9 dicas de como encontrar emprego em Amsterdam e trabalhar na Holanda

Trabalhar na Holanda

Então, eu não tenho como te dar uma ajuda personalizada sobre como encontrar emprego em Amsterdam e na Holanda. Não tenho como avaliar todos os casos particulares que existem.

O que eu posso fazer, porém, é te dar dicas gerais de como encontrar emprego em Amsterdam e na Holanda. Espero que ajude, mas lembre-se: não existe fórmula mágica. Cada história é única. Se alguém te prometer um passo-a-passo infalível, desculpa, mas é cilada, e a pessoa quer na verdade outra coisa (em geral conseguir uns cliques no Google). Eu não vou te fazer promessas impossíveis e nem te iludir com contos de fadas.

Eu vou jogar a real. Vamos lá.

Como encontrar emprego na Holanda
...por exemplo, não vou prometer que ir de manhã para o seu trabalho na Holanda é todo dia assim... hehe.

1. Não limite a busca a Amsterdam

Primeira dica é... amplie sua busca: a Holanda é um país extremamente pequeno, e Amsterdam é apenas uma das cidades.

Trabalhar em Amsterdam
(sim, bem linda, mas não é a única cidade linda na Holanda)

É extremamente fácil ir de uma cidade a outra aqui, e muita gente, mas muita gente mesmo, mora em uma cidade e trabalha em outra. Busque em diversas cidades da Holanda, porque Amsterdam é pequena, e limitar a busca à ela é limitar desnecessariamente suas chances.

2. Atualize seu LinkedIn em inglês

O LinkedIn ainda serve para empresas e agências de emprego procurarem candidatos. E aqui na Holanda eles usam sim para caçar candidatos com o perfil que desejam. Então, primeira providência, corre atualizar seu LinkedIn em inglês. Não adianta nada ter o perfil em português, passa tudo pro inglês.

3. Saber inglês é o mínimo, holandês é altamente desejável

Dependendo da sua profissão, é totalmente possível arrumar emprego falando apenas inglês aqui, maaaaaaas... lembre-se que isso também quer dizer que os holandeses em sua grande maioria falarem inglês, ou seja, falar inglês não é um diferencial... é apenas o mínimo. E eles têm a vantagem de falar holandês...

Então, hora de praticar línguas e por o inglês em dia e aprender o máximo que conseguir de holandês. Mesmo que seu holandês não vá chegar rapidamente num nível suficiente para atuar profissionalmente, o quanto mais você souber, melhor.

Os holandeses apreciam muito estrangeiros se esforçando para aprender a língua, então no mínimo saber algum holandês pode ajudar a impressionar positivamente na entrevista.

4. Busque ativamente em sites de emprego e fóruns da sua área

Comece a procurar emprego já do Brasil.

Eu já falei do LinkedIn, mas rola sair vasculhando outros sites. Na área técnica, o MonsterBoard ajuda bastante. Para empregos mais gerais, tem o Undutchables.

Além disso, toda profissão tem algum lugar onde o povo da área gosta de se encontrar... um grupo no Facebook? Um fórum de  dúvidas técnicas? Ache esse lugar e frequente, participando construtivamente da comunidade. Isso fará seu nome ser notado.

Ah, e pode olhar sites de empresas holandesas que oferecem vagas na sua área. Em holandês "vagas" é vacatures.

5. Não esqueça da cover letter ("carta de apresentação")

Quando você for enviar um CV pra uma empresa holandesa, inclua uma "cover letter", uma breve apresentação sua, porque você é o cara ou a mina pro emprego, highlights da sua carreira. Sem cover letter, eles em geral nem olham seu CV. Colocar no corpo do email apenas um breve "veja CV anexo" é pedir pra ser ignorado. Dá uma elaborada.

6. Se for possível, agiliza cidadania européia

Olha só, por política eu não respondo sobre vistos, mas vou te dizer que o melhor é você não precisar de visto algum. É um trampo pra empresa providenciar um visto pra você, e custa dinheiro. Não quero dizer que sem cidadania é impossível, eles fazem sim, especialmente se for para contratar imigrantes altamente qualificados. Maaaaas... se você já tem a cidadania europeia (mais precisamente de países membros da União Europeia, que liberam trabalho sem visto na Holanda), já sai na frente. E se não tem ainda mas pode tirar, de repente compensa você ir atrás.

7. Eu não sei como é o mercado de trabalho pra sua profissão... mas você pode saber

Mercado de trabalho é algo que você tem que acompanhar de perto pra saber. Se você não está na área específica, fica muito difícil de saber. Então, eu realmente não tenho como saber como é o mercado pra sua área, nem as particularidades de todas as áreas de atuação profissional.

Mas você pode descobrir: fuçando nos fóruns e nos sites de emprego que descrevi. você começa a ter uma noção mais clara. E nos fóruns, LinkedIn, você pode fazer contato com pessoas que efetivamente estão atuando na sua área, e que podem te dar um feedback melhor.

8. Não use o Google.com.br

O Google padrão no Brasil é o Google.com.br. Faz sentido - e ele vai te dar resultados otimizados para o Brasil. Em vez disso, use o Google.nl, holandês. Os resultados são diferentes e focados na Holanda. Isso faz diferença e vai te trazer resultados muito mais relevantes de vagas aqui.

E já que está por aí, não tenha medo de usar o Google Translate para ir se virando enquanto seu holandês não melhora...

9. Contrate um Skype In com número na Holanda

Skype in funciona assim: você recebe um número no país destino e, quando alguém liga praquele número, o Skype redireciona pro seu Skype... Com isso você consegue um número holandês, e as empresas podem fazer uma ligação local e você atende no Brasil, no seu Skype. Mas você não paga por ligação: a empresa que ligar paga uma ligação local, e você só paga uma taxa fixa anual para ter direito ao número. De repente é um investimento que vale a pena. Veja aqui.

Minhas dicas eram essas. Espero que ajude e que você consiga um trampo bacana na Holanda. Quem sabe a gente não toma um café juntos algum dia? 🙂

Boa sorte!

Dica extra: Transferindo dinheiro pro Brasil

Nesse período de transição, e mesmo depois, pode ser bem útil saber como transferir dinheiro da Holanda pro Brasil. Eu uso a Transferwise há anos. É um sistema simples: você transfere a grana pra Transferwise aqui na Holanda e eles fazem a transferência equivalente lá no Brasil pra conta da sua escolha. Ou seja... em vez de efetivamente o dinheiro sair daqui e ir pro Brasil, que demora e é caro, o que acontece é que a Transferwise, que tem conta aqui e no Brasil, recebe aqui e transfere lá, tipo, muito rápido.

Ideia simples, né? A companhia foi criada pelo primeiro funcionário do Skype, para resolver o problema que ele tinha de receber em outro país. Usa o meu link afiliado aqui e resolve esse problema de transferir dinheiro pro Brasil.

Deixe um comentário

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.