O que comer em Amsterdam: Degustação de queijos típicos holandeses

Ah, os queijos típicos holandeses... Sim, a França tem a fama, mas a Holanda também, e se você está vindo pra Amsterdam, degustar os queijos típicos holandeses é um programão (ainda mais se for num bairro bem bacana).

Foi o que fui fazer.

Depois de comer a melhor torta de maçã e passear na feira de orgânicos do Noordermarkt, eu resolvi mostrar para a Valentina (do food blog Trem Bom, de visita a Amsterdam) se a fama dos queijos típicos holandeses era justificada.

Fomos juntas pra uma casa de queijos deliciosa em Amsterdam, no bairro do Jordaan. O Jordaan além de lindo (pensou canais, casas barco e casinhas de tijolinhos?) é cheio de coisas legais pra se fazer (como o Dani indica nesse roteiro para uma conexão em Amsterdam, por exemplo).

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
Por dentro queijos, por fora, a típica Amsterdam (Foto: Carla Duclos)

Casa de queijos típicos holandeses: Reypenaer

A casa de queijos chama-se a Reypenaer e nela são vendidos os queijos que eles mesmos produzem.

História: uma empresa familiar

É uma empresa familiar que começou em 1936 com a comercialização de queijos nos arredores da cidade de Woerden na Holanda. Naquela época os queijos estavam se tornando cada vez mais importantes na Holanda. Eles eram entregues de barco através do rio Oude Rijn e iam sendo manualmente colocados no antigo armazém Wijngaard que ficava ao lado do rio.

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
Primeiro passear por Amsterdam, depois degustar queijos típicos holandeses. Programão! (Foto: Carla Duclos)

A empresa foi sendo passada de geração à geração e eles foram desenvolvendo e focando muito no processo de maturação dos queijos. Hoje a empresa está na terceira geração.

O processo de maturação e o sabor dos típicos queijos holandeses

Os queijos maturados no antigo armazém Wijngaard foram ficando conhecidos pelo sabor e maciês. Até hoje os queijos são feitos com um processo manual de maturação, mantendo o sabor característico. Os funcionários tem um comprometimento de longo prazo, pois o objetivo é que o conhecimento desse trabalho de maturação permaneça e vá sendo passado adiante.

E até hoje eles usam o tradicional armazém, colocando no rótulo dos queijos maturados lá o nome "Wijngaard". Claro, com o crescimento da produção, eles construíram mais um armazém, mas nos moldes do tradicional.

Casa de queijos Reypenaer em Amsterdam
Os queijos e acessórios são uma excelente lembrança pra sua viagem (Foto: Carla Duclos)

Sugestões de presente ou lembrança de viagem em Amsterdam

A loja é uma graça. Eles tem um balcão central com os queijos à mostra e você pode provar todos eles antes de comprar.

Casa de queijos Reypenaer em Amsterdam
Qual será o mais gostoso? Bem, só tem um jeito de saber... (Foto: Carla Duclos)

Os queijos pra provar ficam sobre uma tábua de madeira linda que tem uma guilhotina pra fatiá-los. Você corta o queijo na espessura que deseja: gostosura com uma linda apresentação.

Casa de queijos Reypenaer em Amsterdam
Você sempre pode provar o queijo antes de decidir comprar...(Foto: Carla Duclos)

A tábua também está a venda. Além da tábua eles tem uma ralador especial pra fazer lascas dos queijos mais envelhecidos. Os dois, são excelentes opções alternativas para presente ou uma lembrança da sua viagem para Amsterdam.

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
(Foto: Carla Duclos)

Degustação de queijos típicos em Amsterdam: Comendo e aprendendo

Enquanto eu e a Valentina olhávamos os queijos tentando entender um pouco mais sobre eles, um vendedor super atencioso veio perguntar se precisávamos de ajuda e começou a nos dar uma aula. Dava pra ver o brilho nos olhos dele ao contar sobre o processo de fabricação e das características do sabor dos queijos. O cara conhecia e gostava do que fazia (lembra que comentei do comprometimento de longo prazo?). Foi muito legal.

A gente ia aprendendo e provando os queijos.

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
(Foto: Carla Duclos)

Eu comprei nesse dia o queijo mais maturado que eles têm, o XO, com 2,5 anos de maturação. Eu achei delicioso. Esse queijo é apenas fabricado com o leite extraído da vaca no período do verão, considerado de melhor sabor, pois as vacas passam mais tempo ao ar livre.

Mais um detalhe, repare nas fotos que os queijos vem em embalagens lindas e são também uma excelente opção para presente.

Degustação de queijos acompanhados de vinhos

Se você quiser realmente aprender sobre os queijos típicos holandeses, a Reypenaer oferece uma degustação de queijos acompanhados de vinho. A degustação de queijos dura aproximadamente 1 hora.

Eu sabia que eles tinham essa degustação, dei a dica pra Valentina que adorou a ideia e voltou lá no dia seguinte com a amiga dela que veio passar as férias junto com ela em Amsterdam. Perguntei depois como tinha sido e ela me disse que foi excelente e mega recomendou. Eu já queria ir e depois desse feedback fui fazer a prova de queijos assim que pude. E eu ADOREI.

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
Sabe, escrever pro Ducs é um trabalho duro, mas a gente faz o sacrifício, né? (Foto: Carla Duclos)

Eu fiz a degustação: Comi queijos deliciosos acompanhados de vinhos, aprendi sobre o processo de maturação dos queijos que eles fabricam, sobre o armazém onde os queijos são maturados, a identificar as características do sabor de cada queijo e um pouco sobre como harmonizar os queijos com os vinhos.

Como é a maturação dos queijos típicos holandeses?

O processo de maturação é manualmente acompanhado. Os queijos são virados duas vezes por semana. Eu peguei nas mãos um queijo já bem maturado, que perdeu boa parte do seu peso ao longo do processo, e ele era bem pesado. A pessoa que faz esse trabalho tem que ser forte.

O queijo absorve muito o sabor do ambiente. Os queijos deles são maturados em prateleiras de madeira e isso confere um sabor muito especial. Eles usam também métodos naturais de controle de temperatura, deixando ar fresco entrar no local durante a noite para resfriar. Pelo fato da casa de maturação estar localizada numa fazenda com área verde em volta, esse ar que entra na casa vai também contribuir com o sabor dos queijos.

Não é muito legal isso tudo?

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
Que tal uma hora todinha dedicada a experimentar queijos e vinhos, e ainda aprender com um especialista? (Foto: Carla Duclos)

Queijos da degustação produzidos pela Reypenaer

Eles produzem dois tipos de queijo de cabra: um com 4 meses e outro com 10 meses de maturação. Eu confesso que não sou a maior fã de queijo de cabra, mas o deles é delicioso. Gostei mais do envelhecido por 10 meses. Mas meu conselho pra você é: prova os dois e me diz se concorda comigo. Boa ideia?

Casa de queijos típicos holandeses Reypenaer em Amsterdam
(Foto: Carla Duclos)

Além do queijo de cabra, eles produzem o queijo Gouda, que é o queijo típico holandês. É o queijo básico aqui da Holanda. Segundo a especialista que conduziu a degustação, o queijo Gouda holandês é característico por ter uma cor amarelo brilhante devido ao beta-caroteno presente na grama holandesa. As vacas não processam essa beta-caroteno que passa para o leite dando essa coloração durante o processo de maturação.

Durante a degustação, eu provei 4 tipos de Gouda com diferentes estágios de maturação, sendo 6 meses o mais novo e 2,5 anos o mais maturado (aquele que eu comprei na minha primeira visita). A especialista disse que esse é o tempo máximo de maturação do Gouda.

Depois disso o queijo se esfarela. Esse tempo máximo é válido apenas pro Gouda, que é feito no formato redondo e com um diâmetro específico. Outros queijos, fabricados e maturados em outros formatos e tamanhos, como o parmesão por exemplo, que tem o diâmetro mais largo, podem ser maturados por bem mais tempo. Um ano de maturação do Gouda equivale a 3 do parmesão.

Harmonizando queijos e vinhos

A degustação é toda acompanhada de vinho. Eles tem opção não alcóolica também. O pareamento do vinho pode ser seguindo a mesma linha de sabor do queijo, como foi feito com o queijo de cabra mais jovem, ou, com contraste de sabor, como foi feito com os Goudas mais envelhecidos, pareados com vinho do porto.

O sabor mais forte do queijo é contrastado com o doce do vinho do porto. O queijo de dois anos e meio pode ser até acompanhado de whisky ou conhaque devido ao seu intenso sabor. Eu gostei muito da harmonia com o vinho do porto.

Casa de queijos Reypenaer em Amsterdam
(Foto: Carla Duclos)

Quando fazer a degustação

A degustação é oferecida diariamente e tem vários horários. Você pode escolher o horário e comprar seu ingresso aqui com a parceria Ducs Amsterdam / Get Your Guide. (Ou usar o banner abaixo)

E ah, uma dica bem legal é que após a degustação, você ganha um diploma assinado por eles que te dá desconto vitalício de 15% sobre os produtos da loja. Assim, faça a degustação primeiro e depois compre os queijos.

E se estiver no pique de continuar seu passeio-comida pelo Jordaan, mês que vem eu te darei a dica de uma chocolateria sensacional que fica bem na frente da Reypenaer.

Nos vemos lá?

Serviço

Reypenaer - http://www.reypenaercheese.com
Endereço: Singel 182
Tel: +31 (020) 320 6333
Abre domingo as 11h00, segunda as 12h00 e terça a sábado as 10h00. Fecha todos os dias as 18h00.

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Um jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando… e me dá uma força preciosa!

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam

Booking.com

Reserva um hotel bacana aqui em Amsterdam!

Eu escrevi um artigo com muitas onde ficar em Amsterdam.

E se você fizer sua reserva através dos links do Booking aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente (ao mesmo tempo que você paga menos pelo hotel).

Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português e pagar menos! :) Todo mundo ganha!

Booking.com

14 comentários em “O que comer em Amsterdam: Degustação de queijos típicos holandeses”

  1. Olá, estou querendo comprar um queijo que trouxe da holanda .... tem como enviar para mim aqui no Brasil ?

    Responder
  2. Oi, Carla. Tudo bem?
    Estou indo para Amsterdan em poucas semanas e estou pensando em fazer a degustação de queijos.
    Uma perguntinha: a degustação é farta ou não da pra esperar muito?
    Beijos e obrigada pelas dicas. Estou curtindo muito!

    Responder
    • Oi Ju,
      A degustação inclui 6 tipos de queijos e você vai comer uma ou 2 fatias pequenas de cada acompanhado dos vinhos. Não dá pra considerar como uma refeição.
      Legal saber que está curtindo as dicas.
      Abraço!

      Responder
  3. Amei a dica, Carla! 😀 Só fiquei com uma dúvida quando ao idioma: as explicações são só em holandês ou podem ser tb em inglês, caso eu queria levar amigos brasileiros?
    Ps. Aguardando ansiosa o próximo post! Estou adorando!!!! 🙂

    Responder
  4. Excelente dica! Qd estive na Holanda em abril provei esse queijo maturado de 2,5 anos mas qd voltar com ctz farei a degustação!

    Ansiosa pela dica da chocolateria!! 🙂

    Ps: a dica da cervejaria que vc deu em um post no início do ano e fica nesse mesmo bairro (Jordaan) foi excelente! Também super recomendo!

    Responder
  5. Adorei o post!
    Em outubro estarei na Holanda e com certeza vou incluir a degustação de queijos e vinhos no meu roteiro.
    Abraços!

    Responder

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.