O melhor guia online sobre Amsterdam, em português” – Estadão

Aprendendo holandês

por Daniel Duclos em 03/06/2008

(Este é um post onde desabafo sobre minha experiência de aprender o holandês. Se você está apenas atrás de lugares pra estudar holandês, veja estas duas respostas da FAQ: Onde posso fazer curso de holandês pela internet? e Onde acho cursos de holandês? Qual o melhor? Se quiser ler meu post, bem, brigado. Espero que goste!)

Os holandeses fazem questão que você fale a língua deles caso você decida deixar a turma dos turistas e resolva se misturar com os nativos na muvuca de bicicletas e Albert Heijns de uma maneira um pouco mais permanente. Pra alguns candidatos a holandeses honorários é exigida uma prova e/ou um curso pra demonstrar/adquirir o domínio do idioma ao ponto de poder dizer "holandês não é só alemão com algumas palavras roubadas do francês e do inglês, é uma língua totalmente diferente" com a cara limpa, sem rir e acreditando.

Mas o engraçado (ou trágico) é que essa questão toda de que os novos companheiros de ciclovia aprendam o linguajar local é acompanhada de uma estranha recusa de falar o linguajar local com os novos companheiros de ciclovia. É assim, eles acham uma gracinha se você é turista e está fazendo um esforço, aprendeu a dizer "dank u wel" e "goedemorgen". Agora, se eles notam que você não é holandês (por qualquer motivo, não precisa ser seu sotaque estranho. Eles podem decidir que você é de fora antes de você ter a chance de abrir a boca) eles imediatamente começam a falar no teu idioma nativo, caso este seja uma das 12 línguas que por acaso eles falem, e sim, já encontrei um ou outro holandês falando português, em geral acompanhado de uma explicação singela como "estive no Brasil 5 dias, aprendi um pouco nessa ocasião. Aliás, é 'nessa' ou 'nesta' ocasião que se diz? Nunca consegui decorar quando se usa um ou outro..." Ou, caso a sua língua nativa não seja uma das 12 que eles dominam, revertem pro inglês, que é o default. E não adianta mais você falar no mais perfeito e irretocável sotaque amsterdanês, eles continuam obstinadamente te respondendo em qualquer língua que não seja a deles.

Algumas pessoas recomendam aos aspirantes a Nederlands spreker responderem que não falam inglês, apenas um dialeto nepalês extinto há 1500 anos, forçando ao holandês se conformar a usar seu próprio idioma ou desistir da comunicação. Eu, entretanto, descobri um esquema muito mais eficiente pra forçar os holandeses a falar holandês comigo: comprei uma camiseta do Ajax.

Ok, primeira lição de holandês: o jota se fala quase sempre como um i. Quase sempre, pelamor, não vai sair aplicando essa regra indiscriminadamente que vai dar merda e aí que os holandeses vão ter certeza de que você não é falante nativo e não te restará alternativas a não ser ler sozinho os livros da Miffy pra ter algum contato com a língua.

Então, dizia eu, fala-se Aiáks, e se você tem uma camiseta deles é bem difícil do cara se convencer que você não é neerlandês. Em uma ocasião, buscando um determinado livro que não encontrei nas prateleiras da livraria, fui até o caixa e pedi, por favor, se tinha algum exemplar no estabelecimento. Em inglês, que meu holandês ainda não está tão bom pra fazer perguntas mais complexas do que "um arenque faz favor". Estava eu com o referido manto do time de Amsterdam. O homem procurou o livro, perguntou, não achou e me deu uma longa e elaborada resposta em holandês. Pegou-me de surpresa, já que eles revertem pro inglês quando te perguntam "você quer uma sacola" e você gasta mais que 1 segundo pra decidir se quer ou põe o treco na sua mochila, então imagina eu perguntando direto coisas em inglês pro cara.

Respondi com um educado "hein?". Ele me olhou e repetiu, palavra por palavra, na mesma velocidade a elaborada resposta... em holandês. Dessa vez eu tava com a guarda alta e entendi palavras soltas como "vai chegar" e "sexta-feira". Agradeci, em português, já que aparentemente não fazia qualquer diferença a língua que eu usava, e concluí com terror supersticioso que a camiseta do Aiáks realmente tem poderes mágicos. Ah, camiseta da seleção holandesa também funciona, a não ser que você vá ao Hard Rock Café Amsterdam, caso em que nem o passaporte holandês, tamancos de madeira nos pés e uma tatuagem de um moinho de vento na testa combinados funcionariam, porque desconfio que nenhuma garçonete lá fala outra língua que não o inglês. Enfim.

Mas ao tomar contato com o linguajar nativo logo se nota uma preferência por palavras gigantescas atiradas a esmo em transeuntes desavisados. Nomes de rua tem quase o tamanho da rua (sendo o nome muito grande e as ruas muito pequenas aqui), mas tudo fica mais fácil quando você se liga que em holandês eles adoram juntar palavras. Acho que o equivalente holandês do teclado ABNT deve vir sem barra de espaço (pra fazer espaço deve ser algo como shift esc 2).

Depois que você aprende esse truque todo um mundo novo se abre. Por exemplo, Kinderdagverblijf é um pesadelo, mas aí você aplica a técnica ninja e começa a dissecar o treco: Kinder é criança, dag é dia, verblijf é estadia. Estadia... da criança... durante o dia... CRECHE! É uma p%&@# de uma creche! Ah bom! É que eles não querem complicar, sabe, e em vez de ficar inventando palavras novas, que é mais coisa pra decorar, como o horroroso creche, eles preferem um singelo Kinderdagverblijf, muito mais fácil! Não esquece que g pronuncia RR, v se pronuncia como f e ij pronuncia éi. Boa sorte!

Ao apresentar essas minhas teorias a um amigo holandês (hei, ele nos convidou pra ir na casa dele, isso é praticamente como ser da família prum holandês, que acha que aperto de mão é intimidade demais – sério!) fiquei tirando um sarro um tempo dessa mania holandesa de grudar palavras. Ele riu junto, holandês adora tirar sarro de tudo, inclusive deles mesmos – de verdade!

Tem um livro aqui, escrito por dois americanos (o que já é um ponto contra, na visão de um holandês) que se dedica a sacanear os holandeses por 300 páginas. Sacaneam tudo da Holanda, da língua até as bicicletas. E o que aconteceu? Foi banido das lojas? O primeiro-ministro se manifestou condenando o preconceito do livro? Houve exemplares queimados em praça pública? Não, virou um best seller nacional, eles adoram, traduziram pro holandês, tem edição todo ano, os autores viraram celebridades locais por zoar os holandeses. Impressionante. Mas enfim, contava eu que sacaneei o holandês durante um tempo por conta da mania de juntar palavra e disse que no Brasil a gente sabia usar a barra de espaço normalmente, e tal.

Bueno, um tempo depois eu dei pra ele uma cachaça, legítima brasileira, o cara adorou. Pediu pra eu ir lendo e traduzindo o rótulo pra ele, afinal ele só fala sete línguas, coitado, nada mais justo que aprender mais uma. Então, fui lá lendo e traduzindo, até chegar na palavra Aguardente. Aguardente de Cana.

Pausa.

- O que isso quer dizer?

- Hã? Quer dizer cachaça.

- Agua... parece com o italiano "acqua" (o puto fala italiano). Tem a ver?

- Hã... mais ou menos...

- Water-ardente?

- Pro inferno, holandês!

- É uma palavra composta de outras, não é?

- Mumblesgrumbles... talvez...

- Assim, juntando duas palavras pra formar uma terceira?

- MUMBLES!

Holandeses... eles podem levar fama por serem morrinhas (no sentido 14 listado no Houaiss) e "excessivamente francos" (i.e. rudes), mas tem que gostar de um povo que sabe tirar sarro de si mesmo - e dos outros.

Serviço

Se você leu até aqui e tudo o que você queria era começar a aprender holandês, aqui está a recompensa

1. Gramática holandesa - http://www.dutchgrammar.com/pt/index.php?n=Grammar.DutchGrammar

2. Como se pronuncia uma palavra em holandês:

http://www.acapela-group.com/text-to-speech-interactive-demo.html

Digite a palavra na caixa de texto, escolha Dutch no menu em cima da caixa e clique em Play it!

3. Digital dialects: http://digitaldialects.com/Dutch.htm

4. Lições de holandês a partir do zero. Precisa registro, mas é grátis. http://www.taalklas.nl/

5. Dicionário holandês-holandês: http://www.vandale.nl/vandale/opzoeken/woordenboek/

Daniel Duclos (Daniduc), é um brazuca que mora na Holanda com a esposa, também brasileira, desde novembro de 2007. Criou o Ducs Amsterdam, o qual escreve, fotografa e edita. Em 2011 lançou um guia de Amsterdam e virou pai de uma linda garotinha, com quem redescobre o mundo todos os dias.

Procurando hotel pra sua viagem?

Eu escrevi um artigo com muitas Dicas de hospedagem.

Se você fizer sua reserva através dos links aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente. Então é uma forma de retribuir o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português! :) Todo mundo ganha!

Ah... e o Booking lista hotéis no mundo todo! Não precisa ser só em Amsterdam!

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Outro jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando e dá uma força preciosa.

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam!

Algo a dizer? Manda bala! :)

(Ah, você tem uma dúvida? Leia antes a FAQ. É sério! A maioria das respostas tá lá...)

Você leu a Política de Comentários aqui no Ducs?

Comentários escritos TODO EM CAIXA ALTA não serão aprovados.

Dê lá o seu recado!

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

{ 141 comentários… leia abaixo ou deixe um }

Anna Veras julho 21, 2014 às 02:03

Qual o nome do livro citado? Fiquei bastante interessada, haha.

Responder

Daniel Duclos julho 21, 2014 às 19:40
Anderson julho 11, 2014 às 21:11

Olá Duc!

Cara, bacana demais seu blog. Altas risadas.
Você mudou pra Holanda em 2007. Lá se foram 7 anos. Gostaria de saber como está seu holandês hoje em dia? ou continua utilizando o inglês no modo automático?
Pretendo pegar firme no holandês devido ao meu trabalho mas surge aquele desânimo sempre que leio os comentários de quem já tentou e deu com os burros nágua com a língua.
Um amiga de trabalho aprendeu em 1 ano e hoje se comunica tranquilamente. Milagre? rsss. Sei que depende de cada um mas você tem idéia de mais alguem que conseguiu essa façanha?
Grande abraço e continuo acompanhando o blog. Parabéns.

Responder

Daniel Duclos julho 11, 2014 às 21:37

Meu holandês é ruim, mas não deixe isso te desanimar, conheço diversas pessoas que conseguiram aprender holandês muito bem sim. Vai firme! Abraço

Responder

Cícero julho 10, 2014 às 04:22

Sempre achei que a lingua alemã fosse semelhante ao holandês, assim como o espanhol é para o português..Mas parece que não…….Diz-me se estou certo.

Abraço

Responder

Daniel Duclos julho 15, 2014 às 21:47

Do meu parco conhecimento, são parecidas, mas falar uma não te habilita automaticamente a entender a outra, especialmente falado.

Responder

Amélia julho 9, 2014 às 23:46

Oi…estou querendo mudar para holanda, meu noivo é holandes e comecei a estudar a lingua aqui no brasil ,mas ele está na holanda e a saudade ta batendo, voce pode me indicar escolas para aprender holandes na holanda.
eu já falo ingles e isso ajuda.

muito bom o blog

obrigado

Responder

Daniel Duclos julho 15, 2014 às 21:49

Eu gostei da BLTC (http://www.bltc.nl/). Muita gente recomenda a UvA (Universiteit van Amsterdam) também.

Responder

Elza Santos abril 25, 2014 às 19:54

Oi Querido estou em Amsterdam na casa do meu namorado, ando aqui tudo, faço compra vou a tudo que e lugar, mas nada falo do idioma, ingles me viro mas nao falo mas me viro. Gostaria que me indicasse uma escola de ingles e holandes, pq venho em julho estudar aqui.

Beijos

Elza

Responder

Daniel Duclos abril 25, 2014 às 20:35

Eu gosto da BLTC http://www.bltc.nl/

Responder

petter abril 21, 2014 às 01:48

Daniel, faz tempo que conheço e leio seu blog! Gosto muito dos seus textos, sempre bem divertidos! Mas agora estou com a leitura intensiva, pois em um mês estou por aí a passeio.
Valeu por nos dar tantas dicas!

Responder

Daniel Duclos abril 23, 2014 às 13:11

Valeu e boa viagem Petter! Grande abraço

Responder

simone abril 16, 2014 às 12:50

oi boa tarde …

meu querido agradeço a Deus por ter suas dicas todos os dias a vida aqui em Amsterdam esta seguindo ja conseguimos um apt em amsterdão aqui na ilha ..
mas não consigo achar uma escola de ingles para mim e meu filho de 7 anos estamos perdidos ….peço mais uma vez sua ajuda

Responder

Victoria abril 3, 2014 às 22:07

Ei Daniel,
Acabei de conhecer o seu blog, e a sua habilidade de descrever os perrengues/alegrias/surpresas da experiencia no exterior é muito cativante!
Estou fazendo intercambio nos US, mas as coisas têm exatamente o mesmo sentimento dos casos que vc conta, com excecao de que aqui tem um adicional de sofrimento: a ideia americana de mundo. É dificil aceitar a visao emperrada da maioria de que nao existe civilizacao alem das fronteiras americanas.

Parabéns pelo trabalho!

Responder

Daniel Duclos abril 4, 2014 às 18:50

Victoria, valeu! Um abraço

Responder

Su Ferreira março 8, 2014 às 22:47

Daniel,

Seu blog é demais! E esse post em especial está show! Vou passar duas semanas na Holanda no final de Abril e o seu blog está me ajudando muuuuuito! Obrigada!

Su

Responder

Daniel Duclos março 10, 2014 às 12:10

Graag gedaan Su :)

Responder

Albuquerque Jr. fevereiro 3, 2014 às 05:21

Caro Daniel Duclos,

Muito bacana o texto. Bem humorado e inteligente.
Você tem muito talento pra produção de conteúdo, viu?!
Forte abraço, muita paz!

PS. Adicionei teu perfil no Google.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 4, 2014 às 22:07

Valeu Albuquerque, grande abraço!!

Responder

Angelo Tadini janeiro 31, 2014 às 23:14

Cara,
estou indo pra Holanda em Maio. Por isso, tenho lido bastante seu blog (até porque tudo que eu digito no Google sobre Holanda dá você em 1º lugar). A sua “presença de espírito” é visível nos textos, mas esse foi demais. Me matei de rir!!
PARABÉNS!!

Responder

Daniel Duclos fevereiro 4, 2014 às 21:57

O Angelo, VALEU!!! :D

Responder

Pedro dezembro 6, 2013 às 13:12

Show, Ducs! Ler o seu blog virou um excelente passatempo. Alguém aqui me diria que é fuga da realidade. Eu chamo de saudade da Holanda (ou da organização de lá). O risco é perder o foco aqui no trabalho.

Como um goiano não vai gostar desse povo?

Abraço!
Pedro.

Responder

Came novembro 22, 2013 às 16:03

Tô a dois meses na Belgica, na parte (maldita) flandres que fala holandes tb, eles insistem em falar que os holandeses dão diferentes, mas o que eu posso fazer se a belgica é um ovo e quase não existe nada na internet pra aprender holandes “belga” sem falar que a cada 5km muda tudo pela porra do dialeto que eles tanto se orgulham de ter em Antuerpia.

Enfim, to na luta (e com muita preguiça) de aprender essa lingua, e ri muito com a parte de que eles n usam barra de espaço, pena que os belgas não levam muito na esportiva as piadinhas e meu host brother ficou um tanto quanto ofendido quando eu tentei explicar o quão bizarro é essas palavras gigantescas.. Enfim, demorou muito pra aprender tudo?

p.s. Comprei uma cachaça também, eles ainda não tiveram coragem de tomar
p.s. Meu holandes ainda ta no, goedmorgen, mag ik..

Responder

Rolinka outubro 26, 2013 às 16:56

Oi
Curti muito esse Post. Eu sou brasileira/ holandesa e dado a um ouvido muito bom, falo as coisas quase sem sotaque. Por causa disso e pela minha cara absolutamente holandesa, vi-me em situações muito comicas quando estive aí. Descobri que quando voce fala ingles os “nativos” te tratam muito bem, mas quando eu usava o holandes, eles me tratavam como se eu fosse retardada. Claro, afinal COMO eu nao poderia saber do que eles estavam falando? Tipo, aqueles deliciosos croquetes, COMO eu nao sabia que existem N sabores? Como eu nao sabia que se entra pela porta da frente apertando um botao? E como eu precisava de um tempo extra para contar as moedas? É, minhas férias lá foram hilárias, espero repetir a dose.
Abraço e felicidades por lá.

Responder

Daniel Duclos outubro 28, 2013 às 22:33

Oi Rolinka, obrigado! É assim mesmo como vocÊ falou, certinho. Um grande abraço

Responder

Camila agosto 24, 2013 às 03:30

Olha essa reportagem é espetacular…porque meu namorado é holandês e qdo o conheci ele mal falava português, agora depois de 6 meses, sabe praticamente tudo e quando falo com ele uma nova palavra, ele associa com tudo que se imagina francês, italiano….como nesse exemplo que vc citou!!!! O

Responder

Andressa Lima agosto 13, 2013 às 01:27

Olá Daniel,
adorei seu post, me identifiquei com algumas coisas já que passei um mês em rotterdam visitando a família de uma prima. Como você disse é muita verdade que os holandeses gostam de juntar as palavras, isso confundiu muito minha cabeça na época. O mês que passei ai me serviu pra aprender o básico, porém não tive como exercitar, se puder passar mais sites sobre a holanda e a língua seria excelente. Visitarei frequentemente seu site ! abraços

Responder

Daniel Duclos agosto 14, 2013 às 19:11

Obrigado Andressa, um abraço

Responder

Fernando julho 23, 2013 às 18:19

Olá Daniel,
muito bom este seu post, parabéns!
Eu tenho amigos holandeses e gostaria de aprender o holandês para poder conversar com eles neste idioma. Como na minha cidade não há ninguém que lecione o idioma, gostaria de saber se você conhece algum professor aí em Amsterdam que dê aulas pela internet (skype) ?
abraço

Responder

Fernando julho 23, 2013 às 18:21

PS: Encontro vários no Google, porém gostaria de saber se você conhece algum BOM :-)

Responder

Daniel Duclos julho 23, 2013 às 22:02

Fernando, não tenho nenhuma recomendação que eu tenha experimentado; o que testei pus no arttigo.

Responder

Julio Santos julho 5, 2013 às 04:19

Olá Daniel,
Curti muito o seu blog. Eu tenho interesse em estudar holandês na Holanda o ano que vem por uns três meses. Gostaria de saber se você sabe da existência de algum curso barato na Holanda para estrangeiros que têm interesse em aprender esta língua. Geralmente os cursos são muito caros. Há algum curso gratuito para quem vai ficar um curto espaço de tempo neste país? Obrigado

Júlio

Responder

Daniel Duclos julho 9, 2013 às 19:53

Julio, existe um curso de integração, mas não são todos que tem direito. O mais fácil é ir ao City Hall (Gemeente) e perguntar se no seu caso você teria direito.

Responder

Bruna t julho 4, 2013 às 19:03

Adorei esse post!
Ainda estou em duvida em qual pais vou para fazer intercâmbio, pensei na Holanda e fui procurar sobre a língua pra saber mais, e olha, que dificil! Acho que desisti do intercâmbio lá, mas me diverti tentando falar “Kinderdagverblijf” !!

Responder

Daniel Duclos julho 9, 2013 às 19:51

Desiste não Bruna, sempre dá pra se virar com inglês também!!

Responder

ana vergara junho 27, 2013 às 09:40

olä Daniel! Jä chegamos e estamos amando! abracos
aNA vERGARA

Responder

kleber junho 26, 2013 às 05:08

Moro em Recife-PE pois realmente fiquei bastante interessado em seus comentários no blog, parabéns pois dessa forma vc dar uma alavancada para pessoas que almejam de alguma forma mudar de país ensina bastante coisas, pois gostaria de saber algo que ainda, até onde li não encontrei,se hoje eu decidir-se ir a Amsterdam quanto eu precisaria ter em conta para viajar,chegar comprar uma casa em Amsterdam.

Responder

Daniel Duclos julho 9, 2013 às 19:05

Kleber, não é apenas chegar e comprar uma casa – encontrar uma casa bem localizada, em bom estado e num bom preço é uma aventura em si. De toda forma, aconselho a olhar o funda.nl para ter uma idéia do mercado imobiliário da Holanda.

Responder

Diana Soares Machado junho 6, 2013 às 19:22

Caríssimo Daniel Duclos,
Parabéns mil vezes pelo seu belo trabalho! Amo de paixão ler seu blog e já ri tanto e já aprendi tantas coisas holandesas que não vejo a hora de visitar esse seu país! Sim, “seu país” porque você já é um holandês legítimo, após tantas provações e aprendizados! Seu trabalho é maravilhoso e, todos os dias (sério mesmo!), acesso seu blog! Daniduclos, por favor, keep walking, ok?!?!?! Abraços :)

Responder

Daniel Duclos junho 10, 2013 às 19:29

Obrigado Diana!

Responder

Mateus Ramazzotti maio 28, 2013 às 02:13

Muito bom o seu blog altas risadas voce usa uma linguagem bem moderna para escrever. Moro aqui em Amsterdam a 6 anos.

Responder

Rafael Flores maio 20, 2013 às 11:18

Hahaha… sei como é, apesar de não estar tendo uma experiência tão hard quanto a sua – estou morando em Dublin – mas… me vi nessas cenas, hehehe, muito bom.

Responder

Roberto abril 8, 2013 às 23:05

Caro daniel.

Antes de tudo, obrigado pelo seu blog! Nunca imaginaria minha viagem à holanda sem ele. Certamente não seria a mesma coisa.

Eu gostaria de sugerir a todos que querem aprender holândes procurar aulas particulares.

Roberto.

Responder

Ricardo abril 8, 2013 às 23:01

Adoraria aprender holandes porem tenho medo de nao ser possivel. Brinco muito com meus filhos holandeses Otto e Rita mas nao dominei o idioma. To ficando frustrado. achas que devo fazer O que?

Responder

Daniel Duclos junho 10, 2013 às 19:28

Aprender língua é um processo contínuo (estou aprendendo português até hoje). Eu acho que você poderia focar mais na caminhada e menos no destino; devagar e sempre.

Responder

Anna março 6, 2013 às 02:00

Meu nome é anna. Anna com dois ns mesmo:) Como vou para amsterda daqui 6 meses dei uma pesquisada na internet e achei seu blog. Oito anos atras fiz uma amiga holandesa e ela me ensinou algumas palavras. Nao foram muitas, so as basicas. Hoje, porem, nao me recordo da metade. Ainda ha tempo para eu conseguir recuperar o resto?

att.
Anna Griender

Responder

Daniel Duclos março 8, 2013 às 19:10

Eu acredito que sempre é tempo.

Responder

Ana Audun fevereiro 16, 2013 às 11:04

Hahaha identifiquei, os dina säo assim mesmo, no início quando eles me respondiam em inglês eu continuava no meu sofrido Dina até eu aprender um pouco, esse lance de juntar as palavras é básico aqui, e o i com som de j tbm.
Ê linguinhas complicadas de aprender, se ainda fossem bonitas, quem sabe ajudava.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 16, 2013 às 13:03

Hehe.É, digamos, um gosto adquirido. :) Hoje eu até acho bonita…

Responder

Guilherme julho 29, 2012 às 18:48

Também tenho muito interesse em aprender holandês. Só me é necessário perseverança. A minha motivação principal vem da música, o rock holândes é muito bom (Heidevolk por exemplo)

Responder

Daniel Duclos julho 29, 2012 às 19:45

Música é uma excelente motivação pra aprender uma língua! Boa sorte!

Responder

alana pamela junho 29, 2012 às 16:51

Paarabéns pelos textos , esta me ajudando muito . pretendo vim morar aqui na Holada . Estou de ferias aqui na Holanda , em Emmeloord , estou gostando mais estou com muita dificuldade na pronuncia de palavra . entendo algumas coisas porém nao sei me expressar corretamente .. Queria estudaar .. mais no momento só tenho 1 mes aqui e nao dá . tem algum site que eu posso escrever em portugues e eles responda em Holandes .. sei lá . Dank U

Responder

Gabriela abril 9, 2012 às 06:16

Como muitos já disseram, e também já devo ter dito no twitter, teu blog tem sido realmente uma salvação e leitura obrigatória!
Estou de mudança para Noord-Brabant daqui a 2 semanas, passando pela fase de aperto no coração, frio na barriga e tudo mais. Isso tudo depois das dores de cabeças até a saída do MVV – que, acredite, saiu em menos de 20 dias e bem antes da sexta-feira! :D Sei que a agilidade no meio da burocracia não é regra, então já estou me preparando para as dores de estômago dos registros na chegada hahah, mas os teus relatos ajudam muitíssimo! Acho que também tentarei escrever para aliviar um pouco a tensão.

Estou deixando comentário em post antigo, mas é mais para dizer: MUITO obrigada, Ducs! Só de acompanhar o blog, fico um pouco mais tranquila! :D
Houdoe!

Responder

Maria Cardoso janeiro 7, 2012 às 20:38

Olá Duclos,

Você tem talento
Parabens!

Responder

Wendell dezembro 4, 2011 às 23:11

Caramba, adorei seu texto… dei muitas gargalhadas… Afinal isso é que da andar com “mantos Sagrados”. Tive a mesma experiencia de ouvir um monte de “rjirjtrtrtartrstraatplain” e depois de infindáveis 2 segundos responder, ” Opá Valeu Brigadão”… Eu estive em Amsterdam com um amigo, fomos a passeio, mas vimos uma oportunidade de “quem sabe vir a morar por ai “. Valeu Fera achei muito bacana os seus textos…Um Abraço!

Responder

Daniel Duclos dezembro 23, 2011 às 03:03

Valeu Wendell, boa sorte! :D

Responder

Isah julho 20, 2011 às 19:06

Obrigado Daniel….continua esse teu maravilhosos trabalho.
Espero estar a morar na Holanda daqui a 1 ano e meio + ou – *
Kuss

Responder

Elane Ayres junho 15, 2011 às 03:02

Oi daniel,tudo bem!!!
Amo seus artigos sobre a Holanda, pricipalmente a linguagem que vc usa rsrs!! Me deixa mais à vontade para encarar mais um desafio em minha vida!! Pois é…daqui a 6 meses vou me casar com um legítimo Holandês,ele mora em Amsterdam, e eu estou simplesmente em PANICO!! Mas todas as vezes que eu entro em panico, eu leio uns de seus artigos, que virou para mim uma verdadeira BIBLIA rsrs, aí eu me acalmo!!
Mes que vem( julho) vou dar um pulinho aí( primeira vez),para conhecer a familia dele, ele já veio aqui no Rio umas 8 vezes rsr, fala o portugues muito bem…detalhe…aprendeu sozinho com um simples CD e em 5 semanas, o cabra já falava portugues rsrs!!
Enfim..falo muito mal o ingles, mas estou me aperfeiçoando na lingua, agora, holandes…rrsrrs! dise a ele,só jesus na causa e um copo d’agua!!
Só queria dizer com tudo isso, que seu blog é tudo de bom!!
bjs e boa sorte p mim!!!

Responder

karina fevereiro 5, 2011 às 02:02

Bom quero muito morar na groningen junto com meu namorado holandês,sei que não vai ser facíl,pq já estive aí no natal 2010,e adorei tudo por aí ,espero um dia morar aí.
Obrigado pelas dicas.

Responder

Daniel Duclos fevereiro 7, 2011 às 11:15

Oi karina, graag gedaan! Boa sorte, espero que vc consiga logo vir pra cá. Abs

Responder

Badá janeiro 27, 2011 às 13:47

Você já leu algum livro em holandês, a propósito?

Responder

Daniel Duclos janeiro 27, 2011 às 13:53

:( Não…

Responder

Badá fevereiro 1, 2011 às 09:50

Questão de tempo, questão de tempo. :)

Responder

William Carvalho janeiro 19, 2011 às 20:21

Muito bom o seu texto! Gosto muito da Holanda e concordo com vc em sua exposicao sobre os holandeses. Parabens pelo SITE.

Responder

mary novembro 15, 2010 às 01:00

ganhei do meu amigo holandes de aniversario esse livro, ele acertou em cheio! bjs

Responder

Jaqueline Rubino Garcia novembro 12, 2010 às 02:04

Ahhhh eu quero o nome desses livro ai dos americanos sacaneando os holandeses!!!
Agradeco!

Um abraco,

Responder

Daniduc novembro 12, 2010 às 12:54
João Batista dos S. Almeida setembro 6, 2010 às 22:41

Prezado Daniduc:

Gostei muito do seu post. Você escreve muito bem e não consegui parar até chegar ao fim. Achei seu site procurando um curso on-line de holandês. Já faz um tempo que queria aprender. A vontade foi aguçada agora, que acabei de receber um livro em holandês, que comprei pensando estar em inglês. Será que você teria algo a me dizer numa hora dessas? Um abraço pra você e sua família.

João

Responder

Alexandre agosto 9, 2010 às 01:22

boa noite !
gostaria de saber como posso conseguir um dicionario de holandes – portugues para computador,moro em Surianame e preciso aprender a falar holandes.

bedankt.

Responder

jucelino julho 23, 2010 às 21:47

fantástico!
gostei muito do post.
to começando a aprender francês, mas sempre quis visitar a holanda.
valeu!

Responder

CHARLES ARTHEMIO julho 10, 2010 às 16:19

Rapaz, meu maior sonho é visitar lugares da europa, admiro muito os varios paises q compõe esse continente fascinante, por sua arquitetura, culturas dentre outra, em especial, a Holanda, um país que vem me fascinando muito, estou ateh tentando aprender holandês, não que eu va usar, caso um dia eu consiga visitar o país, mas de repente pode ajudar um pouco. venho a alguns meses, acompanhando o ducsamsterdam, que vem me ajudando muito a compreender e conhecer um pouco de amsterdam. e quem sabe um dia eu possa contar as minhas experiencias por lá? quero aproveitar e fazer uma pergunta, eu na realidade me contetaria em passar ao menos dez dias, vc acha que eu gastaria mais ou menos em torno de quanto pra isso? muito obrigado pela atenção!!

Responder

Daniduc junho 28, 2010 às 14:41

Oi Luis. Você tá falando do inburgeringsexam? Até onde eu saiba, apenas não europeus precisam fazê-lo. Abraço e boa sorte.

Responder

Cristine junho 28, 2010 às 09:03

Eu estive na Suiça por 2 meses e 5 dias e agora depois 1 mes estou querendo voltar e visitar a Holanda? No caso tenho 25 dias levando em considerançao os 90 dias de direito restantes. Será que posso entrar com uma viagem de ida e volta dentro desses 25 dias e eles carimbando meu passaporte com mais 3 meses fico sem problema esse tempo ja que foi carimbado e ai ntao so pago a multa para mudar a minha data para o fim de mais 3 meses de acordo com o carimbo? Alguem poderia esclarecer, bjao!!!

Responder

Daniduc junho 28, 2010 às 14:45

Oi Cristine. Acho que o melhor a fazer é você ligar pro consulado mais próximo de sau casa e explicar seu caso. Você pdoe achar os endereços aqui:

http://www.consulados.com.br/holanda/

Abraço

Responder

Aleph junho 27, 2010 às 02:19

vlw pelo retorno! vou procurar encontrar um, abraço e bom verão aí pra vocês!!!

^^

Responder

Aleph junho 19, 2010 às 19:30

E daí cara! Beleza!?

Eu sempre tive curiosidade sobre o idioma holandês e finalmente achei esse blog bala.
Eu já estudava um pouco de alemão e olho vídeos em “dutch” daí a pronúncia não foi um grande problema

Gostei muito dos posts e do toque de humor, continue mandando bem.

Eu queria muito conseguir um dicionário de holandês-português, alguma dica?
abração, add aos favoritos.

Responder

Daniduc junho 20, 2010 às 18:51

Oi Aleph, bom que curtiu. Não conheço nenhum dicionário NL-PT. Sei que tem, com certeza, NL -> português de Portugal, mas nunca abri, só lembro de ter visto algo assim em livrarias. Eu uso o Van Dale NL-EN-NL, e tô contemplando comprar um NL-NL.

Abraço

Responder

Nínive Raquel junho 3, 2010 às 01:32

A D O R E I

Responder

Diego maio 20, 2010 às 22:36

Mais um aqui a reforçar a “mística” da Oranje. TODAS as vezes com as quais estava com a camisa da seleção holandesa fui atendido em holandês. Até mesmo no Dia da Rainha! No “restaurante de pratos rápidos” lotado, a atendente do lado falando em inglês com um cara, e eu sendo atendido em holandês, por causa da Laranja.

Essa foi uma das experiências mais doidas desta viagem, pois a língua ainda é bem críptica pra mim e mesmo assim consegui sair safo várias vezes, sem a famosa virada de chave! :D

Responder

João Paulo maio 16, 2010 às 02:42

Cara,
Tava procurando algumas dicas pra um único dia dedicado ao País =[ e me deparei com seu seu site... Resultado: já estou mais animado com uma terça-feira em Amsterdam que com uma semana inteira em Paris! =]
Parabéns pelo trampo (mijando de rir a cada post) e obrigado pela generosidade em compartilhar conosco essas informações!
Abs,
JP

Responder

Daniduc maio 17, 2010 às 00:38

E ai João Paulo. Haha, que legal. Os amigos e família que vieram visitar estão sempre ou indo ou voltando de Paris, e a concorrência de Paris é irada. Não tem como não curtir Paris. Mas fico contente que tenha empolgado você com Amsterdam tbm, e ajude vc a curtir a cidade que adoro. Ah, não sei se você já viu, mas o Conexão Paris dá umas dicas legais de lá também (http://www.conexaoparis.com.br). Boa viagem, e se quiser, quando voltar, volte aqui e conte como foi a viagem e faça parte da nossa galeria dos leitores: http://www.ducsamsterdam.net/galeria-dos-leitores/

Abraço, valeu o comentário

Responder

Ademar Laureano abril 30, 2010 às 04:35

Muito legal e simpatico da sua parte trazer dicas de costumes holandeses. Estou planejando para 2011 viajar com a familia (5 pessoas) para uma cidade pequena na holanda e depois para Amsterdan. Sou torcedor fanatico da Seleção Holandesa desde 1974 e Ajax ( sou motivo de risos constante por isso, mas, me orgulho de usar camisa da seleção Holandesa). Ando pesquisando sobre o idioma e adorei suas materias. Muito obrigado, por enquanto. Grande abraço.

Responder

Daniduc maio 2, 2010 às 20:17

OI Ademar. Po, bacana! Brigado pelo comentário e pelo retorno! Como torcedor do Ajax, dá uma busca pelo “Ajax Experience”, o tour pelo ArenA, pode ser interessante. Eu mesmo nunca fiz, mas pode ser uma legal. E quando joga Brasil e Holanda (que nem 94 e 98), o coração fica aonde? :)

Abraço e boa viagem!

Responder

Eleni abril 25, 2010 às 02:00

olá!!Adorei as informações.Estive na Holanda em janeiro e voces me ajudaram muito,mas aprender holandes realmente rsrs será um deus nos acuda rs
bjs a todos

Responder

Daniduc abril 27, 2010 às 12:22

Oi eleni! Legal que deu certo e que eu pude ajudar. Aprender holandês é realmente um trampo, hehe. Brigado pelo comentário!

bjs

Responder

Cristian abril 24, 2010 às 05:56

Cara,

Tenho amigo que moram em Amsterdam e uma prima q mora em Eidhoven (nunca sei como escreve) … gostei muito de sua escrita… Há 3 anos q vou de férias sempre para Amsterdam e esse ano novamente… rs… mas adorei a forma como vc escreve e me impulsionou a aprender algo.

Responder

Daniduc abril 27, 2010 às 12:14

Oi Cristian. Pô, legal cara, fico feliz pra caramba em ler isso! Obrigado pelo retorno e pela força. Grande abraço

Responder

Cesar março 3, 2010 às 20:06

Hey , td bem ae?
Muito interessante todas as tuas informacoes obtidas aqui.
No momento estou morando nos USA- Washington DC, sou estudante, e estou com planos de ir em Agosto deste ano para Amsterdam. Minha host family Americana se mudou para ae o ano passado, e estou vendo de ir morar com eles. Informacoes que eu tenho, eh q poderei ficar de turismo por 3 mese. Mas eh o seguinte… se acaso eu gostar, tu sabes sobre o processo para eu mudar para o visto de estudante jah estando ae de turista? Tb tu sabe me indicar sobre cursos ae? Tb eh possivel eu extender para mais tempo de turista se acaso for mt burocratico para mudar de estudante? Por favor deixe me saber para eu me preparar, e td dando certo a gente se ver por ae.
Grande abraco

Responder

Daniduc março 9, 2010 às 02:12

Fala Cesar

Infelizmente não tenho informações sobre visto de estudante ou cursos por aqui. Agora, até onde eu saiba, não é possível estender a estadia como turista não. Você tem direito a usar 90 dias em 180 pra ficar no espaço Schengen como turista. Se você usar os 90 dias, terá de esperar outros 90 pra poder voltar.

Abraço e boa sorte

Responder

Diego março 10, 2010 às 01:15

Então, não vou postar isso como verdade absoluta, até para que ninguém quebre a cara aqui e me culpe depois. :P

Mas, TEORICAMENTE – conheci pessoas que fizeram isso -, se você sair do espaço Schengen dentro destes três meses e voltar no dia seguinte, você “renova” esta permissão e fica por mais três. Eu não recomendo, pois se eles quiserem te barrar eles estarão no direito, e aí, “senta e chora”.

Qual é o jeito certo? Tirar o Visto Schengen, que vale por seis meses, porém é de turista. Mas é o suficiente para, caso queira ficar e estudar, vc tire o visto de estudante. Lembre-se: vc NÃO pode estudar no país possuindo somente o visto de turismo! Você, inclusive, nem será aceito pela instituição de ensino.

Bom, espero ter ajudado, boa sorte aí! ;)

Responder

Michael fevereiro 24, 2010 às 21:29

Adorei o seu site!

Estou estudando holandês online, e pelo o que sei do alemão, como meu amigo riu quando me viu estudando ” Parece alemão errado” kkkkkkkkkkkkkk…. Mas quero aprender pela área de tradução…pois sou tradutor. Enfim, parabéns!!!

Responder

Daniduc março 9, 2010 às 02:08

OI Michael!

Brigado pela força e boa sorte no alemão… “certo” :)

Abraço

Responder

elizete fevereiro 20, 2010 às 00:53

ola! gostaria de saber o real significado dos famosos “xxx” inscritos em toda a holanda tais como em hidrantes, camisetas, meias, bandeira e etc… poderia me informar por favor?

Responder

Daniduc fevereiro 20, 2010 às 15:31

Oi Elizete. Na verdade os XXX não estão por toda a Holanda, mas apenas por Amsterdam. É um dos símbolos da cidade e não são a letra Xis, mas sim a cruz de Santo André repetida 3 vezes. A cruz de Santo André pode ser vista também na bandeira da Escócia, por exemplo.

Santo André, pescador, foi um dos apóstolos de Cristo e foi martirizado em uma cruz nesse formato.

Responder

Diego fevereiro 4, 2010 às 18:52

Só outro comentário, que me lembrei agora: a princípio, o holandês (e sua variação belga) é uma língua tão estranha pros nossos ouvidos brazucas, que nunca poderia imaginar que aquela esquete do In De Gloria (que invadiu o YouTube uns 4 anos atrás e mostra um apresentador de talk show rachando o bico com a voz fina de um convidado – acho que vcs conhecem, senão: YouTube – “In De Gloria Funny Interview”) era falada nesta língua… Todo mundo perguntando “que língua é essa?” E chutávamos russo, tcheco, whatever else menos holandês! :P

De qualquer modo, desta vez quero pegar umas frasezinhas básicas pra não correr o risco de pisar no calo dos batavos, como o post do outro blog. Nada que um pouquinho de boa vontade não faça, né? :)

Responder

Ana Paula janeiro 24, 2010 às 00:35

Oi Duc,
Adorei o seu blog, vou adicionar aos favoritos: CERTO!!! Eu fiquei em Rotterdam do dia 16 de dez/09 ao dia 21 de jan/10, isto significa, acabo de retornar para o Brasil. Pretendo retornar para o dia da rainha, portanto devo ficar entre final de abril e início de junho.
Adorei conhecer a Holanda, mas realmente o Dutch é algo muuuuuuuuito difícil. Eu odiava quando os meus amigos falavam somente em Dutch, em vez de falar em inglês e com isso eu ficava totalmente fora d’água. Sem falar todas as vezes que me sacaneavam me ensinando (ou melhor tentando me ensinar) palavras em Dutch… a sacanagem corria solta, porque eles me mandavam falar coisas totalmente opostas ao que eu queria dizer.
Ex, eles me disseram que para dizer que eu havia gostado de conhecer alguém era para dizer lekkerding (que até hoje não sei se a escrita correta é lekkerding ou lekker ding, porque vejo escrito das duas maneiras), mas aí você consegue visualizar a minha cara quando o dito rapaz que eu fui cumprimentar e eu disse pra ele: hi, lekkerding! O coitado do Dutch ficou uma pimenta de vergonha e todos rindo da minha cara. Se apertar a mão deles é algo muito intimo, imagina chamar de “coisa gostosa”.
Agora está tudo bem, porque lekkerding virou uma espécie de apelido para ele, porque eu só o chamo de lekkerding… hahaha.
Mas eu adorei mesmo o seu blog, a ponta de humor o torna ainda mais interessante.
Estou portanto querendo aprender um pouquinho de Dutch, para não voltar “nua e crua” em abril. Sei que é pouco tempo até a minha volta, mas vou tentar me empenhar.
Quando estiver indo para Rotterdam novamente vou avisar, para você me dar umas dicas de lugares legais para ir.
Acabei não visitando muitas coisas porque estava frio demais ou nevando demais e a curtição foi ficar em casa com os amigos bebendo!!!! E que povo que bebe… depois, brasileiro é chamado de cachaceiro… sei não!!!

Um abraço e obrigada por enquanto.

Responder

Paulo Yun dezembro 25, 2009 às 07:34

Oi Duc! Eu estava procurando algum site bacana pra conhecer mais sobre a Holanda e achei muito bom o blog! Estou querendo aprender holandês para morar aí, isso tudo porque conheci uma holandesa no trampo que falava 8 línguas e tirava sarro porque achava coreano mais difícil que o húngaro e o mongoles(?!) rsrs

Grande abraço e vou passar visitar com frequencia!

Responder

Daniduc dezembro 27, 2009 às 00:46

Oi Paulo,

Haha, bem holandesa mesmo sua amiga :)

Boa sorte no seu holandês. Quem sabe um dia eu também aprenda? :P

Abraço

Responder

Amanda dezembro 16, 2009 às 14:26

ps:.escrevi um comentário pra vc e não tinha colocado o nome nem o email,qdo fui enviar apagou td que eu havia escrito!! Pfff…
…Mas como Adorei o Post tive que escrever de novo! rs..
Morri de rir,pq vivenciei situações semelhantes.Tive na Holanda em 2007 e fiquei três meses com a minha mãe que mora aí a uns 4,5 anos.
Penso muito na possibildade de ir morar com ela,mas além do medo de ir pra outro país começar td de novo,to tentando agora a univers. federal aqui no Rio.Bom, pelo menos aprendi a falar algumas coisas qdo estive aí e o pior(ou melhor,é q gostei muito) além de ter feito alguns amigos tbm.
Mas vc,como mora e trabalha,sabe como funciona faculdade pra estrangeiros?
Acha viável?

…voltarei a visitar seus textos!!
beijos

Responder

Daniduc dezembro 27, 2009 às 00:49

OI Amanda,

Brigado pela visita. Então, eu não manjo muito do esquema de faculdade, na verdade. Então não sei dizer o quanto é viável. Ouvi dizer que certas universidades brasileiras têm convênios com universidades na Holanda, mas acho que o melhor é pesquisa nos sites das unis holandesas. A maioria tem sites em inglês, e daí você vê as regras e condições de cada uma.

Bjs e boa sorte

Responder

Juliana dezembro 15, 2009 às 11:25

Apesar d’eu estar na Holanda não p/ aprender o dutch, afinal como vc mesmo diz, aqui é o tipo de lugar que qualquer um consegue se virar no ingles, mas é inevitável vc não se sentir um analfabeto (de dutch) ao ver tuuudo que é escrito pelas ruas e outras coisas em dutch e vc não entender patavinas!!! hahah

Valeu pelas dicas :)

Responder

Daniduc dezembro 15, 2009 às 23:59

Pois, me senti bem assim quando vim pra cá: uma criança. Tive de reaprender um monte de coisa, inclusive a “ler” :) Mas também, conforme você vai vendo as coisas que antes você não fazia id;eia e agora entende, é muito bom :)

Graag gedaan, Juliana!

Responder

Diego dezembro 9, 2009 às 02:07

Ah, o “ij”… “ij ij ij”!! :P

Confuso desde o início, uns a consideram sendo uma única letra (como os espanhóis fazem com o LL e o CH), outros não; Muitos a pronunciam como “ái” (por isso a piadinha infame da primeira linha), outros tantos como “éi”. Pode ser considerado um “alemão pobre (gramaticalmente)”, mas ô linguinha difícil!! hehehe

Responder

Daniduc dezembro 15, 2009 às 23:56

Sóp o começo. E como se fala o IJ em “natuurlijk”, oir exemplo? Não é nem éi, nem ái. :)

A pronúncia oficial no holandês padrão é “éi”, mas dialetos regionais (e posição na palavra, como sufixo não estressado lijk do exemplo qu dei) influenciam, e aí vai.

Agora, a pronúncia do IJ é um problema dos menos graves… às vezes dá uma saudaaaades do básico :D

Responder

Linda novembro 22, 2009 às 14:33

Olá!

Eu estou muito grata a voce por estas indicações!!
Eu preciso muito aprender este idioma. eu conheci alguém que é Holandes, eu sei que para ficarmos juntos eu terei que me sacrificar, então eu já começei hoje a treinar graças a você!
Fiquei surpresa em ver que o alfabeto é muito parecido com o inglês, isso é muito bom!
Ma so que mais me preocupa é o exame para a cidadania. Voce ja passou por este exame? eu li algo em: http://www.ind.nl/nl/index.asp
Vi que são poucas perguntas divididas em assuntos gerais, mas tenho medo…
Então meu amigo, eu quero lhe pedir uma regra básica para este exame, se vc já fez deve saber os asuntos que serão pautados!
Eu ficarei imensamente grata a voce desde já!
Eu faço bolos, doces salgdos, almoços e jantares, estudo gastronomia, é um bom trabalho na Holanda?
Eu moro em Salvador- Bahia, terei prazer em ajudá-lo caso precise!!

Eu desejo a voce muita Luz, Paz e Amor!!

Linda Rennie

Responder

Daniduc novembro 23, 2009 às 12:37

Oi Linda

Você está falando do exame de integração civil (Inburgeren Examen). Eu na verdade não tive de fazer a prova – minha esposa é brasileira e estamos aqui em uma outra situação (temporária, inclusive).

O site Brasileiros na Holanda tem bastante coisa que pdeo ajudar. Você já deu uma lida lá? Por exemplo aqui: http://brasileirosnaholanda.com/guia/integracao_civil_001.htm fala sobre o curso.

A Clarissa, do Bailandesa.nl fez o curso, talvez ela também possa ajudar.

Boa sorte pra você

Bjs

Responder

Daniduc novembro 21, 2009 às 01:14

Oi Tineke

Hehehehe, ik ben blij dat je mijn blog leuk vindt. Mijn Nederlands is nu iets beter dan toen ik deze article heb geschreven. Maar er is nog niet goed :/ Longe disso!

Het boek is de beroemde Undutchables. Het is erg grappig, maar soms linkt… een beetje te agressief (volgens mij, tenminste). In iedere geval hou ik van de Nederlandse gevoel voor humor :)

Fico feliz mesmo que tenha gostado. Morar na Holanda tem sido um grande aprendizado, e tento contar um pouco do que vivemos, com um pouco de humor (mesmo quando na hora, na verdade, não tenha sido tão engraçado, como no caso do incêndio – http://www.ducsamsterdam.net/the-roof-was-on-fire/ – e do camundongo que veio nos visitar http://www.ducsamsterdam.net/acho-que-eu-vi-um-ratinho/).

Mas a piada da dor de garganta não é minha :) Eu li em algum lugar – talvez no Unduchtables, o livro que citei.

Ah, e desculpe meu holandês torto do começo da mensagem: sabe como é, morando em Amsterdam não tenho com quem praticar hehehe

Brigado pela visita, espero que possamos manter contato.

Abraços

Responder

Tineke novembro 23, 2009 às 17:51

Hoi Daniduc,

Brigada pelo titulo do livro, vou comprar.
O senso de humor dos holandeses é mesmo agresivo. Já notei, depois de todos esses anos, que tenho de ter cuidado para não ofender ninguem aqui. Mesmo assim de vez em quando acontece ainda que machuco alguem.
Morar na Holanda pode ter sido um grande aprendizagem para você mas morar no Brasil tem sido um grande aprendizagem para mim.
Você sabe o que é o melhor do Brasil? O brasaileiro. Li num para-choque de caminhão e é uma verdade. O povo brasileiro é muito carinhoso.
Je Nederlands is helemaal niet zo slecht. Je doet het goed, hoor.
Groetjes.

Responder

Daniduc novembro 23, 2009 às 18:24

Oi Tineke

Então, eu adoro o senso de humor holandês :). Mas o Undutchables é escrito por expats, não holandeses, que se dedicam a zoar a Holanda com afinco. Eles são crueis, mas muito engraçados (“contemplem a culinária holandesa em toda a sua glória -> [foto para um FEBO]” :D e outras piadas muito boas)

O que quis dizer é quem algumas poucas passagens eles soam apenas cruéis, e não engraçados na crueldade. Mas é minoria – no geral é um livro bom, e na verdade muito útil pra quem está querendo se mudar pra Holanda. Só não podemos cair na pegadinha de achar que o que lá está é um relatório. É humor, antes de tudo.

“tenho de ter cuidado para não ofender ninguem aqui.”

He. Verdade, os brasileiros são… sensíveis ;)

“Je Nederlands is helemaal niet zo slecht. Je doet het goed, hoor.”

Nou, dat valt wel mee. Ainda tenho longa estrada pela frente (em subida). Mas vou indo – passo-a-passo, erro-a-erro, sempre hoje tentando hoje ser um pouquinho melhor que ontem. Obrigado pelo incentivo, entretanto.

Abraços

Responder

Tineke novembro 19, 2009 às 12:12

Hallo,

Je wil graag Nederlands?
Ik vind je site geweldig. Bijna 25 jaar geleden ben ik geëmigreerd naar Brazilië en dus ken ik de Braziliaanse en Nederlandse manier van zijn. Je bent scherp en humoristisch, echt heel goed.
Ik zou graag de titel van het boek willen hebben waar je op deze pagina over schrijft. Ik ben een echte Nederlandse en kan een beetje galgenhumor wel waarderen.
Muito bom teu site, poderia me dar o titulo do livro escrito por esses dois americanos?
Muito obrigada e fique escrevendo. Não tem muitos sites bons que falem desse duas culturas, Holandês e Brasileiro. Gostei de verdade. Dou aula de holandês e achei particularmente engraçado que você mencionou que holandês não é lingua mas dor de garganta. Já usei isso na aula.
Groetjes.

Responder

Tarsila outubro 18, 2009 às 04:54

estava me referindo a aulas aqui em Sao Paulo

Responder

Tarsila outubro 18, 2009 às 04:49

Por favor, queria lhe pedir uma informação. quando voces foram morar em Amsterdam, ja sabiam falar holandes? como aprenderam? estava procurando aulas particulares ou aulas mesmo, mas sao preços altissimos… teriam alguma indicação?
ja tentei fazer pela internet, inclusive este que voce colocou no link ai em cima… mas acho muito basico demais… claro que sempre tem uma diferença fazer falando com alguem na sua frente…
obrigada, beijos

Responder

Daniduc outubro 18, 2009 às 05:15

Oi Tarsila -

Não, eu não falava holandês. Ainda não falo – às vezes me pergunto se algum dia conseguirei falar. Eu tenho indicações – mas aqui na Holanda :/

Quem sabe os outros leitores possam te ajudar?

Boa sorte.

Responder

Fábio outubro 13, 2009 às 04:23

Oi,belo post cara,um tanto quanto engraçado e informativo . Bem,eu estudo inglês e sempre tive fascinio pelo holandês,todavia não existe em minha cidade um lugar para se estuda-lo,assim gostaria de saber se existe alguma possibilidade de aprender sozinho ou se isto é algo impossivel. Se possível me mande um e-mail,obrigado e abraço.

Responder

Daniduc outubro 13, 2009 às 09:36

Ou Fábio, brigado. A idéia era ser bastante engraçado e informativo, mas um tanto quanto já é melhor que nada :)

A sério agora: impossível ou não depende de você, na verdade. Eu aprendi inglês sozinho (porque vamos concordar que as aulinhas de colegial no Brasil não ensinam p. nenhuma) Nunca fiz nenhum curso extra. Minha esposa diz que isso seria impossível pra ela (morando no Brasil).

É possível de aprender *qualquer* língua sozinho, dependendo dos recursos que você tem à disposição e da sua própria capacidade de aprender coisas sozinho.

Pronúncia é um grande problema quando se aprende sozinho (e você não mora em um lugar onde falam a língua). O segredo é escutar muito a língua, não apenas ler. Descole rádios em holandês na Internet e fique ouvindo.

Boa sorte.

Responder

Mateus setembro 22, 2009 às 00:15

Ahhh, obrigado :)
MSN: XXXXX@XXXXX.XXX
apaga depois de ver ;)

Responder

Daniduc setembro 22, 2009 às 00:23

Putz, Mateus, eu não uso MSN – eu não uso nem Windows, na verdade :)

Manda um email pra gente via formulário, que eu respondo e ai a gte fala por email :)

(eu sei, eu sei, email é coisa do século passado. Mas acho que vai funcionar melhor, inclusive porque nós estamos em outro fuso horário (já é meia noite e meia aqui e ai no Brasil é… 7 e meia da noite, entao encontrar on line ia ser difícil de qqr maneira)

Abraço

Responder

Mateus setembro 22, 2009 às 00:05

JESUS, TRADUZ ISSO?! :O

Responder

Daniduc setembro 22, 2009 às 00:11

Hahahahaha! Oi Mateus! Eu só disse (ou quis dizer em meu holandês mais ou menos) que nós também achamos difícil quem queira conversar em holandês conosco, apesar de morar na Holanda (os Holandeses sempre preferem falar consoco em inglês). Mas, apesar do meu holandês não ser essas maravilhas, sempre q vc quiser, terei prazer em falar holandês contigo.

Ok?

:)

Abraço

Responder

Mateus setembro 21, 2009 às 23:35

Adorei o post! Estou começando a tentar aprender holandês agora… Meu sonho é conseguir esse feito. Mas nem tenho com quem falar :(

Responder

Daniduc setembro 22, 2009 às 00:04

Nou, dank je wel, Mateus. Maar we ook vind het moeilijk om vind iemand die met ons Nederlands te willen praten! Hoewel we wonen in Nederland, Nederlanders liever Engels tegen ons spreken. Ik weet dat mij Nederlands niet zo goed is, maar als je wilt, ik spreken graag altijd met jou in het Nederlands, okè?

Responder

Camila setembro 20, 2009 às 23:41

Oi, meu nome é Camila.Eu converso TODOS os dias com uma garota de Apeldoorn.E eu estou (tentando) aprender holandês.Gostei do sue blog!Muito divertido.

Responder

Daniduc setembro 21, 2009 às 18:16

Oi Camila, legal que você gostou do artigo.

Mantenha-se firme, mais dia menos dia, vc vai estar falando. Ainda mais se tiver um falante nativo ajudando :)

Brigado pela visita e comentário!

Responder

daniely setembro 11, 2009 às 02:04

Estava procurando um site que pudesse me ajudar a aprender um pouco mais holandes e acabei parando aqui, e sinceramente adoreiii, o que escreveu acima é muito engraçado mais é a pura realidade, realmente é muito dificil tentar falar esse idioma tão complicado e misturado com outras línguas. Estive na holanda uns 6 meses atrás e pretendo voltar agora no fim do ano e quero muito chegar la pelo menos entendendo ou falando alguma coisa pois antes so me comunicava em inglês com as pessoas. Achei seu blog muito interessante e repleto de informações legais está de parabéns

Responder

Daniduc setembro 11, 2009 às 12:07

Oi Daniely, muito obrigado pelo comentário e eplos elogios! Fico muito contente que tenha curtido :)

Boa sorte na sua viagem!

Abraço

Responder

daniduc junho 16, 2009 às 11:04

Oi Edimilson!

Legal que você curtiu o blog! Espero que continuemos merecendo a audiência ;)

Agora, caramba, voc6e se interessou pelo holandês pela facilidade?! hehe, acho que línguas novas não são um problema pra você, em geral os brazucas (incluindo este que vos escreve) apanham pra aprender essa língua cheia de sons guturais, verbos separáveis e ditongos só dela :P

Tomara que vc consiga realizar logo seu sonho de vir conhecer a Holanda! Qundo vier, nos avise! Abraço!

Responder

Edimilson junho 15, 2009 às 15:33

NOssa!! muito legal, gostei do blog, está adicionado no meu favoritos!!
Me interessei pelo holandes pela sua facilidade, gosto muito.
Quero ir para Amsterdan, ou qualquer outra cidade lá da Holanda!!

Responder

daniduc janeiro 2, 2009 às 13:19

Opa Thiago! Bem-vindo! Legal que você curtiu! O mais engraçado é que às vezes eles invertem o número, segundo a lógica do holandês, quando estão na verdade falando inglês, e aí se atrapalham todos. hehe. Espero que o Ducs continue merecendo sua audiência ;) Grande abraço!

Responder

Thiago janeiro 2, 2009 às 04:36

Hahahaha…como “estudante de holandes preguiçoso nas horas vagas” eu ri muuiitoo com o relato acima hahaha….comédia!

sabe que aquela parte “Holandes não é alemão com umas palavras roubadas do inglês e francês” é verdade mesmo! Foi essa a primeira impressão que tive dessa língua cheia de ‘RRrgggrrrrrr” haha, aliás foram esses “RRrgggrrrrrr” guturais que me fizeram interessar pelo idioma aí das terras baixas….Ah a segunda foi que eles dizem “Cinco e vinte”, “Oito e Trinta” etc e nao “Vinte e cinco” ou “Trinta e oito” (só pra sacanear!rs)….agora tcho voltar lá pro taalklas.nl pra aprender dizer se o “muis” está onder, op, naast of tussen de dozen!! hehe

PS> Site adicionado aos favoritos! :D

Responder

daniduc novembro 23, 2008 às 09:52

OI julia, bem-vinda! Quebom que vc curtiu o post. Mas fica tranquila, que fica difícil pra pegar a pronúcia morando aqui também, não é só em livro não, hehehe ;) Bjs e boa sorte.

Responder

julia novembro 23, 2008 às 09:26

Estou aqui me matando de rir!! Achei o site por acaso, procurando algo na net pra estudar Holandes do Portugues (pq estou estudando de livros em ingles, eh mais dificil pra pegar a ponuncia).

Adorei o senso de humor e altas dicas tb, valeu!!

Responder

daniduc setembro 17, 2008 às 00:19

@bruno… aqui rolou uma seção de caipirinhas com dois amigos gringos… eu disse que a Carla sabia fazer uma caipirinha irada e tal. Ai e menina ficou toda querendo saber como que se fazia uma caipirinha “authentic brazilian”, observando cada cortde de limão da carla e tal. Só ai que e;la contou que tinha trampado de barwoman e era profissa em preparar drinks, e saiba prepara caipirinhas. Heh. No fim todo mundo também se cosiderou bagari (e aidna conseguimos achar o caminho até a estação de trem pra voltar de utrecht pra Amsterdam, hehe).

Responder

bruno imbrizi setembro 16, 2008 às 11:48

Mais uma vez eu rindo igual um retardado na frente do computador. Creche, creche, um horror de palavra mesmo!

Em alemão também rola esse esquema de juntar palavras. Sicherheitsvorschriften (se pronuncia zirrer ráits fór chrif ten) é algo como “unidades de certeza pré-escritas” e quer dizer nada mais que “regras de segurança”. Ah, se fosse só essa a dificuldade em aprender alemão… não é a toa que não tô em Berlim, né?

Aqui em Auckland cachaça não está com essa bola toda, não. Nas Liquor Stores que eu fui não tinha nem a tal da Pitú. Sábado passada rolou uma festa entre franceses e kiwis e me ofereci para fazer a caipirinha. Ficou uma prima distante da caipirinha, pois não achei nem cachaça nem limão verde. Pra falar a verdade, de caipirinha mesmo só tinha o gelo e o açúcar de cana (que foi um achado). O importante é que o pessoal gostou e ficou todo mundo se considerando bragarai no final.

Responder

daniduc setembro 14, 2008 às 22:53

@Cynthia:

haha, boa! A gente ganhou VARIOS pontos de moral ao comprar havaianas no Brasil e dar de presente aqui na Holanda. Sucessão por quinzão. :)

Responder

Cynthia setembro 13, 2008 às 17:21

Ah, pessoal. Não chateiem! Holandês não é alemão complicado. Lá em casa (família holandesa, é claro…) dizemos que holandês é alemão com dor de garganta. Aprenderam agora?

E também tenho uma confirmação para esse esquisito amor dos gringos por cachaça de quinta. Moramos nos EUA e a chefe do meu marido, sabendo que estava no Brasil, pediu uma garrafa de Pitú. Brad me passou o recado por telefone e eu “Hãaaa? Garrafa de quê????” “Pee-Too”, disse meu pobre marido gringo, alongando as vogais e incluindo um charmoso soprinho logo depois do T..
- Ô Bradji, pergunte aí pra sua chefe se o que ela quer é pinga para caipirinha…
- Não. Ela quer Pee-Too, não Pinga.

Ai meus sais. Esses gringos… Lá fui eu procurar Pitú em São Paulo. Demorou pra achar. Em supermercado normal nem tinha. Acabei encontrando num mercadim de esquina pelo estonteante preço de 1,50 a garrafa. Comprei um envelope todo forrado de plástico bolha por módicos 5 reais para proteger tão importante iguaria e peguei o avião.

A chefinha ficou toda feliz e quis saber quanto o Brad lhe devia.

- Nada não, dona. Presente nosso…

Que fácil fazer média com chefe americano!

Responder

daniduc junho 25, 2008 às 19:14

Opa Eli, bem-vindo! As novidades a gente vai colocando neste blog, conforme vai sendo possível. Tem já bastante dicas espalhadas por ele, mas tiver alguma curiosidade específica, manda ver que responderemos o que pudermos. Um abraço!

Responder

eli loyola junho 22, 2008 às 02:19

achei muito legal.
devo ir a Amsterdam este ano, e gostaria muito de
saber outras novidades.
belo texto.

Responder

Carol junho 5, 2008 às 16:51

É, aqui em Toronto só achamos a tal da Pitu (que acho que é bem chinfrim) por $25 doletas. Fala sério. Eu vim agora do Brasil fazendo algo que jamais me imaginaria fazendo: trouxe uma Ypióca envelhecida na mala. Isso porque eu nem gosto de cachaça… É para a caipirinha dos amigos gringos, mesmo.

Responder

daniduc junho 4, 2008 às 00:01

Oi Nei, oi Carol!

Nei, obrigado pelos elogios! :) fiquei todo bobo ;)

Carol, fico feliz que tenha gostado! Seu comentário só reforça que holandês é alemão estranho, hehehe. Eles odeiam ouvir isso (com razão).

No caso da cachaça o holandês já sabia o que era, já tinha experimentado, então pelo menos não precisei situar ele sobre que tipo de bebida era – cachaça é cachaça. A tradução de aguardente eu nem tentei concluir, ele queria era mesmo me zoar por causa do lance do Agua + Ardente, o puto. Agora a dica do spitfire é muito boa, vou aplicar!

Por falar em coisa de luxo, uma 51 das mais rebas, sério mesmo, custa 18€ aqui! DEZOITO! Quando eu falei que uma dessas no Pão de Açúcar, supermercado caro e chiquetoso de sampa, custava 1€ e pouco, isso porque é super metido a besta, os caras não puseram uma fé. eles compram 51 e acham o máximo. Tsá.

Responder

Carol junho 3, 2008 às 23:26

Adorei este post!

Nos poucos dias que passei na Alemanha fiquei extremamente nervosa com essa mania de juntarem 7 palavras em uma. E a capacidade que eles têm de pronunciar esses trecos sem respirar no meio. E realmente, eles têm uns 30 vocábulos que se combinam para gerar sentidos infinitos, o que torna a língua relativamente fácil de compreender (quando se tem tempo para dissecar as palavras) mas altamente aleatória na hora de produzir uma frase nela.

Minha mãe tem uma anedota boa: ela estava desbravando uma cidadezinha alemã enquanto meu pai trabalhava. “Strasse” é “rua” e tinha a [igreja]strasse, a [praça]strasse e assim por diante. Ela olhava para a placa com o nome da rua e a explorava até descobrir a atração que lhe dava o nome. E assim foi desbravando a cidade. Até que se deparou com uma [não-sei-das-quantas]strasse. Ela não conhecia a palavra e decidiu explorar. Chegou ao fim da rua e não tinha nada de especial. Achou que tinha perdido alguma coisa. Até que, de noite, perguntou para um colega alemão do meu pai e este explicou que [não-sei-das-quantas] significa “rua de mão única”.

Finalmente, uma dica: já encarei “cachaça” em traduções e é um abacaxi para traduzir. Em geral, como explicação do que se trata, funciona a tradicional comparação com rum e tequila, para eles se localizarem. Mas uma tradução interessante de “aguardente”, que ao mesmo tempo dá a idéia do significado literal de “aguardente” e uma noção do uso — bebida bem popular, nada nobre — é “spitfire”, como se usa em inglês americano para designar qualquer bebida altamente alcoólica e barata. Acho essa tradução interessante porque, no exterior, a cachaça tem sido vendida como artigo de luxo, coisa que não é no Brasil.

Responder

nei junho 3, 2008 às 13:25

Dude em plena forma. Magnífica crônica, com aquele humor ao mesmo tempo fino e arrasador. Uma valanche de preciosidades. Maravilha.

Responder

{ 22 trackbacks }

Previous post:

Next post: