O melhor guia online sobre Amsterdam, em português” – Estadão

6 Comidas típicas da Holanda ao redor do ano

por Daniel Duclos em 12/11/2012

Quer se enturmar rapidinho com um holandês? Fale mal do clima.

Ah, o fator que une nações cruza culturas,  transcende gerações. Quer acabar com uma guerra milenar num deserto? Grite "Calor da porra, né" na língua de seu inimigo e há aquela trégua pra todos concordarem que assim não dá.

"Bem, o clima não é o ponto mais forte da Holanda", concedo quando o assunto surge, porque há muito aprendi a reclamar do clima como fator de integração cultural. "Mas..."

Mas tem uma coisa que eu gosto do clima aqui: as estações definidas dão um certo senso de ritmo na vida, e eu acho sinceramente gostoso ver o país se transformar ciclicamente.

A estação está visível nas árvores, nas roupas das pessoas, no ar...

E nas mesas! Como em muitas culturas, aqui na Holanda existem comidas que estão o ano todo dando sopa, e outras que aparecem especialmente em certos momentos, pra só voltar ano que vem. Essas são as comidas sazonais.

E usar a desculpa de se empanturrar o ano todo é um bom jeito de conhecer um pouco da cultura holandesa. Hey, só vantagens!

1. Poffertjes

Poffertjes (panquecas holandesas)

Hm, panque...quinhas. (Foto de Melinda Seckington, CC BY 2.0)

Temporada: no frio, ou seja, fim de outono e inverno.

 O que é: panquequinhas típicas holandesas, petiticas, gordas, fofinhas e gostosas. A idéia é você comprar uma porção delas — meia dúzia, uma dúzia, às vezes os dois — cobrir com açúcar de confeiteiro, um bom naco de manteiga, porque, né, economizar em gordura é economziar em felicidade, e mandar ver de garfinho.

Dá pra pedir outras coberturas, claro, o que alguns fazem na segunda porção. Não vem com  história, eu sei como é: "hm, sair lá fora com menos oito e vento ou pedir uma segunda porção de poffertjes...?"

Sei.

Onde experimentar: existem diversas panquequerias (existe esse nome?) em Amsterdam. Uma das mais reputadas é a Pancakes!, a qual ainda não fui, mas estou doido pra ir. Fica no Jordaan, e você pode achar todas as informações no site deles.

2. Oliebollen

 Temporada: brotam como cogumelos no meio do outono até 31 de dezembro.

O que é: bolinho de chuva. Tá, tá, não é, assim, exatamente, mas dá uma boa idéia. Bolotas de massa frita em imersão. (Oliebol é singular, Oliebollen é plural).

Uma oliebol, duas oliebollen... (Foto de Adriano Petrich, gentilmente cedida. CC BY-NC-ND 3.0)

Uma oliebol, duas oliebollen... (Foto de Adriano Petrich, gentilmente cedida. CC BY-NC-ND 3.0)

A tradição é comer oliebollen de montão na virada do ano, mas você pode comprar nos carrinhos espalhados pela Holanda bem antes disso (dizem, cada ano mais cedo).

Aliás, quando eu cheguei na Holanda, um amigo meu me contou que foi a um reveillon na casa de colegas holandeses e tinha somente oliebollen. Tipo, era essa a ceia. Hmmm, oooooqueeeeiii... tipo, é gostoso e tudo, mas... enfim. Depois descobri que era mais um lance daquela pessoa, não uma coisa do país.

As oliebollen podem ser comidas cobertas em obscenas quantidades de açúcar de confeiteiro, ou, se você tiver a coragem de dizer "sabe, é que açúcar engorda" pode pedir sem também.

O grande segredo da Holanda é pra onde vão os carrinhos de fritura onde elas são vendidas no dia primeiro de janeiro. Eles somem como um grande pluf, possivelmente à meia noite.

(Tá, a maioria some, alguns ficam, abusando dos que não percebem que comer oliebol em janeiro não é a mesma coisa...).

Onde experimentar: nos carrinhos de fritura (gebakkraam) nas ruas.

Carrinho de frituras em Amsterdam

Siga seu nariz, dá pra achar fácil.

3. Stamppot

Temporada: no frio, lá por outono e inverno

O que é: batata cozida e amassada com algum vegetal, muitas vezes acompanhado de uma carne. Ou seja, holandesice em forma de comida.

A cozinha holandesa tem uma reputação péssima, algo injustamente, é o stamppot é um dos responsáveis. Não que não seja gostoso — amigo, batata, carne, gordura, não tem como ficar ruim.

Mas pela sua grande falta de sofisticação. Taca o batatão, um vegetal que esteja à mão e amassa tudo junto misturado com manteiga. Você pode praticamente ouvir um francês morrendo de desgosto toda vez que um stamppot é feito no mundo.

Mas e daí? É gostoso, ainda mais quando acompanhado com uma respeitável rookworst — uma linguiça defumada danada de boa. E sustenta bem no frio ventoso que se instala uns seis meses por ano nas terras baixas (nos outros seis meses é só ventoso).

Aliás, uma palavra sobre a rookworst: a vendida pelo Hema (versão holandesa do Mappin. Pergunte pros seus pais o que é Mappin) é reputada como a melhor da Holanda. Mas há controvérsias, querendo dizer, eu e a Carla discordamos. Em casa a gente prefere a da Unox, vendida em supermercados holandeses.

Ah, antes que alguém reclame: dá pra comer stamppot qualquer época do ano, sim, mas ele bomba mesmo no frio, onde acumular gordura é muito mais reconfortante.

Onde experimentar: Um bom lugar pra você provar o stamppot é no restaurante Moeders. Onde fica? Poxa, está indicado no artigo sobre restaurantes de Amsterdam, dá um pulo lá.

4. Letra de Chocolate

Temporada: o grande dia das letras de chocolate é o 5 de dezembro, dia de Sinterklaas. Mas começam ser vendidas bem antes disso. Alguns dizem, cada ano mais cedo.

O que é: uma tradição bonitinha, é o que é. Na Holanda, as crianças são visitadas pelo Sinterklaas (hoje em dia, também pelo Papai Noel, mas o Sinterklaas veio primeiro) no dia 5 de dezembro. Ganham presentinho e tudo, tem toda uma tradição associada.

E uma das tradições é dar uma letra feita de chocolate. A graça é entregar a letra da inicial da pessoa, e acompanhada de um versinho engraçadinho (e, quanto feito entre adultos, zoando uns com os outros).

Já sei, você tá pensando "coitadinha da Isabela, se deu mal, devia mudar o nome legalmente pra Maria, ou pelo menos Telma. Telma já dá uma barra extra de chocolate no Natal". E já pensou dois irmãos, um chamado Jan e o outro Willem? O Willem se deu melhor, provocando uma guerra fraterna durante o Sinterklaas. E já que 98% dos homens holandeses se chamam Jan ou Willem (1,2% são filhos únicos e se chamam Jan-Willem)**, a paz nas famílias da Holanda estava anualmente ameaçada.

Pra preservar a unidade nacional, os fabricantes de chocolate resolveram dar a todas as letras praticamente o mesmo peso, fazendo o I, por exemplo, mais grosso do que o A. E foi assim que a tipografia salvou o Natal e a Holanda (ao menos, é o que gostam de pensar os designers)

** Essas estatísticas são inventadas assim como 73,2% de todas as estatísticas. E sim, existem muitos outros nomes de menino na Holanda. Céus, tem gente que leva tudo a sério!

Letra de chocolate

Não me dei mal. Essa letra é da Australian, uma chocolateria que infelizmente não tem mais em Amsterdam. Tem ainda em Haia.

Então, se estiver aqui por essa época, saia correndo atrás da sua letra de chocolate. Eu sei, dá pra comer chocolate o ano todo, mas vai, ter uma letra de chocolate é original, e você sempre pode alegar "integração com a cultura local" (*cof* racionalização pra comer chocolate *cof*).

Onde experimentar: Entre no primeiro supermercado que encontrar e verá. Serve Hema também. Enfim, não é difícil.

5. Hollandse Nieuwe

Temporada: primeira semana de junho até julho

O que é: Arenque! Mas não qualquer arenque, e sim o arenque pescado na temporada...

Pera, cê sabe que arenque é um peixe, né? Aqui na Holanda é chamado de haring, e é comido curado na salmoura ao longo do ano (e eu recomendei como uma das top 5 coisas típicas pra comer em Amsterdam). Mas, olha só, tem uma época do ano em que ele está fresquinho, recém pescado.

Seguinte: o arenque é pescado e congelado. Isso é requerido por lei, pra matar parasitas que porventura estejam no peixe (e poderiam contaminar o infeliz consumidor). Ótimo, e já que vai congelar, dá pra comer arenque o ano todo, apesar dele poder ser pescado somente durante a temporada, depois do inverno, quando os peixes passam a ter pelo menos 16% de gordura corporal.

Os peixes pegos e vendidos na temporada daquele ano são chamados de "Hollandse Nieuwe", e têm o sabor mais suave, sendo grandemente apreciados.

Sério, tem competição e tudo, pra ver quem serve o melhor haring da Holanda, e o dia que os navios chegam com os primeiros Hollandse nieuwe para serem introduzidos no mercado da temporada é uma grande festa na praia (o Vlaggetjesdag).

Vai a Rainha e tudo, tem o leilão do primeiro barril de Hollandse nieuwe (com a grana sendo revertida pra caridade), é uma grande alegria e os holandeses todos pensam "é de fato e irrevogavelmente, verão!"

Onde experimentar: nas peixarias espalhadas pelo país (vishandel), incluindo as instaladas em carrinhos (viskraam). Mas enfim, aqui vai o endereço de uma bem fácil de ir: Stubbe’s Haring. Endereço: Haarlemmerstraat, 1

6. Pepernoten/Kruidnoten

Temporada: Fim do outono e inverno adentro, mas principalmente na época do Sinterklaas

O que é: biscoitinhos em forma de bolotas, feito de especiarias, bem seco. Não confundir com o kruidnoot, que são biscoitinhos em forma de bolotas, feito de especiarias, bem seco. Não viu diferença? Nem eu.

Pepernoten, biscoitos holandeses

Foto e receita: Carla Duclos

Os biscoitinhos estão intimamente associados ao feriado do Sinterklaas. São trazidos pelo seu ajudante, o Zwarte Piet, e podem ser jogados pras crianças em mãozadas.

Se você se comporta bem ao longo do ano, e deixa uma cenourinha no seu sapatinho pro cavalinho do Sinterklaas comer, pode encontrar no dia seguinte um punhado de pepernoten no lugar, deixado pelo Zwarte Piet.

(A não ser que você não seja bem comportado, daí o Piet te deixará apenas carvão e um trauma infantil pro resto  da vida).

São bem gostosos até para adultos, têm um gosto bem marcado de especiarias, especialmente canela (e um tanto de anis).

Pára, é bom, experimente e verá!

Uma peculiaridade holandesa é insistir na diferença gritante e óbvia entre pepernoten e kruidnoten  que são basicamente pepernoten com outro nome. Se você for capaz de distinguir os dois de olhos fechados, je kan zeker ook dit lezen. Você tem de ser holandês. Eu ainda não estou convencido de que a distinção kruidnoten/pepernoten não é uma pegadinha coletiva dos holandeses pros expats.

Enfim, coma qualquer um dos dois. Eu gosto de comer acompanhando café (pras crianças, leite, claro).

Onde experimentar: basicamente nos mesmos lugares em que você acha letra de chocolate: supermercados, magazines e afins. Ou, se quiser, pdeo fazer em casa! A Carla tem uma receita de pepernoten no Entrepanelas!

Gostosura o ano todo

Sim, o clima na Holanda pode ser pentelho, e é muito fácil ficar amargo com ele. Mas se você souber se abrir, dá pro procurar outros sabores no clima. Ao fazer isso, você pode ir buscar, ao mesmo tempo, o lado bom do clima e uma porta de entrada pra uma cultura fascinante.

Nesse artigo, eu abri só uma frestinha: há muito mais o que descobrir. E você pode me ajudar contando das comidas sazonais holandesas que você curte ali nos comentários, e sua história ao descobri-las. Conta pra mim, tô curioso!

Referências

http://nl.wikipedia.org/wiki/Chocoladeletter
http://nl.wikipedia.org/wiki/Hollandse_nieuwe
http://nl.wikipedia.org/wiki/Vlaggetjesdag
http://nl.wikipedia.org/wiki/Pepernoot

Daniel Duclos (Daniduc), é um brazuca que mora na Holanda com a esposa, também brasileira, desde novembro de 2007. Criou o Ducs Amsterdam, o qual escreve, fotografa e edita. Em 2011 lançou um guia de Amsterdam e virou pai de uma linda garotinha, com quem redescobre o mundo todos os dias.


Procurando hotel pra sua viagem?

Eu escrevi um artigo com muitas Dicas de hospedagem.

Se você fizer sua reserva através dos links aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente. Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português! :) Todo mundo ganha!

Ah... e o Booking lista hotéis no mundo todo! Não precisa ser só em Amsterdam!

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Outro jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando e dá uma força preciosa.

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam!

Ah, e se você está querendo comprar passagens aéreas, o Ducs Amsterdam tem uma parceria com a KLM:

Pessoal, o Ducs só existe com a força de vocês! Então, divulguem, comentem, usem os serviços que o Ducs oferece e vamos que vamos! Obrigado sempre!

Algo a dizer? Manda bala! :)

(Ah, você tem uma dúvida? Leia antes a FAQ. É sério! A maioria das respostas tá lá...)

Outra coisa que é importante é habilitar receber notifcações de novos comentários por email, porque tem um monte de gente que faz uma pergunta em um post aleatório e depois esquece onde fez a pergunta, nunca vê a resposta e acha que não foi respondido, quando na verdade a pessoa é que esqueceu onde que foi... com o aviso por email isso não acontece.

Você leu a Política de Comentários aqui no Ducs?

Comentários escritos TODO EM CAIXA ALTA não serão aprovados.

Dê lá o seu recado!

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

{ 81 comentários… leia abaixo ou deixe um }

DANDARA LOBATO novembro 24, 2014 às 16:03

Olá, vou para Ams em dezembro, e estou um pouco perdida. Gostaria que vc postasse opções de comida ou lugares onde tenham refeições, pois (me corrija se estiver errada) só vi textos sobre sobremesas ou comidas doces.

Obrigada.
DL

Responder

Daniel Duclos novembro 27, 2014 às 14:27
Stephanie novembro 24, 2014 às 15:38

Seu blog é super divertido. Keep it up! =)
Meu marido é holandês e JURA que existe diferença entre Pepernoten e Kruidnoten! =S
Moro em Rotterdam, todo ano compro os dois e não vejo o diaxo da diferença! ahahhahaha
Abração ;)

Responder

Daniel Duclos novembro 27, 2014 às 14:29

todo holandês que eu encontrei jura também… eu ainda quero fazer um teste cego pra ver se eles mantém o mito ou se é só trolagem com nós estrangeiros :D Abraço

Responder

Renata Caroline Freire Da Silva novembro 6, 2014 às 00:47

É que minha mãe mora na Holanda, então quando viajo pra lá, fica mais fácil lendo suas dicas, são ótimas. Obrigada 👋

Responder

Daniel Duclos novembro 6, 2014 às 15:18

Fico feliz em saber, Renata! Manda um abraço pra sua mãe :)

Responder

Renata Caroline Freire Da Silva novembro 6, 2014 às 00:43

Adoro o seu site. Me ajuda muito ❤💎👋

Responder

Daniel Duclos novembro 6, 2014 às 15:19

Fico feliz de saber Renata!

Responder

Viviane agosto 12, 2014 às 22:57

Daniel, estou programando férias e talvez vá uns dias para Amsterdam. Achei seu blog e estou adorando!!!! Ano passado estive em Curaçao e conheci Sinterklaas, Zwarte Piet e o maravilhoso Oliobollen… Adorei ver tudo isso por aqui. Obrigada pelas dicas…

Responder

Daniel Duclos agosto 13, 2014 às 22:23

Foi um prazer Viviane :)

Responder

monalisa julho 9, 2014 às 19:59

as comidas da holanda são uma das mais soltificadas do mundo

Responder

Daniel Duclos julho 15, 2014 às 21:51

Eu gosto

Responder

felipe herbella junho 18, 2014 às 21:55

Olá, chego dia 03/08. Será que consigo pegar o fim da temporada do “haring”?

Responder

Daniel Duclos junho 19, 2014 às 12:06

Consegue sim!

Responder

Suzane abril 29, 2014 às 18:11

Tô quase em lágrimas! Tudo o que li é realmente Nederlandse. Morei em NL em 1993 e vi que tudo continua o mesmo, graças a Deus! Amei o país, as pessoas e a comida eu comia de tudo (menos o haring, esse não entrou mesmo).
Mês que vem vou passar 3 dias por aí e já estou louca para comer um vanilla vla met granulado(se for escrever em holandês vai sair um absurdo de errado). Doida para sentir o ventinho que nunca para.
No site de vocês relembrei de muitas coisas e tem dicas maravilhosas. Estou louca para levar meu marido em uma feira e comer de tudo, comprar todas as besteiras possíveis e me divertir pra valer. Depois mando as fotos para vocês verem. Sim, claro que vou ver minha família daí. Pode até ser que dia 16/5 nos esbarremos pelas ruas de ADAM XXX!
Parabéns! Vocês fizeram um bem enorme para mim.
Obrigada!
Suzane

Responder

Débora abril 25, 2014 às 09:08

Aaah, e os croquetes. Friturinha boa, bem crocantinhos, em restaurantes ou nas máquinas nas ruas. Eu os amei.
Meu marido, não. Falou q era bolinho de mostarda com mostarda por fora rs

Responder

Eduardo março 20, 2014 às 19:34

…….poxa,tudo que e´comida ai e´cheia de fritura,amanteigada,açucarada, diabetico que nem eu se daria muito mal por ai….mas que da vontade de exprimentar da´….
…..coisa que eu não comeria e´o tal harenque o peixe com cebola,eu vi uma reporter comer um e falou que parecia peixe podre..achei que tivesse gosto de aliche……aliais tem pratos vegetarianos por ai???

Responder

Daniel Duclos março 23, 2014 às 17:35

Eduardo, essas comidas típicas são bem gordurosas, mas obviamente existe muita alternativa pra diabéticos, celíacos, intolerantes a lactose e outras alergias. Quem mora aqui compra as coisas nos supermercados — esse post é para citar algumas comidas típicas, mas dá pra ser vegetariano tranquilamente aqui. Abs

Responder

simone janeiro 19, 2014 às 17:49

ola boa tarde estive lendo tudo que vooce posta e se voce poder me dar umas dicas serei muito grata ,meu esposo eu e meu filho de 7 anos estamos de mudança para a holanda ele foi trasferido e queria saber onde e o melhor lugar p se morar …ai tenho tantas duvidas pois meu filho esta no 3 ano da escola como matricular ele em fim se poder me dar essas dicas desde ja agradeço.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 12, 2014 às 00:04

Simone, suas dúvidas são muito amplas para serem respondidas. Mas não se preocupe, vai dar tudo certo. Sério. Eu sei, conheço bem essa insegurança pré-viagem, e olha que quando eu vim não tinha Ducs Amsterdam, nem sequer Facebook direit, não tinha smartphone com google maps (eu me perdi em guia de papel mesmo0… confie em mim: vai dar tudo certo! Boa sorte e um abraço

Responder

simone março 23, 2014 às 22:41

ola ..

muito obrigado pela força ….
ja estamos aqui em amterdam e tudo esta dando muito certo
estamos curtindo muito tudo e muito lindo .

Responder

Theógenes Freire setembro 19, 2013 às 16:52

Procurando pela diferença entre Pepernoten e Kruidnoten eu achei esse blog que explica http://www.thedutchtable.com/2011/12/kruidnoten.html

Responder

Daniel Duclos setembro 19, 2013 às 19:58

Olha só, Theógenes, eu sei a diferença *teórica* entre eles — a questão é ver essa diferença *na prática*. Eu desafio a qualquer expat a diferenciar os dois, experimentando de olho fechado ;)

Responder

Arialdo julho 19, 2013 às 19:54

Obrigado pelas dicas Daniel. Ano retrasado, no inverno, seguimos as dicas de alimentação do guia Ducs e comemos muito bem. O legal foi chegar no Schiphol varado de fome e ser abordado por umas holandesas vestidas a caráter distribuindo oliebollen aos montes!
Fim do ano estaremos aí novamente.
Abraços!

Responder

Daniel Duclos julho 23, 2013 às 22:03

Haha, que legal!! Boa viagem, Arialdo!

Responder

carol junho 8, 2013 às 00:47

e o kaassoufflé? e o broodje kroket? erwtensoep? stroopwafel? saudades da holanda! (já experimentaste as hopjes – umas balinhas de café mara que vem numa latinha linda?). adoro teus textos!

Responder

Daniel Duclos junho 8, 2013 às 01:23

Já experimentei todas essas e gostei de todas :) Quem disse que a Holanda é pobre em culinária? Tem comida pra muitos artigos ainda :) Obrigado!

Responder

Aury Viana maio 28, 2013 às 21:57

Hey, Daniel! O meu marido me disse que Pepernoten e Kruidnoten são, na verdade, a mesma coisa. A única coisa que muda é a forma. Paz profunda pra vc e sua família.

Responder

Aury Viana maio 28, 2013 às 20:11

Oi, Daniel! Sou casada com um holandês há quase três anos e moramos no Brasil. Ele já fez muitos pratos holandeses para as festas da família e fizeram o maior sucesso. Eles(dutch people) também adoram a culinária da Indonésia, que é divina e meu marido prepara as receitas com perfeição e muita pimenta! Muita luz pra você e sua família.

Responder

Mariana março 28, 2013 às 22:58

Já estava ficando desesperada,achando que ia ter que fazer fotossíntese em algum parque eis que aparece… arenque! Será o primeiro prato da lista! Valeu, Daniel!

Responder

Daniel Duclos abril 3, 2013 às 02:19

Foi um prazer, Mariana. Arenque novo é uma diliça! :)

Responder

Gustavo Rodrigues fevereiro 15, 2013 às 01:06

Nossa cara, maravilha de post! Faz pouco que cheguei na Holanda e estava querendo provar as iguarias locais. Amanhã devo provar o Stampott do Hema, e em outra oportunidade aquela batata frita que vem no cone… Teu site vai ser mt útil na minha trajetória rumo ao enfarto!

Responder

Daniel Duclos fevereiro 16, 2013 às 12:53

hahaha, legal Gustavo! Divirta-se e coma um por mim! Abraço

Responder

Melissa janeiro 22, 2013 às 18:20

Olá!! Tenho acompanhado seu blog há umas duas semanas e andei lendo alguns posts antigos. E só aumenta minha vontade de me pirulitar pra essas terras aí….rsrsrsrsr Já estive em Amsterdam em um verão (2009) e no ultimo mês de dezembro (vou por gostar da cidade mesmo, não sou chegada a fumaça)! E seus relatos divertidos e com boas dicas aumentam a saudade desse pedacinho do mundo tào gostoso.
Ah, gostei especialmente do post sobre “curiosidades históricas”, muito engraçado!!!!
Abraço e escreve maaaais!!
Melissa

Responder

Daniel Duclos janeiro 23, 2013 às 01:36

Ah, estou aqui pelo memso motivo então – amo a cidade :) Pódeixah Melissa, que vou continuar escrevendo, Melissa! A série de curiosidades históricas foi um sucesso, certeza que vai ter mais.

Responder

Cristina Secco janeiro 18, 2013 às 20:37

hei, vc esqueceu o spekulaas… outra coisa interessante de comentar é o hábito dos holandeses de comer sanduiche (boterham) de garfo e faca.

Responder

Daniel Duclos janeiro 18, 2013 às 23:03

O bom é que sempre tem material pra próxima lista, Cristina! Brigado pela sugestão

Responder

Fatima dezembro 31, 2012 às 19:48

Amo bolinho de chuva ou Oliebollen. rsrsrs. Adoro seu blog. Fui para Amsterdam em 2011 e usei muito suas dicas. Parabéns e Feliz Ano Novo pra vc e família.

Responder

Daniel Duclos janeiro 2, 2013 às 18:49

Oi Fatima. Olliebol é sucesso garantido :D Que legal saber, obrigado. Um feliz 2013 pra você :)

Responder

sven dezembro 14, 2012 às 17:41

Snert na verdade pode ser um assunto por si só. Cada uma tem a sua receita. Vai ter que fazer assim que dá pra patinar nas canais e os “Koek en zopies” aparecem.

Responder

sven dezembro 12, 2012 às 14:32

Voce esqueceu do mais importante: Snert, a versão holandês de sopa de ervilhas, quando está muito frio.

Responder

Daniel Duclos dezembro 12, 2012 às 14:42

Poxa Sven, verdade! entrará no próximo artigo sobre o assunto!!

Responder

Silvia novembro 29, 2012 às 22:18

Adorei as dicas.

Responder

Daniel Duclos dezembro 1, 2012 às 14:17

Valeu Silvia!

Responder

khristina novembro 25, 2012 às 22:47

Parabéns pelo seu blog ! super interessante e divertido =) Como meu namorado é holandês já conheço boa parte destas delícias culinárias ! Mal posso esperar para ir a holanda experimentar o resto !! Abraços !

Responder

Daniel Duclos novembro 26, 2012 às 21:57

oi Khristina, tenho certeza de que você vai gostar. Se não gostar, pode dar pra mim, hehe. Abraços!

Responder

Luciana Betenson novembro 20, 2012 às 16:46

Putz, amei este post das comidas típicas, até as batatas com legumes eu encararia fácil :-P

Responder

Daniel Duclos novembro 21, 2012 às 12:42

Oi Luciana, que legal que você gostou! Pô, as batats com legumes são mó boas, pode ir sem medo! :) Abs

Responder

lucia novembro 20, 2012 às 04:03

Oi Ducs! adoro seu blog =)
Estou preocupada com uma coisa.. dia 29/11 embarco para Amsterdam, e já estou com passagens compradas( pelo meu pai, que é holandês e mora em amsterdam), passaporte chegou hoje em minhas mãos. O problema é que estou com medo de não passar na entrevista. já li por aí que devo levar alguns euros, que eles pedem no minimo 60 euros/dia, mas não tenho tantos dinheiros assim, afinal eu vou ficar na casa do meu pai, e não preciso de hospedagem. Eles realmente podem me barrar por isso? Eles pedem seguro-saúde, essas bagaças? o que eles podem me perguntar e com que a imigração é rigorosa? Meu inglês ainda é meio fraco, mas já estou treinando algumas respostas. Valeu Ducs =)

Responder

Daniel Duclos novembro 20, 2012 às 10:20

Lucia, leia o que eu escfrevi na parte de contato do blog:

“Por política, eu não informo nem dou dicas sobre vistos. É assunto complexo, e altamente sensível, não dá pra ficar no achômetro ou no conhecimento superficial. Isso é coisa pra especialista e eu não vou arriscar falar sobre um caso que não conheço num assunto que não domino, e onde qualquer erro pode realmente atrasar a vida de alguém. A melhor coisa a se fazer é procurar ajuda no consulado holandês mais próximo: http://www.consulados.com.br/holanda/” Abs

Responder

Tahiana novembro 19, 2012 às 13:29

seu jeito se escrever é incrível!
aumenta maaais e mais a vontade de adiar e ir loooogo visitar essa maravilha heheh…

com certeza estarão incluídas algumas dessas delícias!

ótima semana!

Responder

Daniel Duclos novembro 20, 2012 às 01:02

Poxa, Tahiana, valeu demais! Tenho certeza de que você vai curtir quando vier… Grande abraço

Responder

Rafael novembro 17, 2012 às 05:06

Muito legal seu post, curti bastante – culinária em viagens é muito bom e o texto ficou ótimo.

De comida típica holandesa eu curti tudo que provei: stroopwafel da Cuypmarkt, FEBO, Maoz (eu e patroa curtimos bastante)… só não rolou de ir ao Moeders – ainda. O resto foi restaurante italiano (ótimos todos que fomos) e lanchonetes (kebabs e vlaamse frites principalmente, estas poderiam ser consideradas “típicas”,muita disponibilidade, não? :P).

Abs.,

Responder

Daniel Duclos novembro 17, 2012 às 13:41

Valeu Rafael

As Vlaamse frites são típicas sim, e foram citadas inclusive no artigo da stop 5 comidas típicas: http://www.ducsamsterdam.net/coisas-pra-comer-em-amsterdam-ou-na-holanda/

Mas felizmente elas tem o ano todo, então escaparam desse artigo hehe.

Amsterdam tem uns restaurantes italianos mo bons mesmo… aidna vou citar no Ducs os meus favoritos.

E recomendo a ida ao Moeders, eu já fui algumas vezes, semrpe sai satisfeto.

Abraço

Responder

Renata Inforzato novembro 16, 2012 às 22:01

Ducs, ainda não provei as comidas, mas espero em breve, principalmente essa bola de queijo que a Manoela citou (amo bolinhas de queijo). Mas o Speculaas é o speculos aqui na França (grande descoberta minha, derrr). O povo aqui devora mesmo no pão e o biscoito é bem barato. Mas vc acredita que tenho azia com ele?

Ficou ótimo o post, me deu fome :)

Responder

Daniel Duclos novembro 17, 2012 às 13:39

Oi Renata, valeu! Eu curto o speculaas/speculos, mas não é assim a minha favorita. E tem dessas, né? Eu adoro salame, mas me dá azia também… eu trocava fácil por azia a speculaas, hehe.

Responder

Manoela novembro 14, 2012 às 02:54

Caracasssssssssssssssssssssss
Nada que eu ame mais nas viagens do que comer. Quando cheguei na Holanda, depois de 8 meses na Coréia do Sul comendo peixe eu simplesmente engordei 5 kilos EM UMA SEMANA hahaha. Mas fiz isso sem dó nem peso na consciência. AMO os pepernoten!!! Acho essa figura do Piet literalmente uma figura rsrs. E o stroopwafel hein? Trouxe 5 caixinhas comigo na mala.
Mas me ajuda numa coisa, qual que é o nome daquela bolinha de queijo que o povo pede de petiscos em bares e afins? JE-SUS, muito boa.
Bjos!

Responder

Daniel Duclos novembro 14, 2012 às 20:24

Oi Manoela, comer certamente é um dos jeitos mais legais de conecer a cultura local :D

O nome da bolinha de queijo é kaasbol (literalmente “bola de queijo” :D)

bjs

Responder

Cibele Augusta novembro 14, 2012 às 00:37

Meu marido comeu o Harenque em julho em Volendam e gostou muito,eu preferi deixar tudo pra ele, heheh( comeu enguia defumada também)…
Post maravilhoso…acho que devemos sempre estar abertos pra novas descobertas, sem preconceitos….e você faz isso muito bem.
Abraços, Cibele.

Responder

Daniel Duclos novembro 14, 2012 às 10:24

Haha, poxa Cibele, o arenque é mó bom! Dê uma chance a ele :)

Obrigado pelas boas palavras e companhia, grande abraço

Responder

Méri novembro 13, 2012 às 22:23

Ducs….bem legal este Post
Moro na Holanda desde julho..em Tilburg, e ainda não estou familiarizada com os nomes das comidas(escolho pela cara), mas vou provar todas as que você citou!!!!hehehe
Outras duas coisas que eu costumo comer aqui e que não vi em outros lugares é o Febo(mehor coisa qdo estou morrendo de fome e com pressa) e marzipã que tem aos montes por aqui!!!

Obrigada pelas dicas!!
Abraço!!!

Responder

Daniel Duclos novembro 14, 2012 às 10:21

Fala Méri, welkom in Nederland! :D

Clássico FEBO, de lekkerste! Junkie food Dutch style. Confesso que já apelei também algumas vezes pro infarto no forninho, mas no geral não sou grandes fãs não. Eu falei dele aqui: http://www.ducsamsterdam.net/onde-comer-barato-em-amsterdam/

Marzipã, é mesmo, é bem comum aqui.

Agora sua missão é ticar essa lista e ainda descobrir outras coisas (e, se quiser, vir contar aqui pra gente experimentar também :)) Obrigado pelo comentário, bem-vinda e um abraço!

Responder

Renata novembro 13, 2012 às 19:55

Muito legal esta matéria das comidas sazonais!!! Você poderia fazer uma matéria desta tradição do dia 05 de Dezembro? O papai noel vem antes do dia 25 de Dezembro? Seu site é muito bom, informativo…Já fui a Amsterdã, mas, com as suas matérias, eu fico numa nostalgia de voltar!!!
Um abraço,
Renata Simões.

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 19:57

Oi Renata, obrigado! A matéria sobre Sinterklaas está aqui: http://www.ducsamsterdam.net/hoje-e-dia-de-sinterklaas/

Grande abraço

Responder

Érica novembro 13, 2012 às 18:42

Aspargos, framboesas e cerejas no verão!
Tudo bem, todos eles tem o ano inteiro no supermercado. Mas aos montes e fresquinhos, só nas feiras de verão…

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 18:58

Oi Érica. Ah, a frutas dão um post a parte. É realmente uma das coisas mais legais das estações aqui. Nesse artigo foquei em comidas holandesas, pra passar também um pouco da cultura, mas com certeza as frutas serão indicadas ainda em artigo futuro…

Valeu demais! Abraço

Responder

Bernard Xavier novembro 13, 2012 às 13:44

Cara, seu site é o máximo! Estou agora em Amsterdã (meu último dia de férias aqui, depois sigo pra NYC, mas fiquei 1 semana por aqui!), e 95% de tudo oq fiz foi indicação sua! Conheci vários brasileiros aqui, e ensinei a eles sobre o Apple Pie, que é algo maravilhoso, fora os museus e o significado dos XXX ehehehehe….
Quanto a essas comidas, não cheguei a comer não…. Mas não vi algum post seu, e vale a pena dizer: Oq são os restaurantes italianos de Amsterdã? Nossa, mt baratos e comida deliciosa! Em outros posts seus eu vou colocar comentários sobre! Abração cara, e sucesso!

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 18:57

Fala Bernard! Sim, os restaurantes italianos são bem bons. Inclusive tenho indicação de um excelente, que irei passar em um momento futuro :)

Legal saber que o blog ajudou, boa viagem pra NYC (que foi fundada pelos holandeses, sabia? Conto aqui: http://www.ducsamsterdam.net/6-curiosidades-holanda/)

Responder

Priscila novembro 13, 2012 às 13:23

Ahahhahahha adorei o post!

Especialmente sobre a integração cultural de reclamar do clima… é pura verdade!

Minha comida típica de outono aqui na Holanda é o speculaastaart! É um bolo feito com canela, cravo, gengibre e outras especiarias.

Foi a primeira coisa que minha host me serviu aqui na Holanda (acompanhada de um chazinho) e eu achei maravilhoso! Ela me explicou que é típico desta época do ano.

Na minha opnião o speculaas deve ser uma das coisas preferidas dos holandeses já que eles comem o biscoito speculaas sozinho, ou o biscoito dentro do pão com manteiga, ou ainda a pasta feita com o biscoito no pão (é, bizarro) ou o bolo de speculaas.

Mas nisso tenho que concordar com os holandeses, speculaas é muuuuuuito bom. Só não tive coragem de provar speculaas no pão…

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 18:54

Muito bem lembrado Priscila! O Speculaas é muito bom. Eu gostei no pão, mas não me emocionou, assim, demais. Ainda prefiro o Pindakaas pra por no pão :)

Grande abraço

Responder

Rodrigo Araripe novembro 13, 2012 às 10:17

Krentenbollen nem é sazonal nem é frito, é só um pão com frutas secas e cristalizada. A gente tem todo dia do ano aqui no escritório, de manhã: http://nl.wikipedia.org/wiki/Krentenbol

Aqueles da foto são um oliebollen com passas. :)

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 12:34

Ooooops, mau aí. Tá corrigido no artigo, valeu Rodrigo!

Responder

Daniel Duclos novembro 14, 2012 às 13:33

Pera Rodrigo, eu fui a um gebakkraam hoje e confirmei: é krentenbollen sim, o nome da oliebol com passas, tirei até uma foto. A info original do artigo estava correta.

Responder

Sheila novembro 13, 2012 às 00:26

Como eu cheguei na Holanda agora em novembro, ganhei de boas vindas um pacotinho de Pepernoten cobertos de chocolate (ou seriam Kruidnoten? hmmm) e resolvi experimentar os bichinhos acompanhada de uma xícara de chá e foi um estrago só: acabei com o pacote numa pressa enfurecida.
E o clima é miserável mesmo, hoje eu subestimei o frio e quase chorei com o que o vento fazia na pele do meu rosto e reentrâncias na minha roupa que eu nem sabia que estavam lá, mas aí entrei num café pra tomar um chocolate quente (que veio com 2 pepernoten no pires) enquanto a noite caía e as luzes dos canais em Utrecht acendiam… onde mais eu teria esse momento tão Gezellig?
Abraços!!

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 12:36

Sheila, você descreveu uma das coisas que mais curto no inverno holandês :) Abraços!

Responder

Sonia Palma novembro 13, 2012 às 00:15

Amei o post !!
Muito bom, fica nos devendo as receitas rs

Responder

Daniel Duclos novembro 13, 2012 às 12:35

Oi Sonia! Pelo menos a receita de pepernoten tem, tá no entrepanelas :) (Pus o link no artigo!). Valeu!!!

Responder

Rapha Aretakis novembro 12, 2012 às 23:44

O meu xará aí de cima tem razão. Dá vontade de provar tudo. Gosto muito de ler sobre as histórias pro trás das tradições. Ótimo artigo, Ducs :)

Responder

Daniel Duclos novembro 12, 2012 às 23:50

:) Valeu demais Rapha!!

Responder

Rafael novembro 12, 2012 às 23:10

“Economizar em gordura é economizar em felicidade”. Sábias palavras! E ótimo post, como sempre. Deu vontade de conhecer todas as comidas. hehehe

Responder

Daniel Duclos novembro 12, 2012 às 23:20

Valeu demais, Rafael!

Responder

{ 5 trackbacks }

Previous post:

Next post: