O melhor guia online sobre Amsterdam, em português” – Estadão

Dicas de livrarias e sebos em Amsterdam

por Daniel Duclos em 13/10/2010

Eu amo livros. Eu cresci no meio deles, espalhados pela casa dos meus pais, por todos os cômodos e entre a mobília (isso quando eles não eram a mobília). Nunca tive dificuldade em obter um livro pra ler, eu literalmente tropeçava neles, e desde pequeno desenvolvemos essa paixão mútua. Acabei virando um rato de sebo — passava a adolescência a encher os dedos de poeira descolando coisas legais pra ler.

Felizmente, Amsterdam tem a mesma paixão que eu por livros. A cidade me recebeu sendo escolhida em 2008 pela UNESCO como Capital Mundial do Livro e só pude pensar: "me dei bem!". A primeira impressão se confirmou: Amsterdam é mesmo uma cidade de letras. Saí a explorar as livrarias e sebos da cidade e cada descoberta me animava mais.

Se você é como eu, bora comigo explorar um pouco do lado livreiro de Amsterdam.

Livros em Amsterdam

Língua

Obviamente que holandês é o que você vai mais encontrar, mas não se desespere (guarde isso pra terceira semana de chuva consecutiva). Quase tão fácil de achar quanto em holandês são livros em inglês (e se você não lê inglês, aproveita e comece.) Francês, alemão, espanhol são um pouco mais raros, mas dá pra achar também.

Livros em Amsterdam

Francês, alemão, espanhol (Frans, Duits, Spaans)

Em português assumo que tenha, mas pra falar a verdade nunca achei. Só que também nunca procurei.

Livros em Amsterdam

Serve Machado de Assis em holandês?

De qualquer forma, há de tudo um pouco, e mesmo pra quem quer "ver as figuras", há lindos livros de fotografia e arte.

Livrarias em inglês

American Book Center (ABC)

A American Book Center é uma perdição (e não sou só eu que acho: foi votada pela Time Out como a melhor livraria de Amsterdam, embora isso provavelmente seja uma opinião de expats). Só a seção de quadrinhos deles já faria valer a pena visitar, mas daí tem o resto dos 3 andares. Provavelmente é uma das livrarias que mais passei tempo dentro desde que cheguei na Holanda (como nas outras, você pode folhear à vontade). Infelizmente eu mais folheio do que compro, pois ela é bem careira. Por outro lado é fácil economizar nela. Quem tem carteirinha de estudante ganha 10% de desconto na lata. Se você não tem a carteirinha (meu caso), dá pra comprar um cartão de desconto com eles (€7,00 a última vez que vi), e você passa a ter 10% de desconto também. E não é só: quem tem mais de 55 anos tem 10% de desconto às segundas, quem tem mais de 65 anos tem 10% sempre. Professores também tem desconto... (e sim, eles são cumulativos). Veja todos os descontos da ABC.

Eles têm uma newsletter bem legal, onde eles divulgam ofertas, eventos, coisas que estão rolando — muitas delas na Treehouse, um espaço cultural onde tem exposição de fotografia (e cursos também), arte, workshops, encontros, cursos diversos.

Livraria em Amsterdam

A ABC fica num lugar que gosto muito da cidade, het Spui (um dos lugares que já recomendei como um dos lugares pra visitar em Amsterdam). A ABC Treehouse Amsterdam fica ali pertinho, na Voetboogstraat 11 (anda um tico mais pra frente e ache o que muitos consideram a melhor batata frita no coninho — vlaamse frites — de Amsterdam. Tá ligado, né, que batata frita é uma das top 5 coisas pra comer em Amsterdam).

Enfim, se estiver pela Spui, e recomendo que esteja, dá um pulo lá, nem que seja só pra dar uma fuçada.

Eu? Eu me dei bem: tem uma ABC em Haia também.

Serviço

American Book Center - http://abc.nl/
Em Amsterdam: Spui, 12. Em Haia vá na Lange Poten 23). Detalhes das duas lojas.

New English Bookstore

Tem duas unidades: uma na Kalverstraat, 223, bem na frente da Munttoren (que é parte do antigo muro medieval de Amsterdam, que é um bom passeio a pé, aliás), e a outra na Leidsestraat 52. É um bom lugar pra comprar livros em inglês bem mais baratos do que na ABC. Tudo bem que a seleção é bastante menor, mas eles dão altos descontos, especialmente quando os livros possuem edições mais novas do que as que estão lá à venda. Comprei altos guias de viagem por preços muito baixos, porque não eram as edições mais recentes. Hey, as informações ainda foram bem úteis (não é tanto que muda — mais preço e horário de funcionamento, e isso eu já verifico na Internet em todo o caso, porque muda mesmo em edição recente), e paguei metade do preço!

Tem quadrinhos, livros de foto, livro de música, história. culinária e muito pocket (se você tá no pique de ler um bestseller que já não é tão bestseller assim, vai pagar barato — metade do preço.) Sempre que estou perto de uma das duas unidades, dou uma passada.

Livrarias holandesas (mas com alguns livros em inglês)

Athenaeum

Ali pertinho da ABC (do outro lado da rua, literalmente), na Spui 25, tem a Atheneum, uma das poucas livrarias independentes da Holanda (ela não faz parte de nenhuma cadeia). É bem menor, mas a seleção é boa, especialmente livros de estudo. Eu comprei um dos livros do curso de holandês lá. Acho curioso que logo na entrada tem uma seção "para turistas": a maior parte das coisas em inglês está lá (guias inclusos). Daí a turistada já nem entra na pequena loja. Eu achei o meu guia de rotas de ciclismo de Amsterdam lá (na ABC eles nunca tinham nem ouvido falar).

Pra quem fala holandês, eles também fazem atividades culturais.

Livraria em Amsterdam

Livraria em Amsterdam

Serviço

Athenaeum - http://www.athenaeum.nl/
Spui, 25 - Detalhes da loja (tem outras em Amsterdam e uma no Haarlem)

Bestsellers pra viagem: AKO e Bruna

Livraria em Amsterdam

As duas livrarias mais óbvias, mesmo porque estão nos aeroportos e estações de trem, são a AKO e a Bruna. Ambas são redes, e têm mais bestsellers. Você também pode achar dicionários, além de revistas e jornais. É meio o estilo da La Selva, no Brasil. Há revistas em inglês e algumas coisas de papelarias. São úteis (vendem selos, por exemplo) e estão pela Holanda toda, não só em Amsterdam. É um bom lugar pra matar algum tempo enquanto estou esperando na estação de trem, mas raramente eu saio de casa com o objetivo de ir à uma AKO ou Bruna.

Livraria em Amsterdam

Lista de bestsellers na AKO em 2008. Clique pra ver grande.

Serviço

AKO - http://www.ako.nl/
Lojas em Amsterdam

Bruna - http://www.bruna.nl/
Lojas em Amsterdam

Boa seleção e ambiente agradável: Selexyz

A Selexyz é outra rede de livrarias holandesa. Suas livrarias são bem servidas e agradáveis. Se eu fosse comparar com uma livraria no Brasil seria tipo a Saraiva. Apesar da maior parte ser em holandês, há livros em inglês também. A seleção deles é bastante boa, tem livro de praticamente tudo que é área, e também revistas, jornais, algo de papelaria. Tem quadrinhos, dicionários, guias de viagem (e mapas). Tem inclusive jogos de tabuleiro (pra quem conhece, estou falando dos jogos estilo europeus, como Settlers of Catan, não "War" e "Banco Imobiliário").

Eu acho ela um pouco cara, mas é um lugar agradável pra passar um tempo (tô assumindo que você goste de ambiente de livrarias, né? Se não, artigo errado :) )Em geral as lojas tem mais de um andar, e uma unidade da Bagels & Beans, onde você pode tomar um café, comer um bagel (duh!) ou muffin e dar aquela navegadinha gratuida na Internet. No fim das contas, nem é tão cara assim: já comprei bastante livro na Selexyz.

Uma curiosidade: em Maastricht, no sul do Holanda (bem sul da Holanda), tem uma Selexyz que fica dentro de uma Igreja. Digo, hoje em dia não é mais uma igreja, é uma livraria dentro do prédio que um dia foi uma igreja.

Livraria em Amsterdam

Serviço

Selexyz - http://www.selexyz.nl/

Em Amsterdam tem uma na Koningsplein, 20.

Sebos

Ah, agora a gente tá conversando. Eu sou, como disse, um tremendo de um rato de sebo. Quando vejo aquele monte de livro empoeirado e empilhado, ou espalhado por estantes, já me animo, estralo os dedos e penso: "vamos começar". Melhor que qualqer videogame, pra mim, é passar horas futricando sebos atrás de um achado. Cheiro de livro velho, que beleza.

Há mais sebos legais do que eu poderia sonhar em listar aqui — e sebo é meio que nem pub: cada um tem os seus preferidos. Vou listar uns poucos, pra ajudar você a começar a criar o seu grupo. Mas é só começo.

Ah, em holandês procure por Antiquariaat (embora antiquariaat tenha bem mais que livros, incluindo mapas, gravuras, cartões postais e outras coisas) e "Tweedehands boeken" (livros de segunda mão). Tweedehands às vezes pode estar escrito como "2e hands".

De Slegte

Vou começar pegando leve. A De Slegte não é exatamente um preferido, mas é muito interessante: é uma cadeia de sebos e livros usados bem antiga e tradicional aqui da Holanda. Quer dizer, é tipo uma Selexyz, mas de livro usado. O povo adora ir na Slegte comprar livro didático, por exemplo. Mas tem de tudo, de direito à fotografia, de história à erótica. É bem popular, mas você vai aproveitar mesmo se falar (ou ler, no caso) em holandês. Mas tem coisa em inglês sim, que eu já achei, inclusive uns muito bons de fotografia.

É muito organizada e espaçosa até, não tem muito aquela sensação de sebo. Os preços estão marcados na parte de trás dos livros.

Bookstores Amsterdam

Tudo usado

Livraria em Amsterdam

Serviço

De Slegte - http://www.deslegte.com/
Lista de lojas

Sebão no centrão: A. Kok & Zn.

No centrão de Amsterdam, assim, como quem está indo do Dam pro Red Light District, entre um "porno supermarkt" (nem pergunte) e outro, você acha o tradicional antiquariaat A. Kok, gerenciado desde 1948 pela família Kok (o "& Zn" do nome quer dizer "e filho"). A entrada já é bonita, e logo no começo você vê as gravuras, mapas, fotos antigas (é, afinal, um atiquariaat), cartões postais de mais de cem anos... aliás, foi lá que eu comprei o cartão postal que eu sorteei entre os meus seguidores no Twitter. Uai, sabia não? Eu sorteio direto cartões postais pra quem segue o @ducsmasterdam no Twitter. Escrevo, selo e ponho no correio e tudo.

Só nessa parte já dá pra se divertir bastante, mas o que eles têm mesmo é livro. Livro de arte, de arquitetura, mas de todo o resto também. Cara, são cinco andares de livro antigo! E, yeah, sim, cê acha em inglês e outras línguas, embora, obviamente, a maioria esteja em holandês.

Livraria em Amsterdam

Livraria em Amsterdam

O atendimento é simpático e eles manjam do que vendem.

Serviço

A. Kok & Zn. - Oude Hoogstraat 14-18

Sebos na Rosmarijnsteeg, Raamsteeg, Wolvenstraat e arredores

Cortando o famoso cordão de canais de Amsterdam (Herengracht, Keizersgracht e Prinsengracht) tem uma linha formada pelo Rosmarijnsteeg, Raamsteeg, Wolvenstraat. Lá há diversos sebos legais. É ir escolhendo e entrando no que te atrair.

Por falar em cartões postais: se você tiver procurando cartões postais de Amsterdam, tem uns bonitos à venda no Straat Antiquaren, na Rosmarijnsteeg 8. Volta e meia compro lá, fazem sucesso e sempre tenho de repor o estoque (eu sou daqueles que efetivamente manda cartões postais pelo correio).

Livraria em Amsterdam

Futricando pelos arredores você vai achar muita coisa — e já que você está na Raamsteg mesmo, dá um pulo na The Cracked Ketle, uma loja de cervejas muito boa. É uma dos lugares que coloquei no meu artigo sobre onde tomar e comprar cerveja em Amsterdam.

Feiras de livros

Feira na het Spui

Olha lá a het Spui entrando de novo na história. É uma área livreira. De sexta rola uma feira de livros usados que é bem legal. Dá pra ir e ficar um tempão explorando as barraquinhas, fuçando livros, descolando cartões postais antigos de Amsterdam, escutando os músicos de rua (enquanto procura LPs antigos, se você curte), conversando com os donos das barraquinhas. Os livros não são necessariamente baratos, mas dá pra descolar boa ofertas, se você tiver paciência — e até uma pechincha na hora, assim, pá, descontão. Uma das min0has diversões era ir lá e pagar €3,00 no mesmo livro que na ABC ali em frente tava €11,00.

Ah, veja as fotos, pra sentir o clima.

Feira de livros em Amsterdam

Livro a preço de banana (essa tava fácil, vai)

Feira de livros em Amsterdam

Feira de livros em Amsterdam

Feira de livros em Amsterdam

Feira de livros em Amsterdam

Boekenfestijn

A Boekenfestijn ("festival do livro") é uma feira itnerante de livros gigantesca. Uma vez por ano ela aterrisa em Amsterdam e ocupa o pavilhão de exposições da RAI por alguns dias. Se você estiver na cidade, prepare-se pra sair carregado de livro. Mesmo. Os livros são muito baratos, e encher o carrinho de compras (literal: tem carrinhos de compra que todos saem a arrastar) é fácil. O primeiro ano, eu afundei acho que uns €80,00, mas deu pra encher estante. No ano seguinte tive de repetir a experiência.

Infelizmente, em 2010 e em 2011 a Boekenfestijn não passará por Amsterdam. Isso é uma grande pena, e não sei o motivo. Mas o festival passará em outras cidades da Holanda. Veja a agenda da Boekenfestijn e, se estiver no seu caminho, considere uma passada por lá.

Livrarias online

A mais famosa livraria online da Holanda  (ou uma das, vai) é a BOL.com. O pessoal daqui adora. Eu comprei, pra dizer a verdade, apenas uma vez lá. Eles entregam super rápido e tem um bom estoque, mas eu acho eles careiros. Se é pra comprar online, eu prefiro a Amazon.co.uk. Sim, a Amazon do Reino Unido. Sim, eu sei que tem Amazon na Alemanha e na França. Mas pra livros em inglês, veja só, nada como a Amazon do Reino Unido. O pessoal sempre pula nos tamancos quando cito a Amazon.co.uk por causa do preço em Libras, mas pra te falar a verdade, lá é muito mais barato de comprar livro, preço em libra, frete, VAT (taxas) e tudo incluso.

Não, sério, é só fazer a conta. Na Amazon.co.uk um livro pode sair até metade do preço. E eles entregam em três dias na minha porta. E o atendimento ao cliente deles é perfeito. Permita-me ilustrar essa afirmação com uma pequena anedota.

O caso dos livros que viraram calças

Eu fiz um freela pra uma amiga, de tradução. Coisa rápida, simples, que não compensaria a complicação de fazer um pagamento internacional (ela mora no Brasil e minha conta é na Holanda). Sugeri que ela fizesse uma compra na Amazon.co.uk, pegando ítens da minha lista de presentes lá. Seria onde esse dinheiro iria parar de qualquer maneira. E assim foi feito.

Bom, três dias depois, um sabadão, a regulamentar tocada de campainha do carteiro anunciava que a Amazon continuava pontual. Corri, peguei o pacote, olhei rapidamente pra etiqueta dizendo que era pra mim, da Amazon e fui, serelepe, conferir o butim. Abri a caixa e retirei de lá duas calças sociais.

A sua cara de WTF?, sabe? Eu fiz uma maior. Como assim, duas calças sociais? Eu havia visto a lista do que fora comprado e, tipo, eram livros. Calças? Sociais?

Ah, esqueci de mencionar: com o logotipo da KLM. A empresa aérea holandesa, manja?

Examinando com mais cuidado, vi que a caixa continha uma segunda etiqueta, além da minha, da Amazon. Era endereçada a um senhor morador de uma destas micro-vilas holandesas. Provavelmente, funcionário da KLM. Provavelmente, infeliz pela ausência de calças.

Amigo, foi uma alegria ir aos correios holandeses explicar o caso. Eu não sabia nem por onde começar. Virei atração na agência. Acabou que as calças seguiram pro senhor em sua micro-vila, mas eu fiquei sem meus livros. Os correios holandeses (privatizados: a empresa é a TNTPost) admitiu falha deles, mas que a Amazon iria segurar a minha barra, que eles já tinham ligado lá. Suspiro.

Escrevi pra Amazon, que imediatamente me despachou os livros (chegaram em 3 dias sem serem magicamente substituídos por peças de vestuário corporativo desta vez). Maravilha.

Dois dias depois, chegou um muy amassado e muy atrasado pacote da TNT. Era minha encomenda original. Suspiro duplo. Fiz todo o procedimento da Amazon de devolução, expliquei que a encomenda original havia chegado, despachei de volta pra eles (paguei o frete e tudo).

Uns dias depois, a Amazon me reembolsou o pedido e o meu frete. E reembolsou o mesmo valor pra minha amiga. Fiquei surpreso. Escrevi pra avisar que um reembolso não era necessário (muito menos dois), que eu estava de posse dos meus livros. A Amazon disse: fiquem com o reembolso. Os dois.

Oras! A Amazon pagou pelo erro da TNT e eu sai com duas encomendas em vez de uma e minha amiga não pagou pelo freela, a Amazon pagou. No meu livro, isso é um bom atendimento ao cliente.

O Fim? Muito pelo contrário

Nesse artigo eu apenas arranhei a superfície, que é como eu me sinto quando saio pra descobrir o aspecto livreiro de uma cidade (e Haia não fica muito atrás, na verdade, em matéria de livros). A cada nova descoberta livreira na cidade, fico com a sensação de que estou apenas dando poucos passos dentro de um mundo imensamente maior. E não é, no fim das contas, como se sente todo leitor quando mergulha em um livro?

Viagem e livros estão, assim, conectados pela curiosidade de quem gosta de explorar novos mundos.

O espaço está, como semrpe, aberto pra suas dicas e descobertas livreiras (e não só em Amsterdam).

Daniel Duclos (Daniduc), é um brazuca que mora na Holanda com a esposa, também brasileira, desde novembro de 2007. Criou o Ducs Amsterdam, o qual escreve, fotografa e edita. Em 2011 lançou um guia de Amsterdam e virou pai de uma linda garotinha, com quem redescobre o mundo todos os dias.


Procurando hotel pra sua viagem?

Eu escrevi um artigo com muitas Dicas de hospedagem.

Se você fizer sua reserva através dos links aqui no Ducs, eles repassam uma comissão pra gente. Então é uma forma de apoiar o Ducs em Amsterdam e ainda descolar um lugar legal, ter suporte em português! :) Todo mundo ganha!

Ah... e o Booking lista hotéis no mundo todo! Não precisa ser só em Amsterdam!

Ingressos pra atrações em Amsterdam

Outro jeito bacana de retribuir o Ducs e ainda se dar bem é comprar ingressos online comigo. Assim você evita ficar tomando vento em fila quando você devia estar passeando e dá uma força preciosa.

Dá uma olhada na página de ingressos do Ducs Amsterdam!

Ah, e se você está querendo comprar passagens aéreas, o Ducs Amsterdam tem uma parceria com a KLM: Clique aqui!

Pessoal, o Ducs só existe com a força de vocês! Então, divulguem, comentem, usem os serviços que o Ducs oferece e vamos que vamos! Obrigado sempre!

Algo a dizer? Manda bala! :)

(Ah, você tem uma dúvida? Leia antes a FAQ. É sério! A maioria das respostas tá lá...)

Outra coisa que é importante é habilitar receber notifcações de novos comentários por email, porque tem um monte de gente que faz uma pergunta em um post aleatório e depois esquece onde fez a pergunta, nunca vê a resposta e acha que não foi respondido, quando na verdade a pessoa é que esqueceu onde que foi... com o aviso por email isso não acontece.

Você leu a Política de Comentários aqui no Ducs?

Comentários escritos TODO EM CAIXA ALTA não serão aprovados.

Dê lá o seu recado!

Notifique-me de novos comentários via e-mail. Você também pode se inscrever sem comentar.

{ 17 comentários… leia abaixo ou deixe um }

Rafael março 14, 2014 às 01:36

Olá Daniel! Cara, parabens, o seu site/blog é fantástico!!!

Estarei indo para Amsterdam lá pelo dia 12/04. Ainda não sei quantos dias ficarei, umas pessoas dizem que 3 noites é o suficiente e outras dizem que 1 semana é bom. Como será um stop over (estarei indo para Budapeste) o que voce sugere. Pensei tambem em ir até Bruxelas, vale a pena?

Mas o que eu queria mesmo saber e se conseguigo encontrar LP (vinil) com certa facilidade em Amsterdam e se você poderia me indicr uns lugares.

Novamente meus parabens! Nota 1000.

Responder

Daniel Duclos março 15, 2014 às 22:37

Rafael, com 3 noites dá pra ver bastante coisa. Mas assim, tem coisa pra você fazer sempre, eu tô aqui há 7 anos e ainda não fiz tudo.

Tem loja de vinil, mas não tenho nenhuma de cabeça pra indicar. Dá uma explorada nas 9 straatjes (tem no artigo de compras: http://www.ducsamsterdam.net/compras-em-amsterdam/) que você deve achar.

Responder

Alan julho 21, 2013 às 08:53

Muito obrigado, vou pra Amsterdam no fim do ano passar o natal, e já esbarrei na dica do “natal diferente em Groningem”, estou ansioso pra ler, passei o dia lendo sobre amsterdam e boa parte veio daqui, seu blog é bem sólido, parabéns! Tenho pelo menos umas 15 abas abertas aqui no chrome, todas sao informações e links do blog!

Responder

Daniel Duclos julho 23, 2013 às 22:14

Oi Alan, valeu demais! Abraço e boa viagem

Responder

Daniel dos Santos março 16, 2012 às 09:41

Olá Daniel,

Excelente. Encontrei o seu blog enquanto procurando (para uma pesquisa) pessoas que pudessem estar querendo vender ou comprar livros na Holanda. Montei um grupo no Facebook chamado Livros na língua de Camões para tentar atrair interessados. Muito bem escrito o post, parabéns.

https://www.facebook.com/groups/318337884886498/

Abraços,

Daniel

Responder

Norrison Miranda abril 27, 2011 às 14:15

Daniel, parabéns mesmo pelo excelente site !!!
O leio sempre que posso, tanto é que resolvi dar um pulo de 3 dias (8 a 10 de maio de 2011) , com minha esposa, em Amsterdã.
Assim como você, sou apaixonado pela literatura (inglês, francês e espanhol), e me tornei desde 1996 um colecionador de marcadores de livros (signopaginofilista), é mole ??
Te pergunto: onde posso encontrar (comprar) os marcadores, pois tenho pouquíssimos holandeses. Ficarei no Ibis, ao lado da estação central.
Um abraço, e mais uma vez … parabéns !!!!!!!!

Responder

Giu março 15, 2011 às 20:47

Sou louca pelos sebos de amsterdam.. especialmente aquelas lojinhas pequenininhas das ruas estreitas cheias de coffeshops hahaha amo descobri-las pela cidade! amei o post

Responder

Luciene janeiro 29, 2011 às 23:55

Muito obrigada pelas dicas maravilhosas!!!!! Estou indo para Amsterdan em Abril – minha primeira viagem a Holanda – e amei todas as dicas!
Sou amante de museus e livrarias e por isso devorei todas as dicas, muito obrigada!

Se quiser vir para a Dinamarca um dia, também tenho algumas dicas!

Abraços,
Luciene

Responder

Daniel Duclos janeiro 31, 2011 às 18:30

Oi Luciene, fico feliz que tenha curtido! :) Eu quero, sem dúvida alguma, dicas da Dinamarca. Ainda não fui, mas espero remediar isso assim que possível :) Abs!

Responder

susy pavlov novembro 29, 2010 às 14:30

Olá Dani,
Tudo bem por aí???
Fiquei enlouquecida com as livrarias e sebos etcs,hahahahaha,meu Deus,ficaria maluquinha no meio deste livrinhos e certamente voltaria para a casa de carteira vazia.
Que maravilha,amo livros também,assim como a internet percebo os livros como uma grande criação do homem.
Adorei este post!!!
Bjs,saúde e paz!!

Responder

Badá outubro 15, 2010 às 22:31

Até hoje eu lembro de quando fomos na ABC, e eu vi de relance a seção de quadrinhos. O Daniduc viu o brilho nos olhinhos e avisou “não vai lá não, a não ser que você tenha tempo ou dinheiro sobrando…” (ou algo assim). Até hoje essa imagem me assombra! Mas um dia, Daniduc, um dia…

Responder

Daniduc outubro 15, 2010 às 23:03

Quando esse dia chegar, me chame, Badá, me chame… quero estar lá!

Responder

sanhux outubro 14, 2010 às 18:09

Boa matéria. Europa para estudar (dentre outras coisas, claro) é o supra-sumo, ou suco dos sucos, como diria a boneca Emília. E Amsterdam tem essa atmosfera também.

Responder

Daniduc outubro 15, 2010 às 23:04

Valeu, Sanhux! :)

Responder

Eliane Gomes outubro 14, 2010 às 11:49

ADOREI! E e’ pura verdade a Holanda e’ um paraiso para leitores… (so’ falta o holandes mesmo ler um pouquinho mais, nada e’ perfeito). Doze anos de Holanda e tambem dividindo uma paixao por livros e leitura, fizeram com que eu saisse a procura e a Holanda esta cheia de enderecos a serem descobertos.
Por ser rato de sebo, tanto que ate me inscrevi em um curso de encadernacao artezanal. Hoje reparo e re-encaderno todos meus livros precisando de uma atencao extra.

Mais dicas para Amsterdam:
Sebo especializado em livros de viagem http://www.evenaar.net/; livros (novos) de arquitetura, arte e design: http://www.mendo.nl; livreiro antiquario: Out of time http://www.joot.nl

Aqui uma lista com a agenda dos “boekenmarkt” da Holanda. Sao feiras livres de livros (parece um sebo ao ar livre e tem de tudo!): http://www.tweedehandsboekenmarkt.nl

Dica de uma livraria linda e que ate serve cafezinho (e tem mesas de leitura tbem): Boekhandel H. de Vries Boeken em Haarlem:http://www.devriesboeken.nl

Para quem e’ tambem um entusiasta de quadrinhos (comics – strippenboek), ha’ varias opcoes de livrarias especializadas, com acervos impressionante. Vai do Pato Donald aos Mangas (geralmente em japones). Em Amsterdam: http://www.comics.nl e minha favorita, em Haarlem: Stripzaak (http://www.stripzaak.nl) – onde comprei uma versao muito interessante do Inferno de Dante Alighiere. Tem tbem a feira anual de quadrinhos em Haarlem – Stipdagen Haarlem (http://www.stripdagenhaarlem.nl) com presenca de varios cartunistas nacionais e estrangeiros, famosos e desconhecidos e varios de producoes independentes…(e com direito a autografos desenhados – eu viro crianca nessas feiras).

Livros em portugues? Devido ao absurdo preco do frete que as livrarias no Brasil cobram, a sugestao e’ acessar os sites das livrarias de Portugal (pois o preco de frete e’ mais gentil na carteira). Por aqui e’ bem dificil acha-los! Se alguem souber de um endereco, por favor diga-me!

Responder

Daniduc outubro 15, 2010 às 23:01

Oi Eliane

Po, como sempre dicas valiosíssimas vindas de você!

Ah, os quadrinhos — eu sou completamente doido por quadrinhos, e um post sobre isso está na semrpe crescente TODO do Ducs! Quando cheguei em Amsterdam e descobri que tinha mais lojas especializadas em quadrinhos que SP (que é tipo, 20 x o tamanho de Amsterdam) eu pensei, tô feito :)

Vou ter de ir na feira anual do Haarlem! vamos ver quando é a próxima! :)

Muito obrigado mesmo pelo comentário!

Bjs

Responder

Daniduc outubro 15, 2010 às 23:03

(erros de digitação na minha resposta corrigidos — desculpe)

Responder

{ 8 trackbacks }

Previous post:

Next post: