O melhor guia online sobre Amsterdam, em português” – Estadão

Dia da Bastilha em Paris: fogos de artifício na Torre Eiffel

por Daniel Duclos em 17/09/2010

No Brasil, o dia 14 de julho é conhecido como o Dia da Bastilha, ou da Queda da Bastilha, mas na França ele é o quatorze julliet, ou a Festa Nacional Francesa (Fête nationale française). É o dia nacional, como é o 7 de setembro no Brasil, o 4 de julho nos Estados Unidos e o 30 de abril (Dia da Rainha) na Holanda.

Há grandes comemorações no país, e as maiores ocorrem em Paris, naturalmente. Há desfiles militares na Champs-Élysées, shows aéreos e uma queima de fogos perto (ou na, depende do ano) Torre Eiffel.

Ah, La Tour, como não gostar dela? Eu confesso que a primeira fez que a vi, até me emocionei. E soube que voltaria.

(O artigo contando a nossa volta a Paris está aqui, cheio de dicas).

Resolvemos voltar esse ano, numas férias de uma semana com o 14 de julho exatamente em seu meio, numa quarta-feira. Hey, férias no 14 de julho, perfeito pra ir a Paris. Já imaginávamos como ia ser os desfiles, os shows...

Pena que choveu. Mas choveu muito. Literalmente, choveu no nosso desfile (conhece a expressão em inglês "to rain on your parade", "chover no seu desfile"? Quer dizer estragar os planos ou a diversão de alguém).

Não, sério, sente o drama:

Paris - chuva Paris - chuva
Paris - 14 de julho

Na primeira foto é o Louvre ao fundo. Logo depois disso tivemos de voltar pra casa, porque não conseguimos andar as poucas centenas de metros que nos separavam do Museu do Orsay sem ficarmos profunda, completa e absolutamente encharcados. Aceitamos a derrota e nos recolhemos pra ver televisão em pleno 14 de julho em Paris.

Te garanto que o moral naquele quarto não estava dos mais altos...

Para nossa sorte, o tempo abriu, ganhamos um jantar de um casal de amigos queridos que também estavam em Paris e o humor melhorou. O dia estava salvo, e a noite ainda mais, porque a queima de fogos na torre estava confirmada!

Fomos lá. Estava cheio, mas não tomado, e conseguimos um bom lugar. A nossa vista era essa:

Torre Eiffel a noite

Na hora do show, as luzes da Torre se apagaram:

Torre Eiffel no escuro

Torre Eiffel no escuro

E por trás dela, na Trocadéro, começaram a queimar os fogos, sincronizados com uma música vinda não sei de onde. De Paris. Os fogos explodiam e desenhavam o contorno da Torre apagada em negativo, e foi uma das coisas mais bonitas que vi na vida, se é que me permitem a pieguice. Mas foi.

Torre Eiffel: fogos de artifício durante o 14 de julho

Torre Eiffel: fogos de artifício durante o 14 de julho

Foram cerca de 40 minutos de show, e eu nem senti passar. Ao fim, a multidão se dispersou de maneira surpreendentemente ordeira, abaixo da chuva que recomeçava — mas dessa vez, eu nem estava me importando, mesmo andando muitos quilômetros até achar uma estação de metrô que fosse possível de entrar.

Ah, mas muito dessa caminhada noturna foi à beira do Sena, então nem nos importamos com a chuva de mais cedo e depois, Paris tem esse dom de te encharcar, cobrar caro e fechar a cara, te fazer andar e andar e ainda assim, ainda assim, você gostar, só porque ela é linda de morrer.

Daniel Duclos (Daniduc), é um brazuca que mora na Holanda com a esposa, também brasileira, desde novembro de 2007. Criou o Ducs Amsterdam, o qual escreve, fotografa e edita. Em 2011 lançou um guia de Amsterdam e virou pai de uma linda garotinha, com quem redescobre o mundo todos os dias.

Procurando hotel pra sua viagem?

Eu escrevi um artigo com muitas Dicas de hospedagem.

Se você fizer sua reserva através dos links aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente. Então é uma forma de retribuir o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português! :) Todo mundo ganha!

Ah... e o Booking lista hotéis no mundo todo! Não precisa ser só em Amsterdam!

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Outro jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando e dá uma força preciosa.

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam!

Algo a dizer? Manda bala! :)

(Ah, você tem uma dúvida? Leia antes a FAQ. É sério! Se você ler os comentários vai notar que um GRANDE número de respostas minhas são "veja essa FAQ" e o link pra resposta que a pessoa queria. Tipo, a resposta já está lá, basta olhar! Poupa o tempo de todo mundo, mas especialmente o seu, que tem a resposta bem antes...)

Você leu a Política de Comentários aqui no Ducs?

Comentários escritos TODO EM CAIXA ALTA não serão aprovados.

Dê lá o seu recado!

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

{ 5 comentários… leia abaixo ou deixe um }

Amélia março 15, 2013 às 15:33

Duc,
tenho avião para o Brasil no dia 14/07, as 23 hs, do CDG.Estarei em Londres, reservei hotel para a noite de 13/07 em Londres e em Paris, mas acho mais prudente dormir em Paris, ainda mais que é bem no feriado…
Já que estarei lá, pensei em ir ao desfile, pela manhã e sair bem cedo para, tipo 16 hs para ir ao CDG, ok vc acha?

Responder

Daniel Duclos março 20, 2013 às 16:43

Amélia, eu não saberia dizer, pois nunca fui ao CDG, só fui a Paris de trem. Então fica difícil eu saber quanto tempo demora, se é difícil etc.

Responder

susypavlov julho 14, 2011 às 16:29

Olá Dani,

Lendo tudo me bateu aquela saudade de Paris,quanto tempo não passeio p lá,é lindo mesmo apesar da chuva né???
Adoreiii!!!
Bjs,saúde e paz e + 1 bjhinhu especial p Alice!!!

Responder

Beth setembro 18, 2010 às 12:53

Sei bem como é isso: faça sol ou faça chuva, Paris continua sendo um charme de cidade. Eu até moraria lá se não morasse aqui em Amsterdã, juro por Deus!

Que pena ter chovido tanto justamente no dia dos desfiles, etc. :-(

Responder

Daniduc setembro 19, 2010 às 21:24

Ah, Beth, Paris é um charme mesmo…

E no fim, deu tudo certo e a notie salvou o dia :)

Bjs

Responder

{ 2 trackbacks }

Previous post:

Next post: