Como os holandeses lutaram por um país de bicicletas

As pessoas vêem a Holanda hoje tomada por bikes e pensam que sempre foi assim, que o ciclismo na Holanda é uma consequência natural e espontânea saída de sonhos e derivada da geografia plana do país. Não foi bem assim.

Holanda e as bicicletas
Uma plantação de bikes na Holanda... (Foto: Daniel Duclos)

Antes da segunda guerra mundial, havia mais bikes do que carros, bem mais - carro ainda era coisa meio rara no mundo. Mas depois da Guerra, o quadro foi se invertendo. A partir dos anos 50 o carro era dominante e foi se tornando cada vez mais nas cidades holandesas.

O problema do carro

O problema é que as cidades não foram construídas para carros — isso resultou em remodelação das cidades, inclusive removendo muito da infra de bikes.

Essa preferência por carros teve consequências. A situação ficou crítica, com as cidades entupidas por carros e um grande número de crianças morrendo nas ruas e estradas derivado de acidentes automobilísticos. Em 1971 houve 3300 mortes no trânsito, sendo 400 de crianças (ou 500, dependendo da fonte. Tenha em mente que a população da Holanda nos anos 70 era diferente de hoje).

Isso revoltou a população, cansada de carros pondo em risco as pessoas nas ruas, a desumanização das cidades sendo adaptadas para servir aos carros em vez das pessoas, a poluição, engarrafamentos e, sim, a morte de crianças.

Protestar para mudar

Protestos explodiram por todo o país. Começou uma campanha chamada "Stop kindermoord" (Pare o assassinato de crianças!), que ganhou grande apoio popular.

O governo foi pressionado a mudar, e nesse cenário a crise do petróleo dos anos 70 só dificultou ainda mais sustentar o modelo automotivo como dominante. Era preciso mudar.

Protesto em Amsterdam por ciclovias
Na foto, vemos uma manifestação de ciclistas ocupando a rua que cortava a Museumplein, na frente do Rijksmuseum. Hoje em dia não existe mais essa rua, é uma praça gramada e temos o icônico I AMSTERDAM na frente do museu. Isso não era assim e não veio de graça - a foto mostra parte da luta pela atual situação. [FOTO: autor desconhecido, citada de NL Cycling, ver fontes e referências]
Por fim, as manifestações forçaram o governo a passar a incentivar o uso da bicicleta, com construção de infra estrutura e passando leis restringido automóveis e protegendo ciclistas. Isso reverteu a tendência e resultou no país infestado de bikes que vemos hoje.

As bicicletas se tornaram trânsito e inclusive eu já listei 10 dicas para você andar de bicicleta em Amsterdam com segurança.

Coisas boas na sociedade raramente ocorrem sem luta

Logicamente esse processo não foi rápido — os protestos entraram nos anos 80 — mas a bicicleta se popularizou cada vez mais, se impondo nas cidades e no trânsito.

A geografia plana do país ajuda? Sem dúvida, mas usá-la como explicação para o sucesso das bikes na Holanda é simplista e não corresponde à história do ciclismo no país. Plana ou não plana, a Holanda estaria hoje afundada em automóveis não fossem iniciativas populares apoiadas pelo governo.

O objetivo desse artigo não é comentar ou comparar com a situação nas cidades brasileiras - a intenção é mostrar que o ciclismo na Holanda não veio de graça caído do céu, presente natural de uma geografia favorável, mas resultado de mais de uma década de luta do povo holandês.

Compartilhe para que as pessoas saibam que coisas boas na sociedade raramente ocorrem sem luta...

E quando estiver aqui, pegue a minha dica de como alugar sua bicicleta em Amsterdam porque...

Ciclovia na Holanda
...Um país que se move sobre duas rodas é muito bom, e vale a luta. (Foto: Daniel Duclos)

Artigo originalmente publicado em 2014 e atualizado agora.

Fontes e referências

 

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com