pessoal do serviço de ingresso não sabe português e não traduz os maus e-mail . Samba do criolo doido...rsrs cada hora um me responde nada com nada .
    Você pode me ajudar?
    Talvez se me enviar o contato do guia Catlos ...Posso falar diretamente com ele?
    Aguardo!
    Abraço

    Responder
  47. Bom dia Equipe Duc!
    Seu site é sensacional, está me ajudando muito na minha viajem para Europa em Julho!
    Tenho uma duvida.
    O ingresso para Van Gogh o Yellow Lane que é vendido por vocês, ele realmente é aceito no museu? Pois não vi essa informação no site oficial deles.
    Posso comprar e entrar no dia marcado mas a hora que quiser?
    Obrigado!!
    Márcio.

    Responder
    • Oi Marcio,

      Agradecemos os elogios!!!
      Sim, todos os ingressos vendidos por aqui são oficiais, fique tranquilo. O ingresso para o Van Gogh museum tem validade de um ano a partir da data que você o adquiriu, ou seja, é você quem decide quando irá utilizá-lo.

      abraços

      Responder
  48. Olá,
    Parabéns pelo seu site, é muito bom.
    Gostaria de saber se no Parque das Tulipas o Keukenhof tem vários moinhos de vento ou apenas 1 moinho? É possível visitá-lo?
    E parece também que tem um castelo lá dentro desse parque, vale a pena visitar? Como funciona?

    Responder
  49. Olá Ducs e equipe… Vou para Amsterdam em abril, e os ingressos para casa de Anne Frank já acabaram (inclusive com vcs…)…. Minha pergunta é: enfrentando a enorme fila, é possível comprar na hora? Vale a pena enfrentar a fila?
    Obrigada!
    Bianca.

    Responder
    • Bianca eu fui em Amsterdã no final de março do ano passado (2015) e aconteceu o mesmo comigo dos ingressos. O que posso te dizer: Chegue cedo! Eu cheguei uma hora antes de a casa abrir e a fila já estava levemente extensa e depois q abriu levei mais 45 min de espera (ou seja foram 1 h e 45 min do total. Mas te digo que valeu MUITO a pena, é um passei que mexe com seu emocional, se não estiver prepararada talvez não valha a pena, mas aí é uma questão pessoal, valorizo demais a experiência que tive.

      Como eu me hospedei perto eu pude ver como a fila ficava kilometrica por volta das 10h da manhã já. Então já me. Programei pra sair no outro dia cedo!

      Responder
      • Jessica Lameri!! Muito obrigada pela dica!! Eu já tinha lido que é uma experiência incrível! Também vou ficar hospedada bem perto de lá… Vou me programar e fazer como vc!! Muito obrigada!

        Responder
  50. Daniel, muito muito esclarecedor este espaço aqui!! Show mesmo. Forte abraço. Planejo levemente conhecer o País...mas é um sonho que estou ainda formulando na minha mente. Fique em paz, voce e sua família.

    Responder
  51. Olá... Adorei as dicas .. Vou em um Congresso no RAI em maio

    .. Percebi o alto preços dos hoteis..mas a cidade parece adorável....confesso que não esperava preços muito superior à Austria... Tem alguma dica de hospedagem próximo ao RAI??

    Responder
  52. Ducs! Socorro! Será que terei tempo de ler todas as suas dicas antes da minha viagem? Espero que sim! Preciso te perguntar sobre a casa da Anne Frank. Sempre quis conhecer , mas sou um pouco claustrofóbica. É melhor eu evitar? É realmente tão apertado assim?
    Obrigada por todas as dicas até agora!

    Responder
    • Oi Lara,
      Tomara que sim, que você tenha tempo de ler - ou... leve o Guia Ducs Amsterdam contigo!Sobre a casa da Anne Frank... depende muito de quão claustrofóbica você é. Ao mesmo tempo que a casa é estreita, muitas paredes são vazias. O que me incomodou quando eu visitei foi a quantidade de pessoas, o fato de ter de esperar praticamente em fila também durante a visita.

      Responder
  53. Olá ducs e equipe!
    Mais uma vez, eu por aqui…
    Já li o post… Mas, uma ficou uma dúvida: é seguro eu ir sozinha no Red Light District? Melhor ir de dia? O que vcs acham?
    Obrigada!
    Abraço,
    Bianca.

    Responder
  54. Oi Daniel.....estou em Itu, meu nome Rosangela, estou pesquisando , surgiu uma oportunidade, de viajar no Natal, pode me dar dicas de Amsterdan

    Responder
  55. Eu tenho uma história longa com a Holanda... Desde 2006 que tenho contato com alguns amigos de lá e quando fui em 2008 me apaixonei de vez por aquelas terras. Devido a faculdade e outras questões pessoais, acabei postergando meu retorno... posterguei, posterguei, mas com fé em Deus, irei em janeiro do próximo ano. Aleluia! rs Eu sempre leio o seu blog e fico relembrando de bons momentos que vivi lá... quero novamente lhe parabenizar (já o fiz por e-mail) pela qualidade dos seus posts.

    Como vocês que possuem blogs me ajudam tanto, resolvi criar um para compartilhar algumas experiências que estou vivendo na organização do meu (de fato) primeiro mochilão pela Europa... se me permite, deixo o Link aqui: http://www.porqueviajar.com.br .

    Abs,

    Responder
  56. Amei seu blog...as dicas são ótimas! Meu sonho é conhecer Amsterdam, e o blog me deixou ainda mais entusiasmada em planejar meu sonho de viagem.....

    Responder
  57. Olá Dani,

    Realmente muito legal seu blog. Estou indo para Amsterdam dentro de alguns dias e estive olhando para comprar alguns ingressos antecipados. Minha dúvida é no caso do Museu Van Gogh, ao tentar comprar pelo site oficial tenho que informar data e horário e comprando pelo teu site (Ticketbar) não há, pelo menos até a parte que fui (não finalizei) a solicitação dessa informação. Então, minha dúvida é se comprando por aqui poderei ir qualquer dia e horário.

    Obrigado.

    Abraço

    Paulo

    Responder
    • Oi Paulo. A história é a seguinte: O Museu do Van Gogh criou um esquema com 2 tipos de ingressos online: o blue lane e o yellow lane. O Blue Lane é vendido apenas pelo Van Gogh mesmo. Esse ingresso é garantido que tem fila zero. Por outro lado, você tem que marcar hora para ir, e se perder essa hora, bem, perde a entrada. E como os ingressos são limitados (justamente para não ter fila), se muita gente quiser no mesmo horário que você, o ingresso se esgota. É comum esses ingressos se esgotarem com semanas de antecedência!

      Já o ingresso pelo Yellow Lane é vendido aqui pelo Ducs, custando um euro mais caro do que o comprado diretamente no Van Gogh. Esse ingresso precisa ser trocado na hora no Van Gogh, mas usa uma fila separada daquela fila monstro da bilheteria física. A espera é muito reduzida, praticamente zero, isso quando não é zero mesmo, e tem a vantagem de você não precisar marcar hora, basta ir quando quiser.

      Espero ter esclarecido

      Abraço

      Responder
      • Dani, muito obrigado pela informação.
        Uma última dúvida, o ingresso Yellow Lane tem que marcar um dia, ou seja, preciso escolher o dia da visita mas não preciso marcar hora, ou posso ir em qualquer dia (dentro de uma validade, provavelmente)?

        Obrigado mais uma vez.

        Abraço

        Paulo

        Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.