Onde sair para dançar, curtir shows e uma balada em Amsterdam: Paradiso, uma igreja que virou casa de shows

Amsterdam tem muitas opções para curtir shows, baladas e lugares para sair para dançar. Porém, algumas são inusitadas... Logo que cheguei na cidade e fiquei sabendo que uma igreja era o templo da música pop tomei um choque. Embora não me considere mais católica, venho de uma família bem tradicional. E até então só conseguia visualizar esse tipo de construção como lugar onde as pessoas iam para rezar.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paradiso Amsterdam (@paradisoadam) on

Aos poucos fui entendendo melhor a cultura holandesa, descobrindo os movimentos históricos e, finalmente, compreendi que uma casa de shows e eventos culturais seria o melhor propósito para a construção que, desde 1968, abriga o Paradiso.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paradiso Amsterdam (@paradisoadam) on

Paradiso: casa de shows em um dos principais pontos turísticos de Amsterdam

Ao lado da Leidseplein (leia sobre ela no 4º principal ponto turístico), Paradiso é a casa de shows que toda banda ou cantor/cantora pop bem sucedida, na Holanda ou internacionalmente, tem que se apresentar ao menos uma vez enquanto existe.

Kurt Cobain, David Bowie, Prince, Ramones, Coldplay, Midnight Oil, Patty Smith, Metallica, The Velvet Underground e muitas outras já se apresentaram por lá.

No vídeo acima, conheça Paradiso por dentro, junto com o vocalista do Aerosmith, Steven Tyler.

No vídeo abaixo, Rolling Stones, que gravou o álbumTotally Stripped no Paradiso, em 1995.

Era março de 1968. Ano da primavera de Praga, de estudantes parisienses nas ruas. E que uma igreja em Amsterdam abria as portas para os hippies. Ganhou o nome de Kosmisch Ontspaningscentrum Paradiso (Centro de Relaxamento Cósmico Paradiso).

Agora, 50 anos depois, o Paradiso abriga anualmente mais de mil eventos por ano em suas diversas unidades, entre shows, baladas, debates, lançamentos de livros. É um verdadeiro templo de cultura onde passam cerca de 600 mil pessoas por ano, das mais variadas faixas etárias e gostos musicais, de acordo com o próprio Paradiso.

E se você, como eu, tem um lado mais "peace and love", te dou outro motivo para visitar o Paradiso: o que eles faturam com a venda de ingressos retorna para o financiamento de iniciativas culturais de jovens talentos, também em outros locais pela cidade.

Uma casa de shows para todas as tribos em Amsterdam

Quando Paradiso foi inaugurada, a casa era mais frequentada por hippies; era o local onde tudo podia, inclusive drogas! Tudo era considerado normal.

Mas agora, Paradiso é considerado um palácio cultural, tendo como frequentadores de nerds a hippies, de crianças a idosos. É também o lugar onde artistas, músicos, formadores de opinião e o público em geral se encontram; onde a diversidade cultural de Amsterdam se reflete.

A antiga igreja – que tem inclusive vitrais – possui três ambientes.  A Grote Zaal (sala grande) recebe os eventos principais. É formada por uma pista e dois balcões laterais, com capacidade para 1200 pessoas. Na Kleine Zaal (sala pequena) cabem 250 pessoas. Algumas atividades mais intimistas acontecem no Kelder (porão).

Paradiso: uma boa opção para dançar em Amsterdam

Se você quer sair pra dançar, Paradiso é uma das boas opções da cidade. No Club Paradiso tocam DJs dos mais variados estilos: dance, hip hop, soul, R&B, house, disco, clubber, reggae etc.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paradiso Amsterdam (@paradisoadam) on

Para vários dos programas, são oferecidos preços atraentes, o que possibilita a fidelidade do público, que pode ver diversos shows o ano todo.

Para quem gosta de Indie – e quer ficar por dentro das novas bandas, mas também continuar seguindo as já existentes, há o Indiestad. Adquirindo o Indiestadpas por 25 euros, você assiste a 50 apresentações, sendo que o cartão é válido de 1º de janeiro a 31 de dezembro de 2019.

Com o Ticket to the Tropics, você paga 40 euros e assiste a 10 shows de world music, principalmente atrações vindas da África e América Latina.

Há também uma agenda anual com shows de música country, folk, roots e americana dos Estados Unidos. A canção Sugar Mountain, de Neil Young, dá nome a essa programação. Paradiso Hip Hop e Super Sonic Jazz completam as atrações por estilo musical.

Na programação de Paradiso também cabe música clássica, com a apresentação de orquestras ou de coros. E, como já havia dito lá em cima, acontecem também sessões de filmes, debates políticos ou sobre ficção científica, lançamento de livros, gravações de programas televisivos… cabe muita coisa!

Ainda que 2019 esteja apenas começando, muitos shows já estão programados para o primeiro semestre. Navegue pelo site do Paradiso (também em inglês).

De casa do povo de Deus para templo pop: a história da igreja

O edifício onde hoje está o Paradiso foi construído em 1879. Foi inaugurado como igreja em 1880 e era a sede da Vrije Gemeente. A Vrije Gemeente é uma igreja holandesa formada por um grupo de pessoas que, em 1877, se afastou da Igreja Reformada Neerlandesa. Chamados de liberais, já no século XIX, seguiam uma linha teológica bastante moderna; se orientavam de maneira mais ampla e livre e tinham interesses por outras religiões e modos de ver a vida.

Em 1965 decidiram se mudar para outro prédio. Foi então que, em outubro de 1967, um grupo de hippies ocupou a igreja, de acordo com a wikipedia. A polícia colocou um fim na ocupação, mas a prefeitura de Amsterdam deu razão para os ocupantes e achou que a juventude precisava de um espaço para se reunir. E então, com subsídios da prefeitura, Paradiso foi inaugurado em março de 1968.

 

View this post on Instagram

 

A post shared by Paradiso Amsterdam (@paradisoadam) on

Nos anos 1970, Paradiso foi ameaçado de extinção por um grande empresário. Ele tentou transformar a igreja e outros prédios que compõem a Leidseplein em um grande hotel e shopping center. Mas um grupo de artistas, famosos e políticos, iniciaram um movimento de resistência. “A Leidseplein deve, graças a estes alternativos, a diversidade e o aconchego de continuar sendo  a sala de estar da cidade, decorada por uma multidão de cidadãos, arquitetos e investidores”, diziam aqueles que queriam manter o Paradiso e outros edifícios que o turismo em massa poderia destruir. E então, em 1977, o empresário desistiu de seus planos. E Paradiso continua até os dias atuais.

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Booking.com

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.