O melhor guia online sobre Amsterdam, em português” – Estadão

O transporte público em Amsterdam: como usar ônibus, tram, metrô e trem

por Daniel Duclos em 07/02/2011

O transporte público em Amsterdam é bastante bom, coisa que você nunca adivinharia ouvindo um amsterdanês típico falar. Reclamar do transporte é um esporte nacional da cidade — bem, reclamar é um esporte nacional do país, ok.

Mas como usuário constante de transporte público, aqui e no Brasil, posso dizer que  o de Amsterdam é bom sim e, apesar de ter seus problemas, funciona. Vejamos como.

Ponto de tram em Amsterdam

Ponto de tram em Amsterdam (Foto: © by Arthur Staal, all rights reserved, used with kind permission)

Empresas de transporte público que atuam em Amsterdam

Existem 3 principais: a mais presente é a GVB, sigla em holandês de Companhia Municipal de Transportes (respire fundo, GemeenteverVoerBedrijf, pronto). Opera trams (isso é bonde), ônibus, metrô e a balsa.

Existe também a Connexxion, que opera algumas linhas de ônibus em Amsterdam.

E tem a NS, companhia holandesa de trens. Em geral você vai pegar o trem só se você vai pra outro município, mas não necessariamente. É perfeitamente possível pegar um trem pra andar entre duas estações de trem dentro de Amsterdam.

Todas essas empresas se odeiam e se possível não se conversam. Embora isso esteja mudando e esteja havendo uma lenta, lenta integração com o famoso OV-Chipkaart. Calma, que eu explico. É o próximo tópico.

Ônibus articulado em Amsterdam

Ônibus da GVB em Amsterdam (Foto: © by Arthur Staal, all rights reserved, used with kind permission)

Como pagar o transporte público em Amsterdam: OV-Chipkaart

Vocês, novatos de Amsterdam, não sabem como têm sorte pra entender o pagamento do transporte público. No meu tempo, eu tinha de fazer uma faculdade de holandeseologia avançada com pós graduação em lógica batava só pra saber quanto custaria ir de casa até o centro. Eu peguei o tempo das strippenkaart (mais adiante no artigo eu te conto o que era e porque nem tenho tanta saudades assim da danada). Vocês hoje tem essa molezinha de OV-Chipkaart, só fazer blip e desblip com o cartão eletrônico e pronto.

Claro, todo mundo paga mais caro agora pelo privilégio de não precisar fazer contas envolvendo euros, faixas de papel, estrelas e cores diversas, mas tudo tem um preço nessa vida, e se tem uma coisa que companhia de transporte sabe fazer, é cobrar o preço.

Pronto, deixa eu explicar. O sistema de transporte público de Amsterdam — e gradualmente da Holanda toda, mas vamos nos ater à cidade por enquanto — usa um cartão com um chip chamado OV-Chipkaart.

OV-Chipkaart que dizer Cartão de chip para Transporte Público. OV é curto pra Openbaar Vervoer, Transporte Público em holandês. Sim, "Público" se diz "Openbaar" em holandês. É ou não é uma língua civilizada?

Quais OV-Chipkaart existem? Qual comprar?

1. Cartões temporários

O OV-Chipkaart vem numa variedade de formas querendo atender ao maior número possível de pessoas com máximo lucro pras companhias de transporte. Qual comprar vai depender do seu uso. Vamos começar do mais caro, mas mais simples: o OV-Chipkaart descartável.

O OV-Chipkaart descartável, direto com o cobrador ou motorista do tram ou ônibus. Custa, nesse minuto, €2,70 [NL] e vale por uma hora pra todo tram, metrô e ônibus da companhia de transportes municipais de Amsterdam, a GVB.

Eu acho um roubo o preço, e não sou o único. Por outro lado é prático, isso de entrar no tram e pagar a sua viagem (ou viagens) se você não tem o OV-Chipkaart e está de passagem por Amsterdam (e só vai usar o transporte naquela hora).

Se você está a turismo e pretende usar o transporte público com regularidade, talvez seja interessante comprar os passes diários da GVB. Tem de 24, 48, 72, 96, 120, 144 e (tá campeão de tabuada já?) 168 horas. Também conhecidos por passes de um a sete dias.

Quanto custa? Veja os preços no site da GVB.

2. Cartões recarregáveis

Agora, se você vai passar um tempo mais longo na cidade, talvez valha a pena pagar um OV-Chipkaart recarregável pra chamar de seu. Tem duas versões: anônima (eu chamo de "Enemy of the state", em homenagem ao filme) e personalizada. Eu comecei usando a anônima, porque, né, dane-se o Estado, privacidade e tal, mas aí o governo fez uma oferta que não pude recusar: tornou mais barato viajar identificado, e eu vergonhosamente vendi minha privacidade em troca de uns euros extras no fim do mês.

Suspiro.

Enfim, tanto o cartão anônimo quanto o identificado custam, hoje, €7,50 (só o cartão!). Daí você pode recarregá-los com euros (no máximo 150 deles) e a tarifa é calculada com base na distância percorrida.

Ao fazer o check-in, ele desconta €4,00. Ao fazer o check-out ele devole o que sobrou dos seus quatro pilas menos o preço da tarifa, que é o preço-base (hoje €0,79) mais €0,105 por quilômetro percorrido. Esses 79 centavos você paga só por entrar no transporte, a não ser que você já tenha pago eles nos últimos 35 minutos. Daí ele conta como uma baldeação (overstappen), e tá tudo certo, cê só vai pagar os quilômetros extras.

Tá complicado? Tô simplificando. E imagina como era a strippenkaart. Mas não se preocupe, essas contas você só tem de fazer se vai ficar aqui um tempo que justifique. Enfim, faça como 98% das pessoas que conheço: faça blip na entrada e saída e fique irado quando seu saldo fica baixo e você tem de recarregar (mas DE NOVO?!).

Ah, cê quer saber por quanto eu vendi minha privacidade? Eu peguei um desconto, esses produtos, tipo assinatura, só podem ser carregados no cartão personalizado.

Os preços todos estão no site da GVB, e, sortudo você, tem em inglês.

3. Cartões integrados NS e GVB

Lembra que eu falei que as companhias se odeiam? Pois, em geral os cartões da GVB não valem na NS. Tem dois jeitos de mudar isso. Um, se você mora aqui, é comprar um cartão da NS, ativar a função de OV-Chipkaart pra NS (tem de se cadastrar no site e depois confirmar em uma máquina da NS) e aí ele passa a valer em ambas as empresas.

Dois, se você tá de viagem e só quer poder ir de trem pra Schiphol sem comprar passagem separada da NS e usar o mesmo OV-Chipkaart em tudo, eles têm um produto integrado exatamente pra isso.

Onde comprar (e recarregar) o OV-Chipkaart

Logo na frente da Estação Central (Amsterdam Centraal Station e não, não é inglês, note os dois aa) tem uma loja da GVB. Acho que é o lugar mais fácil pra comprar o seu OV-Chipkaart. Existem lojas da GVB em algumas estações de trem/metrô também. Veja todos os endereços das lojas, sim, no site da GVB.

Transporte público em Amsterdam

Casota da GVB na frente da Centraal. Procure por ela.

Também é possível comprar o OV-Chipkaart on-line.

Se você tá super confiante, pode comprar o cartão nas máquinas da GVB que existem nas estações de metrô. Dá pra pagar com cartão de crédito, Chipkinip e PIN (esses dois últimos são coisa de holandês ou, bem, de quem mora na Holanda). Nessas máquinas também dá pra você recarregar o saldo do seu cartão (assim como em máquinas amarelas no Albert Heijn, bancas, alguns ônibus da Connexxion e outros lugares).

OV-Chipkaart: como usar

Seja qual for seu OV-Chipkaart, o modo de utilizá-lo é sempre o mesmo:

Ache a maquininha com o logotipo do OV-Chipkaart e encoste o cartão nela. Isso se chama "check-in". Você ouvirá um blip, se tudo deu certo, ou péééé, caso não — olhe o visor pra entender o motivo. Ao desembarcar, ache a maquininha mais próxima da porta de seu desembarque e encoste novamente o cartão *blip*. Isso é o "check-out". No visor é mostrado o status do seu cartão, preço da viagem e outras informações relevantes.

Public transport Amsterdam

Essa na frente é a máquina que lê o OV-Chipkaart. Na frente, o logo do cartão. Em amarelo, ao fundo, a máquina de carimbar strippenkaart que, se tudo der certo, você não irá encontrar.

Se você está viajando com um cartão com validade por hora (aqueles de 1 a 7 dias), a sua hora começa a contar a  partir do primeiro check-in. Sempre faça check-in e check-out.

Não fez check-in e está lá, viajando todo soltinho dando uma de esperto ou esqueceu de fazer o check-in? Multa, mané! Sai por €35,00 mais o preço da passagem [fonte em NL], mais o micão. Ah, não vou dizer que nunca vi gente usando o manjadíssimo xaveco de "I'm a tourist, I didn't know" com sucesso, mas se quer saber, se você esqueceu honestamente, pague, e se deu uma de esperto: pague e bem-feito.

Não fez check-out? Se você está viajando com cartão recarregável, saiu a sua viagem por módicos e singelos €4,00 do seu saldo. Em outras palavras: ouch, que preju! Se você tá viajando por hora, o cartão vai reclamar da próxima vez que você for fazer check-in.

Se der um erro e você fizer, digamos, check-out  seguido de check-in de novo no mesmo tram, dá pra pedir seu dinheiro de volta, mas a GVB não facilita sua vida. Tem de prencher formulário, mandar pelo correio, é um perrengue.

Ok, chega de OV-Chipkaart. Vamos ver os meios de transporte público coletivo em Amsterdam.

O bonde (tram)

O tram é o bonde (em Portugal, eléctrico), que no Brasil foi eleito como sinônimo de atravanco e atraso e extirpado das ruas. Claro, sim, pra abrir caminho pros super modernos ônibus, movidos pela indústria petrolífera e automobilística, que aplicou esse golpe com sucesso nos Estados Unidos e Reino Unido. Enquanto isso, o bonde continou muito do bem obrigado na Europa, transportando a galera com eficiência em diversas cidades.

Inclusive Amsterdam.

Eu gosto de tram, bastante. Em Amsterdam, no centro, é o melhor transporte público. Tá certo, quando um quebra os outros que vêm atrás têm de fazer todo um malabarismo ou ficam travados mesmo, mas no geral é um meio de transporte bem agradável.

Se você está de passagem por Amsterdam, o mais provável que o tram seja seu maior meio de transporte (fora as pernas e, se você tiver alugado uma, a bike, claro).

Eu escrevi um artigo completo sobre o tram em Amsterdam, e recomendo a leitura pra evitar de pagar alguns micos.

E ah, uma coisa: é traM. Não "trem" ou "trã". TraMM. :)

Tram Amsterdam

Em algumas ruas de pedestre passa também tram. Fique atento. Já salvei uma guria que estava distraída, certa vez. Não, tô falando sério. Se ouvir o trim trim do tram, saia da frente.

Tram em Amsterdam

Neve leve eles até que enfrentam...

O ônibus

Em Portugal é autocarro, em Sampa City é bumba ou busão, em Amsterdam é bus. Não como em inglês "bãs", mas bus com aquele U holandês que todos nós gostamos. Em Amsterdam, as linhas municipais são operadas pela GVB, e nas partes em que o tram não chega é o que domina, ou seja, tem maior importância quanto mais pra fora do centro. No centro o que manda é o tram mesmo, embora naturalmente circulem diversas linhas de ônibus.

A Connexxion opera, além de algumas linhas locais, linhas intermunicipais, servindo locais que ficam fora do alcance da GVB. Por exemplo, dá pra ir pra pra Zaanse Schans de ônibus da Connexxion (além de trem).

Ônibus é ônibus, não tem muito segredo. Você entra pela frente, faz blip com seu OV-Chipkaart, senta, observa as paradas serem anunciadas no monitor e pelos sistema de autofalante (quando funcionam), faz check-out na saída, quando quiser descer aperte o botão de parada. Nada muito fora do comum, a não ser que não há cobrador: essa parte é feita pelo motorista mesmo.

Se estiver usando a Connexxion, você pode, além de usar o OV-Chipkaart, comprar uma passagem direto com o cobrador, se o seu destino ficar fora de Amsterdam (Zaanse Schans, por exemplo). Pergunte quanto é, porque dependendo de pra onde você vai pode sair mais barato comprar a passagem do que blipar seu OV e pagar por quilômetro.

Um lance que é importante saber que existe é o ônibus noturno ("nachtlijnen"). Eles operam madruga adentro, mas neles não vale o OV-Chipkaart. Você tem de pagar avulso a passagem, que é mais cara. Mas um busão noturno pode salvar uma caminhada na friaquinha tensa de Amsterdam noturna do inverno. Veja todas as infos em inglês sobre as linhas noturnas da GVB.

O metrô

Metrô é pouco útil pra quem vai turistar só no centrão de Amsterdam. Lógico, tem estação de metrô no centro, mas elas são tão perto uma da outra que nem compensa pegar pra andar entre elas.

Agora, se você vai dar rolê mais pra longe, aí o metrô já fica interessante. Como turista, eu diria que a sua maior chance de pegar o metrô é ir até a Bijlmer ArenA, onde tem uma área de compras e o estádio do Ajax, o Amsterdam ArenA (onde, além de jogos e um tour pra visitantes, rolam uns shows).

O intervalo entre os comboios é maior do que entre trams e ônibus, por exemplo, podendo passar fácil dos 15 minutos, indo pra casa dos 20, o que é bem irritante pra quem calcula o tempo certinho de chegar num lugar e perde o comboio por segundos.

As estações, variam, há umas melhores do que as outras, algumas com grande infra (especialmente, claro, aquelas integradas com estações de trem, como a própria Bijlmer e a Amsterdam-Zuid, por exemplo).

Metro Amsterdam

Pra abrir a porta do metrô tem de apertar o botão. Fuja deste micão. (Foto: © Carla Duclos)

E o mico (ou "porque eu não tenho tanta saudades assim da strippenkaart")

Quando eu cheguei, o metrô não tinha catraca, eles estavam instalando. Ainda funcionava a srippenkaart, e a Holanda estava dividida em um sistema de zonas. Era mais ou menos assim: pra cada zona que você fosse cruzar, você teria de "pagar" uma faixa em uma cartela de faixas (strippenkaart). Além disso, você tinha de pagar uma faixa extra, sempre. Então, se você ia da zona A pra B, tinha de anular 3 faixas: uma básica e mais uma pra cada zona, A e B.

Agora, isso é uma mega simplificação (quais as zonas? E se você embarca em uma parada que está na fronteira de zona? E se você desembarca numa fronteira de zona? E se você vai do ponto A ao B de um jeito e volta de outro, varia o número de faixas? E se...), só que já era baderna o suficiente pra mim. No meu, o quê, segundo dia de Amsterdam, eu tinha de ir ao centro. Munido de uma cartela de zonas, prestes a entrar no metrô, perguntei na recepção do hotel (ainda não tinha alugado o apê):

— E, hã, quantas faixas eu anulo pra ir daqui ao centro?

— Três. Na verdade, seis, porque vocês estão em dois.

Ok, fui super confiante pro metrô. Como não havia catraca, não há até hoje cobrador e o condutor é inacessível, você tinha de carimbar você mesmo (e sim, uma galera, hã, "pulava" esse passo e ia na dura, arriscando a multa). Bom, fui lá eu carimbar as seis faixas numa máquina amarela em que você insere a faixa e ela KATCHLUNG carimba automaticamente a faixa, anulando-a. E aí comecei:

KATCHLUNG!

Depois mais uma: KATCHLUNG!

Daí pensei, bem faltam 4: KATCHLUNG! KATCHLUNG! KATCHLUNG! *caramba que trampo* KATCHLUNG!

Na volta, mesma coisa: KATCHLUNG! KATCHLUNG! KATCHLUNG! KATCHLUNG! *ufa* KATCHLUNG! KATCHLUNG!

Nenhum holandês se deu ao trabalho de me avisar que é só pra carimbar a última faixa que você está pagando. Ou seja, eu deveria ter carimbado a 3a e a 6a apenas, indicando duas passagens de 3 faixas. Eu carimbei as 45 faixas da minha primeira strippenkaart antes de eu ler no Lonely Planet que eu estava adquirindo um mico de proporções konguescas, além de estar fazendo ginástica à toa.

Suspiiiro.

Veja o mapa do metrô em Amsterdam. Aliás, esse site tem mapas de metrô do mundo todo!

Bicicleta no metro de Amsterdam

Ah sim, você pode levar sua bicicleta no metrô: tem de ser nos vagões designados e tem de pagar um adicional na tarifa. Em tram e ônibus, bikes não são permitidas a não ser que sejam as dobráveis. (Foto: © Carla Duclos)

A balsa

Sim, Amsterdam tem balsas, mas não é pros canais não. Pra esses há as pontes. A balsa da GVB serve pra ligar Amsterdam à Amsterdam-noord, o bairro que fica depois do het IJ, a baía na frente de Amsterdam. Amsterdam-noord não é muito frequentada por turistas, mas pode ter coisas interessantes lá, como alguns bares e restaurantes que, justamente, não são muito frequentados por turistas.

Balsa da GVB em Amsterdam

Balsa da GVB em Amsterdam, atrás da Centraal.

Existem 5 rotas de balsa, e você pode levar sua bicicleta junto. A passagem é gratuita. Mais informações, como sempre, no site da GVB.

Ah sim: há um túnel pra carro e ciclistas ligando Amsterdam-noord, que passa por debaixo do NEMO.

O trem

O trem na Holanda é todo um universo a parte, e um sobre o qual pretendo ainda escrever um artigo dedicado. Se você está de passagem, provavelmente só irá pegar o trem entre Schiphol e a Centraal Station. E é nesse trecho que irei me concentrar... por enquanto :)

Em Schiphol, as plataformas de trem ficam no subsolo (interessante pensar em subsolo em um aeroporto com altitude negativa: -6 m) e são acessíveis do saguão principal. A primera coisa que você deve fazer é comprar uma passagem pra Amsterdam Centraal.

Você pode usar as máquinas amarelas. Teoricamente elas aceitam cartão de crédito, cobrando uma pequena taxa extra, mas já vi gente com dificuldade de usar o cartão. Você sempre pode tentar. Como é o aeroporto, o menu em inglês ou está por padrão ou é bem fácil de acessar.

Caso você prefira, há um balcão de atendimento, que também cobra uma taxa extra na passagem pra ter uma pessoa de verdade pra falar contigo.

Máquina de passagens no Schiphol Amsterdam

Máquina de passagens no Schiphol Amsterdam

Depois que você pagou, o lance é achar agora o próximo trem que pare na Amsterdam Centraal. Existem alguns trens que vão direto, outros que param antes, alguns têm a Centraal como ponto final, outros apenas param lá a caminho de destinos posteriores. O que importa é achar um que pare lá, e tem bastante.

Pra achar, você pode, além de, logicamente, perguntar pra algum guarda, olhar nos painéis amarelos que contém os horários regulares dos trens ou ficar fuçando o painel azul que lista os próximos trens. E na frente de cada plataforma tem também um painel que diz qual o próximo trem que irá parar ali. Assim:

Trainstation Schiphol Amsterdam

E, claro, você sempre pode planejar sua viagem usando o site da NS em inglês. Lá tem também o preço. Coloque como origem Schiphol e destino Amsterdam Centraal Station.

Em geral os maquinistas anunciam a Centraal em inglês, mas o nome é praticamente igual ao holandês, acho que dá pra você se virar.

Aliás, uma vez eu estava vindo de Schiphol junto com o casal de amigos Rodrigo e Aline. Estávamos falando português, cheios de mochilas (eles estavam passando um mês viajando por aqui), mas eles estavam indo pra nossa casa, claro. Então fui descer em uma estação diferente da Centraal. Uma senhora muito solícita me informou que ali não era a Centraal — crente que eu era turista. Eu respondi em holandês: "eu sei, eu moro aqui". Acho que fui meio abrupto, mas foi sem querer, culpa do meu holandês ruizim.

De qualquer forma: dificilmente você irá errar a Centraal.

Amsterdam Centraal Station

A Centraal de Amsterdam vista de um ângulo mais original e menos usual.

A checagem de bilhetes é feita de maneira aleatória. Mantenha-o com você ou prepare-se pra um colóquio com um fiscal que, acredite em mim, já ouviu esse papinho de "sou turista moço" muitas, muitas vezes. Sorte lá.

Calcular rota de transporte público na Holanda

Quando digo calcular rota, quero dizer, você consegue descobrir todo o itnerário entre quaisquer dois pontos na Holanda usando o transporte público.

Nem preciso dizer que todo mundo aqui usa isso, né? Mesmo pra fazer um trajeto que já conhece, já que você consegue calcular com uma razoável precisão o horário de saída da sua casa e chegada na porta do destino final. Então, junte-se aos locais e veja como usar o 9292ov e calcular qualquer rota de transporte público na Holanda. Recomendo altamente que você siga o link.

O transporte em Amsterdam é mesmo super pontual e eficiente?

Não é aqui aquela precisão suíça lendária (que, desconfio, é lenda até na Suíça). Claro, há problemas, e diversos. Sim, há atrasos de trams, trens, ônibus e metrô — mas na ordem de minutos. Sim, em Amsterdam o metrô não é dos mais modernos e tem um intervalo razoável entre trens. Sim, há escadas rolantes quebradas nas estações, e alguns elevadores cheiram bem mal.

Cartaz em estação de metrô em Amsterdam é contestado por um anônimo

O cartaz diz que a escada-rolante está quebrada, mas que deverá em dezembro funcionando de novo. A letra de mão acrescenta "e no dia seguinte detonada de novo".

E no entanto, o transporte aqui é bom. Quando digo isto, não digo em comparação com o do Brasil — e nem acho que se deva comparar com o da Suíça pra se dizer que é ruim. O transporte público é bom porque é perfeitamente possível usá-lo no dia-a-dia de uma maneira prática, sem sentir necessidade de um carro particular. Um carro é um conforto, e este é o ponto. Ele é um conforto, não uma necessidade diária, ao menos para nós. Quando precisamos de um carro, alugamos — duas vezes, pra nossa mudança de Amsterdam pra Haia.

Então, não, o transporte não é super mega pontual, mas sim, de modo geral ele é eficiente.

E, se nevar, espere desastre.

E você? Mande suas dicas e micos!

E você? O que você acha do transporte público de Amsterdam? Eu contei um micão que paguei, conta um seu aí também. E, ah, eu não esgotei o assunto: existe muito mais pra se dizer, e se você tem uma dica legal, compartilha aí com a gente nos comentários.

---

Nesse artigo usei duas fotos de Arthur Staal, que gentilmente me cedeu seu uso. Ele tem um excelente photostream no Flickr chamado Amsterdam Rail. Eu recomendo altamente que você acompanhe.

Se você está planejando uma viagem pra Amsterdam, dá um pulo na minha página de dicas sobre Amsterdam.

Daniel Duclos (Daniduc), é um brazuca que mora na Holanda com a esposa, também brasileira, desde novembro de 2007. Criou o Ducs Amsterdam, o qual escreve, fotografa e edita. Em 2011 lançou um guia de Amsterdam e virou pai de uma linda garotinha, com quem redescobre o mundo todos os dias.

Procurando hotel pra sua viagem?

Eu escrevi um artigo com muitas Dicas de hospedagem.

Se você fizer sua reserva através dos links aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente. Então é uma forma de descolar um lugar legal, pagar menos, ter suporte em português e ainda retribuir o Ducs em Amsterdam! :) Todo mundo ganha!

Ah... e o Booking lista hotéis no mundo todo! Não precisa ser só em Amsterdam!

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Comprar ingressos online é um dos melhores jeitos de evitar ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando.

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam e fuja dessa roubada!

Algo a dizer? Manda bala! :)

(Ah, você tem uma dúvida? Leia antes a FAQ. É sério! Se você ler os comentários vai notar que um GRANDE número de respostas minhas são "veja essa FAQ" e o link pra resposta que a pessoa queria. Tipo, a resposta já está lá, basta olhar! Poupa o tempo de todo mundo, mas especialmente o seu, que tem a resposta bem antes...)

Você leu a Política de Comentários aqui no Ducs?

Comentários escritos TODO EM CAIXA ALTA não serão aprovados.

Dê lá o seu recado!

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

{ 365 comentários… leia abaixo ou deixe um }

Rafael abril 11, 2014 às 05:00

Olá Daniel!

Vou chegar em Amsterdam daqui uns dias, Schiphol, e tenho que ir direto para Utrecht. Você poderia me ajudar?

Muito obrigado

Responder

Monica abril 5, 2014 às 12:37

Boa tarde,
Vou passar 2 dias em Amsterdam e depois pretendo ir pra Colônia. Fui comprar o bilhete de trem pela internet, porém como está em cima da data não consegui. Será que é possível comprar o bilhete na própria estação de trem no momento da viagem?
Você sabe me informar qual o horário do último trem entre essas cidades?
Obrigada!

Responder

Daniel Duclos abril 7, 2014 às 21:13

Monica, vocÊ semrpe pode tentar. Mas se tiver acabado a passage, acabou. É questão de ver se tem na hora. Não sei os horários de trem entre AMS e Colonia.

Responder

Amira abril 4, 2014 às 23:32

Oi Daniel,
Tudo bem??
Estou me preparando para ir à Amsterdam no início de maio e seu site tem sido uma mão na roda! Muito obrigada pela ajuda, certamente vou fazer os passeios sugeridos e me entupir de stroompwafell (do jeito certo!). Eu tenho uma dúvida e ficaria imensamente grata se você pudesse me esclarecer! Vou viajar com meu marido, cada um com uma mala média e uma mochila como bagagem de mão. Vamos nos hospedar no Easyhotel, que fica em De PIJP. Usei o site 9292.nl como você recomendou para encontrar o caminho e dei uma pesquisada. Aparentemente, posso chegar ao hotel fazendo a combinação onibus + tram (chegando até a porta do hotel), trem + trem + tram (duas quadras do hotel) ou trem+metro+tram (duas quadras do hotel). A primeira opção parece a mais óbvia, até porque a diferença de tempo e custo entre as opções não é muito grande, além de ser bastante chato ficar andando de um lado para o outro arrastando mala, porém fico receosa de ter que pegar ônibus no aeroporto com malas. Tem espaço nos ônibus para acomodar as malas? Ou você acha mais fácil pegar o trem+tram? Muitíssimo obrigada pela ajuda!

Responder

Daniel Duclos abril 4, 2014 às 23:52

O ônibus em geral tem uma área reservada pra “passageiros especiais” ou seja, com carrinho de bebe, malas ou cadeirantes. A pegadinha é que se o espaço estiver coupado, cadeirantes tem prioridade sobre carrinho de bebe, que tem prioridades sobre malas. Em geral tem espaço. Aliás, isso que eu disse vale pra tram também.

Responder

Amira abril 4, 2014 às 23:58

Bom, então tanto faz no final das contas, saindo do aeroporto vai ter bastante gente disputando esse espaço…
Muito obrigada pela ajuda, quando voltar te conto o que eu achei da tua cidade! ;)

Responder

Daniel Duclos abril 5, 2014 às 00:02

Lembre-se que a maioria das pessoas usa o trem pra ir pra cidade do aeroporto. Eu arriscaria o ônibus, mesmo porque, se der azar naquele, sempre tem o próximo.

Responder

Fernando abril 2, 2014 às 05:11

Primeiro gostaria de lhe parabenizar pelo ótimo blog que mantêm, gostaria de encontar mais como este, de verdade.

Agora aproveito seu espaço para uma dúvida(sim, antes li seu FAQ para não,pagar mico).

Eu chegarei pelo aeroporto e meu hotel é próximo ao parque pincipal(vondemark ou coisa assim), e pelo que li aqui estou bem localizado, mas a dúvidas são:

1)Como saber qual trem pegar que me deixe próximo ao hotel e não na central station, que pelo que vi esta localizado na metade do caminho entre o aeroporto e a central station?
2)Meu retorno será de trem com destino a bruxelas, porém este trem partirá da central station muito cedo(07:30am), logo, consigo pegar um trem em um ponto próximo do hotel que me deixe na central station com segurança ate essa hora de partida? Se sim, onde vejo onde pegar o trem, qual o trem e os horários que eles passarão lá e qto tempo leva até a central station?

Obrigado desde já pelo auxílio

Responder

Daniel Duclos abril 4, 2014 às 18:59

1) Use o http://9292.nl/en ou o Google Maps (https://www.google.com.br/maps/) para planejar as rotas e saber passo a passo como ir do aeroporto até a porta do seu hotel. Sim, esses sites são confáveis e são os que eu uso.
2) Veja resposta acima :)

Responder

Mauro Mascarenhas abril 2, 2014 às 00:42

Boa noite!!

Antes de mais dizer que este blog me deu uma ajuda enorme. Trabalho excelente.

Preciso de uma ajuda vou ficar Hospedado em um hotel perto da Estação Ferroviária Zaandam, a minha questão era saber se com algum dos cartões já falados o I amsterdam City Card ou o OV-Chipkaart consigo ir da Estação Ferroviária Zaandam até ao centro da cidade?
Já a agora apanhando o trem no aeroporto passa em Zaandam certo? Ou tenho de apanhar mais que um?

Obrigado pela ajuda um abraço.

Responder

Daniel Duclos abril 4, 2014 às 19:02

Com o OV-Chipkaart de saldo sim, mas com o OV de horas (vale por 24, 48 72 horas etc) não. Com o I Amsterdam não.

Responder

Luiz da Penha março 30, 2014 às 15:31

Olá Daniel, tem alguma dica de city tur ou guia em português ai em Amsterdam?

Responder

Daniel Duclos março 30, 2014 às 20:22
Luiz da Penha abril 2, 2014 às 18:21

Valeu pela dica Daniel. Já enviei emal pra ele.
Vou refazer de hotel pelo booking partindo daqui do seu blog.
O que voce escolheria entre um Holliday in perto da estação do metro de Van Boshuizenstraat por R$ 1600 para 3 noites ou um WestCort perto da Estação Centraal por R$ 2600 ?

Responder

Natane março 26, 2014 às 22:31

Parabéénss pelas dicaaas, são muito booas!
Estou indo dia 11 passar apenas 2 dias, e você está me ajudando bastante! rsrs

Responder

Daniel Duclos março 27, 2014 às 09:18

Fico feliz em saber, boa viagem, Natane

Responder

Mary março 23, 2014 às 16:39

Olá, acho legal você colocar algo bem no início, como por exemplo
Leia antes de fazer a pergunta… Muitos perguntam a mesma coisa!

Brasileiro tem preguiça de ler rsrsrs

Vai a minha pergunta:
Ficarei com meu esposo uns 03 dias em Amsterdã,
Como dica, o que você acha que nao podemos deixar de ir.
Adoramos andar a pé e transportes públicos.

Parabéns pelo blog e obrigada pela atenção abs

Responder

Daniel Duclos março 23, 2014 às 17:47

Mary, dá uma lida nas minhas top 5 coisas pra fazer em Amsterdam, é o que eu acho que é imperdível: http://www.ducsamsterdam.net/top-5-coisas-pra-fazer-em-amsterdam/

Responder

carlos pratas março 22, 2014 às 20:28

Vou estar em Amesterdão na primeira semana de Abril. E sorte, sorte mesmo o Benfica joga para a liga europa em Al Kmaar nessa semana. Como devo deslocar-me para Alkmaar tendo em conta que o jogo começa ás 20.30 h e acaba cerca das 23.00 h.
Pode ajudar-me.
Obrigado

Responder

Daniel Duclos março 23, 2014 às 17:43

Carlos, o ideal é você usar o http://9292.nl/en pra calcular a rota e horários certinho – mesmo proque é exatamente o que eu faria para responder a sua pergunta porque nunca estive em Alkmar. Abs

Responder

Mafalda Reis março 18, 2014 às 14:37

Olá Daniel!

Desde já muitos parabéns pelo blog e obrigada pelas dicas! Têm sido muito úteis para planear a minha viagem!

Vou viajar com o meu namorado para Amesterdão na próxima semana e tenho umas dúvidas relativamente aos transportes.

Vamos ficar hospedados no Villa Monte Dana Amsterdam Airport (perto do aeroporto de Schiphol). Fui ao site 9292 e já sei que para ir para o centro de Amesterdão teremos que andar 10/15 minutos a pé até à estação de comboio (trem) Halfweng-Zwanenburg, que nos levará até à estação Amsterdam Centraal em 10 minutos.

As minhas questões são as seguintes:

1 – Esse mesmo comboio, no sentido oposto, vai até ao aeroporto de Schiphol?

2 – Há comboios nocturnos a partir da Amsterdam Centraal Station, que pare em Halfweng-Zwanenburg, para podermos voltar para o hotel mais tarde? Se sim, até que horas? São mais caros?

3 – Como queremos passear muito, estamos a pensar comprar o cartão da GVB de 96h. Serve para os autocarros (ônibus) nocturnos, ou temos que pagar um bilhete à parte?

4 – O tram e o metro terminam a que horas?

5 – Já sei que o cartão da GVB não serve para os trens da NS. Visto que teremos de comprar passagem de trem pelo menos 2 vezes por dia (é a única forma de sairmos e chegarmos ao hotel), não haverá um cartão semelhante aos da GVB, de vários dias/horas, para a NS? Se sim, dá para utilizar nos comboios nocturnos (caso existam)? Ou melhor: haverá um combinado GVB e NS?!

6 – Como vamos na Primavera, queríamos visitar o Parque Keukenhof. Como o nosso hotel é “perto” do Schiphol, pensamos em apanhar o autocarro lá. A minha pergunta é: quando compramos os tickets combinados (viagem de bus + entrada), tanto no site do parque como no teu blog, está incluída a viagem é de ida e volta, certo?

Obrigada e beijinhos de Portugal!

Mafalda Reis

Responder

Daniel Duclos março 23, 2014 às 17:27

Nossa Mafalda, muitas perguntas… muitas inclusive já foram respondidas no texto e no blog, ou ao menos ensinando como calcular. Por favor, tente priorizar as suas perguntas…

Responder

Mafalda Reis março 27, 2014 às 00:44

Oops! Ficou meio grande, sim! Peço desculpa…

Entretanto já encontrei algumas respostas às minhas perguntas. Eu li tudinho, apenas continuei com dúvida, daí ter voltado a perguntar.

Então cá vai:

1 – Os bus nocturnos estão incluídos no cartão de horas GBV?

2 – Li no post acima que há como recarregar viagens NS nos cartões GBV, mas o link indicado já não existe. A minha pergunta é se há algum tipo de “desconto” na NS, como há na GBV (um preço por x horas) ou um combinado dos dois. É que vamos andar muito de trem, pois o nosso hotel fica perto do aeroporto.

Obrigada!

Responder

Daniel Duclos março 27, 2014 às 09:17

1 – Não, devem ser pagos a parte
2 – Até onde eu saiba, não

Responder

luis março 28, 2014 às 21:36

Mafalda voces ficam muito longe do centro de Amsterdao de dia podem ir de autocarro ou comboio mas a partir da 24:00 so de taxi que vai custar cerca de 35 a 40 euros!!!

Responder

Elisa Lansing março 15, 2014 às 07:37

Olá Daniel

Estou adorando seu blog. Vamos pra Amsterdam no final de abril e já anotamos diversas dicas de viagem. Uma delas foi o uso das balsas gratuitas. Em virtude disso, cogitamos nos hospedar num Hotel em Amsterdam Noord. Mas ficou uma dúvida que não consegui sanar através do mapa no modo street view: se eu desembarcar da balsa a pé, eu consigo atravessar a estação Centraal e sair do outro lado sem pagar o metrô? Ou a estação é fechada e só atravessa quem está usando os serviços da estação?

Pergunto isso porque, ficando num hotel no Noord, para passear a pé teremos de fazer esse caminho todos os dias.

Muito obrigada.
Elisa

Responder

Daniel Duclos março 15, 2014 às 10:06

Sim, consegue, sem problemas. A não ser que eles mudem isso, o que duvido.

Responder

Agnelio S Inacio março 10, 2014 às 02:58

Por gentileza, criança de 6 anos paga transporte publico em Amsterdam??

Muito obrigado. Agnelio

Responder

Daniel Duclos março 10, 2014 às 12:07

Sim.

Responder

Vinicius março 8, 2014 às 02:35

Daniel parabéns pelo site.
Estou indo para Amsterdam pela primeira vez semana que vem, ficarei 48 horas na cidade. Entrada e saída pela Amsterdam Centraal, ficarei hospedado no Hotel ibis Styles Amsterdam City. Os locais que irei são: Heineken Experience, Rijksmuseum, Praça Dam, Red Light District, De Bekeerde Suster no primeiro dia e no segundo irei ao: Museu Van Gogh, Vondelpark, Museu Anne Frank e Cervejaria brouwerijhetij. No outro dia saio pela manha pela Amsterdam Centraal. Minha dúvida é a seguinte: Estou pensando em fazer tudo isso de bicicleta vc acha viável? Pensei em alugar na MACBIKE CENTRAL STATION WEST que segundo o site fica aberta 24 horas todos os dias da semana.
Obrigado e abraço

Responder

Daniel Duclos março 10, 2014 às 12:12

Acho sim. Boa viagem

Responder

Deborah março 4, 2014 às 03:55

Oi, Daniel . Tudo bem ? Vou me hospedar no Citizen M, em Zuideramstel.
Gostaria de saber se o deslocamento noturno para a Red Light e baladas em geral fica complicado. Como funciona o sistema Nightbus ? Adorei o seu site e o tomei como base para montar minha viagem. Parabéns ! Excelentes dicas !

Responder

Daniel Duclos março 6, 2014 às 21:03

Deborah, depois da meia noite e tralalá, a GVB fornece algumas rotas de ônibus noturno (nachtbus). Última vez que vi a passagem era de €4,50 válida por 90 minutos. Pra calcular a rota e horarios certinhos, use o site http://9292.nl/en

Responder

ADRIANA LAVINAS março 1, 2014 às 15:00

Bom dia Daniel!
Você pode me informar se os trens Aeroporto Internacional de Schiphol até à Estação Central de Amesterdam funcionam 24 horas?
Agradeço sua atenção.
Adriana

Responder

Daniel Duclos março 10, 2014 às 15:52

Durante a madrugada tem um trem noturno com horários especiais, cerca de a cada uma hora e pouco.

Responder

Ellen Nascimento fevereiro 27, 2014 às 14:07

Olá Daniel,
tudo bem? Minha dúvida é parecida com a da Isadora. Ficarei em Amsterdam do dia 12 a 16 de maio e vou turistão básico mesmo – Anne Frank, Heineken pro maridão (apesar de falar com ele sobre as inúmeras cervejarias legais), Red Light, Vondelpark, Van Gogh e Keukenhof. Tirando o Keukenhof e Vondelpark consigo resolver tudo a pé? O que você indica? Pretendo ficar no Marnixstraat. É seguro?
Dank u wel

Responder

Daniel Duclos março 3, 2014 às 02:12

Ellen, Marnixstraat é tranquilo. Tudo a pé acho difícil, mas é possível, se você tem pique de andar.

Responder

Isadora fevereiro 25, 2014 às 22:51

Oi! Vou conhecer Amsterdam dias 12, 13 e 14 de Abril. Vamos ao Museu da Anne Frank, ao Heineken Experience,ao Red Light District, a Kalverstraat e ao Vondelpark (estaremos no The Flying Pig Uptown). Sinceramente, precisamos comprar o GVB 3 days ou vamos conseguir fazer essa maratona sem usar transporte publico?
Obrigada!

Responder

Isadora março 3, 2014 às 16:03

Oi! Vou conhecer Amsterdam dias 12, 13 e 14 de Abril. Vamos ao Museu da Anne Frank, ao Heineken Experience,ao Red Light District, a Kalverstraat e ao Vondelpark (estaremos no The Flying Pig Uptown). Sinceramente, precisamos comprar o GVB 3 days ou vamos conseguir fazer essa maratona sem usar transporte publico?
Obrigada!

Responder

Daniel Duclos março 3, 2014 às 16:39

Veja resposta pra Ellen, imediatamente acima.

Responder

Gabriela fevereiro 21, 2014 às 17:33

Oi Daniel, boa tarde! Esterei em Amsterdam em novembro e chegarei de trem, vindo de Paris, na Centraal. Estarei hospedada no Hotel Doria e o google me indicou pegar o tram (bonde) 16 até Dam/Raadhuisstraat. Está correto? Será fácil comprar? Enrolo inglês… Obrigada!! Gabi.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 24, 2014 às 20:51

Gabriela, você pode pegar o 16, o 9, o 4, o 24. Ou se tiver no pique, andar (são 900 metros, 12 minutos). Comprar é fa;cil, fale com o cobrador e ele provavelmente ira entender o que você ta querendo com ele :)

Responder

Afonso Campana fevereiro 20, 2014 às 21:03

Boa tarde Daniel.

Cara, existe uma rota do centro até o Schipol de bicicleta? E mais importante, tem aonde eu deixar a bicicleta no schipol? Te pergunto porque quero ir de bicicleta até o Schipol e depois pegar o ônibus para Keukenhof…

Abraço.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 24, 2014 às 20:45

Afonso, sim existe rota. Pra achar, use o planejador de rotas pra bike,a qui: http://routeplanner.fietsersbond.nl/ (escolhe a lingua nas bandeirinhas, canto superior direito da tela). Abraço

Responder

Afonso Campana fevereiro 26, 2014 às 03:44

Daniel, boa tarde.

Muito obrigado, mas te incomodando um pouquinho mais, o mais importante é saber se tem aqueles ferros para amarrar as bicicletas lá no Schiphol (imagino que tenha com certeza, é bobagem minha, só não quero pedalar até lá e dar com os burros na água). Tu saberias me dizer?

Abraço

Responder

Daniel Duclos março 1, 2014 às 13:25

Eu nunca fui ao Schiphol de bicicleta, então nunca reparei onde eles ficavam, ou se existiam. Olhando o site do Schiphol.nl achei isso:

“A maioria dos prédios do Schiphol Real Estate possuem espaços cobertos para estacionamento de bicicletas.”

Porém, usando o Google achei pessoas reclamando que não conseguiram estacionar as bikes lá. Então, well, fica a seu critério arriscar.

Responder

Kátia fevereiro 19, 2014 às 21:23

Olá!!Vou passar apenas 1 dia em amstedam, vale a pena comprar o “Daily pass ” 24 horas!!! Sei que o trajeto Amsterdam central e aeroporto não está incluído….Obrigada…

Responder

Daniel Duclos fevereiro 24, 2014 às 20:36

Depende de quantos trams você vai pegar no dia. Se for mais do que 2, sim, vale: o de uma hora custa €2,80, o de 24 hrs custa 7,60, é só fazer a conta.

Responder

Aline fevereiro 11, 2014 às 18:42

Daniel,
Dei uma olhada no site da GVB e ainda tenho algumas dúvidas, será que vc consegue ajudar?
1. O OV-Chipkaart tem que ser comprado por quantidade de pessoas(tipo pessoal e intransferível) ? Não se pode embarcar em um tram duas pessoas usando somente 1 OV-Chipkaart? Pelo o que entendi não, mas não custa perguntar! rs
2. Se eu comprar um OV-Chipkaart de 7 dias, tenho que usá-lo em dias consecutivos? Será que “perde” os dias que não forem usados?
Obrigada!

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 21:11

1. Não. 1 por pessoa.
2. Sim, consecutivos

Responder

julio baptista fevereiro 2, 2014 às 00:24

Olá Daniel Duclos! Seu blog é muito bom, dando visão geral de Amsterdam e outras cidades. Parabéns pelo excelente trabalho.
Iremos viajar RJ até Amsterdam dia 19/fev chegando as 12,20 no aeroporto. Ficaremos apenas 2 dias hospedados no Hotel Expresso que fica na Overtoom 57, Oud-West
Amsterdam, 1054 HC. Do aeroporto até lá qual o melhor transporte visto que somos 2 adultos e 2 adolescentes com uma mala cada um. Ví o preço do taxi que é meio salgado mas prático. Qual o seu conselho pf. Parabéns pela dica. DEUS TE ABENÇOE E FAMILIA.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 4, 2014 às 22:07

Julio, em geral o trem até a centraal e depois um tram resolve, ams veja quanto sai o taxo, pra ver se compensa: 4 pessoas de trem até a Centraal = 16€, mais 4 pessoas de tram = 11,20€, total 27,20€.

Abs

Responder

Rita Vidigal janeiro 30, 2014 às 21:25

Pode-se dormir nas estações de comboio? é perigoso?

Responder

Daniel Duclos janeiro 30, 2014 às 21:54

Oi Rita, não, não é permitido.

Responder

Abraham janeiro 27, 2014 às 19:21

Como vai Daniel?

Vou me hospedar no Amsterdam NH Centre Stadhouderskade, tenho duas malas grandes. Gostaria de saber se o Bus é uma boa opção? E onde iriam estas duas malas no ônibus? Existe lugar para bagagem?

Muito obrigado

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 23:20

Existe, mas eu iria de trem.

Responder

Afonso Campana janeiro 27, 2014 às 02:23

Daniel meu véio, tudo bem?
Cara, excelente serviço esse que tu presta com o teu site, nem da pra imaginar quantas pessoas tu ajudas.

Com relação ao transporte público eu tenho algumas dúvidas que, imagino, ainda não foram respondidas.

1- Comprando o passe de 1 hora do tram, tu paga o valor direto ao cobrador ou tem que comprar o OV…? Porque tu referiu que ele seria descartável. Se caso tenha que comprar, aonde?
2- Como funciona para fazer o check-in e o check-out? O Check-in eu imagino que seja quando tu passa o cartão no leitor digital, mas e o check-out?
3- Eu estou pensando em comprar o Holland Pass… Como funciona o Check-in e o Check-out do mesmo? (24 horas gratuito).

Provavelmente apareça outra pergunta mais adiante, mas que eu não lembro agora.

Forte abraço e boa semana!

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 23:41

1. Compra o OV de 1 hora direto com o cobrador. E agora eles vendem o de 24 horas também.
2. Mesma coisa passa de novo a hora que for sair
3. Não saberia dizer

Responder

Alexandre janeiro 23, 2014 às 21:44

Daniel,

O O I Amsterdam City Card dá acesso ilimitado ao transporte público? Pois assim esta escrito no site http://www.iamsterdam.com/en-GB/experience/deals/i-amsterdam-city-card/benefits-of-the-i-amsterdam-city-card.

Abs

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 23:45

Sim, pelo tempo de duração do cartão.

Responder

Marcos janeiro 23, 2014 às 21:40

Como vai Daniel?

Vale a pena comprar o O I Amsterdam City Card? Vou passar 10 dias em Amsterdam com minha esposa.

Grato,

Marcos

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 23:46

Depende do que vocÊ quiser visitar; tem que comparar os preços do que você visitará, somar e ver se sai mais barato do que o cartão. Se for muita coisa, sai, se não, não.

Responder

Silvia artinez janeiro 23, 2014 às 14:42

Olá, como disse em um comentário anterior, salvou minha vida o 9292, resolvi comprar um OV-Chipkaart recarregável anônimo, para 10 dias e um retorno em outra estação do ano achei que seria mais viável do que diariamente mexer na carteira, eu estava hospedada em Huizen, e todos os dias saia para um passeio, Utrecht, Delft, Muilden, Amersfoort, Volendam, Laren, Amsterdam, Delft e Haia acho que foram estas as minhas batidas de perna nestes 10 dias de inverno ameno, mas chuvoso, não entendi se a minha passagem de ônibus saia mais barata, acho que sim, mas a de trem, para embarcar em Amsterdan, era de 20 euros.
A pontualidade chegou a ser irritante, do meu hotel ao ponto de ônibus o aplicativo calculava 14 minutos, não sei se nosso cérebro se condiciona à informação lida, mas era na mosca, saia em caminhada normal, e 14 minutos depois estava no ponto, um dia quando estava retornando de Amersfoort, disse que chegaria ao ponto às 18:28, e de novo, irritantemente, na hora determinada estava lá, outra coisa maravilhosa a se dizer, nos pontos de ônibus (não em todos) tem WiFi, nos ônibus tem WiFi, nos trens tem WiFi, na cidade de Delft tem WiFi, é na cidade inteira isso é fantástico, mas o 9292 tem a possibilidade de salvar o plano de viagem e ver a qq momento sem necessidade de estar conectado, lógico, só não carrega o mapinha de trajeto a pé mas ajuda muito.
As dicas do seu guia foram ótimas, aquela cervejaria que vc indicou, agora está mais simples a visitação, tem tour em inglês, todos os dias a partir das 15h, achei a cerveja da minha vida, I.P.A., prá quem gosta de cerveja forte e amarga, me relizei, pena que já estava na hora de voltarmos.
Apesar da riqueza de detalhes que vc fornece, é muita informação e como no inverno o dia é curto, o resumo é que é muita informação, junta com o idioma, apesar de que o santo inglês salva e depois quando não tem solução é só perguntar para qualquer pessoa, que gentilmente sempre ajudam, e todos falam inglês, até os motoristas de ônibus, até do interior, falam tb.
Algumas coisas complicam, o Singer Museum em Laren, não tem absolutamente nada em inglês, e não vejo que façam alguma questão, já no Cavalary Museum (dica do Triposo), em Amersfoort, que fica em um área militar, buscaram um guia para fazer a visita em inglês comigo, muito gentis, vale a pena!
Acho que por agora é o que lembro de falar, ainda estou me recuperando da massa de informações e do avalanche de beleza, dos quais fui submetida nestes dias.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 23:50

Oi Sílvia – obrigado pelo relato! Realmente, tem coisas que só vivendo pra absorver e preocessar. Abraços

Responder

Vitor janeiro 21, 2014 às 22:26

Ola Daniel. Primeiro, parabéns pelo blog, tá excelente!
Vou passar uns 4 dias aí e estou propenso a comprar o cartão GVB de 96 horas pra facilitar a vida. Minha dúvida é se ele serve para o metrô do Aeroporto (Schiphol) e se consigo comprá-lo lá, assim que chegar.
Muito obrigado!!!

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2014 às 23:55

Vitor, o Schiphol não tem metrô, e sim trem, e não, esse cartão não vale no trem. Você tem que comprar na estação central de Amsterdam.

Responder

cristina janeiro 15, 2014 às 14:02

Parabens pelo blog Daniel, sensacional! Vamos pela primeira vez em Amsterdam, e vamos ficar apenas 2 dias, então as dicas foram imprescindíveis…Mas não consegui achar em lugar algum , como ir para Keukenhof , senão pegando um trem que sai do aeroporto..Existe a possibilidade de condução para lá, saindo próximo do centro de Amsterdam? E para ir do aeroporto para o “borburinho” de Amsterdam, qual a melhor opção: trem , onibus, táxi? Muito obrigada desde já, abs

Responder

Daniel Duclos janeiro 16, 2014 às 21:11

Cristina é porque a melhor maneira de ir pra Keukenhof é mesmo indo de trem até o aeroporto e de lá pegando o ônibus que vai pra Keukenhof. As duas vezes em que fui foi assim. Pra ir do aeroporto pro centro, o melhor é ir de trem, a não ser que você esteja com muita mala ou tenha dificuldade de locomoção.

Responder

cristina janeiro 27, 2014 às 14:26

Ok Daniel!!! Muito obrigada !

Responder

Renata abril 4, 2014 às 00:42

Oi Daniel, aproveitando a deixa, o OV-chipkaart vale no ônibus pro Keukenhof?
Obrigada.

Responder

Daniel Duclos abril 4, 2014 às 10:39

Vale, se for o OV-Chipkaart de saldo. Os cartões de horas da GVB (24, 48, 72 horas etc) não valem!

Responder

Rsob janeiro 9, 2014 às 21:04

Boa noite, as dicas que encontrei neste blog têm sido úteis, visto que estou a planear o meu fim de semana :-)
No entanto surge uma dúvida, eu vou sair no aeroporto de eindhoven e ainda não consegui perceber qual a melhor forma de chegar a Amesterdão ? não sei se de comboio ou de autocarro ? o que me sugere? se for de comboio está incluido no I Amesterdam Card?
Cumprimentos
Bem haja pela iniciativa :-)

Responder

Daniel Duclos janeiro 9, 2014 às 22:44

Rsob, a opção mais prática é trem. Ele não está coberto eplo I Amsterdam card, que inclui apenas o transporte dentro da cidade.

Responder

Madson dezembro 29, 2013 às 05:25

Olá Daniel,

Parabéns pelo blog, está sendo utilíssimo no planejamento da minha viagem.
Queria sua ajuda, vou me hospedar no “Amsterdam Hostel Uptown” na Korte Leidsedwarsstraat 147, e queria saber se pra visitar as principais atrações da cidade vou precisar usar muito o transporte público ou posso fazer tudo a pé?

Responder

Daniel Duclos dezembro 29, 2013 às 12:31

Madson, dá pra ver muita coisa a pé sim.

Responder

Madson janeiro 1, 2014 às 20:47

Obrigado Daniel,

Já que dá pra fazer muita coisa a pé, vc acha que vale a pena comprar os Day tickets, vou ficar 4 dias na cidade. Pensei também no I amsterdam City Card de 72h, mas estou na dúvida se vale a pena, já que ele custa 67 euros.

Responder

Daniel Duclos janeiro 2, 2014 às 19:38

Madson, só fazendo a conta das atrações que você quer ir e comparando com o que está incluso no I Amsterdam. pode ser uma tremenda economia, pode ser uma furada, depende do que você vai fazer. O transporte também: depende de quantos trams você quer pegar por dia, e nisso influencia seu itnerário, forma física, clima na hora que você estiver turistando… cada caso é um caso, Eu queria ter uma resposta que servisse pra todo mundo, mas não tenho.

Responder

Mariana dezembro 27, 2013 às 16:01

Oiii Daniel!!

Estou indo para a Inglaterra ano que vem e pretendo dar uma passadinha por Amsterdam.
Em Amsterdam vou chegar no Zeeburg P&R coach park at Zuiderzeeweg, gostaria de saber como faço para ir de lá até o centro da cidade, onde se encontram todas as atrações? Dá para fazer este trajeto à pé?
É minha primeira vez na cidade, e tenho receio de me perder!rs
VOcê pode me ajudar?

Obrigada!!

Responder

Daniel Duclos dezembro 29, 2013 às 12:20

Mariana, veja um exemplo: http://goo.gl/maps/hkrdz O Google maps permite você brincar com diversas possibilidades de trajetos e oferece descrições passo a passo de trajetos, incluindo transporte público (como te enviei) e a pé.

Responder

Alexandra dezembro 26, 2013 às 19:55

Olá Daniel,
Eu e um amigo meu estamos a organizar uma viagem a Amsterdam no próximo mês de Julho e o único local que encontrámos com preços acessiveis é o Lucky Lake Hostel. No entanto este fica a pelo menos 30 min de transportes públicos do centro da cidade. Acha que deviamos optar por este local ou aconselha-nos algo melhor?
Já agora será que existe metro para este local durante a noite, é que nós contamos sair à noite algumas vezes e não sabemos se temos como voltar….

Muito obrigada
Alexandra

Responder

Daniel Duclos dezembro 26, 2013 às 22:29

Alexandra, se o seu objetivo é sair de noite eu aconselharia um hostel em Amsterdam mesmo. Esse fica em outra cidade, e de noite vai ser chatinho de voltar.

Responder

Luciana Chernicharo dezembro 15, 2013 às 03:56

Olá, Duc. Parabéns pelo blog. Está ajudando muito!
Vamos pra Amsterdam em breve, mas como fizemos as coisas meio em cima da hora, só conseguimos hospedagem em conta em Heemskerk. cotamos pelo airbnb e a dona do lugar nos disse que leva uns 40 min de trem para Amsterdam. O que vc acha? Vale a pena? A ideia é acordar cedo, pegar o trem e visitar a cidade.

Obrigada!

Responder

Daniel Duclos dezembro 17, 2013 às 21:35

Bem, Luciana, não conheço Heemskerk, mas a infra de transporte da Holanda é razoavelmente boa, por um ano e meio moramos em Haia e a Carla trabalhava todo dia em Amsterdam. Só Não esqueça de incluir o preço da passagem na hospedagem. E vale dar uma fuçada no site de trens da Holadna pra calcular horarios e partidas etc: http://ns.nl

Responder

Natália dezembro 15, 2013 às 00:14

Olá Daniel, boa noite!
tenho uma conexão em Amsterdam e meu voo é só a noite, gostaria de saber se o trem funciona a noite também, pois pretendo voltar para o aeroporto por volta das 21:00h

Responder

Daniel Duclos dezembro 17, 2013 às 21:39

Oi Natália, sim, funciona de noite também. Abs

Responder

Natália dezembro 14, 2013 às 16:10

Oi Daniel! Estou indo com umas amigas para o réveillon aí, e suas dicas estão sendo mto úteis! O transporte público funciona até q horas? Pq não conseguimos hotel no centro, estamos com medo de ficarmos sem opção de transporte na madruga. Obrigada pela atenção. Natália

Responder

Daniel Duclos dezembro 17, 2013 às 21:41

Natália, o transporte normal para entre meia noite e uma, dependendo da linha e do ponto, e depois entram os onibus noturnos, com linhas separadas. Porém, dia 31 deve ter horario diferenciado, o melhor é verificar os horarios atualziados no jorney planner http://9292.nl/en

Responder

Daniel Santos dezembro 11, 2013 às 22:31

Daniel, primeiramente, muito obrigado pelas informações. Sua página é excelente. Segundo, posso dormir na sua casa? hehe Brincadeira…irei fazer um stepover em Amsterdã. Você sabe me dizer sobre dormir no Aeroporto. Tenho planos de passear pelo centro na parte da tarde e inicio da noite, em seguida voltar ao aeroporto e dormir por lá. Você sabe se é viável? Obrigado.

Responder

Daniel Duclos dezembro 17, 2013 às 21:52

Fala xará. Em outros tempos eu até deixaria, mas hoje em dia é bem complexo haha. Seguinte, cê conhece o Couch Surfing (couchsurfing.org)? ë realmente pra descolar um “sofá”pra dormir nos lugares. Eu sei que tem hotem dentro do aeroporto, mas não faço ideia se rola se esticar num canto e dormir… :/

Responder

Ana Paula dezembro 1, 2013 às 20:18

Olá Daniel, tudo bem?
Estou adorando ler o seu blog! Vou para Amsterdã em Fevereiro/14 e, para você ter uma noção, estou fazendo um book de dicas e sugestões para minha viagem e já estou na 12a página! Rsrsrsrs

Mas eu ainda fiquei com algumas dúvidas a respeito desse post. Você poderia me ajudar? Vamos lá:
1) Schiphol é a estação de metrô que temos que pegar para ir ao aeroporto?
2) Os Ov-Chipkaart são aceitos nos trens, ônibus, metrô e bondes?
3) O endereço que tenho do meu hotel é o Kerkstraat 45-49, 1017 GB Amsterdam, Holanda . Você sabe me dizer se ele está certo? Pois o site de rotas que você passou não indica assim…. Rsrsrs
4) Irei ficar no Acostar Hotel, qual o melhor trajeto para chegar até lá? Fiquei em dúvida com as orientações do http://9292.nl/?

Desculpa as diversas perguntas, mas é que eu ainda estou com receio!

Muito obrigada!

Responder

Daniel Duclos dezembro 1, 2013 às 22:15

1) Schiphol é o nome do aeroporto. Ele é conectado ao resto da Holanda, incluindo o centro de Amsterdam, por trem, que param em seu subsolo.
2) O OV recarregável sim. O OV válido por horas, somente em transportes operados pela companhia de transportes de msterdam, a GVB.
3) Parece certo
4) Você pode também usar as orientações do google Maps: http://maps.google.com.br

Responder

Marco novembro 26, 2013 às 13:48

Daniel
Estou indo de Londres até Amsterdam de carro.
O que compensa mais, deixa-lo em alguns estacionamento por dois a 3 dias e utilizar transporte público? Ou, usar carro para alguns lugares.
Não vou ficar muito tempo, no máximo 2 a 3 dias.
O que me indica?
Abraços

Responder

Daniel Duclos dezembro 20, 2013 às 22:19

Marco, semrpe achei carro em Amsterdam meio roubada: o estacionamento é uma fortuna e o centro foi feito na época que carro era puxado a cavalo. Carro pdoe ser útil se você for fazer passeios fora da cidade, ou ficar até bem tarde em algum lugar, depois da meia noite.

Responder

Morgana novembro 21, 2013 às 13:23

Olá Daniel! Tudo joia?
Parabéns pelo blog, bem organizado, útil demais! Meu sonho é morar nessa cidade também! ;)
Estou ficando mais ansiosa ainda vendo suas dicas!
Tenho uma dúvida, estarei em Amsterdam no dia 10 de janeiro, e vou por Bruxelas, qual é a melhor estação de trem para desembarcar?Lembrando que meu hotel fica próximo ao Museu Van Gogh!

Obrigada desde já, e que

Responder

Daniel Duclos novembro 21, 2013 às 14:47

Morgana, não entendi direito a sua pergunta: você quer saber qual a melhor estação pra desembarcar em Bruxelas ou em Amsterdam…?

Responder

Francisco novembro 18, 2013 às 23:39

Olá Daniel, tudo bem?
Irei à Amsterdam em Janeiro de 2014 e vou pela ryanair, ou seja, vou para Eindhoven. Será que você saberia me dizer qual a maneira mais barata para ir desta cidade para Amsterdam? Se de trem ou de ônibus, sendo que o meu hotel fica praticamente no centro de Amsterdam. Abraços.

Responder

Daniel Duclos dezembro 20, 2013 às 22:36

Franciso, até onde eu saiba não é possível ir de Eindhoven pra Amsterdam de ônibus; acho que trem é a alternativa a ser usada. A passagem é €17,90

Responder

Israel Antunes novembro 15, 2013 às 11:01

Olá Daniel Ducios, tudo beleza?

Cara, teu Blog é muito útil, valeu.

1- Uma, dentre muitas dúvidas: Há uma rota para ir de bike do aeroporto Schipol ao Centro de Amsterdam? Pra chegar no hotel reservado pelo booking.com.
2-E, há como acomodar minha Bike no hotel?
3- Estarei levando minha própria Bike.
4- Não consigo Mapas da Holanda e de Amsterdam aqui em São Paulo, Consulado nem na Embaixada?

Valeu, obrigado..

Responder

Daniel Duclos dezembro 20, 2013 às 22:46

1 – Sim; ver item 4
2 – Certamente você terá racks disponíveis pra estacionar a bike na rua; é algo que absolutamente todo mundo faz…
3 – Massa. Leve também um cadeado
4 – Use planejador de rotas: http://routeplanner.fietsersbond.nl/ escolha a bandeira de inglês.

Responder

Eros novembro 4, 2013 às 18:52

Hey Daniel, tudo bem??
Sou muito fã do seu blog… Sou de Lisboa e vou para Amsterdam dia 30 de Dezembro… Tou a espera das dicas sobre o Ano Novo… Quero saber qual é o melhor lugar para ver a queima de fogos… Abração!!

Responder

Daniel Duclos novembro 8, 2013 às 17:13

Eros, tem uma queima de fogos tradicional na Museumplein. Também dá pra ver os fogos nos canais (e basicamente em toda a cidade, já que aparentemente todos os habitantes soltam fogos a meia noite e por uma meia hora depois). Maaas, te confesso que não sou muito fã de ver a queima de fogos na rua. Acho meio perigoso (vi algumas coisas feias já, rola muita bagunça) e até desconfortável por causa do frio. Eu meio que vejo de casa mesmo…

De toda a forma, feliz ano novo! :) Abração

Responder

Stela outubro 28, 2013 às 05:13

Olá, tudo bem? Estou de viagem marcada para Amsterdan com uma amiga. Chego dia 31 de Dezembro (2013) pelo almoço. Gostaria de informações sobre o Ano Novo se fosse possível. Obrigada! Parabens pelo site!!

Responder

Daniel Duclos outubro 28, 2013 às 22:44

Tá na fila de artigos, Stela. Um abraço :)

Responder

Vinicius Sp outubro 20, 2013 às 01:40

Olá Daniel
Teu Site/Blog é show.
To querendo saber onde encontro os preços para os tickets da Connexxion, pois o site deles é todo em Dutch (impossível para mortais). Vou ficar em Zaandam por 3 dias, e vou precisar do buzão da Connexxion para ir até o centro de Amsterdan. Queria comprar algum passe por 48h-72h livre, existe?
Abc

Responder

Daniel Duclos outubro 28, 2013 às 21:35

Vinicius, com a Connexxion você pode usar o OV-Chipkaart de saldo, ou pode comprar o bilhete com o cobrador na hora. O site da Connexxion é confuso até pra quem lê holandês hehe. EU Não consegui ver o preço entre Zaandam e Amsterdam. O site da NS é mais amigável e dá pra ver que o trem entre Zaandaam e Amsterdam Centraal sai €2,40. O ônibus certamente é mais caro.

Responder

Vinicius Sp novembro 4, 2013 às 01:34

Valeu, muito obrigado pela dica.

Responder

Nayara outubro 10, 2013 às 00:26

Olá!
Primeiro quero dizer que adorei seu blog e vou voltar da Holanda uns 5 quilos a mais só com suas dicas de comidas, quase todas lights, rs. Já anotei até as comidas de rua.
Estou precisando de ajuda, pois chego de trem vindo da Bélgica na estação central de Amsterdam e de lá sigo para o meu hotel, Wydham Apollo Hotel. O caso é que eu não tenho a menor idéia de como fazer isso e por isso pretendo ir de taxi, mas não tenho noção se ficaria muito caro, pois vi que a distância é grande. Você sabe me dizer se seria caro ou se há outra opção? Muito obrigada. Abraço.

Responder

Daniel Duclos outubro 10, 2013 às 19:40

Nayara, pra saber as opções de transporte, eu uso o http://9292.nl/en, que dá pra calcular todas as opções de transporte público. Pro taxi, eu uso o http://www.worldtaximeter.com/amsterdam dá pra saber quanto fica o taxi.

Responder

Maria Amélia setembro 29, 2013 às 19:29

Valeram muito as dicas de uso dos tickets de tram.
Tenho uma dúvida sobre o local. É possível ver os diques? como?
obrigada
Maria Amelia

Responder

Daniel Duclos setembro 30, 2013 às 20:51

Maria, dá pra ver diques em diversas partes, embora nem sempre a gente reconheça porque não tem uma imagem clara do como eles são, e espera uma coisa e quando v6e outra passa batido. De toda a forma, tem um dique em Volendam, tem artigo no ducs: http://www.ducsamsterdam.net/fim-de-semana-edam-volendam/

Responder

rute neves setembro 22, 2013 às 12:44

Bom dia, pode-me informar de hoteis perto das central de comboios? Obrigado

Responder

Daniel Duclos setembro 22, 2013 às 12:47
rute neves setembro 21, 2013 às 23:51

Boa noite, é possivel visitar o centro de Amsterdam a pé? Acho a parte dos transportes um pouco confuso… tenho receio de nao apanhar o transporte certo e ir onde quero! O comboio e direto do aeroporto para o centro de Amsterdam? Obrigado

Responder

Daniel Duclos setembro 21, 2013 às 23:53

Sim, é tranquilo. Aliás, eu gosto muito de passear a pé. Sim, o comboio para na estação central. Por nada.

Responder

rute neves setembro 21, 2013 às 23:56

Obrigado!

Responder

marcio setembro 19, 2013 às 03:56

Olá Daniel ,suas informações são ótimas . Vou fazer uma conexão de 8 (oito) horas em amsterdãm antes de seguir para Florença , terei umas 4 ou 5 horas livres até o embarque . Como faço para neste meio tempo dar um pulo na casa de Ane Frank só para tirar umas fotos . Existe transporte direto do aeroporto? muito obrigado!

Responder

Daniel Duclos setembro 19, 2013 às 23:14

Oi Marcio, pegue o primeiro trem que vai rpa central, de lá pegue o próximo tram (bonde, elétrico) das linhas 1, 2, 13, 14, 17 e desça na parada Westermarkt. De lá é 2 palitos rpa Anne Frank: http://goo.gl/maps/9dsUc

Responder

Inês Mendes setembro 15, 2013 às 23:39

Ola Ducs, muitos parabéns pelo blog.
Retirei muito boas dicas.
Tenho aqui algumas duvidas de como ir do meu hotel para o centro
Vou aterrar no aeroporto Schiphol e fico hospedada no ETA HOTEL em schpholweg 185, badhoevedorp, NL.
Vou ter de andar alguns metros a pé para apanhar um transporte para o centro.
Será esta zona perigosa durante a noite?
Obriga pela ajuda

Responder

Daniel Duclos setembro 19, 2013 às 22:56

Não tenho conhecimento de que seja perigosa – em geral a Holanda e um país seguro. Porém nunca passei a noite nesse local específico eu mesmo pra saber.

Responder

giulianne crepaldi setembro 12, 2013 às 05:04

Olá Daniel, tb gostaria de parabeniza-lo pelo blog. Excelente, vou passar apenas um dia Amsterda, dia 15 de outubro. Nesse dia terá o show do Bruno Mars no Ziggo Dome. Me hospedarei no centro, ainda não defini, qual a melhor forma de chegar, pelo que li é o metrô, procede?
Como vou passar um dia é melhor comprar o passe diários da GVB, mas ele engloba o metro?

outra coisa, os tickets estão esgotados, me recomenda um site confiável pra eu comprar de terceiros?
obrigada!

Responder

Daniel Duclos setembro 17, 2013 às 15:17

Oi giulianne. Eu nunca fui ao Ziggo Dome. Semrpe dá pra checar como ir usando o http://9292.nl/en

Sim, o apsse da GVB engloba metrô, trams e ônibus da GVB (cuidado que existem ônibus da Connexxion também. SO da GVB são azul e branco).

Não tenho recomendação pra tickets de 3os. Abs

Responder

Cecília setembro 11, 2013 às 22:13

Daniel, a Folha Turismo tem uma matéria dizendo que a bicicleta é a melhor forma de se locomover na cidade… Você não gosta? Porque não cita? http://www1.folha.uol.com.br/turismo/2013/06/1297634-bicicleta-e-a-melhor-maneira-para-conhecer-a-capital-holandesa.shtml

Responder

Daniel Duclos setembro 17, 2013 às 15:09

Hà, Cecília… como assim, como ASSIM eu não gosto? Leia no menu ao lado, eu tenho toda uma seção com diversos artigos sobre bicicleta! Eu não cito nesse artigo porque o tema ele é “transporte público”, e bicicleta é, por definição, transporte particular. É que nem eu fazer um artigo sobre restaurantes e você me perguntar porque Nào cito supermercados. Olha só:

http://www.ducsamsterdam.net/bicicletas-na-holanda-a-teoria-de-andar-na-cidade/

http://www.ducsamsterdam.net/bicicletas-na-holanda-a-pratica-diaria-do-pedal/

http://www.ducsamsterdam.net/bicicletas-na-holanda-como-comprar-e-manter/

E por aí afora. Sério, bicicleta deve ser um dos assuntos mais abordados no Ducs…

Responder

Izadora setembro 7, 2013 às 23:03

Olá Daniel, Parabéns pelo blog. Vou para Amsterdam em novembro. Infelizmente ficaremos somente dois dias. Chegaremos de Londres pela estação central e ficaremos no hotel meininger. Qual a melhor forma de ir pra lá? Vi que tem estação de trem Perto , mas também metrô e ônibus. Fiquei na dúvida. Poderia nos ajudar?

Responder

Daniel Duclos setembro 9, 2013 às 01:17

Nào sei odne fica esse hotel, mas a melhor maneira de descobrir como ir é pegar o endereço e usar aqui:

http://9292.nl/en que vai te dar o passo a passo certinho, incluindo mapas.

Responder

Meiri setembro 6, 2013 às 17:20

Oi, Daniel! Estou em Leiden por 3 meses e uma amiga me emprestou o ov-chipkaart anônimo dela. Não tenho conta em banco local e não gostaria de abrir. Com esse cartao eu pego os metros/trens/onibus intermunicipais também? Você falou qu temos que carregá-lo (lógico), mas comos e faz isso? Com dinheiro vivo dá? E com um cartao internacional Visa/BB? Estou perdida com isso e ninguém me ajuda…
Obrigada!

Responder

Daniel Duclos setembro 9, 2013 às 01:14

> Com esse cartao eu pego os metros/trens/onibus intermunicipais também?

Sim.

> Com dinheiro vivo dá? E com um cartao internacional Visa/BB?

Depende da máquina, sim, mas na maioria não. Depdende do modelo. Você sempre pode ir no guichê da GVB ou NS e pedir ajuda pra carregar.

Responder

Marcelo setembro 4, 2013 às 19:47

Olá Daniel! Parabéns pelo blog. As dicas e informações são inestimáveis para nós viajantes.
Pretendo ir de Utrecht para Rotterdam por trem fazendo um pit-stop em Gouda e gostaria de saber se devo comprar passagem para os dois trechos (Utrecht-Gouda e Gouda-Rotterdam) ou se a passagem, que é válida para o dia, de Utrecht para Rotterdam me permite uma parada em Gouda seguindo viajem no mesmo dia.
Procurei no site da NS e tal informação não está muito clara. Se puderes ajudar, obrigado.
Abraços e mais uma vez parabéns pela dedicação.

Responder

Daniel Duclos setembro 4, 2013 às 19:55

São bilhetes separados. (As passagens separadas saem €1,50 do que a passagem direto utrecht-rotterdam).

Responder

Marcelo setembro 4, 2013 às 20:13

Obrigado pela atenção. Abraços.

Responder

Acácio agosto 27, 2013 às 22:58

Seu artigo é muito esclarecedor, parabéns! Me ajuda aí, eu chego no sábado ao meio dia no Schipol, me hospedo no Waterfront Hotel e no outro dia domingo pego um avião para Londres 21:00. Estou com a minha família, quando nós chegarmos no aeroporto pegamos um trem para estação central, e qual tram devemos pegar para ir à Rua Singel? Ou você acha que dá para ir a pé? Na volta é só fazer o inverso? No domingo há muito menos trans e trens?

ACÁCIO

Responder

Daniel Duclos agosto 28, 2013 às 00:39

Depende da altura da Singel, depende. No alto dela, dá pra ir a pé, mas la é comprida e pode compensar um tram se for mais pra baixo. Recomendo usar o site http://9292.nl/en

Há menso trams de domingo, mas há o suficiente.

Responder

Luciana Barreira agosto 27, 2013 às 16:44

Olá Ducs!! Estou aqui me preparando para chegar à Amsterdan em setembro. Moro na Alemanha e vou chegar na Centraal Station. O que eu gostaria de saber é se existe um Day Ticket como aqui na Alemanha, em que vc paga e viaja quantas estacoes quiser? Porque estou olhando o seu blog, aliás tudo de bom né? :), e penso em passear ao redor de Amsterdan, já que tem coisas muito bacanas para se conhecer.em outras cidades, entao rola pagar um único ticket e conhecer várias pequenas cidades? Muito obrigada!

Responder

Daniel Duclos agosto 28, 2013 às 00:37

Eu Não conheço o produto de day ticket da Alemanha, entào não sei como ele funciona pra comparar. Você diz, de trem? De trem tem umas promoções que a NS faz (por exemplo, essa http://www.spoordeelwinkel.nl/product/augustus/laplace), mas elas só incluem o trem. Não existe um ticket de um dia ande por todo o transporte da Holanda.

Pra transporte público, tem o Holland Pass, que inclui diversas atrações nas grandes cidades da Holanda, mais o transporte. Mas é o máximo que eu conheço.

Responder

Flavio agosto 25, 2013 às 21:47

Caro Daniel, estou indo no final do mês pra ficar 5 dias. Quais seriam suas dicas? Visitar Brugges ou Bruxelas? Comprei uma passagem de trem para Paris, e fácil pegar o trem?

Responder

Daniel Duclos agosto 28, 2013 às 00:41

Bruges e Bruxelas são legais, mas bem diferentes. Bruxelas é estilo cidade grande, Bruges é estilo cidadezinha fugida do passado. Veja qual faz mais seu estilo. Sim, é fácil pegar o trem.

Responder

Myrtes agosto 25, 2013 às 02:17

Outra coisa, tenho carteira internacional de estudante, isso me dá direito a meia-entrada em museus? Existem restaurantes universitários em Amsterdam como os Resto U de Paris, onde se come por 3 euros ou algo similar? Obrigada!

Responder

Daniel Duclos agosto 25, 2013 às 02:40

1. Depende do museu
2. Não saberia dizer

Responder

Myrtes agosto 25, 2013 às 04:03

Uai, sumiu a outra pergunta sobre o horário do trem à noite do museu van gogh até o schipol na sexta, vc chegou a ver? Valeu, Daniel!

Responder

Daniel Duclos agosto 25, 2013 às 09:45

Não sumiu; ela ainda não foi aprovada. Está na fila pra ser respondida. Peço um pouco de paciência e compreensão.

Responder

Myrtes agosto 25, 2013 às 02:06

Oi, Daniel, muito legal ler as suas super dicas sobre Amsterdam. Estou com um dilema, vou chegar numa sexta, 13/09 e ficar no Radison Blu Schiphol, ao lado do aeroporto, lamentavelmente, até 14/09. Já li suas dicas e estou ciente das distâncias. Estava pensando em ir ao museu Van Gogh na sexta à noite, acho que tem visita noturna. A questão é: até que horas eu consigo voltar de trem do centro para o Schiphol à noite? Ou outro meio de transporte que não seja um táxi? Obrigada! abs

Responder

Daniel Duclos agosto 28, 2013 às 00:26

Até meia noite e pouco tem trem pro Schiphol, depois tem trem noturnod e hora em hora, mas a visita do Van Gogh deve acabar antes disso.

Responder

Myrtes agosto 28, 2013 às 21:45

Obrigada, Daniel! abs

Responder

Pedro e Izabela agosto 25, 2013 às 01:16

Boa noite! A estação central é perto da praça Rembrandt? Se eu pegar esse trem q sai do aeroporto para a estação central, dá para ir a pé para a praça?
Obrigado, Pedro e Izabela!

Responder

Daniel Duclos agosto 25, 2013 às 02:23

Fica a 1,7 km. Veja: http://goo.gl/maps/IU12M

Pessoas, de novo: Google Maps é *muito* seu amigo.

Responder

Lidia Martins agosto 21, 2013 às 17:01

Oi Ducs. Gostei do Blog. Precisaria ir do aeroporto Schiphol para Stadhouderskade, Oud Zuid. No google maps diz que devo pegar trem Fyra até estação central e de lá, o metrô n°24 em direção a De Boelelaan/VU, e descer Amsterdam, Stadhouderskade (Ferdinand Bolstraat).

Tem como me dizer se está correto?
Obrigada.

Responder

Daniel Duclos agosto 21, 2013 às 20:06

Esse é um dos caminhos possíveis. Note que variando o horário um pouco, você tem outras opções. Se optar pegar o Fyra, saiba que ele cobra uma pequena taxa adicional em cima do preço normal da NS.

Responder

Lidia Martins agosto 21, 2013 às 20:14

Obrigada! Qual outra opção teria? Será que tem metrô direto? Essa opção eu não achei.
Vi que tem ônibus mas fiquei preocupada por conta de mala.

:)

Responder

Daniel Duclos agosto 21, 2013 às 20:27

Lidia, você está confundindo: a linha 24 não é de metrô, e sim de tram. Tram, conforme explicado no artigo, é bonde. O caminho a fazer é pegar um trem em Schiphol até a estação central, e lá pegar o próximo tram ou ônibus até o destino desejado. O próprio Google calcula a rota pra você, via Google Maps (maps.google.com.br); te dando todas as opções com horários e caminho completo descrito passo a passo plotado no mapa. Com isso é possível calcular precisamente todo seu trajeto. Se você tiver o número da rua, e horário e data do seu trajeto, fica ainda mais preciso. Veja: http://goo.gl/maps/2qTVR

Responder

Lidia Martins agosto 21, 2013 às 20:42

haha…nossa, é muito confuso!
Vou procurar direitinho então novamente. Mas muito obrigada pela ajuda!

Responder

Daniel Duclos agosto 21, 2013 às 20:46

É na verdade simples:

1. Schiphol -> Centraal: trem da NS (é mais barato).
2. Centraal -> Stahouderskade: Tram (bonde, é a mesma coisa). Quais depende da altura que você vai
3. Calcular processo passo a passo, personalizado pra você: maps.google.com.br, “Como chegar”

Responder

Lidia Martins agosto 21, 2013 às 21:01

Conseguir entender e conseguir achar! Ficaremos no Hotel Vivaldi, n 76. Seria o bonde 24 ou 16.
Obrigada pela ajuda!

Responder

João Henrique agosto 20, 2013 às 02:55

Olá Ducs! Parabéns e obrigado pelo blog, informação de primeira qualidade com um texto sempre bacana e bem escrito.

Passarei 3 dias em Amsterdam, de 5 a 8 de Outubro. Tenho algumas dúvidas e vou enfileirá-las aqui.

1. Sábado à noite sairemos para Leidsplein e eu não pretendo voltar cedo. Estarei eu e minha esposa. Vale a pena pagar um busão ou, levando em conta o tempo de espera e o frio que deve estar fazendo, é melhor pegar um táxi? Estarei hospedado no Easyhotel do De Pijp.

2. O Journey Planner tabém indica rotas noturnas?

3. Os coffee-shops estão concentrados no Red Light District ou espalhados pela cidade? Tem na Leidsplein?

4. Estarei sem wi-fi no hotel. Existem pontos de wi-fi gratuito na cidade? Os restaurantes/pubs/lanchonetes costumam oferecer wi-fi?

Obrigado e um abraço!

Responder

Daniel Duclos agosto 20, 2013 às 06:51

1. Olha, você tá falando com um cara que uma vez voltou pra casa a pé 8 km saindo do bar a uma da manhã, e tava fazendo cerca de zero graus. E Não foi por falta de grana. Cheguei em casa refrescado e feliz, então não sou a pessoa mais indicada pra dar conselhos nessa área. Veja na hora como você se sente; se der preguiça pegue o taxi, se estiver no pique espera. Importante é ser feliz ;)

2. Sim

3. Espalhados pela cidade

4. Na Leidseplein temo Buldog, amplamente reconhecido pelos locais como armadilha de turista. Existem outros perto da Leidseplein que são considerados melhores, como o The Dolphin’s (Kerkstraat 3)

4. Sim, é comum oferecerem. Peça no caixa.

Responder

João Henrique agosto 22, 2013 às 00:37

Valeu amigo! Seu blog é f…!

Responder

Inês agosto 18, 2013 às 21:10

Ducs, dá para comprar os tickets de 1 dia nas maquinas do metro e pagar com dinheiro, sem ser cartão crédito? Além disso há maquinas para comprar bilhetes de uma unica viagem nas paragens dos Tram? Vou chegar meio tarde em Amsterdam e preciso mesmo de usar o Tram para ir para o Hotel, e tou com receio de não conseguir comprar bilhete, já que à hora que chego as GVB Tickets & Info estarão provavelmente fechadas…

Outra coisa que não tem a ver com este post, mas sim outro, sobre entrada no final da tarde e noite no Van Gogh, mas assim pergunto tudo de uma vez. Tou pensando usar a sua dica e ir no museu sexta mais para o fim da tarde, quando acessei o site do museu vi que há visitas guiadas gratuitas na sexta, mas o numero de pessoas maximo é 15 e temos que ir reservar no balcão antes, o que eu quero saber é se existe alguma antecedência para fazer isso (e se há muitas filas). O tour em inglês é as 19h30, essa hora há muitas filas? Eu vou comprar o I Amsterdam card, por isso não posso comprar o ingresso online para não ter que esperar nas filas…

Aguardo sua resposta!

Obrigada e abraço

Responder

Daniel Duclos agosto 18, 2013 às 21:52

1. Você pode comprar bilhete de um ou de 24 horas com o cobrador do tram, e ele aceita dinheiro.
2. Com o I Amsterdam Card você pode pular a fila também.

Responder

Felipe julho 28, 2013 às 22:45

Oi Ducs..

Eu estarei hospedado no stayokay vondelpark de 01/09 a 06/09/13… qual o melhor jeito de chegar no hostel?

Parabéns pelo site.. tem me ajudado muito

Obrigado e um abs.

Responder

Daniel Duclos agosto 2, 2013 às 01:07

Felipe pra calcular rotas, utilize o http://9292.nl/en

Responder

Carlos Freire julho 25, 2013 às 02:47

Oi Duc, parabens pelas postagens. Tenho 2 perguntas:Irei de berlin a amsterdan de aviao e tenho reserva no citzenM Amsterdan City. Tens alguma informação sobre o hotel e sua localização. Dá pra ir de trem ou metro desde o aeroporto até este hotel? Desde já te agradeço o retorno

Responder

Daniel Duclos agosto 2, 2013 às 00:59

Carlos, não conheço esse hotel. Para calcular qualquer rota na holada, use o http://9292.nl/en

Responder

Carol julho 15, 2013 às 03:11

Olá Duc!
Gostaria de parabeniza-lo pelo EXCELENTE trabalho! Seu site é sensacional, super prático e divertido!
Com ele já peguei váárias dicas, estou indo para Amsterdam em agosto agora e você tem nos ajudado muito! Muito obrigada!!

Agora uma pausa para uma pergunta estúpida:
O check out é feito como? Você ouve (ou lê) a parada que irá descer, dá o sinal e faz o check out? Ou vc só faz o check out assim que o ônibus parar no ponto?
Eu sei eu sei… Perguntinha sem vergonha né? rs

Agora uma mais sensata… :)
Ficaremos hospedados no Ibis ao lado da estação central, e em dois dias iremos voltar para o hotel de madrugada… Ao ler sobre sobre os táxis, decidimos voltar de trem ou ônibus. Você acha tranquila essa região de madrugada para um casal?

Agradeço muito pela ajuda!
Beijão e obrigada!

Responder

Daniel Duclos julho 18, 2013 às 22:56

“Você ouve (ou lê) a parada que irá descer, dá o sinal e faz o check out?” –> isso! :)

“Você acha tranquila essa região de madrugada para um casal?” na época em que eu saia de madrugada com a esposa (ie antes de ter a babyduc), nunca me acontceceu nada e olha que saí bastante de madruga.

Responder

Sofia junho 2, 2013 às 00:16

Olá Ducs! Daqui é uma portuguesa que estará em Amsterdam com a família daqui a uma semana.

Já li imensos posts aqui no blogue sobre a cidade (talvez não com a devida atenção) e tenho uma dúvida. O OV-chipkaart só é válido para viajar dentro de Amsterdam?

Obrigada e parabéns pelo ótimo trabalho.

Mal posso esperar pelas minhas férias!

Cumprimentos.

Responder

Daniel Duclos junho 4, 2013 às 17:27

O OV-Chipkaart vale na Holanda toda. Porém, o cartão de horas (válido por 24 horas, 48 horas etc), é da GVB, empresa de transportes municipal de Amsterdam e só vale nos transportes operados por esta empresa.

Responder

graciele maio 31, 2013 às 03:45

Boa Noite Daniel!
Em julho, passaremos 2 dias em Amsterdam, estaremos vindo de Bruxelas de ônibus e desembarcaremos em ZEEBURG P&R COACH PARK AT ZUIDERZEEWEG, você sabe dizer como ir dessa estação a Amsterdam Centraal Station?
Estamos com um roteiro apertado e também gostaria de saber o que você indica para conhecer.
Obrigada!

Responder

Daniel Duclos junho 1, 2013 às 13:08

Graciele, pra calcular qualquer trajeto de transporte entre dois pontos na Holanda, o melhor é usar o http://www.9292.nl/en – pra você ter uma base, é exatamente o que eu faria pra responder a sua questão, uma vez que não conheço esse hotel. E se eu posso fazer, você também pode ;)

Indicações, eu começaria com essas 5: http://www.ducsamsterdam.net/top-5-coisas-pra-fazer-em-amsterdam/

Responder

Vitor Almeida maio 12, 2013 às 02:21

Parabéns pelo guia! Você não noção a segurança e conforto que ele nos passa. Tenho uma dúvida!
Qual os horários de funcionamento dos metrôs e trens na Holanda – Amsterdã?
Estarei em Amsterdã em julho de 2013. Meu voo chegará ás 23 horas. Eu queria ir de trem ao centro (não quero pegar táxi) pois é lá que meu hotel está localizado. A pergunta é: Até que horas o trem e o metrô funcionam nesta cidade?
Sucesso, Vitor

Responder

Daniel Duclos maio 12, 2013 às 12:07

Depende da estação e do ponto, mas os últimos transportes costumam passar pouco depois da meia noite. Porém, há trens e ônibus noturnos a madrugada toda, obviamente com intervalos maiores e itnerários ajustados.

Responder

Fábio Andrade maio 2, 2013 às 20:35

Olá Ducs!

estarei em Amsterdam com 4 amigos entre 17 e 21 deste mês de maio. ficaremos no centro e achei um saco esses passes do transporte público, já falei q faremos tudo a pé! hehehe

minha dúvida é a seguinte: dia 18 iremos para um festival em Nijmegen de 13h às 00h. acha q devemos comprar logo as passagens ou deixamos para o dia mesmo? sabe dizer se há opções além de trem voltando na madrugada? se as pessoas daí tem costume em dar carona voltando desses festivais de música eletrônica? ou melhor ficar lá até a manhã seguinte e voltar de trem?

de já obrigado! seu blog tem sido essencial para a formação do roteiro da viagem! Abraço!

Responder

Daniel Duclos maio 7, 2013 às 02:07

Andar a pé é excelente pedida em Amsterdam.

Eu nunca compro antes passagens internas. De madrugada só conheço trem noturno. Nunca fui a um festival de música eletrônica, então não sei dizer se as pessoas tem costume de dar carona. Sempre se pode tentar.

Abraço

Responder

Marília Lucena maio 2, 2013 às 07:33

Daniel, para ir para o Keukenhof a partir da estação centraal, deve-se pegar um trem até Schipol e de la´o ônibus 58, é isso? É tranquilo achar o trem para Schipol na estação centraal? Os ônibus 58 saem de que ponto em Schipol? Na entrada mesmo do aeroporto? Li tb que lá vendem a combinação ônibus + ingresso. Compra na própria parada do ônibus? Meus pais vão viajar e fico um pouco preocupada rsrsrs. Eu sempre viajo com eles mas dessa vez só vão os dois. Agradeço desde já a atenção e paciÊncia!! :)

Responder

Mario abril 30, 2013 às 14:28

Fala aê Daniel. Gostaria de uma ajuda.
Tem como comprar um ticket comum de Schiphol para Centraal sem ser com o OV-Chipkaart?
Eu achei legal a ideia do cartão mas eu tava pensando aqui. Pro trem ter que ter um crédito de 20 euros pra dar o check-in. Então no ultimo dia que eu fosse pra Schiphol eu ia ter que ter 20 euros no cartão sendo que ia descontar o valor do trem no check-out e eu ficaria com aquele dinheiro a toa. Ou entendi tudo errado? rs

Responder

Daniel Duclos maio 7, 2013 às 02:00

Oi Mario. A NS (Cia de trens) vende tickets avulsos de papel sim. Procure nas máquinas amarelas.

Responder

Ana agosto 18, 2013 às 00:13

Olá,
Sobre o uso dos trens, no site http://www.ns.nl/en/travellers/home só encontro os preços com o tal OV-chipkaart. Ainda vendem os bilhetes em papel, certo? Os preços são iguais?
Grata,
Ana

Responder

Daniel Duclos agosto 18, 2013 às 00:16

Não, Ana, apenas Chipkaart. Existem Chipkaarts de uma hora de 24 horas a venda nos trams da GVB.

Responder

Ana agosto 18, 2013 às 03:57

Obrigada pela resposta rápida!
Pois então, mas e pra do aeroporto ao centro da cidade e depois ir pra Haia e outras cidades, tambem vou precisar do chipkaart?
Dai o jeito é eu tentar comprar ele já no aeroporto?
Como eu faço pra “carregar” ele com cada trecho de trem?
Grata,
Ana

Responder

Daniel Duclos agosto 18, 2013 às 10:34

OI Ana, eu estava falando do caso do transporte urbano. Os trens ainda vendem bilhete de papel, apesar de usarem o Chipkaart como padrão. Se você tiver um chipkaart de saldo, pode habiltá-lo pra usar na NS, claro. MAs no caso, você pode comprar um bilhete de papel da NS (Cia de trens) no aeroporto. Depois na cidade de Amsterdam você usará o chipkaart em uma das suas muitas variantes que expliquei no artigo.

Simplificando:

- compre um bilhete de papel avulso toda vez que for viajar de trem, como do aeroporto até Amsterdam, ou de Amsterdam a outras cidades.
- compre um chipkaart para usa na cidade (tram, metro e onibus). Compre um válido o período que for mais adequado ao seu caso (1 hora, 24 horas, 48 horas etc)

Responder

Ana agosto 18, 2013 às 16:35

Valeu!
agora ficou bem claro, sei que não faz sentido me preocupar, mas eu estava meio preocupada com estes detalhes.

Responder

Laurinda Sales abril 25, 2013 às 17:08

Olá Daniel ameii seu blog,

Estamos indo em um grupo de cinco pessoas (familia) vamos chegar em Amsterdam as 9:30 minutos do dia 10/05/2013. A melhor escolha seria um tranfer para os cinco para o hotel NH City Centre Amsterdam, ou pegarmos dois taxis?
Agradeço sua dica!!!

Responder

Daniel Duclos abril 25, 2013 às 17:22

Depende do que significa “melhor” pra você. Pessoas diferentes tem definições diferentes. Por exemplo, pra mim a melhor opção seria pegar as 10h13 o trem Intercity com destino à Lelystad (ou qualquer outro trem que pare na Centraal de Amsterdam), descer na Amsterdam Centraal Station, caminhar até o ponto de tram na frente da estação, pegar o tram 2 (ou o tram 1, ou o 5), descer na parada Spui (pronuncia-se “spáou” e não “ispúi”) andar 240 metros até o Hotel. Mais ou menos assim:

http://goo.gl/maps/ybZDq

(Não esqueça de ver o zoom no mapa. Ex: http://goo.gl/maps/ee2vc)

Por outro lado, se alguém do grupo com dificuldade de locomoção, ou se tiver problemas pra carregar as malas, mas se comunicar bem em inglês, ou o tempo estiver extremamente miserável, pegar um taxi pode ser a melhor opção.

Se, em outro caso, o grupo estiver inseguro sobre como se locomover sozinho, não souber falar inglês direito, ou por algum motivo precisar de uma assitência personalizada, um transfer pode ser a melhor opção (Fale com a Silvia: http://www.ducsamsterdam.net/tour-guia-brasileiro-amsterdam/)

Cada caso é um. Boa viagem

Responder

Bruna Almeida abril 21, 2013 às 14:58

Olá! Parabéns pelo site, tem me ajudado muito! Estou indo pra Amsterdã com meu marido em agosto, e o hotel reservado foi o mercure hotel Amsterdã aan Amstel. Você acha que fica muito distante dos nossos objetivos de turistas? Como fazemos para chegar no centro e nas principais atracões, quais transportes vc indica? Antecipadamente agradeço! Atc bruna

Responder

Daniel Duclos abril 23, 2013 às 23:31

É um pouco longe sim, mas tem metro pro centro, o que facilita bastante.

Responder

Victor abril 18, 2013 às 21:32

Duc, parabens pelo site. Li todas as postagens mas agradeceria se você pudesse me dar uma recomendação.
No domingo irei para Rotterdam no estadio do feyenoord e na 2ª vou para Tilburg para a cervejaria La Trappe, pegando o trem da NS na Amsterdam Centraal.
Os preços do site variam se vc tiver um cartão OV, tem desconto de 20% e 40%.
Achei os descontos bons, mas como tem um monte de descontos, não sei bem calcular.
Você conseguiria me dar uma dica sobre isso?
Compro um cartão OV- de 48 horas e pago essas passagens com o desconto?
O preço normal ta saindo por 63 euros
obrigado!

Responder

Daniel Duclos maio 7, 2013 às 02:14

Victor, o OV de 48 horas da GVB só vale nos transportes municipais da GVB. Ele não vale na NS, que é a cia de trens. Os descontos são pra quem tem assinatura apenas. Abs

Responder

Camila Chilelli março 29, 2013 às 22:50

Boa noite, Duc.

Queremos saber qual melhor jeito de ir do Hotel Nadia (Bairro Jordaan) para Amsterdam Centraal para pegar o TGV para Paris que sai às 6:19h da manhã.

É perigoso ir andando dado que somos 2 mulheres, ainda que a distância seja em torno de 1km? O horário é ingrato.

Obrigada!!!

P.S.-A passagem já está comprada.

Responder

Daniel Duclos abril 3, 2013 às 02:23

Camila, Amsterdam não é uma cidade perigosa no geral. Acho difícil vocês terem problemas (aviso: nada é certo nesse mundo, cautela e caldo de galinha etc.)

Responder

Bruno março 23, 2013 às 22:31

Daniel, só tenho a agradecer a você, suas dicas são muito boas. Eu vim para amsterda hj dia 23 e vou ficar até dia 27 e praticamente estou usando o seu blog como SAC hehehehe. Obrigadão cara :)

Responder

Daniel Duclos abril 3, 2013 às 01:46

Bruno, eu que agradeço a companhia e o comentário! Fico feliz de saber que estou ajudando. Boa viagem!

Responder

Luciana março 18, 2013 às 18:39

Daniel,

primeiramente, parabéns pelo blog. Acompanho anonimamente há um bom tempo e, agora, surgiu uma oportunidade para comentar – na verdade, perguntar algo.

Como é a política de cobrança para crianças nos transportes públicos em Amsterdam? Vou passear na cidade com minha filha de um ano, que provavelmente vai estar num carrinho de bebê. Eu posso colocá-la no braço e o carrinho vai fechado, como um volume qualquer (uma mala, por exemplo), e, assim, não preciso pagar uma passagem pra ela. Confere? E se ela estiver no carrinho? Porque, nesse caso, é uma pessoa que está sendo transportada, e está ocupando espaço… Tenho que pagar a passagem dela?

Parece uma dúvida besta, eu sei, mas sabe como é mãe de primeira viagem, né? A gente viaja sem filhos, faz tudo o que bem entende, se acha o bambambam, e quando tem que viajar com os pequenos pela primeira vez, vê que tem que aprender tudo de novo ehehehe

Obrigada antecipadamente pela resposta!

Responder

Daniel Duclos abril 3, 2013 às 01:32

Oi Lucian, bebe de um ano não paga. Os trams e onibus tem até um lugar especial pro carrinho de bebe, pode subir com ele aberto e estacionar ele no lugar que mesmo assim sua filha não vai pagar. Só cuidado que pode ser que todos os lugares de carrinho estejam ocupados, daí pode ser que você tenha de esperar o próximo (já aconteceu comigo com a Babyduc).

Se tiver gente com mala ocupando o lugar do carrinho, o carrinho tem prioridade sobre pessoas com bagaens. Cadeirantes, por outro lado, tem prioridade sobre carrinhos de bebe.

(Ah, se for onibus, suba pela prota de trás, Nào pela frente, com o carrinho) Abraço e boa viagem

Responder

Luciana abril 25, 2013 às 18:32

Daniel, brigada pela resposta! :)

Outra pergunta: vou comemorar o aniversário de um ano da minha bebê em Ams. Minha família vai estar em AMS no dia e meu marido, eu e a bebê vamos sair da Antuérpia pra Amsterdam, só pra passar o dia da ‘festinha’. Então nós queríamos uma confeitaria legal pra celebrar essa data. Será que você teria alguma indicação específica? Já li aquele seu post voltado pra crianças, mas na verdade, como se trata de um bebê, eu só queria um canto calmo pra me reunir com a família…
Agradeço a ajuda desde já!

Responder

Gabriela março 17, 2013 às 23:51

Olá,
Tudo bem?

Minha dúvida é o seguinte: vou para outras cidades em 2 dias (Delft, Utrecht e Rotterdã), pego trem para ir e voltar e são no total 5 viagens. Já que esses dias durmo em Amsterdã. Mais um dia em Amsterdã (pego tram e metro – de hotel para centro e vice-versa – pois meu hotel fica fora da zona central). A melhor opção é comprar passes individuais ou OV com integração NS e GVB?

No aguardo e obrigada,
Att.
Gabriela

Responder

Daniel Duclos março 20, 2013 às 16:35

Gabriela, é uma questão de fazer a conta para saber. Você tem o planejamento e o artigo indica como obter os valores, agora é efetivamente fazer o cálculo e ver o que compensa mais.

Responder

Camila março 10, 2013 às 18:30

Olá, tenho uma dúvida que não consegui achar resposta em lugar algum. É o seguinte: hipoteticamente, eu comprei um OV-chipkaart descartável para 3 dias. Se por acaso no terceiro dia, eu tiver acabado de descer do meu último transporte da viagem e ainda tiver dinheiro no cartão, tem como pegar esse valor de volta? E se por acaso, eu tiver no tram e o valor que tem no cartão não cobrir o preço do trajeto, o que fazer?

Responder

Daniel Duclos abril 3, 2013 às 01:02

Camila, se o cartão vale por 3 dias, é por tempo, não por saldo, portanto Não vai ter dinheiro sobrando. Só vai sobrar dinheiro no cartão não-descartável, recarregável, se você puser saldo nele. Comprando produto por tempo, o que vale é o tempo.

Se você tiver com o cartão recarregável, ele va validar sua viagem na entrada mesmo que nele tenha só um centavo. Ao fim da viagem, ele vai deixar o seu cartão negativo, e aí você paga na próxima recarga… ou você aposenta o cartão e compra um novo, mas não é negócio (ele custa mais de 7 euros).

Responder

adriana abril 19, 2014 às 05:24

Oi Daniel, boa noite. Achei boa a base da pergunta da Camila, e e,endo: e se eu optar pelo recarregavel e ao sair da Holanda quiser resgatar um resíduo (R$) porventura existente de crédito no cartão que não vou mais usar? Como e Onde resgatar isso? Obrigada por sua gentileza e generosidade em nos responder.

Responder

tiago março 6, 2013 às 20:18

oi daniduc me tria uma dulvida pensando em ir ai daqui alguns messes, so que ja vi que meu voo de volta seria 7 da manha entao teria que sair uma 4:30 do hotel pro schiphol, taxi e caro, vi essa opçao pegar um Nachtbus ate a estaçao centraal e de la o trem para o aeroporto(sao duas pessoas) sera que e valido?

Responder

Daniel Duclos março 13, 2013 às 18:19
GINA RAMOS março 5, 2013 às 15:56

Olá Ducs amei o blog! esta sendo de suma importância para a minha viagem que farei em abril. A respeito do transporte, gostaria de saber se os bilhetes de trens pela TVG/Eurostar(entre vários paises) pode ser retirado também nas estações na hora do embarque? caso não chegue em minha residencia? Muito obrigado e sucesso em seu trabalho. Ah valeu a dica da Guia Silvia, muito atenciosa.

Responder

Daniel Duclos março 8, 2013 às 19:12

Oi Gina, infelizmente não tenho essa resposta, acho que teria de perguntar na TGV, mais seguro. Um abraço e boa viagem

Responder

Mónica Costa março 4, 2013 às 16:20

Boa tarde, vou para Amesterdão em Junho e não estou a encontrar informação sobre os horários dos comboios da centraal Station de Amesterdão para o aeroporto de Schiphol. Seria possível dizer-me a partir de que horas começa a haver comboios da centraal Station de Amesterdão para o aeroporto de Schiphol.
Fico desde já agradecida pela resposta.

Responder

Daniel Duclos março 13, 2013 às 18:18
Sander março 3, 2013 às 15:58

Oi Daniel,

Estou com dúvida entre ficar no Ibis west, que fica para o lado de Sloterdijk, transformateeg, ou se fico no vondelpark, ali pela overtoom ou roemer visscherstraat. Qual a melhor opção para circulação na cidade e para chegar a estação central ? Vou a estação central algumas vezes para ir a outras cidades, além de ir ao escritório da GVB. A área do Íbis west parace ser industrial e não ter opções de alimentação entre outras coisas. Além da segurança. Poderia me dizer o que acha ? Ah, vou levar um benjamin aqui de casa para poder carregar celular, mas se der problema, onde é mais comum encontrar um por aí ?

Responder

Paula fevereiro 20, 2013 às 15:56

Oi Daniel!
Vou chegar de Paris as 23h na centraal station e me hospedarei num B&B na 1e Constantijn Huygensstraat 59III. O transporte publico funciona ate tarde numa boa?
Outra duvida, onde consigo comprar o ingresso combo pro Keukenhof? Eles vendem no site, ou la é so o ingresso sem o onibus? Quase morri de alegria quando soube que o parque estará aberto em abril!!! :-)
Muito obrigada pelas dicas, seu site é perfeito!

Responder

Daniel Duclos fevereiro 21, 2013 às 02:13

Em geral funciona até por volta da meia noite, e então tem ônibus noturnos. Mas as 23 deve estar funcionando normalmente. É possível comprar o ingresso combo no site sim, mas mais pra frente (não nesse momento). Você pode comprar ingresso aqui no Ducs também: http://www.ducsamsterdam.net/ingressos/ se puder prestigiar nosso trabalho, agradeço imensamente… :)

Abraços

Responder

Daniele janeiro 23, 2013 às 11:03

Daniel bom dia! Seu blog meio que me salvou nesta manhã. Sou advogada e assessora juridica de um vereador no ES, estamos discutindo a possibilidade de implantar o sistema de tarifa fracionada por km como existe aí em Amsterdam. Cheguei a mesma conclusao de como deveria ser o sistema, antes de ler o seu blog, contudo, aqui no Brasil temos um problema antes da implantação de um sistema assim. Como ficaria a fiscalização da saída das pessoas? Pois um espertinho, ou no nosso caso, vários, poderia simplesmente fazer o Check-Out muito antes de seu desembarque para pagar menos. Deu pra sentir meu drama? rs Aí como é feito para evitar esse tipo de problema? Desde já agradeço e parabenizo vc pelo blog!

Responder

Daniel Duclos janeiro 24, 2013 às 02:36

Daniele

Amsterdam usa nos trams muito o chamado honour system – baseado na boa fé dos usuários. Os cobradores e condutores fiscalizam a entrada (em certa medida). Há possibilidade de fiscalização por fiscais da empresa quem entram no transporte e checam todos; em Amsterdam eu nunca vi uma no tram (trem e metrô são mais frequentes). Em Haia, havia mais fiscalização nos trams. Caso a pessoa esteja viajando sem bilhete válido, está sujeita a multa.

Responder

Tiago janeiro 20, 2013 às 03:49

Oi Daniel,

Vou passar dois dias em Amsterdam, já pesquisei no site GVB que o passe de 48 horas custa EUR 12,00 minha dúvida é se tenho que comprar também o OV-chipkaart por EUR 7,50 (12,00+7,50) ou o valor apenas de EUR 12,00 do passe de 48h. Outra dúvida, de uma forma ou de outra esse passe vale também para ir ao parque das tulipas em Keukenhof?

Obrigado.

Responder

Daniel Duclos janeiro 20, 2013 às 08:48

Tiago, não, você só tem de pagar os 7,50 se pegar o OV recarregável, ouu seja, que você coloca saldo e vai deduzindo desse saldo a cada viagem. Se comprar o passe de horas, esse é o preço final.

O passe de horas não vale até Keukenhof, mas pro parque vocÊ pdoe comprar ingresso combo, incluindo o ticket de ônibus.

Responder

JEFFERSON PAULINO SAMPAIO janeiro 16, 2013 às 16:23

OLA DANIEL BLZ ! ENTAO ESTAREI INDO EM SETEMBRO PARA HOLANDA FICAREI NA CASA DE UM AMIGO QUE MORA EM ALKMAAR POR 15 DIAS E LÊ TODAS AS DICAS DE TRANSPORTES PUBLICOS . POR ESSE TEMPO QUAL O CARTAO E AS HORAS QUE VC ME RECOMENDA ? VLEUUU !!!

Responder

Daniel Duclos janeiro 16, 2013 às 22:06

Jefferson, em Alkmaar funciona diferente, as dicas daqui são específicas pra Amsterdam. Eu não sei recomendar de Alkmaar, mas certamente seu amigo que mora saberá lhe orientar bem melhor do que eu! Abs

Responder

Sander Azevedo janeiro 15, 2013 às 23:46

Oi Daniel,

No seu texto, você cita “cartaõ com validade por hora (aqueles de 1 a 7 dias )”. Esse seria o ov-chipkaart ? Há essa questão de hora ? Não basta fazer check in e check out quantas vezes for dentro dos dias de validade. Além disso, esse cartaõ vale por até 7 dias contando a data da compra ou até 7 dias além da compra. Ex: Comprando um de 7 dias, hoje, segunda, ele valerá até domingo ou até segunda que vem ? Outra dúvida. Li em um site que o turista tem de se cadastrar no site da polícia de estrangeiros até 3 dias úteis ou toma multa. Porém, se ficar hospedado em um hotel, eles é que fazem isso por você ? é verdade isso ?

Grato,
Sander

Responder

Daniel Duclos janeiro 16, 2013 às 22:03

Oi Sander. Sim, é o OV Chipkaaart. o cartão de 168 horas (7 dias) vale por 168 horas a partir do primeiro check in. Fez check in, ele começa a contar as horas, e durante essas horas, você pode fazer check in e check out qtas vezes quiser. Espero ter esclarecido.

” Outra dúvida. Li em um site que o turista tem de se cadastrar no site da polícia de estrangeiros até 3 dias úteis ou toma multa. Porém, se ficar hospedado em um hotel, eles é que fazem isso por você ? é verdade isso ?”

Sim, a informação procede, confirmei com o consul holandês em SP e na própria polícia aqui.

Responder

Sander janeiro 18, 2013 às 17:43

Daniel,

Muito obrigado pelas informações. Então ficarei tranquilo, pois ficarei hospedado em um hotel. Sem querer abusar. Procurei muito no google, mas não consegui informações da melhor maneira de ir ao Palácio de Het Loo em Apeldoorn. Você já deve ter ido lá. Eu conheço os jardins e o palácio de Versailles, mas me parece que o de Het Loo é ainda mais bonito. Nem informações sobre excursões para lá consegui obter. Iria tentar um trem na Centraal station para lá, caso fosse possível. Como vou ficar 9 dias e tenho vontade de ir a Bruxelas e Bruges, teria um dia para ir a Het loo ou a Ultrech visitar o castelo de Haar. Qual dos dois vc acha mais bonito, caso conheça ambos. Abraços.

Responder

Daniel Duclos janeiro 28, 2013 às 22:19

Oi Sander

Eu Não conheço o Het Loo nem Versailles :(. O que eu faria seria usar o planejador de rotas da Holanda, o http://9292.nl/en

um abraço

Responder

Susana janeiro 6, 2013 às 18:54

Ola!

Adoro seu BLOG…e ando com muita vontade de visitar Amesterdão, talvez em Agosto…. gostava de saber se as crianças pagam os transportes publicos ou se tem alguma tarifa especial para elas!

Obrigada,
Susana

Responder

Daniel Duclos janeiro 7, 2013 às 22:12

Susana. Criança até quatro anos viaja de graça na GVB. Na NS (cia de trens, em geral usada entre aeroporto e cidade) criança até 3 anos não paga. Abs

Responder

Isa Daher janeiro 3, 2013 às 10:00

E só pra confirmar, porque nao posso me arriscar a pegar o transporte errado e perder meu vôo rsrs … Eu estava sonhando ou realmente existe esse ônibus que passa aqui na leidseplein e segue diretao pro aeroporto ?

Responder

Daniel Duclos janeiro 3, 2013 às 21:28

Oi Isa, sim, existe o ônibus, não. você não sonhou. :)

Responder

Isa Daher janeiro 2, 2013 às 23:15

Heeelp! Preciso pegar um ônibus pro aeroporto e estou pertinho da leidseplein, mas nao sei qual e o tipo de ônibus, apenas o vi passando. Será que consigo embarcar pagando na hora ou vou precisar comprar ticket?

Responder

Daniel Duclos janeiro 2, 2013 às 23:33

Isa, sempre pode pagar na hora.

Responder

Breno dezembro 18, 2012 às 02:36

parabéns pelo blog Duc! se eu circular com uma camisa do Feyenoord em Amsterdam é perigoso? abs!

Responder

Daniel Duclos dezembro 18, 2012 às 09:30

Olha Breno, por via das dúvidas eu não aconselho não. Abraço

Responder

fabiano outubro 8, 2012 às 00:23

EU denovo!!! só mais uma pergunta, o passe diario da GVB serve para o metro? obrigado

Responder

Daniel Duclos outubro 8, 2012 às 00:26

Sim!

Responder

fabiano outubro 7, 2012 às 23:59

olá ducs.. boa noite! olha vivo em portugal a alguns anos e irei a amesterdao pela 1 vez e gostaria duma informaçao se possivel. Bom.. ja li no blog sobre os passes diarios da OV, como vou ficar 3 dias vou comprar o de 72 horas da gvb, e do schiphol para centraal station compro o da NS, bom.. rsr!! na verdade eu queria saber se vc pode me ajudar sobre como chegar da centraal station ao meu hotel que fica na : Ndsm Pier 3,,, Amsterdam NOORD,, Netherlands, NL

to aqui a pesquisar e nao encontro? e queria saber se o passe da GVB é o suficiente para fazer este trajeto? meu muitissimo obrigado pela ajuda abraço

Responder

Daniel Duclos outubro 8, 2012 às 00:05

A resposta para a primeira pergunta está indicada no texto e no comentário acima. A maelhor maneira de calcular qualquer rota de um local a outro na Holanda é usar o calculador de rotas http://9292.nl/en Aqui tem explicação detalhada de como: http://www.ducsamsterdam.net/dicas-locais-de-amsterdam-que-os-turistas-em-geral-nao-conhecem/#rotas

O 9292ov inclui informação sobre preços.

Responder

Antonio Ricardo de Miranda e Silva outubro 7, 2012 às 06:17

Oi Daniel, Tudo bem?
Eu estou indo a Holanda, ou melhor a Europa pela 1ª vez.
Estarei ai em novembro 2012.
Gostaria, se possível uma orientação, estarei me hospedando no Best Western Plus Hotel Blue Square – Slotermeerlaan 80, Geuzenveld Slotermeer Amsterdam, e pretendo ir para Paris no dia 10 nov, ai vai a minha duvida, como ir do hotel para a estação de trem onde deveremos embarcar para Paris.
Nos estamos em 4, dois casais e temos cada uma mala, podemos leva-las em transporte publico? O trem que parte para Paris sai as 7:16. Podemos comprar a passagem minutos antes do trem sair?
Grato

Responder

Daniel Duclos outubro 7, 2012 às 11:59

“como ir do hotel para a estação de trem onde deveremos embarcar para Paris. ” A maelhor maneira de calcular qualquer rota de um local a outro na Holanda é usar o calculador de rotas http://9292.nl/en Aqui tem explicação detalhada de como: http://www.ducsamsterdam.net/dicas-locais-de-amsterdam-que-os-turistas-em-geral-nao-conhecem/#rotas

“podemos leva-las em transporte publico? ” sim, se houver lugar (há um local pra quem tem malas, carrinhos etc. Se esse local estiver ocupado e lotado, terá de esperar o próximo. O cobrador em geral te orienta sobre isso).

“Podemos comprar a passagem minutos antes do trem sair?” Para Paris é muito concorrido, pode ser que não haja mais passagens ou ela esteja cara. Eu aconselho comprar o quanto antes.

Responder

Guilherme setembro 18, 2012 às 01:32

Olá Daniel! Pode parecer óbvio, mas só pra confirmar. O cartão OV-Chipkaart é individual, ou seja, terei que comprar 01 unidade para mim e 01 unidade para minha esposa? Ah, e o mesmo serve tanto para NS e GVB (trams, ônibus, metro)? Estarei ai para a correr a maratona em Outubro! Abcs, Guilherme

Responder

Daniel Duclos setembro 20, 2012 às 23:05

Sim, é individual. O cartão avulso não serve para GVB e NS, conforme explicado no texto.

Responder

Gustavo Merlo setembro 13, 2012 às 10:20

Olá. Poderia me informar qual o horário de funcionamento normal dos trens? Faço escala em Amsterdam em 22/09 e pretendo me hospedar no Ibis Airport, na mesma noite quero conhecer a Red light e retornar ao Hotel para pegar o voo no dia seguinte pela manhã. Obrigado.

Responder

Daniel Duclos setembro 20, 2012 às 23:00

Há trens regularmente da Centraal até o Schiphol até pouco depois da meia noite. Depois, a partir da meina noite e 45 tem um trem de hora em hora (ou seja, 0h45, depois 1h45, 2h45 etc) Às 5 da manhã retorna o horário normal.

Responder

Mariana setembro 11, 2012 às 04:20

Oiii Ducs!
Seu blog é mto bom! Está me ajudando mto a planejar minha ida a Amsterdam!
Andei lendo bastante mas gostaria da sua opinião…
Chegarei as 18:00 no aeroporto e coloquei naquele site que vc indicou (9292) Station Schiphol até o end do hotel e deu:
18:56 Station Schiphol Platform 1-2
19:06 Station Amsterdam RAI Platform 1

Walk (3 minutes)
19:06 Station Amsterdam RAI
19:09 Bus-/tram stop Station RAI, Amsterdam

Tram 4 (direction Centraal Station) GVB
19:13 Bus-/tram stop Station RAI, Amsterdam
19:26 Bus-/tram stop Frederiksplein, Amsterdam

Walk (6 minutes)
19:26 Bus-/tram stop Frederiksplein, Amsterdam
19:32 Prinsengracht 1015, Amsterdam

Oq vc acha dessa rota? É tranquila de fazer a noite e com mala? Cada um com uma média ou grande…
O primeiro bilhete compro na estação do aeroporto e o segundo compro dentro do próprio tram ou ônibus?
Ficaremos apenas um dia inteirinho pra conhecer a cidade, no outro a tarde partimos pra Praga (de avião – voltaremos ao aeroporto) você acha que compensa algum passe diário de transporte? ou ali podemos fazer tudo a pé e somente comprar o transporte público na hr pro aeroporto?
Desde já agradeço sua atenção!

Responder

Daniel Duclos setembro 11, 2012 às 18:59

Oi Mariana

Então, quando escrevi o artigo minha intenção era ajudar um grande número de pessoas. Como não tenho como ficar respondendo personalizadamente a viagem de cada um (isso tomaria todo o tempo que tenho pra dedicar ao blog, e eu só conseguiria ajudar um número pequeno de pessoas), resolvi fazer diferente e ensinar o pessoal a achar as respostas, cada um pro seu caso. É claro que Não tenho como escrever um texto com todas as respostas de todo mundol. Mas certamente tenho comi indicar como achar.

E veja, algumas de suas respostas estão realmente no texto. Outras, é muito específica, e na verdade nem tenho como responder, a não ser adivinhando sua situação bem específica (As pessoas estão acostumadas a carregar malas? Há alguém com dificuldade de locomoção? etc). Eu faço um grande esforço pra ajudar as pessoas, quando é coisas simples eu até respondo, mas mandar uma pergunta grande assim, toda detalhada com uma situação particular… eu realmente não tenho como dar esse acompanhamento personalizado para todos. Estou postando esse comentário agora para que outras pessoas vejam tabém e espero que entendam a situação.

De toda forma, boa viagem pra vocês e um abraço

Responder

Andreia setembro 10, 2012 às 20:33

Olá, estou planejando uma viagem onde Amsterdã será minha ultima cidade da europa, ai tem estacionamento público, caso alugue um carro na França?
Estou pensando em ficar no B. Jorlan, o que vc acha? Para ir de volta,
E meu voô de retorno para p Brasil sai as 6:40hs, é tranquilo pegar um taxi para o Aeroporto de Schiphol? Vc tem alguém conhecido que faça este traslado hotel aeroporto as 4hs da manhã? Se tiver me passe contato, obrigada. Andreia Fernandes.

Responder

Mariana setembro 2, 2012 às 22:02

Valeu… obrigada pela paciência!!! Ótimo blog… morro de rir… vc escreve de um jeito muito engraçado.

Responder

Mariana setembro 2, 2012 às 21:29

Acho que sou meio lerda… já li vários posts seus, mas ainda não entendi como funciona o esquema dos tickets de transporte público… se eu não comprar esse cartão OV-não sei o que rsrsrs, como faço então? compro direto com o condutor? quanto é? Obrigada.

Responder

Daniel Duclos setembro 2, 2012 às 21:51

como faço então? compro direto com o condutor? quanto é?

Tirado do texto desse mesmo post: “O OV-Chipkaart descartável, direto com o cobrador ou motorista do tram ou ônibus. Custa, nesse minuto, €2,70″

Responder

Aline agosto 21, 2012 às 23:31

Estamos em Amsterdam e anotamos varias dicas sua. Agora queriamos saber qual moinho devemos conhecer e qual transporte para chegar lá. Achamos confuso os bondes, mas estamos nos virando… Chegamos tranquilo no hotel. Deu tudo certo. Estamos adorando a cidade.
Ficaremos somente ate sexta feira. Abraço
Aline e Petronio

Responder

Daniel Duclos agosto 23, 2012 às 23:23

Olha, Amsterdam não muito forte em moinhos. Tem um que tem uma cervehjaria local ao pé dele. Veja indicação (incluindo transporte) aqui: http://www.ducsamsterdam.net/cerveja-em-amsterdam-melhores-pubs-onde-comprar/

Se quiser ver moinhos mais típicos, aconselho ir a Zaanse Schans, fora de Amsterdam. Pegue o ônibus 91 a partir da estação central.

Responder

Lorena agosto 10, 2012 às 19:34

Oi, Daniel!

Veja se entendi certo: De Schiphol para a estação Centraal pego um trem (empresa NS – posso comprar pela internet mesmo ou acha melhor comprar lá na hora? No site deles fala de um desconto de 40%, sabe se isso vale só para compra online?). http://www.ns.nl/reisplanner-v2/index.shtml

Vou ficar bem perto da praça DAM e ficarei um dia e meio em Amsterdam. Visitarei só os pontos básicos que vc indicou. Acha que devo comprar o OV-Chipkaart de 24 horas do GVB?

Última pergunta: você citou que existe um produto dessa empresa que integra a passagem do trem de Schipool p/ a Centraal (NS) com as do tram (GVB). Não encontrei no site deles. Pode me dizer se vale mesmo a pena ou devo comprá-las separado mesmo, devido ao pouco tempo que ficarei aí? Mt mt obrigada mais uma vez!

Responder

Daniel Duclos agosto 10, 2012 às 20:26

Oi Lorena

> posso comprar pela internet mesmo ou acha melhor comprar lá na
> hora?

O comum é comprar na hora.

> No site deles fala de um desconto de 40%, sabe se isso vale só para compra online?

O desconto de 40% é para quem tem alguma assinatura da NS. Eu, por exemplo, tenho a assinatura anual de viagem fora de horario de pico: quando eu viajo sem ser na hora do rush, pago 40% menos. No seu caso, a passagem é integral, mesmo se comprada online.

> Acha que devo comprar o OV-Chipkaart de 24 horas do GVB?

Eu não compraria, gosto de andar bastante a pé.

> Última pergunta: você citou que existe um produto dessa empresa que integra a passagem do trem de Schipool p/ a Centraal (NS) com as do tram (GVB). Não encontrei no site deles

A GVB mudou o site deles desde que o artigo foi publicado e não se deu ao trabalho de redirecionar os links – nem sequer de manter o conteúdo antigo. :(

> Pode me dizer se vale mesmo a pena ou devo comprá-las separado mesmo, devido ao pouco tempo que ficarei aí?

Você vai ficar bem central, acho que de repente é melhor comprar separado mesmo.

Responder

Augusto Werner agosto 6, 2012 às 18:35

Daniel, parabéns pelo Blog! Conteúdo muito útil e interessante!
Estarei em Amsterdã por 6 dias em outubro. Achei um B&B próx. ao centro (+- 20min, andando / 5min de tram – segundo o proprietário). Fica à beira do Amstel, na Amsteldijk.
Gostei do que li nos seus posts sobre transporte e segurança, mas ainda fiquei na dúvida. Você conhece a região? É seguro caminhar por ali (à noite, por ex.)?
Obrigado e um grande abraço!

Responder

debora julho 30, 2012 às 17:25

olá adorei seu blog! olha só, vou fazer uma escala em amsterda ara roma, chego 12:20 e meu voo p la as 17:10…será que em duas horinhas consigo dar uma voltinha? chegando na estação central, onde vc me aconselha ir para eu ter uma mini visão de ams, algum parque bonito….bjooo obrigada

Responder

Daniel Duclos julho 30, 2012 às 19:21

Ih, Debora, eu sou daqueles que gosta e estar cedinho no aeroporto, então vou te dizer que acho tenos só duas horas. Mas se quiser arriscar, dê um rolê a pé pelo Jordaan, um bairro super charmoso e *bem* Amsterdam, perto da Centraal. Mas pesquisa um pouco no Google Maps antes, pra você ter uma noção de distâncias e tal, e nunca esqueça de levar em conta o tempo de deslocamento até a estação e a espera dos trens.. boa sorte.

Responder

FLAVIO julho 25, 2012 às 22:56

vc sabe se tem condução de noordwijk p amsterdã ??

Responder

Daniel Duclos julho 25, 2012 às 23:05

Eu Não sei, mas o 9292ov.nl/en sabe. Ele disse que tem de pegar ônibus e depois trem.

Responder

Cinthia julho 24, 2012 às 03:53

Olá, adorei seu blog..Aposentei o guia de Amsterdam que havia comprado antes de te descobrir aqui!!!
Uma ajudinha – Da central Station ao Menphis Hotel (De Lairessestraat 87, Amsterdam Oud Zuid)…Melhor um taxi? Somos adeptos da caminhada, trem, train, etc..Mas me pareceu que ficamos longe desta vez…
Grata!!!

Responder

Daniel Duclos julho 24, 2012 às 20:50

Cinthia, verifique a parte que dá a dica de usar o http://9292.nl/en/ Eu fui lá e fiz a pesquisa pra você e vi que tem uma parada do tram 16, que sai da Centraal, a 200 m do seu hotel. Recomendo que use o http://9292.nl/en/ pra planejar todos os seus trajetos, é o que os locais fazem 9só que na versão holandesa, claro0 e funciona bem.

Responder

Leticia julho 8, 2012 às 12:26

Ola!
Bom, vou para Amsterdam essa semana, vou pela Eurolines e desço na estação de Amstel… e precisarei pegar um metro para meu destino inal no centro.
Chegando na estação, onde compro ticktes?? Como pegar o metro lá?
todas as dicas possiveis sao sempre válidas…rs

Responder

Daniel Duclos julho 10, 2012 às 14:56

Letícia, compre os tícketes nas máquinas automáticas da GVB (tem menu em inglês e tudo). Sempre há funcionários pra ajudar, então qualquer coisa peça ajuda. Pra pegar o metro é bico, tipo, é só seguir as placas pra Metro :P De resto é o procedimento descrito aqui mesmo nesse artigo.

Responder

Ana Luiza junho 27, 2012 às 21:47

Oi Daniel, tudo bem? Obrigada pelas dicas.
Estou com uma dúvida: quero comprar o OV-Chipkaart de 48hs. Vou pegar o trem do aeroporto de Schipol para a Sloterdjk Station. O OV-Chipkaart
vale para esse trajeto ou tenho que comprar o ticket da NS a parte?
Obrigada,
Ana

Responder

Daniel Duclos junho 28, 2012 às 00:09

Ana Luisa, se você comprar o OV da GVB de 48hrs, ele não vai funcionar na NS (companhia de trens). Eu acho tosco, e acho que eles deveriam ter produtos integrados, mas enfim… a integração funciona na viagem por saldo, ou seja, se você põe uma quantia em euros e paga a viagem que faz, o OV funciona na NS e na GVB e outras cias de transporte. Porém, esses produtos (por ex. 48hrs) são de cada companhia…

Responder

Thais L. maio 10, 2012 às 16:50

Daniel, tudo bem?
Preciso de uma ajuda um pouco urgente!
Vou passar 1 dia em Amsterdam, e precisarei usar o ônibus somente uma vez. Como devo fazer? Qual o preço da passagem?
É possível comprar direto no ônibus?
É da empresa Connexxion.

Obrigada!!!!

Responder

Cadu abril 24, 2012 às 11:37

Daniel, tenho lido muito seu blog…tem me ajudado muito na organização da viagem.
Mas estou com problemas na ida para o aeroporto para ir embora. Meu voo é as 07:40am de um domingo. Entrei no site NS que postou e vi que na madruga sai trem de uma em uma hora. Pegar o de 05:47h ficará apertado o horario? ou é melhor o 04:46h?
E pegar um taxi, vale a pena?

Responder

Andrea Ferreira abril 24, 2012 às 01:38

Olá Daniel, boa noite. Me diga uma coisa, tem como ir só de tram ou ônibus do aeroporto de Schipol para um local próximo do Vondelpark, que é onde eu vou ficar?

Grata
Andréa

Responder

Renata abril 6, 2012 às 00:26

Oi, Daniel!
Acabei de postar em outro tópico, então você já sabe que fomos pra Amsterdam em março…
Não utilizei o transporte público, pois nosso hotel ficava muito perto da Leidsplein e, consequentemente, das principais atrações, então optamos por andar a pé.
Mas tenho uma dica, que pode ser importante para seus leitores… quando chegamos na estação central, de trem, vimos que ali tinha um ponto de táxi. Você está em um país de primeiro mundo, com vários táxis organizados e eu pensei: “vamos entrar, acho que não tem problema”. Pois teve!!! Eu estranhei que o motorista do táxi deu um jeitinho de colocar o ipad dele em cima do taximetro… mas, como eu vi uma tabela com os preços exposta, acabei desencanando. Não devia!!! O cidadão inventou uma história e cobrou 25 euros pela corrida até nosso hotel.
Quando chegamos no hotel, perguntamos para o recepcionista a média de uma corrida de táxi até lá e descobrimos que ficaria em torno de 15 euros… tudo bem, 10 euros a mais não vão me deixar mais pobre, mas eu fiquei com muita raiva!! Fiquei com mais raiva ainda quando eu soube que os taxistas, em sua maioria, estão ilegais!! São imigrantes não sei de onde e ganham a vida tomando dinheiro de turistas ingênuos, como nós, que sempre achamos tudo lindo… O recepcionista ainda avisou que, nesses casos, deveríamos chamar a polícia, mas que os turistas nunca fazem esse tipo de denúncia e o problema continua…
Então, por causa disso tudo, vai aqui a minha dica: só entrem nos táxis que estão com taximetro ligado! Ou combinem o preço com antecedência, como fizemos do hotel ao aeroporto (ficou 37 euros, preço fechado).
Bjo!

Responder

edinaldo fernando recife janeiro 3, 2013 às 21:27

Olá Renata.
Não consegui entender porque você se considerou roubada pelo taxista que lhe cobrou 25 Euros quando chegou em amsterdam, para ir do aeroporto até o hotel, e que para você sair do hotel para o aeroporto você convencionou um preço de 35 euros? Essa eu não entendi!

Responder

fernando março 11, 2013 às 01:42

Da estação central para o hotel 25 euros qdo deveria ser 10 a 15. 35 euros do hotel para o aeroporto

Responder

Daniel Duclos abril 3, 2013 às 01:05

Lamento :( A corrida ddo aeroporto parece ser razoável o que você pagou.

Responder

Marcelo abril 2, 2012 às 20:46

Parabens pelo blog, espetacular!!
Uma duvida: estou em adam nesse momento e precisarei ir a schiphol num período em que o tram nao funciona (4 am). E tranquilo ir de bus? Nao consegui info sobre o bus noturno da gvb (o link do blog nao funciona) mas vi q da tb pra ir de night bus até ams centraal, e tranquilo tb?
Abs

Responder

Daniel Duclos abril 2, 2012 às 23:48

Tranquilo, vc diz, se é seguro? Sim, é seguro (dentro do razoável, claro). Os links do post quebraram proque a GVB fez a gracinha de zerar a versão em inglês do site deles, prometendo pra algum dia desses recolocar online. Abs

Responder

Di Cartapatti março 16, 2012 às 23:47

Olá, por favor preciso de ajuda.
Tenho reserva no IBIS STOPERA para 18.03, chego na estação AMSTERDAM ZUID.
Como proceder para chegar ao Hotel, com transporte publico?
Fico em Amsterdam 02 dias compensa comprar amsterdam card?

Grata

Responder

Fabio março 9, 2012 às 23:01

Oi Meu Caro
Muito legal seu blog e tem me ajudado bastante.
Mas tenho uma dúvida:
Eu fiz uma reserva no hotel CitzenM (Prinses Irenestraat 30,
Zuideramstel) para o dia 19 de abril. Porem, o horario previsto para chegada no Aeroporto é as 10:30 pm sempre com a possibilidade de atraso.
Qual a opção de transporte para o Hotel neste horario?
Quanto custaria um TAXI para este trajeto?
Se usar o trem até a estação Zuid, o trajeto a pé até o hotel, a noite é seguro?

Eu e minha esposa estamos ansiosos por conhecer esta cidade
Ficamos no aguardo da sua ajuda neste assunto.

Obrigado

Fabio

Responder

Renata fevereiro 25, 2012 às 21:20

Ai, me desculpe! Não estava disponível na versão em inglês, mas achei depois, em holandês mesmo!
Caso alguém queira saber, o ticket de 24 horas é 7,50 euros e o de 48 horas é de 12 euros!

Responder

Daniel Duclos março 4, 2012 às 02:02

Oi Renata. A GVB está reformulando seu site e ainda não disponibilizou a nova versão em inglês. Obrigado e boa viagem

Responder

Renata fevereiro 25, 2012 às 21:19

Oi, Dani!
Eu tentei ver o preço do cartão OV-Chipkaart de 24 horas, mas não está mais disponível no site da empresa. Você sabe quanto custa hoje esse tipo de cartão?
Obrigada.

Responder

Raphaella fevereiro 14, 2012 às 21:51

Olá,
Fiz um post só sobre o I amsterdam card e coloquei o seu blog com referência para mais dúvidas. Se quiser dar uma olhadinha…
abs.
http://passandoaviagem.blogspot.com/2011/01/i-amsterdan-card.html

Responder

Michel fevereiro 11, 2012 às 22:17

Olá, muito bom o site. Vou para Amsterdam em março…e agora que comecei a entender um pouco do transporte com a ajuda do site. Minha dúvida é o seguinte: Se eu comprar este cartão de 24h posso usar no TRAM, pois entendi que no centro vale mais é utilizar este meio? Pois vou ficar pelo centro mesmo? fico no aguardo …vlw pelas dicas aew!!!!

Responder

Mayara Moreno fevereiro 9, 2012 às 01:43

Em 1º Lugar parabéns Blog muito legal e informativo
Gostaria de saber se é perigoso eu pegar um ônibus de schiphol até Hobbemastraat (N97Ônibus em direção a Amsterdam Marnixstraat) vou ficar no hostel Stayokay “Amsterdam Vondelpark”
meu voo chega de noite (22h) e do “ponto” até o hostel tenho q andar 4 mim (de acordo com o google)

Obrigada desde já

Responder

heron diego fevereiro 2, 2012 às 04:31

caro daniel qual a melhor sugestao de transporte entre amsterdam e bruges ou bruxelas, gostaria de sair cedo e retornar a noitinha , obg. valeu , e sobre o preço qual o mais em conta.
heron

Responder

Daniel Duclos fevereiro 2, 2012 às 09:35
JATG janeiro 17, 2012 às 12:22

Olá Daniel!
Vou estar 1 dia em Amsterdam (de passagem para Praga) e gostaria de lhe colocar algumas questões:
1 – Se o preço de uma passagem individual custa 2,60€, mas vale comprar o ticket de 24 horas que custa 7,00€, né?
2 – Este ticket de 24 horas dá para todos os transportes de Amsterdam?
3 – Posso comprar o ticket de 24 horas no aeroporto ou só na Centraal Station?
4 – Me pode explicar como comprar este ticket na máquina?
5 – Gostaria de fazer um passeio de barco pelos principais canais de Amsterdam. Qual a companhia melhor (e mais barata)?

Thanks.

Responder

Daniel Duclos janeiro 17, 2012 às 17:06

1 – Depende. Se você for pegar so 2 trams, não. Se for pegar mais, sim
2- Somente pra transportes da GVB. Está explicado em detalhes no texto
3 – Na centraal e outras estações de metrô
4 – É bastante auto explicativo, há um menu disponível em inglês, uma das opções é comprar bilhetes. Se tiver dificuldade, dirija-se ao posto da GVB na centraal, está indicado como ir lá no texto
5- Os preços são mais ou menos equivalentes, teria de comparar a todas uma a uma o que cada uma oferece. Na frente da centraal tem diversas, você pode verificar qual mais lhe convem

Responder

JATG janeiro 17, 2012 às 23:34

Obrigado pelas dicas.

Responder

Solange janeiro 12, 2012 às 13:20

Olá, Daniel! Primeiramente, parabéns pelo blog! Vou a turismo para Amsterdam e na volta tenho um voo saindo muito cedo (tipo 4 da manhã). Já fiz algumas pesquisas, mas parece que a solução será mesmo um táxi para o aeroporto. Sabe me dizer se a empresa TCA Taxicentrale Amsterdam é confiável? Estava querendo fazer a reserva on line. Obrigada.

Responder

Alexandre Zamperlini janeiro 9, 2012 às 15:27

Prezado Daniel como vai?

Deixei uma mensagem no seu Blog perguntando sobre hospedagem e realmente não consigo achá-la mais (link no site), inclusive sua resposta caso tenha já respondido.

Caso possa me ajudar, eu agradeço.

Abraços,

Responder

Daniel Duclos janeiro 9, 2012 às 15:33
Alexandre Zamperlini janeiro 9, 2012 às 15:43

Obrigado Daniel.

Neste período de final de Fevereiro costuma nevar na cidade? Tem uma idéia de temperatura média? No Hotel que comentei com você, consigo fazer bons passeios a pé (gostamos bastante)? Consegumios alugar alguma bike por perto?

Abs,

Responder

Daniel Duclos janeiro 9, 2012 às 15:56

Alexandre,

As suas perguntas já foram respondidas no blog. Peço que faça a gentileza de ler a seção de FAQ http://www.ducsamsterdam.net/faq-perguntas-e-respostas/

Também o artigo sobre clima: http://www.ducsamsterdam.net/o-clima-em-amsterdam/

E, claro, http://www.ducsamsterdam.net/dicas-de-amsterdam/

Um abtaço

Responder

Alexandre Zamperlini janeiro 9, 2012 às 17:08

Obrigado pela gentileza.

Abraços,

Alexandre

Responder

Enaldo Soares dezembro 31, 2011 às 01:10

Obrigado, Daniel, por retornar o meu comentário. Realmente, Copenhague e Oslo matam a pau.

24 dkk (coroas dinamarquesas) = 3,29 euros o ticket.
36 nok (coroas norueguesas) = 4,64 euros o ticket.
http://www.xe.com/ucc/convert/?Amount=24&From=DKK&To=EUR
http://www.xe.com/ucc/convert/?Amount=36&From=NOK&To=EUR

Um abraço e gelukkig nieuwjaar!

Responder

Enaldo Soares dezembro 30, 2011 às 14:33

Eu fiz uma pesquisa em dezenas de sites europeus e Amsterdam tem a passagem mais cara, provavelmente de todo o planeta.

Responder

Daniel Duclos dezembro 30, 2011 às 15:03

Amsterdam não é a cidade mais cara do mundo em transporte público, embora esteja entre as 10 mais. Oslo e Copenhagen são as mais caras. Veja lista em http://www.priceoftravel.com/595/public-transportation-prices-in-80-worldwide-cities/

Responder

juliana outubro 16, 2011 às 21:20

Obrigada Daniel! Já tinha tentando ir por outros caminhos e ñ tinha conseguido ver os horarios, por onde vc deu a dica foi direto! Agora estou mais tranquila.

Responder

Daniel Duclos outubro 16, 2011 às 19:54

Sim, tem trem as 23 hrs. Pra ver todos os horarios, use a indicação nesse artigo do sirte em inglês da NS (http://www.ns.nl/en/travellers/home)

Responder

juliana outubro 16, 2011 às 19:33

Ola Daniel! Vou pra Amsterdam em dezembro e chegarei no aeroporto perto das 23hrs. Gostaria de saber se tem trem levando pra Central Station até tarde ou melhor, até q horas saem trens pra estação central, vc sabe os horarios? Obrigada!

Responder

Aline outubro 16, 2011 às 18:06

É possível cadastrar um OV-chipkaart anônimo para que ele vire pessoal/identificado?

Responder

Daniel Duclos outubro 16, 2011 às 18:16

Eu não sei, na verdade.

Responder

Aline outubro 16, 2011 às 19:04

Eu sei que é uma pergunta estúpida, na verdade. Eu achava que não era possível, tanto que esperei abrir minha conta num banco aqui na Holanda pra comprar direto o personalizado. Uma amiga minha comprou o anônimo e agora quer passar pro personalizado, não quer pagar de novo míseros 7,50 e pediu pra eu ver se tem como fazer isso porque na loja falaram que é possível. Ela que pague de novo e não me incomode (e, por consequência, eu não faço mais pergunta imbecil aqui).

Responder

Daniel Duclos outubro 16, 2011 às 19:11

Aline, eu não achei que a pergunta era imbecil… e não me importo com perguntas imbecis quando elas surgem. Eu me irrito com perguntas agressivas e maldosas (minoria, mas recebo minha quota delas aqui no Ducs) ou ativamente abusivas (“faça o meu trabalho por mim, resolva minha vida de graça”). Perguntas honestas, mesmo óbvias, são bem-vindas. No caso da sua não é óbvia – eu honestamente não sei a resposta. Tenho a tendência de achar que não, e nunca vi nada que indicasse que sim, mas a verdade é que não sei – e não tenho problemas em admitir quando não sei algo. Deixei registrado pra, caso alguém mais saiba, nos ajude.

Responder

Aline outubro 16, 2011 às 20:18

Ah, que bom! Realmente procurei no site antes (santo Google Translate enquanto eu só entendo poucas palavras de holandês), mas não achei nada indicando. Então lembrei desse seu post sobre o transporte e decidi perguntar, mas logo depois que eu fiz a pergunta achei estúpida.

Deixa eu aproveitar para parabenizar pelo Ducs! Sempre acompanho, desde que fiquei sabendo que viria morar na Holanda, apesar de nunca comentar. Aprendi muito sobre a cultura aqui. Parabéns e sucesso!

Responder

Ana Magalhães outubro 6, 2011 às 02:36

Daniel,

Do Aeroporto Schipol até a estação central eu entendi pela sua explicação. Meu hotel fica próximo à estação de Metro Waterloo. Como faço (passo-a-passo) da estação central até lá?
E para voltar é tudo igual?
Táxi para circular pelo centro é muito caro?
Obrigada!
Ana

Responder

Daniel Duclos outubro 6, 2011 às 02:51

>Meu hotel fica próximo à estação de Metro Waterloo. Como faço (passo-a-passo) da estação central até lá? > E para voltar é tudo igual?

Resposta aqui:
http://www.ducsamsterdam.net/dicas-locais-de-amsterdam-que-os-turistas-em-geral-nao-conhecem/#rotas

> Táxi para circular pelo centro é muito caro?

Não só muito caro como altamente desnecessário: o centro é pequeno e pode ser percorrido em sua maior parte a pé ou, quando muito, de tram

Responder

Fernanda Villela Marques setembro 29, 2011 às 16:14

Pessoal, tem um grupo especializado em roubo no trem do aeroporto de amsterdam, tomem cuidado!!! o táxi custa em média 40 euros e é bem mais seguro, te leva tranquilo ao centro da cidade, estive no último sábado por ai e me levaram tudo: passaporte, dinheiro… foi muito rápido…

Responder

Daniel Duclos outubro 6, 2011 às 14:13

Lamento saber do ocorrido, mas discordo com veemencia de que taxi seja mais seguro. Os taxis de Amsterdam são um problema conhecido na cidade, e existem diversas histórias de horror envolvendo violência, ou ameaça de violência com taxistas. Por mais de ano a Carla pegou trem todos os dias em Schiphol (e eu peguei regularmente também) e jamais tivemos problemas — isso não quer dizer que problemas não existam, claro. Apenas que na minha experiência, a chance de você passar nervoso dentro de um taxi em Amsterdam é extremamente maior do que dentro de um trem.

Responder

cristiana setembro 6, 2011 às 00:08

HEY

Gostariamos de saber qual o melhor transporte para ir de haia para amesterdão, o site dos transportes está um pouco confuso. Reparei que no site do trem tem na 2a classe um desconto de 20 % ficando a viagem a 8 euros e qualquer coisa mas não sabemos que desconto é esse. relativamente a horarios à noite há possibilidade de voltar para haia com facilidade?

Obrigada
cumprimentos

Responder

Daniduc setembro 6, 2011 às 00:22

O melhor transporte é trem (comboio). O desconto é apenas pra quem tem a carteira — seja de assinatura, de idade etc.

Sim, é fácil voltar de Haia a noite.

Responder

Mariano setembro 5, 2011 às 15:12

Aê Daniel, bom dia!
Escrevo só para dizer que em uma aula de gestão ambiental sobre transporte lembrei de Amsterdam e de suas multiplas opções de transporte, principalmente os coletivos (que pra mim é a cidade que melhor resolveu esse problema urbano!) e quando fui pesquisar na net para poder mostrar aos colegas que não conhecem como funciona, lembrei do seu blog e achei esta matéria super completa! Só senti falta de uma foto dos trams todos coloridos e pintados, eles não são mais assim??? Valeu, grande abraço!!

Responder

Daniel Duclos setembro 5, 2011 às 18:59

OI Mariano

Os trams são do jeito que estão na foto desde que mudei pra cá em 2007. Se eles foram coloridos antes disso, eu não tenho conhecimento,

Abraços

Responder

cristiana setembro 1, 2011 às 01:09

OLá mais uma vez, recomendas qual transporte de haia a amesterdao? a praia de haia fica muito longe da cidade?

Obrigada

Responder

André Petroni julho 25, 2011 às 04:19

Daniel

To com uma duvida

Quando formos comprar o ticker nas maquina amarelas na estação de Schiphol para ir a Amsterdaam Central

Compra-se a passagem para um trem/horário específico, ou compra-se para o trecho (Schiphol-Amsterdam Centraal) e poderiamos pegar qualquer trem/horário

Grato e parabens pelo site

Responder

Daniel Duclos julho 25, 2011 às 09:57

Compre a passagem que vale pro dia todo pro trecho específico.

Responder

Christian julho 11, 2011 às 03:34

Daniel:
Preciso de uma dica.
Estou viajando para Amsterdam com minha mulher e um bebe (1ano e 6meses).
Tendo em vista o bebe (e as malas…), vale arriscar um trem ou melhor “investir” em um taxi do aeroporto ao hotel?
Vi no site do aeroporto que existem umas vans que fazem servico de transfer. Seria uma boa opcao para o meu caso?
Outra coisa, tendo em vista a chegada do Babyducs, poderia me dizer se a cidade tem certa estrutura para receber pais com bebes (tipo, banheiros com fraldario, restaurantes com cadeirinhas…).
Agradeco desde ja.
Abraco!

Responder

Leonardo junho 21, 2011 às 11:51

Olá Daniel.

Parabéns pelo site, dicas muito úteis.

Estou indo passar alguns dias em Amstedam início de agosto e pretendo fazer durante a estadia o percurso Amsterdam-Koln-Bruges-Amsterdam. Porém na hora de comprar as passagens de trem no site da nshispeed o mesmo fala que não aceita cartões de créditos de muitos países fora da Europa. A pergunta é, eu deixando para comprar a passagem de trem apenas quando chegar em Amsterdam corre-se o risco (e se sim, qual a o tamanho) de não ter mais trem nos horários que quero ou o preço estar muito diferente? E se existe outra maneira de eu comprar essas passagens de trem aqui do Brasil? Agradeço desde já.

Responder

Daniel Duclos junho 23, 2011 às 16:59

Oi leonardo

Sim, é fato. Existem outros sites que vendem passagens via internet que podem aceitar o seu cartão. A questão é que nunca testei nenhum deles, então não posso recomendar.

Sim, há risco de não haver a passagem. Quão grande não sei, sinceramente. Tenho a tendência de dizer que não é grande, mas estou chutando. Já o risco de o preço estar diferente é bem grande: quanto mais em cima da hora, mais caro, em geral salvo promoções. Vai depender muito também do operador que te atender. Uns tem mais boa vontade de caçar uma solução pra você do que outros. Eu já encontrei uma operadora que disse que a passagem que eu queria estava esgotada naquele horário. Pedi outros horários, ela resmungou e disse que não tinha. Sai da fila, peguei senha novamente, esperei outro operador me chamar. Esse ficou procurando em todos os horários até que achou um que ainda tinha a passagem no preço que eu queria… pra você ver.

Abraço

Responder

Juliana junho 16, 2011 às 05:06

Oi Daniel

Desculpe incomodar mais uma vez mas ainda tenho uma dúvida… Além de tram e ônibus terei q usar trem do aeroporto para a centraal já que meu hotel fica ao lado do aeroporto. É necessário o cartão intregrado com a NS? Ou compro apenas o GVB e uma passagem de trem em separado? Obrigada

Responder

Daniel Duclos junho 23, 2011 às 17:02

Oi Juliana

Não precisa comrpar cartão integrado não. Pode comprar apenas GVB e uma passagem da NS em separado.

Graag gedaan! Boa viagem.

Responder

Fernando maio 30, 2011 às 21:41

Olá!

estive em amsterdam neste fim de semana e usei várias dicas do seu blog….muito obrigado!

Quanto ao trem, descemos no aeroporto Schiphol e fomos comprar o bilhete. Tinha o normal com paradas e uma opção que ia direto sem paradas. Na dúvida comprei o segundo que custou um pouquinho a mais.

Na hora de ir pra estação de trem, que é integrada com o aeroporto, confesso que achei um pouco confuso. Tinha acabado de vir da Italia e da frança onde achei tudo muito sinalizado e com informações fáceis e ali nos sentimos um pouco perdidos. Andando pelo aeroporto haviam placas indicando o caminho da estação de trem. Fui seguindo porém quando percebi já estava em uma plataforma, com trem dos dois lados e as informações do painel da plataforma não deixavam claro se o trem iria passar pela Amsterdam Central. Não encontrei nenhum painel com horários, próximos trens, etc. Entramos em um trem que um “simpático nativo” nos indicou, e lá dentro, me disseram que não era o trem certo. Descemos com as malas correndo e quase não deu tempo. Em seguida parou outro trem na mesma plataforma e ai apareceu no painel que este iria pra Amsterdam Central. Entramos e confirmei com o pessoal lá dentro que este iria mesmo pra lá. Saimos na estação certa mas na volta preferimos pegar um taxi, ja que teriamos horario certo pro voo e não achei legal arriscar errar o trem…rs.

Um detalhe, não precisei usar em nenhum momento o bilhete que a maquina emitiu….O bilhete custou +-4,50 euros por pessoa. O taxi de volta para o aeroporto as 5 da manhã custou +-50 euros.

Aproveitando pra quem vai pra Amsterdam, vou dar minha opinião. Se vc é solteiro e quer bagunça, pode ficar um bom tempo por lá. Se vai em casal pra passear, um dia é muito tempo….meio período já é suficiente. Dá pra conhecer os canais, fazer um passeio de barco, ir no museu da Anne frank, no museu do sexo e no red light district se quiser. Mas a cidade é muito agitada com carro, bonde, gente e bicicleta acelerados pra todos os lados. Vc tem que estar sempre atento olhando em toda volta porque dá a impressão que vai ser atropelado a qualquer momento.

Responder

Daniel Duclos maio 30, 2011 às 21:54

Oi Fernando

brigado eplo seu comentário. Sinto muito que tenha achado confuso o Schiphol e que tenham te dado a info errada.

Porém, há sim painéis que indicam quais os próximos trens e os horários. E em cada plataforma há um painel que indica qual o próximo trem.

A fiscalização de bilhetes é incerta. Eles Não fiscalizam todas as vezes em todos os trechos, e é possível andar diversos trechos sem ser fiscalizados. Entretanto, se pego sem o bilhete, há uma multa salgada em adição ao preço da passagem.

Eu respeito sua opinião sobre Amsterdam, mas discordo fortemente. Eu morei com minha mulher por quase 3 anos em Amsterdam, e eu e minha mulher não gostamos de bagunça e achamos 3 anos pouco. Amsterdam é uma cidade extremamente rica, com opções culturais imensas, com uma arquitetura e história muito maiores do que seus meros 700 anos. Claro, se você ficar apenas no centro por um dia, você verá uma versão agitada. Mas os casais que quiserem explorar com calma a cidade por mais dias não se arrependerão e serão recompensados com uma experiência enriquecedora — e conheço muitos casais que fizeram exatamente isso.

Um abraço

Responder

rbp maio 30, 2011 às 23:08

Eu passei 15 dias em Amsterdam com a minha esposa em janeiro do ano passado, e achei tão pouco que, um ano depois, vim morar aqui :)

Responder

Eveline Koefender maio 28, 2011 às 00:39

Oi Dani! Com essa aparente complicacao…. nao é mais facil pegar taxi? Digo, para mim, que sou turista e ficarei poucos dias, claro! Em Barcelona, por exemplo, taxi é tao barato quanto o transporte publico! Pega onibus, pega trem, pega onibus de novo… até chegar no seu destino demora um tempao e é quase o mesmo preco do taxi… Como é essa comparacao aí em Amsterdam?
Abraco!

Responder

Daniel Duclos maio 28, 2011 às 00:52

OI eveline…

Na verdade, eu quis ser completo, ma se você for turistar, compre os cartões de horas da GVB pro período que você irá ficar e pronto.

Amsterdam é uma cidade pequena e é muito fácil de ser explorada a pé e de transporte público. Táxi aqui é extremamente caro e, pior, nem sempre… hã… honestos. Eu digo com tranquilidade que taxi aqui é uma *grande* roubada a não ser que você tenha uma necessidade especial de locomoção.

Claro, se você quiser ficar com a comodidade do taxi, é sempre uma opção… ams espere pagar bem por ela.

Abs e boa viagem.

Responder

Juliana maio 18, 2011 às 05:18

Oie Daniel, tudo bem?

Parabéns pelo blog. Muito bom!!!

Por favor me ajude. Estarei hospedada no Ibis Airport e pelo que li a melhor maneira de chegar ao centro é pegando um trem no aeroporto já que o hotel oferece translado gratuito até lá. Que linha de trem exatamente me deixa na estação central saindo de Schiphol?

Obrigadaaa

Responder

Daniel Duclos maio 18, 2011 às 10:32

Existem inúmeras. Descubra qual o proximo trem no painel eletrônico que lista os próximos trens. Em geral, os trens pra Amsterdam param na plataforma 1 e 2 (Plataforma é “Spoor” em holandês).

Responder

Marcio maio 9, 2011 às 04:27

Ola Daniel, td bom?
Parabéns pelo ótimo blog! Nosso roteiro para Amsterdam está sendo feito com base nas suas dicas…rsrs

Uma dúvida que passou pela minha cabeça é a respeito das bikes na holanda…é tranquilo de alugar? Como funciona a questão da diária/horas de aluguel de cada bicicleta? E sobre os bicicletários, é tranquilo tbm para turistas fazerem isso?

Como nosso hotel é numa região central e pelo que percebemos, daria pra fazer tranquilamente tudo a pé (ou pedalando, que seria bem mais agradável), pensamos seriamente em fazer como os holandeses fazem e pedalar… para nós turistas de primeira viagem na Holanda é viável (ou recomendável)?

abraços
e desde já agradecemos a ajuda e as dicas.

Marcio e Marcia

Responder

Fernando maio 5, 2011 às 18:58

Muito obrigado por todas as dicas. Estou anotando tudo para minha viajem na próxima semana.

Estou com uma dúvida…Meu voo de retorno para o Brasil será em um domingo às oito da manhã. Pretendo pegar um trem na estação central para ir para o Schiphol umas seis da manhã. Este horario já está tudo funcionando? inclusive a bilheteria?
Pensando bem, acho que vale a pena comprar antes o ticket pra evitar imprevistos…bom …saindo 2 horas antes do horario do voo, acho que não tem erro né?

Obrigado,
Fernando

Responder

Daniel Duclos maio 5, 2011 às 19:21

Fernando, repito pra você o que eu disse logo acima pro Francisco: useo o calculador de rotas! Com ele você elimina toda a sua dúvida e sabe não só que horas exatamente você tem de sair do hotel, mas em qual ponto pegar o transporte, qual trem pegar, em qual plataforma, que horas precisamente você desembarca no Schiphol em qual plataforma.

Tudo o que você tem de fazer é colocar seu endereço de saída (o do hotel, suponho), o de chegada como Schiphol e por a hora exata que você quer chegar no Schiphol como “hora de chegada” Pronto, calcular.

Como fazer isso? Eu ensinei passo a passo, com screenshots, mostrando tudinho. Aonde? horas o link está nesse próprio artigo! Em uma seção dedicada e em destaque só pra ele.

Tá bom, é esse aqui: http://www.ducsamsterdam.net/dicas-locais-de-amsterdam-que-os-turistas-em-geral-nao-conhecem/#rotas siga o tutorial e elimine qualquer dúvida ou adivinhação do processo. Boa viagem

Responder

Eli maio 4, 2011 às 21:01

Olá Daniel
muito bom blog e está nos ajudando muito para aplanejar a nossa viajem. a minha pergunta é o meu filho de 4 anos deve ter um OV-Chipkaart para ele ou só o meu e da minha esposa? e de Sciphol até o centro, ele deve pagar também?
grato e abraço

Responder

Daniel Duclos maio 5, 2011 às 19:37

Oi Eli

O seu filhod e 4 anso teria direito a um desconto na tarifa — crianças de 4 a 11 anos têm — mas pra isso você rpecisa ter um OV identificado pra ele. Temo que pros OVs de horas (24, 48 etc) ele precisará de um, sim.

pra viagem entre o aerporto e a cidade, quem faz é a NS, outra empresa, entào outras regras. Crianças de 4 a 11 anos viajam com um railrunner, que custa €2,50. Ele está à venda nos mesmos lugares que as passagens normais (info em holandês aqui: http://www.ns.nl/cs/Satellite/reizigers/regelen-en-kopen/welk-treinkaartje#railrunner-id)

Abs

Responder

Francisco Brito Jr. maio 2, 2011 às 06:32

Olá Daniel. Excepcional seu site. Estarei de passagem por amsterdam rumo a rotterdam dia 7 de maio. Com inglês sofrível espero não acabar domindo na rua ou tendo que pagar cara por taxi. Chegarei num horário ruim 18:15h. É a zona do crepusculo no Brasil, e aí? MEU HOTEL ESTÁ EM LEIDSEGRACHT. Ito é muito longe da Centraal Station? Dá para ir a pé? Irei com pouca bagagem pois só ficarei 10 dias sendo 1 noite em Amstedam e o restante em rotterdam. O meu medo não é pagar mico mas sim pagar caro e ou dormir na rua (ou não dormir). Na ida para Rotterdam tem trens na Centraal Station ou você recomenda outro tipo d etransporte? Enfim muitas dúvidas para um pseudo turista de primeira viagem apesar que nem turista posso ser chamado já que vou a trabalho mas sozinho e sem suporte de ninguém. UFA! ESPERO SAIR VIVO DISSO!

Responder

Daniel Duclos maio 2, 2011 às 12:34

Oi francisco. hey, calma. Vai dar tudo certo.

Olha só a pergunta “Ito é muito longe da Centraal Station? Dá para ir a pé?” dá pra ser respondida com o que ensino nesse próprio artigo. Tem uma seção sobre como calcular rotas. Siga e você vai ver. Eu não sei de cabeça, eu teria de fazer o cálculo. Então, em vez de eu fazer o cálculo pra cada um que vem aqui no site (caso em que eu não faria outra coisa da vida), eu ensino você mesmo a calcular.

Nessa época está anoitecendo depois de 21h00.

Abraço e boa viagem.

Responder

Catherine abril 25, 2011 às 23:08

Duc, se eu for do aeroporto para a Centraal Station, como faço para voltar para o aeroporto?
Muito obrigada, o seu blog me ajudou muito a ter noção do que fazer em Amsterdam. Parabéns pela iniciativa.
Kety

Responder

Daniel Duclos abril 26, 2011 às 12:00

Pela Centraal Station também. Existem diversos trens que passam peloaeroporto saindo da Centraal. Qqr dúvida, no texto eu indiquei como calcular a rota ponto a ponto e ver todos os trens que servem, incluindo até a plataforma de onde eles partirão.

Responder

Alexandre Costa abril 12, 2011 às 20:35

Quando você diz que explica tudo, é tudo mesmo! Post de utilidade pública pra quem vai a Amsterdam!

Quando estive em Amsterdam fui de trem do Aeroporto Schiphol até a Centraal Station e depois peguei um tram até a Rembrandtplein, onde estava o meu hotel. No trajeto de volta peguei o tram até a Centraal, de onde partiu meu trem para Paris. Gostei muito do serviço de transporte público, foi simples de utilizar, prático e rápido. E com as dicas que já tinha lido por aqui, não paguei nenhum mico!

Parabéns pelo post! Um abraço!

Responder

Daniel Duclos abril 22, 2011 às 10:40

Valeu Alê! Abração

Responder

Bruno Alquimim abril 4, 2011 às 02:38

Excelente seu site, Daniel ! Parabéns !!! Estarei na Europa na próxima semana e passarei 3 dias em Amsterdam . Só que meu vôo de volta sai muito cedo do aeroporto de Schipol, às 06:30 a.m. . A que horas os trams e o trem para o aeroporto abrem ? Que outras opções eu teria para chegar no aeroporto ? Um taxi do Vandelpark até o aeroporto custa muito caro ? E é fácil conseguir um taxi na madrugada ?

Obrigado Daniel e mais uma vez, parabéns !

Responder

Daniel Duclos abril 4, 2011 às 03:00

O horário depende de onde você está. O melhor a fazer — na verdade é exatamente o que eu uso em todas as vezes em que tenho de saber que transporte devo pegar em uma determinada hora — é usar o jorneyplanner. E não só eu: todo mundo aqui na Holanda usa o http://journeyplanner.9292.nl/ calcule lá, colocando a hroa em que deseja chegar.

Pra conseguir taxi a qualquer hora, chame. O telefone está no artigo sobre dicas: http://www.ducsamsterdam.net/dicas-praticas-de-amsterdam/

Responder

Yone março 27, 2011 às 18:40

Oi, Daniel!

Conheci o seu blog hoje, por indicação de um amigo, Fred Fernandes. Adorei as dicas e principalmente as fotos!!!!

Vou para Amsterdam no próximo mês e tenho uma dúvida:
Como são os horários dos Trens para Schiphol? Funcionam 24h/7d??? E nos feriados?

Parabéns pelo blog e muito obrigada pela dicas!!!

Responder

Daniel Duclos março 27, 2011 às 20:42

Oi Yone. Os trens não são 24/7, mas funcionam feriados sim. A melhor maneira de ver horários possíveis é usar o jorney planner da NS: http://www.ns.nl/cs/Satellite/travellers Abs e boa viagem

Responder

Alesandra Goyana março 25, 2011 às 09:15

Na verdade dúvidas sempre irao existir…hehehe,apesar de estar morando a 1 ano e 2 meses na Holanda me sinto totalmente perdida. Mas,eu vim deixar um elógio e um agradecimento sincero pelo site que esta me salvando pois apesar de conhecer muitas pessoas que moram aqui a muitos anos estas nao conhecem muito bem estes sistemas,muitas usam seus carrinhos e eu fico refem do transporte publico. Nao so em Amsterdam,mas no resto da Holanda.
Penso seriamente em vender minha privacidade tambem..hehe
Abracos,
Ale Goyana.

Responder

Teresa março 20, 2011 às 02:57

Daniel, em bom português dutchiado: seublogéfodademais! Sério, estou dando gargalhadas e aliviada por descobrir o que eu nunca imaginei que seria tããão complicado em Amsterdam. Então, estou estudando seu post, com tópicos e montando um power point pra não me perder quando for conhecer a cidade em abril! Abraço, Teresa

Responder

Daniel Duclos março 20, 2011 às 03:11

Oi Teresa

Brigado, fico feliz que tenha curtido.

Inclusive, bem a calhar, estou escrevendo nesse minuto um guia de planejamento de viagem pra Amsterdam, anunciei na página do Ducs no FaceBook hoje mesmo

http://www.facebook.com/photo.php?fbid=197564533610060&set=a.175587705807743.38996.107990362567478&theater0

hehe. Estou começando do zero, reescrevendo bastante coisa, organizando, deixando objetivo (mas aidna engraçado) vai ter dicas inéditas… acho que está ficando bem legal. Espero que possa ajudar a outros viajantes.

Um abraço e boa viagem!

Responder

Marcelle março 19, 2011 às 03:05

Oi, Daniel,
Surgiu outra dúvida. Você fala que “Dois, se você tá de viagem e só quer poder ir de trem pra Schiphol sem comprar passagem separada da NS e usar o mesmo OV-Chipkaart em tudo, eles têm um produto integrado exatamente pra isso’.
Só que eu fui nesse link e não entendi como essa extensão para trem funciona… Poderia explicar melhor?
Eu vou passar 3 dias em Amsterdam com o I AMsterdam Card, mas depois vou ter q comprar um OV para o quarto dia. E tb vou ter q pegar trem para o aeroporto em duas ocasiões (quando chegar do Brasil e quando for fazer um bate-volta para ir no Keukenhof).
Obrigada,
Marcelle

Responder

Carla Duclos março 19, 2011 às 14:08

Oi Marcelle,

Pra usar o OV no trem também você tem que ir numa das máquinas de venda de passagem de trem da NS e habilitar o seu OV pra poder pagar viagens de trem também.

No seu caso realmente acho que o OV não vale a pena. Você vai gastar 14 euros só pra comprar 2 OVs, pois tem que ser um por pessoa, pra usar um dia. O melhor é vc comprar o passe de um dia da GVB pra usar no dia que vc não terá mais o I Amstredam card e pagar a passagem do trem pro aeroporto separado. Mais barato e mais prático.

Boa viagem!

Abraço,

Responder

Marcelle março 19, 2011 às 02:35

Oi, Daniel,
Muito legal o seu blog, parabéns!
Tenho algumas dúvidas, será q pode me ajudar?
Um único OV-Chipkaart pode ser usado por 2 pessoas (para eu economizar os 7 euros de um cartão)?
Vi que vc já foi à Bélgica. Sabe como é o transporte de lá? Eles tem passe q vale por 1 dia? É que vou chegar em Bruxelas na noite do dia 30 de abril, andar até o hotel (que é pertinho da estação ZUid). Vou precisar de me locomover lá de transporte público no dia 30 (vou passar o dia em Bruges) e no dia 1 de maio, quando eu quero dar um rolê pela GRand Place de manhã e ir à tarde pegar meu voo para Londres.
Obrigada,
Marcelle

Responder

Daniel Duclos março 19, 2011 às 02:45

Oi MArcelle

Um único OV-Chipkaart pode ser usado por 2 pessoas (para eu economizar os 7 euros de um cartão)?

Não. Cada pessoa deve ter um. Se você vai ficar poucos dias, talvez valha mais a pena pegar o cartões de horas da GVB.

Sabe como é o transporte de lá?

Usei muito pouco. O que usei, gostei, é razoavelmente bom.

Eles tem passe q vale por 1 dia?

Não sei te dizer, embora se fosse chutar diria que sim, as cidades em geral tem. Compensa pesquisar especificamente nos sites de transporte da cidade.

Abraços

Responder

Angela Fernandes março 15, 2011 às 01:53

Oi Daniel,
Grata pela informação…depois posto aqui se realmente é um BBB. Vou fazer o roteiro da nossa breve passagem por aí, lógico que usando todas as suas dicas…
Abraço.
Angelita.

Responder

Cristiano março 13, 2011 às 23:08

Parabens pelo Blog Daniel! Bem bacana!

Me tira uma duvida… estou indo pra Amsterdam com 2 amigos no proximo fim de semana e os albergues estao bem caros nesse periodo. Imagino que esteja rolando algum evento importante na cidade, nao sei… o fato é que pensei em buscar uma hospedagem nao muito central e, consequentemente, mais barata… aí vem a duvida: os trams/onibus funcionam a noite inteira nos fins de semana? Ou somente ate 00h? E se nao funcionam, o sistema de onibus noturnos é legal?

Valeu!!! Abraco,
Cristiano

Responder

Daniel Duclos março 19, 2011 às 02:41

Oi Cristiano

Não, os trams param por volta de meia noite. Depois, você tem de usar as nachtlijnen, linhas noturnas. Funciona, usei várias vezes, embora seja um pouco caro. Procure se informar dos itnierários antes, qp tem somente algumas linhas operando.

Responder

ana Lucia março 13, 2011 às 22:23

Ola, Ducs!
Estarei na Holanda em junho e depois quero ir direto para Nice.
Pesquisei e vi que a passagem saira por aproximadamente 200 euros.
Vc ja viajou com aquele passe que vale para determinados numeros de viagens por alguns meses?
Acha que vale a pena? E a marcação dos assentos, é feita com antecedencia na estação ou na internet.
Obrigada
Ana Lucia Moura

Responder

Angela Fernandes março 6, 2011 às 21:53

Oiii Daniel, espero não estar entrando na turma “perguntas já respondidas”…mas na insegurança prefiro perguntar…rsrsrrsrsrs…
Eu e meu marido estaremos fazendo um pit stop por aí, de 18 a 21 de Maio, pós países nordicos. Reservei pelo booking.com (meu velho conhecido), o Owl Hotel – Roemer Visscherstraat 1
1054 EV, achei um excelente BBB(bom,bonito e barato), o q me diz sobre a
localização? Serão dois dias e meio na cidade, mas quero ir a Keukenhof, tipo bate e volta, dia 19 ou 20…, já pesquisei as formas de ir e vir, vale?
O restante só na cidade, será q vale adquirir algum tipo de cartão?
Aguardo ansiosa um helpiiiiii….
Abraços.

Responder

Daniel Duclos março 9, 2011 às 17:00

A localização me parece muito boa. Keukenhof vale se você gosta de flores. Se sim, é um epsetáculo. Qto aos cartões, tem de fazer a conta: depende do que vc pretende visitar e o que cobre o cartão. Cada caso é um caso.

Boa viagem

Responder

gil março 2, 2011 às 20:27

Boa Tarde Daniel, tenho andado a ler com muito agrado o seu blog uma vez que dia 16 de Março vou para amsterdam uns dias. A minha duvida é a seguinte, uma vez que o voo é para Eindhoven e o hotel onde vou ficar é em amsterdam, e já tendo visto no 92920v os horários como faço para comprar os bilhetes uma vez que vou mudar 2 ou 3 vezes de transporte. obrigado

Responder

Daniel Duclos março 2, 2011 às 22:20

Oi Gil, depende de como vc optar pagar. Vc pode ir comprando cada passagem avulsa, na hora, ou pode comprar um OV anônimo e carregar com um valor e ir fazendo check in e check out a cada passo da viagem. Como comprar o OV e as passagens está explicado no artigo.

Abs.

Responder

Diego fevereiro 13, 2011 às 18:40

Ufa, ainda bem que só usei o OV-chipkaart quando peguei o metro pra Bijlmer ArenA. Mas ainda assim paguei um miquinho: saí pela porta do trem, mas mais adiante tinha outra porta, que de fato ia pra fora da estação (acho que foi isso). Daí, ao passar o cartão, “boop-boop!” negado. Passei de novo. “boop-boop!” Pensei “pqp essa m* ainda tem 24 horas de validade e não me deixa saiiiiir!” Aí eu descobri que era a saída da estação de TREM, a do metrô era uma portinha mais pro canto! hahahaha ainda bem que poucas pessoas notaram na hora :P

Boa dica essa da balsa, fechou: vou conferir Amsterdam-Noord nos meus 2 diazinhos em abril! :D

Abraço!

Responder

Eliane Gomes fevereiro 11, 2011 às 11:29

E la vai o Daniduc dismistificando os misterios batavos!! Bravo!!!
Uma dica que talvez tenha passado desapercebida: e’ possivel ter seu cartao OV automaticamente recarregado. Eu tenho o cartao pessoal e sempre que o saldo chega a Euro 4,00, a empresa tira uma quantia diretamente da minha conta bancaria. Assim estou sempre certa que tenho dinheiro suficiente para a viagem. Imagina o mico de entrar no bus e “Bleep”.. ou voce tem que recarregar na hora na maquina dentro do veiculo, ou simplesmente sair dele.

Em relacao a pontualidade dos horarios de transporte publico na Suica: nao e’ mito, nao! Vivi la por tres anos e eles sao realmente neuroticamente pontuais… acabei contraindo a doenca!!

Outro dos meus extra: no site da Conexxion (linhas de onibus) e’ possivel fazer o download das linhas de onibus com todos os horarios e todas as paradas, de todo o pais, mas somente da empresa em questao. Inclusive das ‘nachtlijnen” (linhas noturnas): http://www.connexxion.nl
Inicialmente o site vai estar somente em holandes, mas assim que voce clicar no mapinha e escolher a area, vai aparecer uma bandeirinha inglesa (opcao em ingles)

Responder

Daniel Duclos fevereiro 11, 2011 às 14:02

Oba eliane, excelentes dicas como sempre. O autoreload foi bem lembrado. Eu sempre me recusei a fazê-lo, na verdade, por uma certo medo… tipo, de perder o cartão e não conseguir cancelar antes de o mané sair usando o acesso infinito à minha conta, por exemplo. É meio irracional, confesso. Já me custou esse mico que você falou — e tive de morrer com €2,60 (a taxa-turista). Sucks.

O lance do site da Conexxion eu não sabia, obrigado pela dica! Excelente!

Aliás, se não ficou claro no artigo, eixo aqui uma dica à todos: o site da GVB tbm tem *muita* informação. Explorem-no!

Sobre a Suíça: acho que dei um pouco de azar quando lá estive, acabei pegando uns ônibus que estavam mais ou menos dentro do horário, mas não no horário preciso impresso no ponto. Nada que comprometa, mas acabei concluindo da minha experiência de turista que era um pouco de mito (pode ser tbm que eu tava na parte francesa da suíça, haha). Mas taí, por isso que a gente deve sempre falar com quem mora no lugar, né? (*wink* *wink*)

Brigado mais uma vez pelo comentário precioso…

Responder

Khennya fevereiro 10, 2011 às 20:57

Obrigada, foi bom perguntar! Estava em dúvida se eu levava o carrinho ou não antes de ir pra Holanda. Eeee um babyduc chegando! Parabéns, espero que vcs tbm compartilhem essas experiências com o bebe na Holanda aqui tbm, assim vai me tirar muitas e muitas dúvidas já que eu vou ser uma nova moradora nos países baixos com um bebe de colo ainda, hehe.

Responder

Khennya fevereiro 9, 2011 às 20:58

Muito bom o post! O Toninho tocou num ponto que eu realmente estava em dúvida, sobre carrinhos de bebê. Dá pra pegar de boa, trem e metrô com o carrinho?

Responder

Daniel Duclos fevereiro 10, 2011 às 18:21

Oi Khennya

Então, dá mais ou menos de boa. Dependendo do modelo do tram tem de fazer um malabarismo maior ou menor. Em alguns só é possível com ajuda de alguém. Em outros, dá tranquilo. No trem, precisa de alguém pra ajudar a subir o carrinho, a não ser que você seja muito ninja na arte de subir carrinhos. COm o Babyduc vindo, descobrirei melhor isso ;)

Abs

Responder

Toninho fevereiro 9, 2011 às 11:37

Oi Daniel, muito legal como sempre seu post…uma perguntinha: dá prá pegar tram com malas de boa ou isso provoca olhares desaprovadores dos locais? e tem que pagar por elas tb?

Responder

Daniel Duclos fevereiro 9, 2011 às 11:58

Oi Toninho. Dá pra pegar tram com mala sim, sem pagar extra. Mas você vai ter de ficar na área que tem ali em volta da cabine do cobrador, reservada pra bagagem. O conflito potencial surge quando entram carrinhos de nenê que têm preferência, ou se já estiver lotado o tram, inclusive com bagagem. Mas no fim todos se arranjam. É meio que um caos organizado. Se o tram tiver com espaço é, como diz um gringo que eu conheço tentando falar português: “tji poa” (de boa).

Responder

Gustavo fevereiro 9, 2011 às 09:08

Excelente post, super completo!

Na minha passagem por Amsterdam os trams foram essenciais, até porque fiquei mais pelo centrão mesmo.

Com certeza uma página que vou consultar quando passar por Amsterdam novamente, por via das dúvidas!

Keep up the good work :)

Responder

Daniel Duclos fevereiro 9, 2011 às 12:00

Fala Gustavo, valeu! Fico feliz que você tenha curtido. Brigado pela visita ao meu blog (e pela cia lá no twitter :) )

Quando cê passar por Amsterdam de novo, me avisa ;)

Grande abraço

Responder

Ali fevereiro 9, 2011 às 02:26

Excelente post de dicas, Dani. Didático como sempre!

Eu lembro quando você deu a dura na holandesa no trem: “Ik woon in Amsterdam” (é assim que se escreve?). Ela nem ligou, mas eu só pensei na hora “uuuuuuh, mandou calar a boca, uuuuuh, vixi, vixi”, hehe (ps.: eu sei que não foi isso, tá?)

Agora, falando de coisa série, o nachtlijnen (ônibus noturno) é bem útil. Você pode passear de madrugada sem problemas, sempre tem um jeito de voltar para casa. Ideia bem legal. E os motoristas, pelo menos quando usamos, eram bem simpáticos. Sempre nos ajudavam a descer na estação certa e tudo o mais.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 9, 2011 às 11:19

Valeu Ali… mas eu não dei dura não, eu só, hã… só falei pra ela que eu sabia que não era a centraal e TURISTA É A… enfim. :)

(sério mesmo moçada, agora: eu só disse “é eu sei, eu moro aqui. Brigado”)

Os motoristas são muito legais com os turistas em Amsterdam! Eu tenho muitas histórias pra contar de motorista legal! Bem lembrado!

Teve uma vez que achamos um cobrador de tram que falava português, inclusive…

Responder

rbp fevereiro 9, 2011 às 20:47

O problema não são as nachtlijnen, mas pra onde diabos você anda quando sai do ônibus! “Where the fuck am I? Seriously, I know I’m in Holland, but where the fuck am I? What street is this?” ;)

Responder

Renata Linhares fevereiro 8, 2011 às 23:09

Oi Daniel. Estou voltando jaja e estas dicas vao ser bem importantes! Tenho que escrever para a Carla para dizer que a papelada esta rolando e que vai dar tudo certo!!!! Acabamos de alugar um ape bem lindinho em Amsterdam. Ate que enfim, vou poder voltar a pedalar a Geraldine.
ps: (odeio teclados americanos e a falta de acentos….rs).
Abracao.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 9, 2011 às 11:16

Oi Renata, legal, parabéns. Finalmente está fazendo as rodas burocráticas se mexerem. Mantenha a fé que logo logo as rodas que se mexerão serão as da Geraldine.

Bjs

Responder

rbp fevereiro 7, 2011 às 14:44

“[Tram] no geral é um meio de transporte bem agradável.”

Exceto quando dois caras resolvem se pegar de porrada na nossa frente, né? ;)

Responder

Daniel Duclos fevereiro 7, 2011 às 14:47

é uma das exceções. By the way: welkom in Amsterdam… :P

Responder

rbp fevereiro 7, 2011 às 14:49

Hehehe Pois é, é só chegar na “cidade grande” que já somos confrontados com a violência ;)

Responder

{ 20 trackbacks }

Previous post:

Next post: