4 mitos sobre a Holanda que (quase) todo mundo acredita

Oba, vamos comprar encrenca com os leitores! Esse é o tipo de artigo que historicamente me dá problema nos comentários, mas eu não consigo resistir.

Eu sei que ninguém gosta de ouvir que algo em que acredita está errado. E algumas vezes as pessoas ficam realmente nervosas. Tipo, uma vez um cara ficou muito ofendido por causa de um mito que eu detonei, ele achou que eu tava zoando com ele (ou sei lá, a pessoa não parecia ser muito equilibrada).

O bom senso manda eu ficar piano e deixar pra lá, mas se eu tivesse bom senso não seria blogueiro. Né? Bora detonar os mitos!

Daniduc em Amsterdam
Caçador de mitos, Van Gogh style! (Foto: Carla Duclos)

Mito 1: "Na Holanda não tem leite condensado"

Quando a gente tinha acabado de mudar, os níveis de brigadeiro no sangue da Carla baixaram e ela quis logo remediar isso. Ela falou: preciso ir na loja de produtos brasileiros comprar leite condensado.

Eu: você já olhou no supermercado pra ver se tem?

Ela: Não, mas não vai ter né?

Eu: Sei lá. Olha, vai que tem.

Tinha. Claro! De onde que saiu essa lenda de que não tem leite condensado nos outros países eu não sei, mas é meio absurdo se você lembrar que, hã, o leite condensado industrializado não foi inventado no Brasil, mas por uma multi nacional de origem suíça que está presente em mais de cem países.

Leite moça holandês
Gordura, gostosura e linguística. Super combina. Leite condensado combina com tudo. (Foto: Carla Duclos)

Mas nem precisa ser o da Nestlé não. Magina se o país dos laticínios gostosos não ia ter uma marca local mó boa. Procura pelo Gecondenseerd volle melk met suiker da Friesch Vlag. É bom demais.

Leite condensado holandês
(Foto: Carla Duclos)

Onde achar: Cara, tem meio que tudo que é supermercado. SIM! Até no da esquina da sua casa. Não, não é só no Albert Heijn XL. A pegadinha é a seguinte: procura na seção de "alimentos exóticos", perto de onde tem coisa pra fazer sushi, comida indonésia, essas paradas. Tá lá.

(Se não tiver, procura em outras seções. Eu sempre acho).

Papo firme. Já vi no Albert Heijn (pequeno, de esquina), no Deen, no Dirk van de Broek e aposto que tem no C1000 e no Lidl, que nunca procurei porque não tem perto de casa.

Resposta típica: "Ah, mas aqui na Slobônia Meridional onde eu moro (ou minha amiga morava) não tem"

Hum, essas são as lendas da Holanda, não da Slobônia, mas vá lá. Você já olhou no supermercado pra ver se tem? Porque "mais de cem países" é país pra caramba. Dá uma fuçada, e veja direitinho. Às vezes tá em outra seção. Procura em supermercado on-line. Procura em mercearia.

Se não tiver de jeito nenhum (*cof, não procurou direito cof*) , faz o seguinte: pega um litro de leite comum, vira numa panela de fundo grosso, pega 160 gramas de açúcar e vira lá também, põe um tiquinho de bicarbonato de sódio, liga fogo bem baixo e espera virar leite condensado. Pronto.

Resposta típica: "ah, mas holandês não faz doce com leite condensado, eles tomam mais no café, quando tomam"

Verdade. Mas se ele por acaso quiser fazer doce pode, porque TEM LEITE CONDENSADO NA HOLANDA! Hah! 😀

Mito 2: "Na Holanda não tem feijão/só tem feijão em lata/só tem feijão branco"

Sim, tem feijão na Holanda
(Foto: Carla Duclos)

Essa foi o mito que quando eu desdisse ofendeu profundamente o cara que eu falei na introdução. Ele ficou realmente muito puto comigo. Mas eu me sinto na obrigação de repetir, porque dá mó dó dos brasileiros que mudam pra Holanda e trazem metade da mala de feijão e, sério, espaço em mala é precioso.

(Eu não tô inventando: uma vez encontrei um casal no aeroporto que tava trazendo metade da mala de feijão porque um primo tinha dito pra eles que aqui só tinha feijão em lata. Fiquei consternado).

Feijão na Holanda
(Foto: Carla Duclos)

Tem feijão em lata, tem feijão seco, tem feijão branco, marrom, preto, azuki. Tem feijão de tudo que é tipo e cor  e você pode comprar sem stress e fazer do jeito que sua mãe fazia e ser feliz comendo feijão.

Onde achar: No Marqt (o supermercado orgânico), por exemplo, e também no Eko Plaza, ou melhor, supermercados orgânicos em geral. Tem também em algumas feiras (markt, que é feira em holandês e é com k). Costumava ter na Volkskruidentuin, número 142 da Kinkerstraat (tem mó tempo que não vou lá). No Albert Heijn tem feijão branco, fradinho, um marrom, red kidney beans (não tem o preto)... Ponto é, procura que se bobear aqui tem mais variedade de feijão do que no Brasil até. Nunca passei vontade de comer feijão nesses 7 anos de Holanda.

Comida bem Brasileira na Holanda
Dica: esse prato foi comido na Holanda e não veio de KLM não... (Foto: Carla Duclos)

Pronto, chega de lenda de comida.

Mito 3: "Na Holanda não tem roubo"

Cara, essa é pedir pra ter encrenca mesmo. Aposto que já tem gente correndo me xingar no comentário sem nem ler o resto. OK, Daniduc, respire fundo. Tome coragem e continue.

Tem roubo sim. Não, não é frequente na maioria dos lugares da Holanda, em geral não é violento (seria no caso furto, o mais comum), mas tem.

Por que eu tô falando isso em vez de deixar pra lá? Porque mais de um brasileiro chegou aqui babando arco-íris e vendo unicórnios e deixou o notebook em cima da mesa do café e foi ao banheiro e não achou nada na volta, ou largou a bike só com a trava do pneu de trás, sem prender no rack e ficou a pé.

Sem pneu
Ou até travou e ficou a pé do mesmo jeito

(Quer saber como evitar roubo de bike na Holanda? Te dou as dicas).

Aí você comenta com os amigos ou família no Brasil que tem que travar bike e ouve "aí tem disso também, é?"

É. É, tem. Entraram na casa de uma amiga minha e levaram um monte de coisas, também. Tem batedor de carteira, tem golpista, tem pessoa que agarra sua bolsa e sai correndo.

Fica calmo, a criminalidade aqui é baixa, sim, a Holanda é um país seguro, sim. O que eu tô dizendo é só... tipo, não chegar vendo unicórnio nem babando arco-íris, e aplique o bom senso (mesmo se você for blogueiro).

Resposta típica: "Ah, mas no Brasil é MUUUUuUUUuUuUUu(... etc e tal ...)UUuuuuito pior"

Tá. OK. E na Somália é pior do que no Brasil e mesmo assim você tranca a porta da sua casa, né? Aqui, trava sua bike. E não abandona seu laptop.

E evite outras ciladas na Europa.

Resposta típica: "Na minha cidadezinha aqui na Holanda eu não travo minha bike e ninguém nunca rouba"

Acredito total em você. Mas tem outras cidades na Holanda, e tal.

Mito 4: "A Holanda é um país liberal então tá tudo liberado"

Certo, essa afeta mais Amsterdam, mas talvez por culpa mesmo de Amsterdam, acaba levando a Holanda toda.

Não, não é tudo liberado na Holanda, muito antes pelo contrário. Tudo é regulamentado, até a baderna. Digo, se os caras criaram lei e regulamentação até pra puxar fumo!

IMG_0442

Não pode beber na rua (exceto em zonas delimitadas), não pode fumar tabaco dentro de coffeeshop. Prostituição é regulamentada. Tudo é muito cheio de regras.

Dito isso, é um país onde tem liberdade de expressão de verdade, e eu gosto da abordagem prática que os holandeses têm: já que as pessoas vão fazer, vamos ao menos organizar.

O que eu quero dizer com essa lenda é: não sai despirocando a parafuseta achando que "pode tudo", a não ser que você tope pagar em euro advogado em holandês.

(Exceto no dia do Rei, hehe.)

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Booking.com

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

15 comentários em “4 mitos sobre a Holanda que (quase) todo mundo acredita”

  1. Olá Daniel, aqui no Brasil se fala muito que a Holanda está fechando presídios por falta de presidiários, isso é real?

    Responder
  2. Oi!! Já comprei ingressos pelo DucsAmsterdam e foi perfeito!!!Também contratei transfer é deu tudo muito certo!!!Pessoas sérias recomendo!!!

    Responder
  3. É.. dia desses tive que "destruir" um mito holandês tb.. Uma amiga "descoladíssima" voltou de viagem de Amsterdam e querendo contar uma história diferentona jurou que na Heineken que ela bebeu tinha "algo" estranho, pq deu uma "onda diferente". Miga sua loka, não é porque o uso recreativo de maconha é liberado na Holanda que eles usam maconha em tudo não.. As pessoas acham mesmo que na Holanda tem maconha no Big Mac, no potinho de sorvete, na Heineken.. Affe!!

    Mas achei que no final da minha explicação ela ficou até um pouco frustrada, afinal, tinha sido uma experiência única né..

    Responder
  4. Eu fico muito chateada,quando alguém me fala que tudo na Holanda é liberado.As pessoas deviam procurar saber mais sobre o país .Liberado mesmo é no Brasil,onde fumam na Praia,ruas em qualquer lugar,sem respeito algum ..Um amigo me disse: Na Holanda família não existe,todos fazem troca de casais,quase dei na cara dele!!Troca de casais fazem em qualquer país,notícias Brasil tbm.Tem muita gente sem noção!!!Holanda um dos países mais organizado do mundo e de valores morais á cima do normal .

    Responder
  5. Kkkkkkkk to passando mal de tanto rir! Eu realmente acreditava nos 3 primeiros mitos!
    Parabéns Ducs!
    Estou me preparando para mudar para Holanda e pesquiso quase tudo no seu site.
    Obrigada por textos tão claros e bem humorados!
    Gabriella

    Responder
  6. Olá, no Albert tem feijão preto sim eu compro sempre lá! Ele fica em frente a seção do arroz normalmente, é um pacotinho pequenininho de 350gr e a marca é Valle del sole. A embalagem é toda em holandês.

    Responder
  7. Morei por um ano em Wageningen (que não é nenhuma metrópole) e todos os mitos foram muito bem quebrados!! O leite condensado tinha no C1000 e no Lidl também (e, repito, eu não morava em nenhuma metrópole rsrs). Ou feijão pode ser facilmente encontrado também em lojas especializadas em alimentos "exóticos". Durante um ano, não passei vontade de comer feijão também além do que, cá entre nós, o feijão em conserva não é nem um pouco ruim, basta temperar um pouco na hora de cozinhar). E uma amiga teve a bike roubada (só para reforçar: eu não morava em uma metrópole rsrs). Abraço e parabéns pelo ótimo texto!

    Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.